PplWare Mobile

Escândalo Facebook: Usados dados de 87 milhões de utilizadores


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Francisco says:

    A mim nada de importante ficou retido, uma vez que nunca usei o Facebook para fazer ou enviar SMS, aliás nunca associei o meu número ao Facebook. Atitudes dessas só de ignorantes e incautos.

  2. Miguelito says:

    Não uso…

  3. João Marques says:

    Há certas coisas que não se partilham na internet, não só no Facebook mas nas redes sociais em geral, porque o Facebook não deve ser a única empresa que faz uso dos dados dos seus utilizadores. Além do mais, nos termos de uso do Facebook alguma parte deve indicar este uso de dados do utilizador, e que como quase ninguém lê os termos, acaba por passar despercebido.

  4. Celso says:

    Ignorantes e incautos…

    Vê: https://shifter.pt/2017/10/google-my-activity/

    Achas que o Facebook também não sabe o que andas a fazer na internet?
    Só os ignorantes e os incautos é que pensam que estão imunes à recolha de informação privada. É que nem precisas de ter conta no facebook.

    • Hugo Gomes says:

      Nao basta ter um motor google ou bing

    • Tx2 says:

      Mas e então? Tu não aceitas os termos da google para eles utilizarem os teus dados? que eu saiba nas condições do facebook ninguém me disse que uma empresa externa como a cambridge analytica tinha acesso aos meus dados.

    • censo says:

      Se és utilizador Google, fico admirado por te teres socorrido de um artigo publicado sobre o tema, quando basta entrares na tua conta google e verificar todas as tuas definições de privacidade e atividade.

      • Celso says:

        Foi exemplo apenas.

        • censo says:

          Exemplo? Para mim é paranóia. Basta saber um pouco mais sobre aquilo em que cada um se envolve. A privacidade sempre esteve do teu lado, não do outro lado. E contínuas sem explicar como é que não tendo Facebook este sabe de ti. Privacidade, ou o estado puro da hipocrisia humana.

          • Celso says:

            Paranóia?
            Não sabes que basta um amigo teu, caso tenha o teu número e email, permitir acesso aos contactos e emails, que o facebook fica logo com essa informação?

            https://www.theregister.co.uk/2017/03/10/mac_address_randomization/

            http://webkay.robinlinus.com/

            http://www.spyware-techie.com/pornhub-removal-guide
            (neste caso é apenas um exemplo do que pode der um cookie)

            https://www.theguardian.com/technology/2010/may/15/google-admits-storing-private-data

            Analisa por ti próprio e pensa um bocadinho.

          • censo says:

            E ? Essa informação é privada ? Quem é que a deu ? Não foste tu que deste essa informação ao amigo ? E, mesmo assim, o facebook tem essa informação …e mais ? O que é essa informação para o facebook ? Tu ainda não percebeste que és tu o dono dos teus dados. Tu é que tens de pensar a quem dás os teus dados ou como os partilhas. Tu és o problema. …se não sabes limpar cookies, não te vou ensinar. Se não sabes aceder às tuas definições de privacidade do google…não te vou ensinar. Se não sabes limpar o teu rasto online…não tenho aqui espaço para te explicar. E afinal de contas, para que querem saber do meu numero de telefone ou email ? É tão fácil mudar. Só a paranoia e histeria colectiva explica. E …cookie do Pornhub ??? A sério ??

          • censo says:

            Ah…ainda te faço outra pergunta : sabes como são usados os dados que o meu amigo forneceu ao facebook ? Isso é que devias saber. Levamos o tempo a discutir o que é ou não deixa de ser privado, e não nos questionamos sobre o resultado prático e concreto que as ditas violações de privacidade ditaram com o uso desses dados. Afinal o que é que se conseguiu como acesso aos dados ??

          • Celso says:

            Ó censo, tens razão em tudo o que dizes. Nem vale a pena argumentar. Fica lá com a tua que eu fico cá com a minha (paranóia).

  5. JP says:

    Basta ter cartão do cidadão.

  6. Jorge Carvalho says:

    Update : Não foram só 87 milhões …. :

    Facebook said Wednesday that most of its 2 billion users likely have had their public profiles scraped by outsiders without the users’ explicit permission, dramatically raising the stakes in a privacy controversy that has dogged the company for weeks, spurred investigations in the United States and Europe, and sent the company’s stock price tumbling.

    Abc

    • Bob says:

      Sim….. a escala do “problema” é gigantesco.

    • lmx says:

      Isso é tudo bullshit,
      Para mostrarem que ficaram muito chocados com o “roubo” dos dados…quando na pratica o Facebook fornece-os!!

      Desde que Houve um Agente Americano que desertou( Edward Snowden ), e que ficamos a conhecer os programas Americanos de Espionagem, que sabemos que todas as Empresas Americanas espiam para o Estado Ameriano.

      São Obrigadas a isso!!
      A NSA até diz ter acesso directo aos servidores destas Empresas, o programa chama-se PRISM, mas há outros.
      O Facebook, a Microsoft, yahoo, Google, Apple,etc, etc todos fazem parte do PRISM..

      Este Tema do roubo dos dados…na prática nem é tema,
      Desde que o snowden informou todo mundo da violação dos direitos humanos dos cidadãos, a nível mundial..

  7. Marco says:

    Shocking 😛 … como se a título de exemplo o pplware não fizesse colecta de dados. O escândalo disto é as pessoas andarem … escandalizadas …

    Basta ver que por exemplo aqui no site apareceu logo uma barra para aceitar cookies … a dizer “Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies.”

    Ou que dizer de todas as janelas neste site que bombardeiam publicidade e que sabe-se lá que dados é que apanham ? …

    É o prato do dia, se tudo é um negócio … o lucro tem de vir de algum lado. Cabe aos utilizadores fazerem “dar-se” o menos possivel.

    • Style says:

      São coisas completamente diferentes. No batch de intel recolhida pelo pplware ñ vao fotos, contactos nem números de telefone. E essa informação ñ fica alojada durante 20 anos.

      Concordo com a abordagem que fazes em relação aos utilizadores. No fim de contas, vistas as coisas, eles são os principais responsáveis por isto. O problema é que para aí 60% dos mesmos são completos analfabetos em relação a isto. Ñ têm sequer a noção de que os seus dados estão a ser recolhidos com esta dimensão e como tal, logo aí, ñ há nada que possam fazer para se defenderem daquilo que desconhecem. Quando estoirou o “escândalo” da Cambridge Analítica o que mais se via para aí eram blogs com posts de gente muito indignida a dizer “O facebook só sabe o que eu meto lá”. Isto denota que houve muita gente que nem sequer leu as notícias e preferiu ficar-se pelos headlines das mesmas. É este o perfil de 60% das pessoas que andam na web hoje em dia. E um problema ainda maior é quando com essa irresponsabilidade derivada da completa ignorância do problema, os dados de terceiras pessoas também vão no embrulho.

      Pode parecer um bocado estúpido isto que vou dizer a seguir, mas se reparares bem, tu para conduzires um carro precisas de uma licença emitada por uma agência com competências reconhecidas para the habilitar legalmente a poderes andar na estrada, certo?
      Se ñ trouxeres cinto de segurança, cometeres excesso de velocidade ou acusares álcool que é que acontece? És autuado. Sabes qual é o pretexto para tudo isso? É que estás a colocar a integridade de terceiras pessoas em risco. Mesmo o cinto de segurança, que quanto a mim é a coima mais estúpida que existe tem como pretexto acusatório o facto de tu poderes ter um acidente grave e quem vai arcar com as despesas médicas é o Estado.

      Adiante…

      Actualmente, as redes sociais deixaram de ser as coisas inofensivas que eram há 15 anos atrás em que tudo o que partilhavas se resumia a fotos, textos e clips de aúdio. Coisas sem metadata relevante e completamente inofensivas a nível de marketing de guerrilha.
      Hoje em dia a coisa é bem diferente. A partir do momento em que há sites que nada têm que ver com o facebook mas que permitem que faças autenticação nos mesmos com a tua conta de facebook, o pessoal já devia ter começado a torcer o nariz. Mas muito antes disso, a própria partilha de conteúdos de forma directa de fontes externas ao facebook dá aso a que os algoritmos bleeding-edge cruzem dados, elaborem perfis e tirem conclusões. Isto chegou a um ponto em que há targeted ads em que os utilizadores de Macs pagam mais por um mesmo objecto ou serviço do que um utilizador de PC porque houve um estudo qualquer que “concluiu” que quem compra um Mac tem mais facilidade em gastar.
      Já nem vou falar nas listas de contactos sincronizadas nem em smartphones porque aí já entravam detalhes como geo tracking e afins.

      Tudo isto para dizer que alguém devia meter mão nisto. Já que do lado das empresas as mudanças nunca vão deixar de ser superficiais, pode haver nu futuro uma opção aqui ou ali que iniba até certo ponto qualquer coisa mas o verdadeiro problema nunca vai ser resolvido porque está directamente ligado com a principal fonte de rendemineto dessas empresas. Devia haver apoio ao utilizador nesse aspecto.
      A última coisa que eu quero é que o facebook tenha acesso aos meus dados só porque a minha avó tem uma conta lá onde se junta com mais 3 ou 4 idosas a discutir se as óstias que deram na missa esta semana estavam muito salgadas. Acho que tenho esse direito…
      A partir do momento em que tu deixas de ser o único responsável pelo extravio de dados que te identificam como individuo a coisa é para ser levada a sério. E se isto chegou a este ponto, ñ foi por falta de informação porque ela anda aí desde 2013.

      Nós provavelmente vamos ser os únicos a ter de gramar com este tipo de problemas. A próxima geração já deve vir preparada e instruida para lidar com isto.

  8. DAHHH says:

    Não vejo aonde está o espanto……como conseguiam as empresas alertar-nos de anúncios através dos likes e comentários que fazemos….

  9. censo says:

    Chegámos ao expoente da hipocrisia. Primeiro descarregam tudo e mais um par de botas nas redes, depois ficam todos escandalizados por usarem os dados que para lá foram descarregados de livre vontade.

    • bom senso says:

      agora disseste tudo…

    • Jorge Carvalho says:

      Foram muito mais que esses dados , mas este não é o fórum para discutir isso.

      abc

    • Mau senso says:

      Então tudo o que tu fazes de livre vontade na tua vida e todas as empresas que te prestam serviços e tiveram acesso aos teus dados também podem usá-los como bem entenderem. É isso? Ou é só o Facebook que tem esse privilégio?

      • censo says:

        Meu caro, quem é o dono desses dados privados? Quem ? Quem é que em dado momento decidiu partilhar esses dados com terceiros? Estamos a ver as coisas ao contrário, não? Os dados sempre foram privados e sempre foram teus, até que resolveste partilhar. Foste coagido ?? É isto ou não é uma gigantesca hipocrisia?

        • Mau censo says:

          Não, és tu que estás a ver as coisas ao contrário, porque as grandes companhias aproveitam-se da ingenuidade dos utilizadores até ao ponto de estes se considerarem responsáveis pela utilização indevida dos seus dados. Tu quando vais a uma consulta médica ou de advocacia também revelas muita coisa a teu respeito e sem seres coagido a tal, ninguém te obrigou a ir. Achas que depois esses profissionais podem vender as tuas informações? Então porque é que o Facebook há-de poder?

          • censo says:

            Ai coitadinhos, agora são todos ingénuos. O facebook é uma empresa comercial. Achas que vive do quê ? Do ar ? Do subsidio ? Essa é boa. E o médico ou advogado também só vai ter acesso à informação que eu lhe der. Mesmo que eu saiba que não a pode divulgar…só eu sei o que lhe digo ou o que partilho. Há compromisso entre o proveito que eu quero obter em troca da informação que lhe vou dar. Afinal onde está a diferença ? O facebook é a mesma coisa, com a diferença de que expõe o que há de bom e o que há de mau na essência humana : a inveja, a vaidade ou o ódio, misturam-se com atitudes mais nobres e dignas. Mas tudo teve um principio: tu, ingénuo ou não, embarcaste em algo para o qual devias estar preparado, que não estando, revela não ingenuidade, mas sim ignorância. Tu que és dono dos dados. Sempre foste.

  10. JFC123 says:

    Podes sair do facebook mas o facebook nunca saira de ti hahaha

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.