Quantcast
PplWare Mobile

Dados de acesso à Internet ficam guardados a partir de hoje

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. weee bora hackear os servidores que guardam os dados!!!

    que trollice
    o big brother veio para ficar disfarçado com um autocolante que diz “isto é para te proteger” e as pessoas ainda acabam por implorar por isto.
    ja tou como dizem alguns por aqui, vejam o zeitgeist 1 e 2

    • Sérgio says:

      E isto ainda não é nada.
      Daqui a algum tempo nem um “peidinho” se pode dar que existe alguem a controlar.
      As matriculas dos automoveis veem no mesmo sentido assim como as câmaras de vigilância nos locais públicos…

    • Ecchin says:

      Claro que é para te proteger! A não ser que estejas sem saber a falar com um míudo de 13 anos que depois denuncia pedófilia, e como as conversas não ficam gravadas, vão a tribunal e sais livre, mas com o rótulo de pedófilo. Ou a não ser que tenhas sacado uma músiquinha da net e depois deixaste no torrent a seed e por isso distribuiste ilegalmente a canção por 300 pessoas! OMG. /o/

      • Ecchin hepa nem te respondo ja vi que estas cego com o sistema

        • Ecchin says:

          Acho quem não entendeste. Eu tou a dizer que este método, além de chegar muito atrasado porque a Internet existe há tanto tempo, não vai servir de nada senão para apanhar casos estúpidos/falsos, ou delitos menores. Não tou cego com o sistema, pelo contrario x_x

          • ok ja te entendi desculpa la so vi que foste tu que deste a resposta em baixo depois de enviar o post.
            de todas as formas axo que ninguem com inteligencia propria e 2 dedos de testa veja isto com bons olhos.

      • Anónimo says:

        De que vale ter material para fazer justiça se a mesma não é praticada “num país hipotético” a menos que a TV lá esteja?

        Pois é, só é feita justiça nas multas pq dão dinheiro, e continuamos a ser ameaçados todos os dias por roubos, furtos, assaltos… todo o tipo de coisas que põem em causa a integridade física e depois a única coisa que fazem a esses “tipos” é oferecer uns dias de estadia numa “pensão” com tudo pago!

        E depois são soltos e a história repete-se…

        Claro que tudo isto é irreal e só acontece em “países hipotéticos”

        🙂

    • curioso says:

      Ora, nem mais, é isso mesmo.

    • VIRIATUM says:

      Mas quem é que tem algum problema com isso?

      Será alguém que tem algo a esconder?

      Olha, por mim podem gravar TUDO o que quiserem, a ver se me faz alguma diferença!

      Só tenho pena é que os tipos das associações de autor vão depois querer usar esta nova legislação para perseguirem quem faz certo tipo de utilização da Net.

      Logo esses, que nada fazem pelos autores e só lhes cobram quotas e poucos direitos, tal como as editoras que também só pagam entre 3 a 6% por cada obra vendida.

      Quem é que são os “criminosos”, afinal?

      Mas, seja como fôr, esta nova legislação, falha no essencial… Se os conteúdos acedidos não são gravados, não há prova de que qualquer crime tenha sido cometido. Apenas se prova que houve uma ligação entre a origem (cliente) e o destino (site/servidor/etc).

      Ou seja, é como se houvesse uma cãmara de vigilância numa boma de gasolina que tira a tua foto à entrada e à saída. Entretanto assaltaste a bomba, violaste a funcionária e foste-te embora. A funcionária morreu e era a única testemunha. Não há imagens de ti no interior da bomba. O que é que as imagens à entrada e à saída provam? Que estiveste lá, apenas. Não provam que foste tu que cometeste o crime nem provam nada do que fizeste lá dentro…

      Enfim… Legislação da boa, como de costume. Depois não admira que a bandidagem esteja sempre cá fora!

  2. Ecchin says:

    A vigilangia parece estar cada vez mais apertada, agora que, 20 anos depois, o pessoal mais leigo tomou consciência do potencial da Internet.
    Mas como sempre, um bom criminoso virtual sabe camuflar-se. Isto deve servir para, sei lá, castigar mais um jovem “sacador” de músicas que distribuíu dúzia e meia de músicas e por isso “feriu os sentimentos” das editoras. Vamos ver no que isto vai dar!

    • Tiago Sá says:

      Não te iludas. O conteúdo das comunicações continua a não ser registado.

      Sinceramente, muito pessoal está a ganhar um medo que se pela de sacar merdas da net ilegalmente, e acho muito bem que o ganhem. “Ai, não vou sacar e vou pagar 20€ por um filme porque tenho medo que a polícia venha cá a casa”. Façam isso mesmo! Se têm dinheiro para pagar pelo vosso entretenimento digital, USEM-NO MOTHERFUCKERS!

      • Ecchin says:

        Exactamente por isso! Como o conteúdo das mensagens nao é registado, mas apenas os IPs, nomes e localizações, não há provas a favor nem contra nada.

        BTW, com “se têm dinheiro” estás a implicar que toda a gente tem dinheiro pra tudo? Eu nem sequer trabalho, mas há coisas que eu gosto tanto de ter que tenho de recorrer ao lado ilegal da coisa. Eu digo sempre que gostava de comprar mais software, mas se nao posso, nao posso.

        • Manuel José says:

          Não podes comprar, não usas. Eu gostava de ter um Ferrari e não tenho. Admito que os preços são caros e piratear não é tão grave como roubar. Apesar de ser contra a pirataria, sou contra a invasão da privacidade mesmo que seja para evitar a pirataria. Mas os dados só “são vistos” se cometeres um crime grave e mediante autorização de um juiz.

          • Tiago Sá says:

            Roubar um Ferrari é completamente diferente de roubar um filme ou jogo. Não é só o preço, claro. É principalmente porque ao pirateares um jogo porque não tens dinheiro para o comprar, provavelmente vais fazer com que o jogo acabe por ser mais vendido, porque vais falar dele a amigos ou whatever. É um bocado marketing também, mas obviamente é mínimo. A questão é que, se não vais comprar e não, não há qualquer prejuízo se o pirateares. Absolutamente nenhum. A não ser, claro, se o partilhares com outros que o poderiam comprar.

            Mas mesmo isso, apenas 10% dos piratas, se tanto, alguma vez compravam um jogo se não pudessem piratear. É bem verdade. Se não podem sacar, não jogam e pronto! Não se fiem em estatísticas, falem com os piratas a sério e constatam isso mesmo. O dano que a pirataria dos jogos faz é mínimo. Se é que faz algum (graças ao que falei sobre marketing and whatnot).

        • Tiago Sá says:

          “estás a implicar que toda a gente tem dinheiro pra tudo?”
          Longe de mim! Longe de mim…

  3. dajosova says:

    Agora é assim. Amanhã guardam os dados.
    Com o tempo vocês verão como irão controlar as pessoas!

    • Tiago Sá says:

      Yeah, quero ver como é que vão guardar os dados…

      Sinceramente, cada pessoa usa em média, sei lá, é um supôr, 15GB por mês de upload e download combinado? Não faço ideia, mas o número cada vez cresce mais, com publicidade cada vez mais pesada (e pessoas que são estúpidas e não a bloqueiam), vídeos em alta definição e não sei que mais, agora pensa como é possível, logística e financeiramente, guardar TODOS esses dados durante um ano para TODAS as pessoas.

      Era muito mais simples guardar a lista de IPs que o cliente contactou, e acho que isso já é guardado…

      Mas esqueçam isso. Lembrem-se, é o mundo contra as leis. Ninguém quer ter que pagar um monte de dinheiro para por músicas no seu iPod e depois ter que pagar por elas outra vez para as por no HiFi lá de casa, ou sei lá… Ninguém se quer ver proibido de comprar filmes ou jogos em segunda mão, nem ter que pagar 15% do seu ordenado por um jogo. Mas é isso que está a acontecer! Não admira que haja pirataria. Os governos sabem isso muito bem, e esse saber é uma arma importante. O mercado vai mudar, as coisas vão mudar. Pode não ser hoje, pode não ser para o ano, pode ser só daqui a umas décadas e pelo caminho ainda podemos ter que passar tempos em que muitos terão que se privar de entretenimento digital, tal qual as suas carteiras sempre o ditaram, mas isto vai mudar.

      • Marco Silva says:

        Não é o conteúdo da ligação mas sim os parametros da ligação que vão ser guardados, o que deve dar menos de 10MB/ano por utilizador.

      • Manuel José says:

        Apesar de ser contra a pirataria, também sou contra o ter de comprar uma música uma vez para colocar no ipod e comprar outra para colocar noutro sítio. O spore e o fifa 2009 também tinha uma protecção do género, só se podia instalar determinadas vezes. Também existe um serviço online da EA em que compras um jogo, durante 3 meses podes instalar à vontade, ao fim desses 3 meses tiveres formatado o PC e quiseres instalar outravez, tens de comprar outravez. Acho isto um roubo e, mesmo sendo contra a pirataria, digo isto: não comprem o spore nem o fifa, saquem da net a ver se eles apendem…

        • Tiago Sá says:

          Exactamente, é preciso votar com as carteiras também.

          Apesar de tudo, sempre que não compro um jogo por causa dessas coisas mando sempre um email à editora e à produtora a queixar-me e a explicar a situação. Nem me importa se não o leem, mas ajuda a eles perceberem que nem toda a pirataria é por comodismo. Também não quer dizer que pirateie esses jogos, claro. Longe de mim sequer jogar FIFA ou Spore 😛

    • Voz da Razão says:

      Rapaz, se não sabes não falas… Alerta de teórico da conspiração! (e por este site há vários)

  4. Lápis Azul says:

    E depois chamam-lhes maluquinhos com a mania das teorias de conspiração…
    Quem é mais cego? O cego que é mesmo cego? Ou o cego que não quer ver?

    http://pt.wikipedia.org/wiki/USA_PATRIOT_Act

  5. Lembram-se de quando queriam por controlo na saída das autoestradas para apanharem os chicos-espertos que andam a acelerar? Como era uma medida que ia apanhar quem se portava mal (e não havia como escapar) gerou-se logo um banzé á volta da ideia e até a constituição foi metida ao barulho. Era a privacidade, meu Deus! A coisa ficou em águas de bacalhau.

    Esta medida agora, como não serve para apanhar condutores irresponsáveis (90% da população), já passa…

    AOSPAPEIS.BLOGSPOT.COM
    (ao som de Katatonia)

  6. LF says:

    Em primeiro… Esta nova lei é a 2ª palhaçada do seculo XXI ( a 1ª é claro o Socretes ) . Muita gente diz que isto já parece o tempo de Salazar, e começo a concordar. È triste não podermos mais ter a nossa privacidade!

    E quanto aos custos envolvidos quem vai pagar é o POVO é obvio. Provavelmente as tarifarios dos telemoveis podem vir a aumentar e o preço base da net também.

    Já li em alguns sitios e se acontece-se eu estaria lá! Uma nova revolução.

    E quem souber lixe os servidores dos meninos que é o que eles precisam.

    • Tiago Sá says:

      Mas que privacidade? Alguém os está a espiar a tomar banho?

      Ou sois daqueles que não têm mobília no quarto de vestir porque se sentem embaraçados?

      Sinceramente, porque é exactamente isso: ninguém vai usar aquela informação, ninguém vai sequer OLHAR para ela a não ser que a polícia entre ao barulho? Ou sois todos uma cambada de arrogantes que pensam que alguém se importa com as vossas vidas patéticas? Podíamos todos andar com pulseiras electrónicas, chips ou whatever, que eu não me importava nada. NOBODY FUCKING CARES!

      Seriously. Acham mesmo que há, quê? Uma equipa de tarados a seguir-vos pessoalmente num monitor verde, a ver o que compram, o que usam, onde andam, o que dizem, e depois de o saberem, quê? Riem-se uns para os outros a fazer pouco?!

      Que porra de ideia de privacidade é que vocês têm?

      • JPedrosa says:

        “Seriously. Acham mesmo que há, quê? Uma equipa de tarados a seguir-vos pessoalmente num monitor verde, a ver o que compram, o que usam, onde andam, o que dizem, e depois de o saberem, quê? Riem-se uns para os outros a fazer pouco?!”

        Chamam-se estudos de mercado e é por isso que gosta tanto dos produtos que compras …

        O proprio conceito de CRM nasce para isso.
        O conceito de DW nasce para agregar informação de várias fontes, tanto podes usar para ter tudo de uma companhia organizado como para cruzar dados de todas as empresas do grupo PT e saber que és cliente SAPO mas não TMN embora já tenhas sido, e vais ser contactado com promoções para te recuperarem …

        • Tiago Sá says:

          Não vejo qual seja o problema nisso, sinceramente.

          Enfim, é tudo uma questão de publicidade, certo? Então é melhor ainda, porque publicidade que é apontada ao público errado é dinheiro deitado fora, basicamente (que não é o que queremos, penso), portanto se eles conseguirem optimizar isso, ainda para mais sem custar nada a ninguém (porque, como disse, não há um grupo de pessoas a fazer pouco do que cada um de nós faz em particular), tanto melhor!

          Não?

          • JPedrosa says:

            o problema é o conteudo.

            Se migrares estes métodos para dados pessoais, e até é simples…. tens tudo aquilo que disseste no teu post: “Seriously. Acham mesmo que há, quê?…”

            é que ter acesso á tua vida a nível de eventos, entenda-se registos MB, chamadas, câmaras de vigilância onde passaste, etc … tudo isso é fazível. o acesso á informação é claro que não é legal, mas se for o estado a ter acesso…

          • Tiago Sá says:

            @ JPedrosa
            O meu ponto é que, mesmo que isso aconteça, não há qualquer prejuízo para nós. Ok, eles sabem tudo sobre nós, mas que importa isso? Neste mundo praticamente só é proibido fazer crimes, ser racista e nazi, de resto podes fazer o que quiseres, não importa se uns tipos quais queres que tu não conheces sabem ou não. É como queixarmo-nos de que temos que usar passaporte para viajar entre países e não sei quê. São tudo maneiras de controlo, e ok, quem quiser lá de cima sabe sempre em que pais nós estamos, mas que importa? Que é que eles vão fazer com essa informação? Roubar-nos? Tirar-nos as chaves do carro? Meter spam no email?

            Ok, a parte do spam até é possível XD

          • JPedrosa says:

            Estou a perceber o que queres dizer.
            No entanto não posso deixar de discordar.

            Eu sei que só posso andar a 120 na AE, mas se algum imbecil me estiver a incomodar, ou sentir que devo acelerar para sair de um grupo de carros potencialmente perigoso, meto-me nos 170, afasto-me e passado 5min abrando novamente. E gostava de não ser condenado por isso, porque me considero um condutor consciente.

            Também sei que não devo sacar programas pirateados, mas se alguma demo não for suficiente para avaliar não me coíbo de sacar a versão com vitaminas, e gostava de não ser condenado por isso, porque gasto muito dinheiro em software para alguém dizer que eu não cumpro.

            Posso dar-te exemplos para um conjunto de situações.

            Ou seja,
            a fiscalização passiva no teu dia a dia, parece-me a forma mais adequada de agir e não o caminho que as coisas levam.

            Porque se te controlarem a 100%, mesmo tu, cidadão exemplar, qualquer viras as costas a um policia e dizes “filho da p***” e porque és apanhado na câmara 325 és multado e preso …

            Sou contra exageros.

            O passo seguinte é monitorizarem as conversas em tua casa para se algum juiz achar que precisa daqui para uns anos …

          • Tiago Sá says:

            Ah, mas isso a questão é diferente. És como eu, as leis são apenas sugestões que devemos seguir sempre que tiver lógica, mas sempre de maneira consciente.

            Eu também sou assim, mas não era propriamente disso que estava a falar. A privacidade de que falava era mais a nível pessoal e tal e coise. Afinal de contas, ninguém vai passar a ir preso ou equivalente por sacar cenas, porque isto só serve para investigações criminais, que não vão crescer por causa disto.

      • Manuel José says:

        Totalmente de acordo! Também há quem não queira que se coloque câmaras na ribeira do Porto por exemplo. Não vejo qual é o problema. O que é que uma pessoa vai fazer em ṕúblico que não quer que ninguém saiba?

    • yuy says:

      Os preços já são dos mais altos da Europa à muito tempo, mesmo sem esta lei ser falada sequer… é assim à muitos anos… eles não vão poder argumentar que devido a estes investimentos tem de aumentar os valores, porque já cobram muito mais que na maioria dos outros países! E não se esqueçam que os outros tem de fazer o mesmo… é uma directiva Europeia. Com o dinheiro que cobram a mais é que andam a pagar a Fibra óptica e tudo mais… pagamos mais mas acabamos por ser todos beneficiados.

    • Voz da Razão says:

      Oh Meu Deus… Há aqui cada chico-esperto… “triste não podermos mais ter a nossa privacidade!”?? Vai mudar muito a tua vida guardarem estes dados, vai… PORQUE É QUE O PORTUGUÊS RECLAMA COM TUDO??

  7. EsPoNjOsO says:

    Sobre esta situação só tenho a dizer o seguinte: pralem do consumo de energia que sobe drasticamente, com os investimentos que cada fornecedor de serviço de net tem de fazer para permitir guardar teras e teras de informação, o utilizador final e o mais comum dos mortais vão ter guardadas informações que pradonizam comportamentos (datamining) que posteriormente vão ser aplicadas em mais marketing e publicidade e qualquer dia basta abrir o IE que te diz logo “hoje não te podes ligar porque tas de castigo! Sacaste muitos megas ontem e tiveste conversas de msn pouco produtivas! E já agora não te esqueças que tás em horário laboral. Quando fores almoçar lembra-te que não podes comer fritos devido aos teus problemas de saude! … e bla bla bla”
    Isto só vai mesmo é aliciar hackers para que acedam à informação guardada, e que promovam novas técnicas de evasão e clandestinidade…
    Mas enfim isto é só a minha modesta opiniao…

    Cumps,

  8. brunowhite says:

    hihihi só uma coisa com o sistema que temos no nosso pais isto são coisas para funcionar através dos tribunais e isso..(corrijam-me se estiver errado), então pelo o que eu li lá em cima os dados são só guardados durante um ano, os tribunais levam anos a pegar nos casos quando eles foram a ver disso já os dados foram substituídos por outros….
    ou seja acho que vai ficar tudo na mesma!
    isto nao nos leva a lado nenhum..
    é o meu ponto de vista…corrijam me se tiver errado

    comprimentos a todos 😉

  9. EacHTimE says:

    Isto reflete o que o zeitgeist fala..

    Um dia vão-nos implantar chips na cabeça para nos controlar.

    “None are more hopelessly enslaved than those who falsely believe they are free.

  10. Telmo Sérgio says:

    Ja não há direito á privacidade, nem mesmo, quando pagamos por ela =/ por amor de deus.

    Concordo que esta medida seja importante, e até apoio, pois grandes grupos de pedofilia e contra bando de droga, comunicam pela internet, mas aposto que vai sobrar para os “piratinhas”.

    Afinal, já não existe liberdade na internet, agora pensem, cada acto e cada passo que fazem na internet, e puramente guardada, não tem ética, mas é a lei.

    Cumprimentos

  11. Grained says:

    Se for para apanhar verdadeiros criminosos e terroristas,como se vê no CSI xD, até concordo, mas não me espanta que ás custas disto vejamos mais um triste que sacou um mp3 ir dentro, da maneira que este país anda este tipo de recursos provavelmente vão ser usados é por quem paga mais :\

  12. Romeu Rosa says:

    Privacidade!? Mas que privacidade? Acho que está bem explícito que o conteúdo das comunicações não está a ser guardado logo não há violação de privacidade sem intrusão. Eu posso ver uma pessoa numa cabine pública mas se não for lá encostar-me a escutar a conversa não estou a invadir o seu espaço pessoal pois não? Mas no entanto sei que ela estava naquele sitio, aquela hora, a fazer uma chamada, e até ir lá a seguir com pózinho à CSI ver quais as teclas em que carregou e depois ir ver o número na lista telefónica para saber quem era o destinatário da chamada (tão a ver o que dá a paranóia?).
    Qual é a diferença? Tem assim tanto medo do que andam a fazer com as vossas ligações à internet? Já dizia o povo “Quem não deve não teme”.

    Há uma linha muito ténue entre liberdade e anarquia, e parece-me que estão aqui a defender a anarquia na web o que obviamente não pode ser. Negar que a internet é usada para o “mal” e não só para o “bem” é que é ser cego, estas medidas não são feitas (só?) para vos espiar para deleite voyeurista dos governos ou para grandes empresas de marketing definirem os seus “alvos”… são para a vossa segurança e para impedir ilegalidades que muitos de vocês cometem todos os dias sem sequer pensarem nas repercussões.
    Querem viver numa anarquia? Então matem o PM, derrubem o governo e comecem a viver como vos apetece. Ah pois, é mais fácil vir fazer “queixinhas” online…só garganta (ou dedos neste caso)…

    • brunowhite says:

      wo0w….peço já desculpa!!

    • EsPoNjOsO says:

      Caro Romeu,

      Pelo discurso ou trabalhas para o Governo ou então tens um salário bem acima da média para poderes comprar cd’s de musica, dvd’s e jogos! Aposto que em algum momento da tua vida precisaste de pesquisar algo não muito licito para esclarecer uma curiosidade pessoal e qual a mlehor ferramenta para o fazer? A internet! Quantas vezes pensaste que ias abrir um site fidigno e te saltou paginas pornostar teenstar downloadstar!? e que por consequencia até fizeste um download_zito?!
      Isto vai dar que por um pagam tds … e para variar os “grandes” cabecilhas sejam eles de que area forem (droga, terrorismo, pornotstars, downloads) vão sair ilesos ?!

      • Romeu Rosa says:

        Nem trabalho para o governo nem tenho um salário acima da média. Como também diz o sábio povo, “Quem não tem dinheiro não tem vícios”.
        O problema é que o ser humano é insatisfeito por natureza, nunca se contenta com o que tem e procura obtê-lo independentemente dos métodos.
        O problema é das mentalidades, não das leis. As leis, sejam elas mais ou menos justas conforme a opinião, não são todas mal intencionadas… muitas apenas tentam resolver problemas originados por pessoas essas sim mal intencionadas, infelizmente não se pode agradar a gregos e troianos. No entanto deve prevalecer o bem maior.

        Venha com essa conversa toda moralista quando um dia um desses problemas lhe tocar a si, aí aposto que até lhe vai agradar poder provar quem foi, quando foi e de onde foi que cometeram o crime.

        Contente-se com o que tem, há pessoas com problemas bem maiores do que não poderem “sacar” um mp3 ou um filme. Até deviam era ter vergonha de se queixarem de medidas destas virem prejudicar o vosso estilo de vida com tanta desgraça que há pelo mundo fora.

        • EsPoNjOsO says:

          ok.
          Mas não é a aplicação desta lei que vai resolver os problemas maiores de que falas…
          Quem manda neste país são os lobys e não as leis!

        • Tenho de concordar contigo e com todos os comentadores que vão nesse sentido. Porque leio, aqui, comentadores que acham mal os dados ficarem retidos só porque vão sacar uma música à net – o que é ilegal; mas ainda não li nenhum comentário acerca de dados que são recolhidos quando se praticam actos LEGAIS. Vais levantar dinheiro num multibanco, e lá fica o teu filme; entras numa loja, ainda que seja de chinocas, e estás a ser filmado. Meus caros: Desde sempre as autoridades tiveram os dados possíveis na sua posse. A princípio, era o bilhete de identidade, depois foi cartão do cidadão, e agora é a internet. As leis só reprimem os prevaricadores. O Código da Estrada é indecente, porque pune os abusadores; o Código Penal é castrador, porque pune os criminosos. Ainda ninguém se queixou de ir fazer uma compra, pedir uma factura e o NIC ficar registado. O Fisco fica logo a saber o que compraste e quanto gastaste. Mas só sabe se lhe interessar, naturalmente. Ou julgam que há um fiscal para cada cidadão?

          • EsPoNjOsO says:

            Se achas assim tão bem, cria um blog da tua vida e publica a tua morada, telefone, e-mail e escreve o teu diário online! Já que não vês nenhum mal em armazenar a vida privada online de uma pessoa e que posteriormente vai ser “furtada” e usada para fins bem piores k sacar um mp3_zito.
            Já para nao me voltar a repetir sobre o aumento drastico no consumo de energia e de uso de materiais nao reciclaveis para a infraestrutura necessária para cumprir com o objectivo!

  13. Canelas says:

    E ainda dizem que estamos numa DEMOCRACIA. Isto parece + uma DITADRA.

    • UKN says:

      Escapou-te o U …
      E às tantas tens razão … o pior é que a alternativa maior ao Fócrates também disse assumidamente e em público que queria fechar a democracia durante 6 meses …

      Salazar andaria orgulhoso com certeza …

      • Luis says:

        Esses montes de esterco k estão no governo Deus me perdoe, e algumas pessoas que vem para aqui mandar postas de pescada, é porque nunca sentiram na pele falta de nada….nasceram com o cú virado para a lua..senão não falavam assim, mas acho esta lei o cumulo da estupidez e um abuso!!! onde é que já se viu???? mas é como eu digo isto caminha para uma guerra civil em Lisboa e não só….deviam ser aqueles que estão contra o povo os primeiros, a sentirem e a sofrer na pele o que os outros passam, aposto que assim já saberiam dar mais valor….mas enfim….vamos ver no k isto vai dar…mas para melhor não continua de certeza. A crise é tanta….que já nem sabem as leis que inventar para descascarem os pobres….coitadinhas das editoras tenho tanta pena delas, xulas!!! Tenho pena é de pessoas que não tem saúde entre outros.Justiça é um direito dos cidadãos, sim mas realmente tal como o nosso camarada disse e muito bem, isto não é democracia, mas sim, caminha para uma ditadura.

        • Wolverine says:

          Caro Luis, pelo que me apercebo você é um revoltado com tudo… Revoltado com o Governo, com as editoras, com o Mundo…
          Acalme-se um pouco e, se quer ajudar a mudar o país, faça alguma coisa por isso e não se limite a criticar e a insultar gratuitamente e sem consequência.
          O que está aqui em causa é o registo de informação referente a ligações e não o conteúdo com o intuito de dissuadir quem acredite que esta medida pode servir para os apanhar.

          O seu comentário não tem qualquer relevância para o tema, pois nem sequer se pronuncia acerca dele. A única coisa de que fala é da situação do país do seu ponto de vista. Seja um pouco mais objectivo, pode ser?

          Um abraço.

  14. Bushy says:

    E como os portugueses dão sempre volta a coisa para contornar a coisa, é isso que devem fazer arranjar soluções para que a informação não fique lá registada e depois digam aki a malta que gosta de ver uns filmes e sacar umas musicas pelos torrents.

  15. Bruno Santos says:

    Simplesmente absurdo. Acho que este tipo de lei, deveria ser votada juntamente ao povo, a população. Acho que existe um tipo de ditadura, e não gosto nada. Sinto-me “vigiado”, e com certeza votaria contra. Acho que existem outros meios e tipos de segurança e vigilância na net sem sermos vigiados a todo momento.
    Não é que eu seja contra a anti-pirataria, vigilância familiar para acesso de crianças a net, etc. Mas não concordo com isso sem o nosso consentimento.

    Abraços
    Bruno Santos

  16. UKN says:

    Votem neles … votem neles e depois admirem-se de serem encaminhados para dentro do curral …

    Referendos nestas matérias sensíveis ?! Para quê … há as maiorias obsoletas … digo … absolutas …

    Cada vez pior … o que vale é que como vivo no campo ainda posso mijar nos arbustos sem ser incomodado com uma qualquer camera … ou não … não vá um satélite andar atrás de mim …

  17. A friend says:

    Pura estupidez. infelizmente a justiça anda sempre atrazada face à criminalidade!

    Reparem, hoje em dia o mundo é cada vez mais “wireless” e o crime está cada vez mais actual, basta eles usarem o wireless de alguem, mesmo protegido ou não, fazer a porcaria que têm a fazer… e vão se embora com os seus portateis e depois o registo do ISP está o nome de uma pessoa inocente, vitima de wardriving, e para provar que é inocente vai ser o caos…

    Enfim….há coisas que fazem sentido, mas esta vai dar que falar.. ha tantos esquemas e tou a ver muitos inocentes a pagar por isso…

    • Manuel José says:

      Lá isso é verdade. Na minha opinião, devia haver uma cadeira no ensino básico sobre segurança informática. Pode parecer uma ideia estúpida, mas hoje em dia todos utilizam computador. Existem maneiras de proteger o wireless de maneira a que para conseguir “entrar” na rede demore horas, o que deverá fazer com que o hacker deista. Eu por acaso tenho sorte, vivo numa zona onde ninguém percebe nada de computadores, ou melhor, sabem apenas utilizá-lo, mas se eu perguntar: porque é que não usas firefox? Eles perguntam: o que é isso? Eu respondo: dá para navegar na net como o internet explorer. Eles perguntam: também dá para ir ao hi5, google e youtube? looooooooooooooool Portanto estou seguro para criar uma rede wireless, mas como precaução nunca é demais, vou usar todos os métodos possíveis para me proteger, embora eu pense que podia deixar completamente desprotegido que onde eu vivo ninguém ia lá cheirar.

      • Manuel José says:

        Onde se lê deista deve lêr-se desista

      • A friend says:

        lolol… pois é uma vantagem, mas mesmo com mil protecções nunca podemos dizer que estamos seguros, claro que há formas de as proteger e fazer desistir e irem para o proximo. Mas nem toda a gente tem a noção do perigo nem sequer sabe o que é um modem wireless protegido. Se tiver-mos a falar em verdadeiros cyber criminosos, os verdadeiros hackers que nunca são apanhados ( e há muitos acreditem.. ) usam redes alheias, mesmo protegidas, quase 60% das redes são protegidas por WEP e isso para quebrar é em questão de minutos… e depois lá usam a conta de uma pessoa e mais tarde se for-se descoberto esssa pessoa irá ter uma lista enorme de problemas, mesmo não tendo culpa, vai ter que provar a sua inocência.

        Isto de vigiar e guardar durante 1 ano fazia sentido a 10 anos para trás, agora como está a internet, vai ser pouco util. E sempre que há suspeita de algo, é movida uma equipa para vigiar essa pessoa em questão, e depois com fortes indicios é que é feita uma recolha do equipamento na casa da pessoa, como se vê nos casos de Pedofilia por exemplo. Se usam isto para os Torrents e afins, também não chegam a lado nenhum, já que e encriptação de dados está a tornar-se cada vez maior especialmente na pirataria… A meu ver, isto é apenas para “inglês ver” …

        PS. Se nunca ouviram falar do Echlon, este faz isto na Europa toda, incluindo nós, vigiam-nos contra-terrorismo e afins e isso nem é muito falado.. por isso se estão preocupados com esta lei.. acreditem que a vigia já existe a mais de 50 anos… e é pelo mundo inteiro… NSA e companhia… 😉

  18. Ahc says:

    O mundo não quer abrir os olhos … Não vê que por três maus se castiga um milhão e assim sucessivamente sem ninguém reparar que os três maus vão continuar sempre para justificar mais um milhão a ser castigado. Para que os restantes milhões não sintam vontade de contestar as medidas e se sintam seguros e digam “Quem não deve não teme” etc entre outras frases feitas. (Até chegar a sua vez de serem castigados sem saberem os porquês e mesmo que saibam não possam fazer nada.
    E quando chegar a sua vez pensem ( foi azar não era essa a minha intenção, mas a vida é assim não se pode fazer nada, temos que continuar, é o Mundo que temos ). É isto que estamos a deixar para as gerações futuras até nos extinguirmos como seres livres e diferentes. Não estou a falar só deste caso mas de todos os que estão a passar sorrateiramente com a mascara de segurança, entre outras coisas mais sofisticadas, com o rotulo Melhorias da Humanidade, por um Mundo melhor ou Globalização que é mais giro. Este caso foi só o gatilho para estas linhas.

  19. Marcelo Ribeiro says:

    Bem, a notícia não vem acrescentar nada de muito novo ao que já se fazia… A diferença passa a ser o período de tempo (um ano) e pode ser acedida através de ordem de um juiz. Na resolução de CRIMES GRAVES

    Em primeiro lugar, não estou a ver como é que o IP, Data e Hora, nome do cliente, etc etc, ou seja, elementos que identificam o utilizador. Não identificam a actividade do utilizador na Web só por si. Tem como utilidade de, por exemplo, provar a existência de uma conversação/etc entre duas pessoas numa determinada hora. Tem também a finalidade de “ver” o tipo de sites que o utilizador frequenta, em que pais se encontram, etc.

    A meu ver, esta medida é mais um passo na desmistificação de que a Internet é uma anarquia total. Há leis que são aplicadas e são válidas em qualquer meio, incluindo a Internet. Assim sendo, vejo esta iniciativa com dos olhos (tenho 3 dedos de testa…).

    Novamente, são Crimes Graves e são guardados dados de identificação do utilizador e do IP a que acedem (em termos muito simples) não sendo guardada qualquer informação que seja susceptível de identificar o conteúdo. Não vejo qual é o problema. Ainda não se habituaram a viver com normas?

  20. AlienGun says:

    Então no fim de contas, não poderemos sacar mais nada???
    nem um filme?
    Terá uma pessoa de andar a juntar centimos para comprar um filme, e quando o for para comprar, já ele saiu na TV. . .
    isto não é estupido, é muito estupido. . .

  21. Gooden says:

    Na minha opinião isto parece mais uma pressão psicológica…

    Para que vão eles olhar para as nossas cenas??? So se for para ver gajas na web o.0

  22. luís says:

    Na Inglaterra, 20 mil do que o Estado categoriza como “as piores famílias”, estão a ser colocadas sob vigilância domiciliária 24 horas por dia através de câmaras CCTV, num projecto que irá custar 400 milhões de libras. Complementarmente, seguranças privados farão inspecções regulares às casas dessas famílias.

    http://www.express.co.uk/posts/view/115736/Sin-bins-for-worst-families

    Claro que não se trata de uma mera invasão de privacidade, é todo um processo de controle que vai criando raízes, habituação e por fim aceitação, que não tem limites conhecidos. A ciência e a técnica estão aí para fornecer novos meios aos velhos impulsos totalitarizantes.

    http://libertario08.wordpress.com/2009/08/03/esta-ai-a-video-vigilancia-domiciliaria/

    • yuy says:

      Que por acaso é uma intervenção em famílias onde as crianças não vão à escola só porque sim, que andam metidos na droga e no álcool… tudo coisas que prejudicam em primeiro lugar elas próprias e em segundo toda a comunidade a curto / médio / longo prazo… em outros países seriam chacoteadas em público, em outros seriam mortas na Inglaterra fazem esses programas. Se acha mal, então nem quero imaginar como será como pessoa.

    • Manuel José says:

      Também não exageremos. Sou a favor da vigilância nas estradas, e que armazenem os nossos dados de navegação da Internet desde que só sejam vistos se cometemos um crime grava, mas sou completamente contra a vigilância domiciliária.

  23. El Kabong says:

    Eu acho que é tudo muito bonito, mas o portuguesinho em geral tem ideias muito erradas e muito egoístas.

    Queixam-se da liberdade e privacidade?
    Admiram-me essas queixas e as comparações à situação nas nossas estradas.
    Por haver liberdade a mais, cresce a tendência para desrespeitar as regras e consequentemente aumenta o egoismo (leia-se: o desrespeito pelo próximo).

    Como já disseram e muito bem, quem não deve não teme.
    E como está explicito na noticia, vai ficar guardado apenas onde se acede e quem acedeu (ou quem falou e com quem falou), e não o que se viu ou tirou.
    A vossa revolta é muito bonita, mas se for para apanhar pedófilos, criminosos e afins …. é que nunca se sabe quando é que isto vos vai bater à porta.

    Outra coisinha…
    O p2p para sacar músicas e filmes…. para variar a culpa dos preços exorbitantes tinha que ser do governo, não é? Nunca é dos xulos das editoras que 1 cd lhes custa 1€ e vendem-nos a 20€.
    E para os que me dizem “ahh e tal .. os impostos” … Voces não gostam de pagar o que devem pois não? Mas aposto que quando têm direito, gostam de receber o que vos é devido.
    Se não fossem os impostos, queria ver onde havia dinheiros para reformas e afins….

    É tudo muito bonito, mas o português é egoísta.
    Só olham aos direitos e nunca aos deveres….. Se começassem mais a equilibrar ambas as coisas, talvez o nosso país fosse um bocadinho mais longe. As mentalidades mudavam e o país avançava.

    Toda a gente sabe que há direitos de autor que protegem conteúdos.
    Toda a gente sabe que podem vir a ter que pagar pelo que sacam.
    E mesmo assim arriscam….

    É como quem vai na estrada.
    Sabe-se que há regras… mas mesmo assim caga-se nas regras e arrisca-se.

    Pois quem arrisca, que ponha a mão na consciência e que se responsabilize pelos seus actos.

    • Tiago Sá says:

      A questão está aí mesmo. Não é um risco sequer…

      E muito menos um problema de consciência.

    • EsPoNjOsO says:

      Nunca carregaste num link que abriu algo que não estavas á espera?
      Se nunca te aconteceu, custa-me a acreditar que sejas um user assiduo da internet…

    • yuy says:

      Se o estado fosse pessoa de bem, metia o dinheiro que todos quanto descontam numa conta bancária estatal, não faziam investimentos (como fizeram e onde perderam literalmente aos milhões e milhões) e toda a gente teria muito dinheirinho quando chega-se à reforma… mas não, ia para o bolo do estado para fazer pontes, comprar obras de arte, BMW’s, Mercedes, fazer auto-estradas (onde depois ainda metem portagem…) e por aí em diante! Ou seja mete o dinheiro para a reforma mas depois ele gastam onde lhes apetece! … e depois não há dinheiro para as reformas e todo o sistema está em perigo de colapso! Diga lá que não é caso de policia para todos os irresponsáveis pela gestão desses dinheiros serem chamados a tribunal e responderem pelo desvio do dinheiro da sua finalidade.

      • Wolverine says:

        O Estado, como já disse noutra altura, somos todos nós. O Governo é eleito por uma minoria, já que a maioria se abstém de votar e depois reclama do que lhe sai na rifa. Quando o estado andou a pagar os estádios de futebol, ninguém reclamou pois não? Tudo quanto era sócio ou simpatizante de clube “abençoado” com o dinheiro dos meus impostos ficou caladinho…

        Pão e Circo funcionavam na Roma antiga e ainda hoje funciona…

        O Governo que temos é o que merecemos e ainda vai piorar, porque acho que o portuguezito vai querer saltar da panela para o lume…mas isso são conversas para outra altura…

        • yuy says:

          Eu reclamei! Achei péssimo na altura em que decidiram, foi do dinheiro mais mal empregue de sempre! E ainda hoje mantenho a mesma opinião. Mas também sou suspeito, nunca apreciei futebol logo fui logo desde o inicio completamente contra esses investimentos que em nada contribuíam (e veio-se a ver com a crise logo a seguir ao Euro que tinha razão) para o desenvolvimento do país.

          Este país é só futebol e telenovelas, por isso é que isto não passa da cepa torta.

          • Wolverine says:

            Pão e Circo caro amigo… Pão e Circo…

            À semelhança do que eu fiz, também você reclamou. E não sentiu logo os olhares de reprovação dos seus colegas apoiantes do futebol? Não ouviu logo os apoiantes da medida a dizer que era um investimento no Desporto e no Turismo?

            E agora perguntam-se onde pára o dinheiro para ajudar as “piquenas e médias empresas”… Só no caso de Leiria, a autarquia endividou-se 40 anos para pagar o estádio. Foram 40 anos de desenvolvimento da cidade que se hipotecaram para fazer um estádio para dois míseros jogos e para ficar às moscas durante o resto do ano…

          • Manuel José says:

            Eu aprecio futebol, sou adepto ferrenho do Porto (e da nossa selecção obviamente) e mesmo assim fui contra. Vejo hospitais e escolas em más condições, o governo não tem dinheiro, mas para ver 22 homens a jogar à bola já houve dinheiro, como se fosse mais importante que a saúde e o ensino! Adoro futebol, mas existem prioridades!

    • Plenamente de acordo, como já escrevi acima, no comentário do Tiago.

    • Manuel José says:

      Agora disseste tudo!

  24. jc says:

    alguém quer saber disto?? as operadoras são obrigados a guardar os dados por um ano, qualquer julgamento em portugal dura muito, mas mesmo muito, mais do que um ano, ou seja, quando o momento chegar, já todos os dados foram apagados! e quem se alguém se lixar, será o peixe menor, porque o graúdo arranja maneira que esses dados nunca vejam a luz do dia…

    • yuy says:

      O julgamento, mas o pedido pelos vistos é quase instantâneo! Não se iluda, pedem os registos e ficam logo no processo depois o julgamento demora o tempo que demorar… os galifões podem se safar mas você e eu podemos não ter dinheiro para andar a arrastar o processo até ao infinito.

  25. EsPoNjOsO says:

    Engraçado como temos aqui exposto os 2 lados … o lado que acha bem a aplicação destas leis e que não querem ver a internet como um centro anarquico, e no outro lado os chamados anarquistas que olham para a internet como um centro de informação e como um meio de partilha da mesma!
    Ora analisando na diagonal estes 2 lados, chego à excelente conclusão que ambos os lados já tiveram nos lados opostos, pois todos têm conhecimento dos 2 lados!
    Sendo assim gostaria de perguntar quantos de vocês pagaram 1 vez que fosse a licença do winrar, quando o unico incomodo que o programa tem é o popup inicial de “querem comprar?” “sabem comprar?” e o botão que é mais carregado o “close” que avança e disponibiliza o SW com todas as suas funcionalidades…
    O que não podemos permitir é que controlem tudo e todos, falam que isto vai ser um big brother virtual, mas isto já o é, e não é de agora. O proprio google faz esse controlo para gerar padroes de pesquisas e poder antecipar o comportamento dos users, a unica diferença é que não controlam user a user, mas criam grupos de caracterização onde inserem esses users e contabilizam para responder de uma forma mais proxima a cada user. Como exemplo uma pessoa que faça uma pesquisa por coca cola, vai levar com milhentos sites de bebidas refrescantes, pois está dentro do target!
    Se tiver dito algo de errado gostaria que apresentassem outras visoes e leituras sobre o tema!

    Cumps,

    • Romeu Rosa says:

      Do WinRAR não porque não o uso, mas por acaso paguei a licença do ALZip cujo incómodo é o mesmo, apenas prefiro este ao WinRAR por gosto pessoal.
      Por isso já podes contabilizar aí um que já pagou uma licença, imagino que a lista do outro lado seja bem maior eheh.

      • EsPoNjOsO says:

        Parabens!
        Dinheiro mal gasto!
        Há ferramentas freeware/opensource que produzem o mesmo efeito ihihih…

        Brincadeira, mas uma coisa acho que tem de evoluir o opensourceeeeeeeeeee e o freeeeeewAreeeeee

        • Romeu Rosa says:

          Se formos por tópicos de dinheiro mal gasto vou perguntar quantos aqui fumam? Já fizeram as contas a quanto poupavam num ano se deixassem de fumar?

          Eu sei da utilidade que a ferramenta tem para mim, e como programador que sou sei que se ninguém pagasse por software eu ficava sem emprego.
          Gosto muito de ajudar “os meus” 🙂

          • EsPoNjOsO says:

            Sim isso de ajudar “os teus” é um pouco egoista, e os que não são teus, não ajudas? Eheheheh
            Temos de partir do principio de ajudar o proximo, porque o proximo podemos ser nós! E assim sim tlavez as coisas melhorem.

          • Canelas says:

            Para ver programas como a m**** do Alert que em nada ajudam o profissional de saúde e em que o Estado gasta fortunas, não mt obrigado.

          • Manuel José says:

            Ora nem mais! Ainda bem que há quem pense duas vezes.

  26. Paulo Martins says:

    Isto são os maiores a controlar tudo…Depois vamos ver o pessoal a tentar hackear os servidores onde fica a informação guardada…outro pessoal a usar net por satelite uma solução pa estes gajos n ficarem com os nossos dados….E outro pessoal a deixar de usar a net como antigamente…Tempos mais tarde converssas de café…
    Ei lembrast daqueles tempo que sacavamos cenas da net esem pecisar de invadir os servidores para apagar os nossos logs…Grandes tempos…

  27. Bónus says:

    Acho muito bem!

    Dou um exemplo:

    Se me roubarem um computador, que tem instalado um programa de detecção do ladrão, que me envia por mail os dados de acesso, assim que ele ligue o computador à net, de que me vale isso se a lei não permitir o acesso a esses dados?

    Devemos proteger a identidade do ladrão?

    Devemos proteger a identidade de um pedófilo que faz os seus contactos com as vítimas através da net?

    Apoio tudo o que seja para combater a criminalidade e defender o cidadão honesto.

  28. Francisco Aragão says:

    Bem, viva a VPN… Os operadores de VPN é que vão lucrar bastante com isto…

    • yuy says:

      Esses operam todos em países da união europeia, EUA e outros que tem acordos de troca de informação… e partilham-na, por isso não serve de muito… como todos precisam, todos partilham, demora mais um pouco mas é tão pouco que em julgamentos que demoram dúzias de anos, mais umas semanas, menos umas semanas para obter esses dados não tem importância pratica.

    • Canelas says:

      Vai dar ao mm.

  29. AirCrack says:

    Custos, tem tudo haver com custos!! Ninguem quer meter a mão, porque sabe que é um fundo perdido por natureza, e como ninguem quer assumir responsabilidade (nem mesmo o Estado!), vamos ser nós os contribuintes a assumir encargos? SIM!!! Ou pensam que os preços das operadores se vão manter pelos nossos lindos olhos….

    Só fico f***** que quem paga somos sempre nós, quer de uma maneira quer de outra, alternativas? Ohhh, esqueci-me! Estamos numa recessão económica!? Que momento mais oportuno para este tipo de acontecimentos!!! Curioso….

    • yuy says:

      Não se preocupe, que as operadoras em Portugal são das que cobram mais da Europa toda! Por isso não se preocupe que elas tem bem margem de lucro para isto e muito mais.

  30. Canelas says:

    Eu só espero que um dia, alguém de uma das operadoras elimine esses dados por engano. Pra os utlizadores seria um sonho tornado realidade, para outros um pesadelo (e ainda bem).

  31. Distraido says:

    Boas,
    é assim se aceitarmos isto daqui a dias vão fazer outra lei para obter mais dados e vamos continuar a aceitar????
    Daqui a dias já ficam a saber a que horas te deitas te levantas etc….
    e privacidade nickles zero nada.
    E sim deveríamos nos manifestar eu acho que a melhor maneira de o fazer seria ( por muito que custe ) desistir da ligação de internet por uns meses iam ver logo as coisas a mudar.
    Pois se fosse feito em massa iam ver a vidinha para traz e iam fazer tudo para alterar essa lei estúpida.
    Mas como sempre nos portugueses criticamos as leis mas não fazemos nada.
    Eu por mim vou desistir da ligação vou poupar uns trocos.

  32. AR says:

    http://freenetproject.org/

    Tudo o que é proibido na internet encontra-se nesta “darknet”. Há lá bons manuais com conhecimento útil!

  33. joao says:

    Tanta coisa com o Sócrates mas nao vejo ninguem a ir la e dar lhe um tiro na cabeça!?!?

  34. joao says:

    Tanta me**** com o Sócrates mas nao vejo ninguem a ir la e dar lhe um tiro na cabeça!?!?

    • Canelas says:

      Vai lá tu. Assim já alguém lhe deu um tiro. O sócrates só não fala dos subornos que aceitou qd era engenheiro no concelho da Guarda.

      • Wolverine says:

        Sendo assim, se puder provar, agradeço que o faça. Essa de largar boatos a propósito das pessoas e depois não provar nada tem que acabar.
        Mesmo que acabem em “águas de bacalhau” como com a Fátima Felgueiras, há que denunciar os factos e apresentar provas. Por essa ordem de ideias eu poderia dizer que você é um pedófilo e toda a gente acreditaria, não?

        • Canelas says:

          Não são boatos. Caro Wolverine eu moro ao lado duma das célebres casas do Sr. Eng. sócrates e foi o proprietário que me disse que teve de dar uns $$$ a + para lhe passarem o alvará. Adivinhe km lhe passou o alvara?

  35. hélder says:

    Esta noticia é tal forma grave que nem sequer requer comentários!
    A maioria das pessoas não sequer percebe a gravidade da situação…
    eu já começo a desistir.
    como já alguém aqui disse:“None are more hopelessly enslaved than those who falsely believe they are free.”
    Esta frase diz tudo!

  36. @JoTa says:

    Quero ver quando guarderem os dados. Ui ui. As ISP’s vão perder, muito, mas muito Dinheiro!

  37. RoB says:

    É uma medida para minorar a demora da justiça, não sei se 1 ano será suficiente para a justiça Portuguesa, pode ser que sim.
    Desconheço ainda – nem quero saber – com que fundamentos o tribunal pode emitir o pedido dessa informação ao ISP, mas no meu ponto de vista muitos processos nomeadamente contra o p2p podem chegar a vias de facto e presentes a tribunal, pois desde a apresentação de uma queixa sobre um determinado agente infractor ou não por traz de um IP até a averiguação ou investigação da mesma por parte das autoridades os ISP’s têm agora por obrigação da legislação a capacidade de saber quem era o agente visado por traz de determinado IP na data e hora em momento passado. A investigação já consegue cruzar dados sobre outras queixas sobre o mesmo agente infractor que até então apenas lhe conheciam um outro IP dinâmico.

    E as provas da pirataria, por exemplo? As provas são facilmente encontradas em casa de qualquer comum cidadão com a cesso à Internet. Quem não tem uma musica em mp3?

  38. AirCrack says:

    Vou-me rir (isto é se for de conhecimento publico), quando um caso destes acontecer, e sim o Juiz exigir a uma operadora/ISP um determinado acesso de X a Y, etc… como tudo exiswte sempre forma de dar a volta por cima (Ops, senhor juiz, o ISP acabou por fazer “delete” ontem!!!). AHHHH, como é possivel?? Ah pois, estivemos 1 ano a avaliar o processo, e não fomos a tempo…

    No fundo no fundo, concordo com esta medida, mas até que ponto o investimento vai permitir o armazenamento de tantos dados? Ai vem a ilegalidade novamente…

  39. CAP says:

    Mais uma lei de meia pataca, do meu ponto de vista não sei qual o mal dos ditos downloads, vamos supor que descarregam um jogo, programa, etc, para estes funcionarem necessitam que o utilizador final instale o chamado “crack” (programa criado como backup ao ficheiro original, “PERSONAL BACKUP of legally owned CD/DVD”), use um serial number de outra pessoa, agora que prova existe que isto alguma vez foi feito? Nenhuma, vocês baixaram apenas uma demo.
    Outro exemplo, parti o meu disco original do jogo X como se recupera tal perda?

    Quanto a quem faz os uploads, nada faz de errado, hospeda um ficheiro num servidor, cola os seus links no seu blog/site para assim facilmente os poder aceder noutro sitio, agora se estes dão a volta ao mundo que culpa tem? Vamos supor que compro um filme, é feito o rip para o pc, o upload para o megaupload ou rapidshare, a vossa família esta noutro lugar, facilmente pode ver o filme, que mal há nisso?

    Podem dizer que é hipocrisia minha, mas que se pode fazer? Ainda estou para ver desde de quando aceder esses sites de partilha de é ilegal…

    Agora os grandes hackers, que fazem leaks de ficheiro X entre outras coisas não vão ser apanhados, caso sejam mais valem num emprego bem remunerado a combater os antigos colegas do que cadeia.

    Mas se durante um 1 ano desmantelarem pelo menos uma rede de pedófila e deixarem o pobre do português em paz, posso dizer que afinal é uma boa mediada, pois afinal por causa da pirataria os lucros das empresas não diminuem, sempre houve e até aqui não ficaram pobres…

  40. R00KIE says:

    “No caso dos acessos à Internet, fica nas bases de dados dos operadores o endereço de IP (…), tanto de emissores como de destinatários da comunicação.”

    Isto quer dizer que podem deixar de ver pornochada senão ainda são incomodados mais tarde ou mais cedo.

    “Em todos os casos, a hora de início e de fim da comunicação é registada.”

    Falas muito tempo com a amigas doutro país e ainda és suspeito de conspiração.

    Depois há a parte dos emails, o conteúdo não fica registado, dizem, mas fazer uma análise do conteúdo e guardar os que tiverem palavras chave “proibidas” também não é muito difícil de imaginar.

    Já sei que vai haver quem diga que sou mais um tuga com a mania da conspiração mas é como se costuma dizer, a brincar a brincar é que o macaco …

  41. SwS says:

    O pessoal desculpem la mas acham mesmo que se vão andar a preocupar com quem saca uma musicazinha?

    Acham que vão ser presos por isso?

    Se assim for digo um até já a 90% da população portuguesa que nos vemos dentro da cadeia ;D os outros 10% são empreiteiros e construtores civis que vão enriquecer com a construção de cadeias !

  42. Ephram says:

    É pena que poucas pessoas parem 30 segundos para pensar sobre esta notícia. É mesmo pena.

    A defesa do Direito à Privacidade, tão ameaçado na sociedade actual, sob ridículos pretextos como a luta contra o terrorismo, é uma das grandes lutas daqueles que estão a tentar criar o Partido Pirata Português. (as outras são a conciliação dos direitos de autor com o acesso livre à cultura, e a reformulação do sistema de patentes).

    Juntem-se a nós na criação do PPP. Porque é urgente. Porque parece que mais ninguém se importa.

    Sobre esta questão:
    -“Aquele que sacrifica a sua liberdade por um pouco de segurança, não merece liberdade, nem segurança”. – Benjamin Franklin

  43. Rach says:

    Vou lançar este pensamento:

    Adquiro internet, logo sou identificado por um IP. A minha ligação ao IP resume-se:

    acto de aquisição —> utilização –> pagamento do aluguer mensal

    Mas ainda que o IP+histórico sejam guardados pela “lei” que provas há, de que EU de facto utilizei fisicamente a internet?

    Faz algum sentido analisar impressões digitais ao teclado?

    No máximo haverá negligência ou cumplicidade! Ou ignorância, que é o que não falta em Portugal. Basta pensar que neste país as crianças (ignorantes) podem substituir o computador pela boneca/carrinho e a generalidade dos pais nem sabe distinguir um navegador de internet de um motor de busca.

    Colocam leis mas não se preocupam com a educação/formação das pessoas. Isto é sinal de egoísmo e desprezo. Esses senhores políticos resumem-se a agentes de marketing, estão-se nas tintas para a pobreza do povo.

  44. Evil says:

    eu por acaso , até tive a perder tempo a ler um bocado grande dos comentarios, e achei piada…as duas partes… aqueles, que devem andar a treinar pra ser super-herois, justiça acima de tudo, e vivá patria… a lei é pra cumprir e quem fizer usos ilegais da net deve ser culpado e punido, e bla bla, (ridículos)

    e os outros que a net é mato bravo ,um gajo faz o que quiser e ninguem tem nada haver com isso…um gajo mata um gajo e corta-lhe a cabeça e mete no youtube e ninguem tem nada haver com isso… um gajo criou a conta no youtube é nosso, ninguem tem nada que reprimir porque é o direito á privacidade…(enfim)

    eu acho isso dos servidores, uma treta… muito bem que pode ajudar apanhar pedofilos , carteis da droga etc… duvido muito tambem , porque a maioria de defensores de justiça e leis, são uns palhaços, devem ser uns palermas de 50 anos com óculos de fundos de garrafas , com o belo do terço ao pescoço, e pra variar, só veem aquilo que é mais facil e lhes convem , não estão pra se chatearem muito a investigar coisas importantes, o que parecer mais culpado vai ser o que vai ser logo punido, entenda-se que é o que se faz mais diariamente na net, downloads, de qualquer coisa… as tantas até se for de opensource, vai-se a tribunal a mesma , porque os gajos devem ser muito entendidos na materia..

    a internet é universal…logo, eu acho que a lei devia de ser , sei lá , da uniao europeia ou etc… e não cada país fazer a sua lei…e isso dos downloads , é a partilha de cultura , musicas, filmes , etc, o que seja… e acho que isso sendo punivel… acho que mais vale, meter abaixo a net, do pais inteiro, mandar ao lixo os afamados magalhães do trócaste, e as suas ideias de inovação e etc… e passarem todos a ter só a 4ºa classe como antigamente.. e saber ler e escrever já era muito bom… e é parar o país no tempo( mais do que é que está) e assim , todos são burros e todos são uns cornos mansos, e não sabem de nada ,nem teem opinião de nada , não há crimes cibernéticos … espetacular … (not)

  45. Luis says:

    Mas fazer downloads para uso domestico nao é crime portanto mesmo que descubram alguma coisa não podem acusar as pessoas de nada…

  46. Ainda bem que há redes wireless de “perna aberta”…

  47. CarlosMC says:

    Porque é que essa gente não se dedica antes ao Umbigo Brother? Passavam o tempo a olhar para o umbigo a ver o cotão a crescer sem chatear ninguém e até ficava mais barato. Alguns até já têm experiência.

  48. Jonnas says:

    Se a ideia é associar a ligação à pessoa física, bem… Vejam bem quem costuma ter o nome nos contratos (fuja pai que eles vêm aí).

    Cuidado, se antigamente se roubavam logins e senhas de acesso à Internet (no tempo em que era paga alem da conta telefónica), agora vai haver forma terá de haver forma de entrar no router wifi do vizinho ou usar a rede aberta do café em frente.

    O melhor que vai acontecer é ainda ser o consumidor que ouve da operadora que “pode fazer os downloads nacionais e internacionais que quiser, é sem limite”, e depois o consumidor mais leigo aquilo que faz é downloads que PAGA (de uma forma ou de outra) ao final do mês na factura.
    Podem perguntar, PAGA? E eu respondo: SIM, PAGA! Paga porque o que fica caro às operadoras nos serviços de acesso é o tráfego, é como as autoestradas, sem tráfego não desgasta o alcatrão e não é preciso fazer obras. Mas ainda assim, tão caro só pelo tráfego? SIM, CARO para o consumidor (principalmente o português) que tem de garantir os lucros para os accionistas das operadores.

    Deixo então um pensamento: Ao pagar 50 euros por uma ligação à Internet, ou até mesmo só 25, não deveria ser a operadora, A TAL QUE DÁ OS DOWNLOADS, A DAR UMA PARTE ÀS EDITORAS, ETC. E TAL?

    Isto é comparável a dizer aos condutores que a partir de agora (quer tenham ferraris ou bicicletas) só podem andar a 5 km/h nas localidades e a 12 km/h nas autoestradas. Quem andar a mais do que isto está a cometer um crime. Que partido tiramos agora das estradas? Mais vale andar a pé!

    • CarlosMC says:

      Interessante, essa ideia de serem os prestadores a pagarem um quota aos editores, mas já pagamos para a “cópia privada”, que é uma absurdo legislativo (trata-se de uma cópia de segurança, não de uma segunda cópia para “amigos”). E os independentes e outros muitos criadores que não têm o peso da RIAA/MPAA por trás?

  49. AR says:

    Saqui a uns tempos sempre que acedermos a um site ilegal recebemos uma multa em casa. Vai ser tipo os radares do tunel do Marquês. Só facturar!!!

    E qualquer dia com o chips na matrícula, quando passarmos no radares em excesso de velocidade debitam logo na conta bancária.

    Não abram os olhos não! Qualquer dia a nossa net está pior que a dos regimes totalitários com a China e Irão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.