PplWare Mobile

Conheça os sistemas operativos mais utilizados em 2014


Autor: Maria Inês Coelho


  1. Luís Mouta says:

    Até que enfim que vejo algo com Windows em primeiro lugar!

    • Alguém says:

      Neste tipo de estatísticas, é frequente o Windows estar em primeiro. O que não significa reflectir equivalente qualidade ou progressão.

      • Cris says:

        Mas o Windows está a progredir. Do vista para o 7, para o 8, para o 8.1 e agora para o 10, está sempre a haver progresso. Só não vê quem não quer.

      • Carlos Correia says:

        desde quando é que o windows não tem qualidade? mete lá outro OS a fazer o mesmo que faz o windows, e ainda assim porta-se lindamente em infindáveis hardwares, se isso não é qualidade… fazer um OS para apenas 3 ou 4 tipos de hardware fazem muitas empresa de software, ou se lhe quiseres chamar firmware, nos dias de hoje não são assim tão básicos como eram antes.
        Quanto á progressão uma coisa leva a outra, para ser compatível com tanta coisa leva mais tempo a progredir, e muita da progressão é interna, no código, até porque visualmente é quase tudo igual, seja que OS for, tens o ambiente de trabalho e icons, o resto é customização, e mesmo assim reclamam do metro UI, precisamente por quererem “progredir”.

        • knom says:

          mas não se adapta muito… não é versatil..
          da crashs… sim o 8.1 e o 8 dão crashs

          • censo says:

            E ja descobriste o que está por detrás desses crashes?

          • JJ says:

            Em que sentido não se adapta ou não é versátil?

          • Filipe says:

            Engraçado, o meu Windows 8 nunca crashou uma única vez… Se calhar não devias de mexer naquela pasta que diz Windows…

            O Windows a cada atualização vem mais rápido, mais leve e mais estável do que a anterior e depois tem atualizações constantes que melhoram o desempenho. E finalmente acho que conseguiu entrar no mercado com o Windows 8 porque veio a um preço competitivo (estou a falar quando estava a 30€). Digo entrar no mercado para aquele utilizador que costuma fazer upgrades “não oficiais” acho que finalmente houve uma hipótese de fazerem o upgrade pela Microsoft sem terem de vender o fígado

          • 1235fsd1 says:

            eu uso desde a beta, e ate agora tive 0 crashes.
            uso em 4 PCs ja agora, devo ter tido muita sorte realmente XD

          • Neopunk says:

            Crashs? Usei o 8 e 8.1 intensivamente e nunca tive crashs mesmo nas versões Consumer e Technical Preview.

            Hoje uso o W10 TP como máquina principal e não tenho crashs.

            Um sistema Windows tem um Crash apenas em condições de exceção muito anormais, em grande parte por falha do Hardware. Vai lá rever os teus drivers…

        • Carlos says:

          Ja pensas-te que o hardware e produzido para funcionar no windows e não o contrario.

          • JJ says:

            Não é bem assim! Porque o hardware funciona em outros sistemas operativos.

            Alem disso o hardware anda mais a par das novas tecnologias que vão surgindo, do que o software.

            Primeiro desenvolve-se uma tecnologia, depois um hardware que a suporte e finalmente um software que aproveite.

            Não se criar primeiro o software, para depois se desenvolver o hardware.

      • Tiago Pinto says:

        como no android, muitos usam, pouco ou nada vale

    • João Terra says:

      Mas só o windows para pc… Android quase no top em 2º lugar 😀

  2. Fernando Jorge says:

    “O Linux é aquele que se mantém numa posição mais ou menos estável, o crescimento de um ano para o outro foi quase residual em termos de percentagens.”

    Essa análise não está incorrecta… mas se o Linux mantém uma posição quase estável com uma variação de 1.71% (pela frase julgo que o se está a fazer salientar seja a pouca variação)… o Windows está SUPER estável com um valor absoluto de 0,05%! 🙂

  3. luislelis says:

    A vantagem das estatisticas e que servem os nossos interesses.
    Eu diria q.

    1º Lugar: Windows – 71,36% Acedem a partir do pc do trabalho ou depois de chegarem a casa.
    2º Lugar: Android – 9,33% nos fins de semana ou no cafe depois do jantar.
    3º Lugar: iOS – 7,79% gostam de mostrar aos amigos q estao dentro do tema das tecnologias.

    4,5 e 6 e o mesmo q olhar para uma gaja feia na rua (estava desesperado).
    Aquele abraco

    • Marisa Pinto says:

      Esse comentário da gaja era desnecessário 🙂 Cumps

    • Tiago Pinto says:

      Tenho um iphone, ipad sera que gosto de mostrar que estou nas tecnologias? Sou mestre em antenas e licenciado em informatica talvez use apenas por ser melhor que um SO sem suporte, cheio de virus e que laga em 99% das vezes. experimenta um iphone e veras que n e preciso 10segs para abrir a app do youtube

      • José Patrão says:

        Se és licenciado em informática deverias ter um pouco mais de cuidado nas palavras que escolhes para avaliar os Sistemas Operativos. E a parte do vírus ……. acho que não funciona assim…… Mas vá és licenciado

      • djizus says:

        Pela conversa… Muito estudo e pouca experiência 🙂

      • Cris says:

        >por ser melhor que um SO sem suporte
        O suporte é semelhante, estás a falar de MARCAS de telémoveis que se recusam a fazer o port, o sistema operativo não tem culpa. Compra de marcas com boa reputação.

        >cheio de virus
        Se instalares software fora da playstore. Caso contrário a percentagem é muito reduzida.

        >e que laga em 99% das vezes
        Experimenta um telémovel de 300~800 euros então. A comparação tem de ser justa. Senão comparo o 4 ou 4s do meu pai ao Nexus 6 e digo que iOS só tem lag.
        Já agora, o problema dos androids low cost (como o meu N7 2012) é terem um CPU governor de m****. Eu recompilei o meu kernel com touchdemand e adicionei mais alguns tweaks e não tenho lag absolutamente nenhum (lollipop + f2fs) a apenas 1ghz (e até a 860). Estou a mencionar isto pois é um caso extremo de um tablet agora barato e velhinho que tem fama de ter algum lag, por tech illiterates como tu.

        Como já disse no passado, iOS e Android são diferentes, para utilizadores diferentes, com funcionalidades diferentes. Se queres ser leal a uma marca, então continua, mas não te surpreendas quando fores insultado pela tua estupidez por tentares defender o teu investimento.

      • Zero Zero Sete says:

        “Sou mestre em antenas e licenciado em informatica”

        Deu pa rir…

  4. Zefra says:

    Linux tem vindo a perder terreno para outros SO o que se compreende. A maioria dos utilizadores quer pegar numa maquina e usa-la sem muito esforço. O SO Linux não é para todos. A não ser que seja um Ubuntu em que praticamente se instala e usa com o básico.

    • Marcelo Teixeira says:

      Utilizo Debian há 10 anos. Já passei por poucas e boas, e hj em dia não vejo a necessidade de migrar para nenhuma outra plataforma. Sou um usuário doméstico, uso o PC para tarefas cotidianas, e me sinto muito bem atendido. Não recomendo ou evangelizo ninguém a utilizar esse ou aquele sistema, que cada um experimente e escolha o seu. Mas se me questionam, passo a minha experiência com Debian, e mostro a minha aprovação.

      • Neopunk says:

        O Debian já teve melhores dias, está a sofrer uma autêntica revolução pelo abandono de algumas figuras chave que fizeram parte do projeto desde os primórdios. 😉

        • lmx says:

          uma grande realidade 🙁

          É o veneno da Red Hat a funcionar…
          tenho esperança no Devuan….

          sim o projecto que nunca ninguém pensou que houvesse alguém com coragem de criar…

          um fork do sistema operativo com mais suporte no mundo(Debian), está na faze de fork pelo projecto Devuan, que é Europeu…

          Open Source ao poder 🙂

  5. Ricardo Gaio says:

    Na minha opinião, Linux surpreende com os 4,17%.

  6. Cris says:

    “Linux”
    Por que é que está um kernel na lista da sistemas operativos?

    • Hugo Cura says:

      A malta da Google está a precisar de ti, lá para a secção de arquitectura de software 😉

    • JJ says:

      Porque todos os que lêem o artigo, com “2 dedos de testa” percebem que esta-se a falar do “GNU/Linux”.

      O debate de como se deve tratar os SOs com o kernel Linux, por “Linux” ou “GNU/Linux”… é um debate “parvo”, porque é generalizado que quando se fala em “Linux” a primeira ideia que se tem é o sistema operativo, não o kernel!

      Todos os sistemas de estatísticas, usam o termo “Linux” para se referir a esses tipo de SO’s.

  7. Benchmark do iPhone 6 says:

    Convém é não confundir, quer para os sistemas operativos, quer para no post anteriores sobre browsers:

    – a percentagem de acessos ao pplware
    – com a percentagem de utilização em Portugal.

    Nos estudos de marketshare são usados sites diferenciados e contam-se identificadores únicos – se hoje, com o mesmo IP, browser, sistema operativo e equipamento, aceder várias vazes ao site só conta uma vez.

    E como sabem isso tudo? Fácil: http://www.tracemyip.org

  8. JJ says:

    Espanta é o Linux ser utilizado apenas 4,17%, pelos visitantes do site!

    Isto tendo em conta os “debates” que por vezes se geram, sobre o tema Linux. E o “odeio” que tanto é demonstrado pela Microsoft.

    Mas enfim… começo achar que muitos que por aqui andam, dizem que usam Linux, mas na realidade é só o tem no VirtualBox…

    • Pedro Pinto says:

      Mas mesmo tendo no Virtualbox….se acederem ao site, conta como GNU/Linux 🙂 Se compares com os valores do OSX, não é assim tão pouco. Mas a conclusão é só uma…em DEsktop, o Windows continua a liderar fortemente…no mobile o Android (que até é Linux) também é o rei 🙂

      • JJ says:

        Eu quis dizer é que normalmente não utilizam o Linux para as suas tarefas diárias, apenas para tarefas pontuais.

        O mais interessante é ver que muitos defendem o Linux (aka GNU/Linux), dando a ideia que é seu principal SO no dia a dia, mas na realidade isso não deverá ser assim tão verdade.

        Qualquer das formas, temos de levar em conta que mais de 50% dos visitantes não comentam os artigos. (Digo eu…)

        • Rudi says:

          não sei se será assim mas também pode ser uma excepção, geralmente quem usa Linux é porque quer tirar partido das suas vantagens e numa maquina virtual não tiras vantagens nenhumas…

          Além disso podem defender mas não têm hipótese de mudar completamente por razões profissionais ou por causa dos jogos.

        • Carlos Silva says:

          Não será necessáriamente verdade. Dou-te o meu exemplo, em casa só uso Linux, não há um único PC que tenha alguma coisa diferente (tirando o raio da MEOBox que teima em ter Windblows). Já no trabalho, tenho que mamar com o windows que é isso que o patrao manda (por enquanto :P), mas em ambos os sitios consulto o pplware, logo estou a contar para os “2 lados” 🙂

    • Rudi says:

      Os dados são engraçados para o site da pplware, mas é um site um bocadinho para o “geek” (sem ofensa gosto muito do trabalho que é feito) dai alguns números podem estar acima do que é normalmente esperado.
      Contudo honestamente e na minha opinião acho que este tipo de informação irá ser irrelevante daqui a uns anos porque o que vai importar é o Browser, está tudo de olhos postos na cloud e cloud fala web applications.

      Uma bom dado seria, quantas pessoas usam o pc só para abrir um browser?

    • Sergio J says:

      ora, se fores para a porta do Estádio da Luz também parece que realmente são 6 milhões…

  9. Tomás S. says:

    Eu sou um utilizador orgulhoso de Linux (Gnu-Linux), por agora uso Mint Linux, mas já usei Ubuntu e Xubuntu, e qualquer um destes sistemas operativos é mais do que suficiente para o meu uso diário.

    Resta-me acrescentar, que não há nada que eu fizesse no Windows que não possa fazer no Linux.

    Quanto ao preço entre os 2 sistemas operativos, …depois de 6 anos a usar Linux, sem qualquer programa anti-vírus, e sem ter apanhado um único vírus nestes anos todos, nem que o Windows fosse gratuito eu voltaria a usar Windows de uma forma regular.

    Dito isto, cada um gasta o seu dinheiro da forma que achar melhor!

    Bom 2015 para todos!

    • Cris says:

      Ja usei ubunto, fedoras e afins. Nunca consegui ter o mesmo proveito que no windows. Quanto ao argumento dos vírus, não deve pensar dessa forma, pois repare: Se eu fosse um criador de vírus onde concentraria os meus esforços um SO com pouca visibilidade ou num com muita? Certamente em windows. Não compensa criar vírus para linuxs…

      • Não ! says:

        Está enganado ! O Linux não apanha vírus porque o próprio sistema é praticamente imune e isso na medida de que qualquer programa que seja escrito para (UNIX) Linux, incluíndo os vírus, precisam de autorização para funcionarem dentro do sistema e mesmo depois de eventualmente obterem alguma espécie de autorização, nunca conseguem interferir no sistema do SO, que está sempre protegido dentro do Kernel Linux, para ser possível seria necessário que o vírus tivesse sempre privilégios de super utilizador o que para ser possível de obter é necessário obter autorização, neste contexto, o vírus imediatamente é identificado, denunciado, e impedido de funcionar, isto tudo juntamente com todos os demais sistemas de segurança incluídos no Kernel, fazem com que a infecção de um sistema Linux seja uma possibilidade muitíssimo remota, como um grão de areia numa praia, por exemplo, eu uso uma senha de 17 dígitos, composta de números, letras maiúsculas e minúsculas e caractéteres ortográficos (os sistemas Linux são todos “case sensitive”). Qual será o número de probabilidades ou combinações possíveis para uma senha com metade destes atributos ? Portanto a “imunidade” dos sistemas Linux não tem nada a ver com a sua popularidade, por outras palavras, os crackers e objectos afins não escrevem vírus para Linux por que na maioria dos casos, ou não conseguem ou isso é-lhes tornado impossível em termos práticos e ou rentáveis em tempo e recursos necessários versus efeito real obtido. Para além de tudo isto informe-se melhor e irá descobrir que o Linux domina completamente o mercado dos servidores o que faz com que o mundo das grandes empresas e corporações que move o nosso mundo, é movido a Linux … O windows lidera indiscutívelmente no mercado de desktops, mas se o SO que controla o seu PC é deveras muito importante, qual será a importância dos sistemas que nos fornecem a Internet, a luz, o telefone, etc. ?

    • Filipe says:

      Já utilizei Linux e digo que entre ele e o Windows, prefiro o Linux, mas sem qualquer dúvida. Mas infelizmente o linux continua ainda muito aquém daquilo que eu retiro de um computador e por isso preciso sempre de, pelo menos, fazer dual boot com Windows, o que acaba sempre por fazer com que use cada vez mais o Windows até chegar ao ponto de voltar a apagar o Linux :c

    • Filipe says:

      Isso dos vírus é muito relativo. Eu uso o Windows desde o 98. Passei para o XP, Vista, 7, 8 e agora 8.1 e posso garantir-te que nunca na vida também apanhei um vírus. Dizem que há muitos mais para Windows do que para qualquer outro SO, mas a verdade é que é preciso procurá-los. Só apanha vírus quem anda atrás de coisas manhosas…

    • Neopunk says:

      Desde o Windows XP SP1 que não apanho um vírus num PC, e apanhei nessa altura porque bastava instalar o Windows base ainda antes das atualizações com o PC ligado à Web ficava praticamente infetado, já não me recordo bem do nome mas havia um worm muito vulgar que propagava facilmente por qualquer rede ou Internet.
      Hoje em dia o Windows traz um AV ativado de raiz, o que contribui imenso para ajudar os infoexcluídos em informática e reduzir as redes de botnet e distribuição de malware.

      O AV hoje em dia tem um impacto relativo para o bem e para o mal, parte do malware não é detetado pelos AV porque estes dependem de assinaturas para a sua deteção, já lá vai o tempo em que o código utilizado não era ofuscado corretamente ou reutilizado, o que facilitava a deteção de novo malware, hoje convivesse com 0-days’s, alguns deles em exploração há muito tempo, só damos por eles quando se ouve falar de uma determinada operação de crime organizado a decorrer, por vezes a sua deteção é até ocasional (Kaspersky e Symantec têm vários reports…).

    • Neopunk says:

      Outro aspeto relevante, quando se fala de “preços” GNU/Linux VS Windows, a discussão deve passar para qual o valor que retiro do Sistema operativo.

      Já usei Debian, Suse, Redhat/Fedora/CemtOS, Ubuntu, Backtrack e atualmente Kali, estou longe de ser um Guru Linux mas ainda entendo o suficiente para em ponto algum poder considerar que qualquer Linux é um sistema operativo adaptado ao comum dos mortais.

      O comum dos mortais quer instalar aplicações e jogos na base do Next–> Next–>Finish, procura algo que lhe é comum com o sistemas que usa no trabalho, por norma Windows com ferramenta de produtividade Office, pretende a máxima compatibilidade possível com Hardware e periféricos sem ter que ler uma bíblia para instalar determinado driver, procura algo simples e intuitivo na configuração do sistema.

      Se olharmos para o ciclo de vida de um PC, por norma dura 5 anos, uma licença OEM custa perto de 100€, ou seja, representa um investimento de 20€/ano num PC, com todo o valor que o comum dos mortais retira de máquina na facilidade de utilização e maior compatibilidade não vale 20€/ano? A maioria dirá que sim, alguns dirão que não, mas estes sempre com a premissa de que “chega para aquilo que faço”, um utilizador Windows não usa essa expressão porque não está limitado a algo.

  10. Sérgio Lackmann says:

    Tirando que 90% dos computadores e notbooks já venham com o sistema operacional Window$, fica fácil prever o Sistema Operacional mais usado.

  11. Carlos says:

    Tanta gente a visitar o pplware de iphone, não acredito.

  12. Nuno José Almeida says:

    4% não está mau, mas seremos muito mais um dia 😀

  13. Johnny says:

    O Linux vai continuar baixo e o iOS igual por duas razões, não fazem parcerias com empresas como HP,MSI etc eles têm que entrar no mercado internacional.. e por mais portateis a venda com linux em Portugal é muito raro se encontrar um portátil linux, embora já vi 1 ou 3.. mas de resto nunca vejo grande coisa! É nisso que têm de apostar fazer portáteis vir com Linux.. algumas empresas..

    O iOS conhecido como o sistema operativo da Apple poderia crescer mais.. mas só ira crescer quando descerem os preços ridiculos dos portáteis, se fizessem pc’s de 400/500€ iriam ver como cresceria logo não peço um i5 nos 400/500 mas sim um i3.. mas a Apple nisso nem pensa, ficava a ganhar muito mais e ainda aumentava + o numero de pessoas a usar o sistema operativo, o problema esta NO PREÇO e isso é indiscutível, uns podem comprar outros não! é por isso que não cresce senão já estava nos 20% ou mais..

    • Nunes says:

      o iOS não corre nos portáteis da Apple. É o OS X que é usado.
      Quanto a crescimento, os Macs têm crescido basicamente sempre acima da média do mercado nos últimos 7 anos, mesmo com os preços que são praticados. A Apple não ganharia mais se baixasse os preços para os valores que falas, pelo contrário. A única coisa que poderia aumentar era no número de máquinas vendidas, mas isso não significa nem bom negócio para a Apple, nem melhores produtos para os consumidores.

  14. Gabriel Bolea says:

    Boas, posso saber qual e o programa que fazem estes gráficos tao bonitos ?

  15. Rui Moritz says:

    O Windows não presta para nada!
    Desde o 3.tal até o 8.qq coisa…
    Mas que raios… pq o usam???
    Tantos anos a bater e que vejo eu…???
    Windows 10!
    PS: posso sempre voltar ao DOS… num Spectrum… ou ainda melhor… num C64.
    Tenham dó!!!

  16. Jose Simoes says:

    “O Windows Phone teve um crescimento bastante positivo, de 0,1% em 2013 para 0,48% em 2014”

    Vocês vêm nisso um aumento de 380%, eu vejo um aumento de 0.38%.

    Portanto percentagens de percentagens não faz sentido. Evitem.

  17. Rui Silva says:

    Quando acabar o Suporte do Windows 7 (2020) mudo-me para Ubuntu sempre em versões LTS.

    Razão: A partir do momento que apareceu o Windows 8 deixou de ser viável o conhecido Crack/KMS.

  18. YiitOo says:

    A Microsoft tem vindo a evoluir paulatinamente os seus serviços, por isso, é justo a posição ocupada pelo windows:::::::::

  19. Rui Sousa says:

    Existem dados mais recentes?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.