PplWare Mobile

Cinema: Preço dos bilhetes a 2,5 euros durante 3 dias


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Thiago says:

    Ainda há quem vá ao cinema? Eu não.

    • carlos says:

      Por acaso é a melhor altura pra ir ao cinema 🙂
      Vou ao cinema as 21 e tenho a sala so pra mim

    • Kabindas says:

      sim, ver um filme que projecte espaços e paisagems com muita profundidade (como sci-fy) ver no cinema é completamente diferente, não tem nada a ver com ver em casa.

    • dqdd says:

      sim nem toda a gente fica em casa a assistir youtubers de cabelo pintado e aos gritos.

    • AX says:

      Óbvio que há.

      Quem gosta de cinema vai ao cinema. Quem gosta de qualidade audiovisual vai ao cinema. Gastam-se milhões em produção para depois as pessoas verem o filme no tablet, portátil ou na televisão de 55″ em casa.

      E cá em Portugal não há desculpa. Com a quantidade de salas de cinemas e com todos os descontos que há por norma não se paga mais que 4€ por bilhete. Pelo menos nos cinemas NOS.

    • Joao says:

      @Thiago, deves ser que ve os filmes na casa de banho com o som metalico a vir das colunas do portatil ou pior do telemovel. Continua que o cinema tambem nao sente a tua falta…cinema é uma arte e deve ser apreciada no seu ambiente natural e para o qual foi criada.

  2. Miguel says:

    Isto devia custar 2,5 euros sempre.

    Os lobbies e os modelos de contratos de projecão de filmes em portugal “por assento” deviam era desaparecer.

    Como resultado desses contratos os bilhetes são caríssimos e os cinemas estão sempre vazios

    • Pedro C. says:

      Caro Miguel, concordo com a parte de que os bilhetes deveriam apresentar sempre um valor próximo dos 2,5 como refere, no entanto, afirmar que os cinemas estão sempre vazios…. tem ido ao cinema?! É que eu vou em média 3 a 4 vezes por mês “muito graças ao cartão NOS” e posso dizer-lhe que os cinemas de vazios não têm nada. Não estou a falar de sessões a meio da tarde obviamente.
      Apesar do que se diz, em Portugal consome-se muito cinema, vejo sessões constantemente cheias, vejo filas enormes nas bilheteiras “principalmente ao fim de semana”, portanto, quer-me parecer que o cinema não está assim tão ao abandono como muita gente quer fazer parecer.

      E mesmo se formos pensar bem na questão dos preços, será sempre uma questão ambígua. Muitas vezes as mesmas pessoas que dizem que 6.50 € por uma sessão de cinema é caro, dão 80 e 100 euros por um bilhete para um concerto musical. Ou dão 5€ diários por uma embalagem de cigarros… ou pagam 20 euros para entrar numa discoteca, e os exemplos continuam…
      Ou seja, eu não viria isto tanto como ser barato ou caro, mas sim com o ser interessante ou não para as pessoas… se existirem bons filmes para ver, as pessoas que realmente gostam de cinema vão continuar a ir ao cinema, assim como as pessoas que gostam de concertos continuam a ir a concertos por 100 euros…

      Cumprimentos,

      • Bruno Pinto says:

        Tenho ido varias vezes ao cinema nos ultimos meses e de todas as vezes, se tiver 10 pessoas dentro da sala já estou a ser muito amigo 🙂

        • Nuno Rafael Monteiro says:

          Tudo depende do horário e do filme. Sempre que fui, foi quase sempre sala cheia

        • Joao says:

          depende da hora e do local.
          onde vivo se fores ao sabado a 1hora da tarde em alguns filmes tas sozinho.
          se fores no mesmo dia a sessao das 21.00. estao cheias as salas todas.

        • Pedro C. says:

          Bruno Pinto, eu se for ao Cinema às 13h também estou sozinho na sala. Se for ao cinema em dia de Jogo da Champions também estou sozinho na sala… se for ao cinema ver filmes de qualidade duvidosa, também estarei sozinho na sala… Como eu referi no meu comentário, às horas que costumo ir, ou seja, sessões depois das 19h, costumo apanhar muita gente no cinema, e quando digo muita gente não são 10, nem 20, nem 30… Fins de semana à noite então Colombo e Almada Forum é uma confusão portanto, das duas uma, ou o Bruno Vai ao cinema em Évora… ou então costuma ir ao cinema às 14h…

          Cumprimentos

      • Miguel says:

        Em aveiro as salas de cinema estão a fechar umas atrás das outras porque as salas estão sempre vazias ou só um quarto cheias.

        Recentemente fecharam também o cinema no fórum aveiro, só restando agora o cinema no Glícinias. Só resta um cinema em Aveiro, quando eu andava no Liceu haviam 4 e tinham sempre gente.

        O que acho terrível é:
        – o monópolio crescente do mercado sobre a arte audiovisual com essas promoções da NÓS que basicamente leva a que só vai ao cinema quem tem esses pacotes com a NÓS o que não me parece de todo correcto para com as artes do cinema no nosso país.
        – a lógica seria antigamente quantos mais lugares ocupados mais ganhava o cinema e mais um lugar ocupado não traz custos adicionais como é óbvio, só lucro. Hoje em dia os cinemas são caríssimos porque os próprios cinemas pagam aos fornecedores por lugar sentado, basicamente se não for ninguém não pagam quase nada.

        Eu acho mau e se realmente há sitios em que os cinemas estão lotados então provavelmente deveriam construir mais invés de subir os preços. E deixar as artes audiovisuais o mais longe possível destes monstros capitalistas que monopolizam o mercado.

        Acho que todos têm devem ter direito de ir ao cinema.

      • Miguel says:

        Também sou da opinião que uma ida ao cinema não deva custar mais de que uma refeição que é o caso atualmente.

        • Pedro C. says:

          Caro Miguel, concordo em alguns pontos, no entanto e pegando no teu último comentário, “uma ida ao cinema não deva custar mais de que uma refeição”, e quanto custa uma refeição?!

          Como eu referi antes, é tudo uma questão de perspectiva. Há refeições a 5 euros, há refeições a 10 euros, 20, 30, 80, 100 e por aí fora… Há refeições onde com 10 euros comes que nem um rei em termos de quantidade e outras em que com 100 euros comes pouco mas tens uma experiência gastronómica deveras superior “que eu pessoalmente nunca experimentei e não dou grande valor” até porque lá está, para mim é impensável dar tanto dinheiro por uma refeição…

          Mas eu por exemplo não considero caro 6.50€ por um bilhete de cinema. Se gostaria que fosse mais barato?! Epah claro… mas não sendo, não me parece excessivo. Lá está, parece-me mais excessivo dar 100 euros por um bilhete de um concerto, ou 50 por um bilhete de futebol, ou 30 euros por mês para ter um canal de desporto, ou 5 euros por dia para fumar, ou 25 euros para entrar numa discoteca etc etc etc… acho que é tudo uma questão de perspectiva mesmo… mas isto é a minha opinião claro…

    • Joao says:

      nunca foste ao cinema la fora…ida ao cinema 4 pessoas ..30-50 euros e é bem bom.
      aqui se 1 casal tiver NOS + cartao Millenium sai a 12 euros, os 4 bilhetes com mais um milhao de cartoes que dao outros descontos..eu ganho a volta de 4 bilhetes de borla por ano a conta de usar o cartao de credito e mesmo assim nem os uso que quando vou com a maria so pago 1 bilhete ao pagar com cartao de credito.
      os precos com este tipo de cartoes que nao sao nada dificeis de arranjar, so nao vai ao cinema quem é pato.
      tenho tv de topo e colunas ainda melhores, mas nada bate uma boa sessao de cinema.

  3. arlindo matos says:

    no palácio do gelo em viseu é à borla! nunca pedem bilhete e as salas tão quase sempre vazias!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.