Quantcast
PplWare Mobile

Cartão de Cidadão: Mudanças devem prevenir “usurpação de identidade”

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Keyboardcat says:

    Para quando a apresentação do novo cartão de cidadão compatível com as novas normas?

    A norma 2019/1157 da EU entra em vigor amanhã. Não entendo a razão de tanta demora.

    • Filipe says:

      Para ter de pagar mais 18€ por um bocado de plástico porque depois vão obrigar toda a gente a mudar, mesmo os que tenham feito a renovação este ou no anterior ano?

    • Miguel says:

      Tenho a mesma questão. Conhecendo Portugal, deverá ser amanhã, no próprio dia. Ou então estamos atrasados na implementação.

    • Joao Ptt says:

      Artigo 5.o
      Supressão gradual
      1. A validade dos bilhetes de identidade que não cumpram os requisitos do artigo 3.o cessa na respetiva data de caducidade ou até 3 de agosto de 2031, consoante a que ocorrer primeiro.

      Ainda há tempo.

      • Miguel says:

        Sim, verdade, mas isso supostamente aplica-se a documentos de identificação já em circulação. O objetivo é que a partir de amanhã todos sejam emitidos com o novo formato.

        Se amanhã ainda emitirmos com o antigo formato, então todos os cartões que têm validade de 10 anos não poderão ser utilizados durante toda a sua vida útil, porque acabam por expirar mais cedo por essa lei.

      • Keyboardcat says:

        Não há, porque como o Miguel disse isso é válido para documentos em circulação. Os que forem emitidos têm que respeitar a norma.

        E para mim é importante, devido a certas operações como abrir uma conta em instituições financeiras de forma não presencial requere um documento de identificação electrónico. E o cartão de cidadão atual não permite tal funcionalidade.

  2. Pipoca says:

    Se querem prevenir “usurpação de identidade” façam cumprir a lei, em todo o lado se continua a pedir a cópia frente e verso do CC, é no banco sempre que renovo o cartão, é nas escolas, é na Junta de Freguesia, é nas Finanças, é na EDP, MEO, e afins….
    Tenho mais cópias do meu CC espalhadas pelas empresas particulares e entidades públicas que se me roubarem a identidade, nem sei onde começo a investigar.
    E se não deixarem copiar, cortam o serviço.
    Palha-assada este país.

  3. jota says:

    Até agora não tenho conhecimento de casos de “usurpação de identidade”, vejam lá se o que vão fazer, em vez de evitar, se não vai mas é fomentar a “usurpação de identidade”!

  4. V says:

    Sem falar no facto de entidades publicas quando solicitam o CC para validar morada, pensarem que o código 0000, que vem por defeito no CC é código deles e usarem X vezes sem conta, sem perguntar ao titular se mudou o código. Resultado: Cartão bloqueado. E para desbloquear, ir a um serviço ou balcão de Levantamento CC, enfim.

  5. iFernando says:

    desde que não passem pela camara de Medina, estou descansado.

  6. R says:

    E que tal fazerem algo que evite que uma criança possa ter 5-10 cartões de cidadão? Adivinham para quê?

  7. contacto says:

    Até para renovar um simples passe pedem cópia do cartão. Andam sempre a mudar. Mudem mas gratuitamente

  8. Melhor Proteção de Dados Pessoais SFF says:

    Portugal pretende ser um país de vanguarda de serviços públicos através de meios digitais mas depois falha nas intenções, porque muitas vezes quem está à frente de tais projetos não compreende inteiramente os riscos associados à violação de dados por descurar normas elementares de segurança informática. Falo também na cópia dos CC’s, exigida por qualquer “chafarica” e por razões absolutamente ridículas. Por experiência pessoal, dou como (mau) exemplo a Meo que exige que para levantar uma compra online de artigo irrisório cópia do CC (e em folha em branco!!) . As autoridades têm de fiscalizar e punir este tipo de cópias de CC’s, pois preveniriam muitos tipos de fraudes, alheias ao dono do CC. Quem será responsável por algumas dessas milhares de cópias que se extraviem? E as leis, são ou não para cumprir ou não passam de legislação que só serve para ser ignorada?

  9. Adriana says:

    Deveriam ser o cartão do cidadão como identidade brasileira, fazer e não exigir renovação
    Tirar uma única vez

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.