PplWare Mobile

Carlos Cabreiro confirmado como Director da UNC3T


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. judas iscariotes says:

    trabalho inglório não vai conseguir fazer nada e mais um tacho como muitos que existem por Portugal a fora

    • Antunes says:

      Se existe algo que trabalha bem em Portugal é a PJ, das melhores policias da Europa em resultados.

      Falas de algo que desconheces, se estás a falar da Justiça isso é outra história.

    • Jorge.CT says:

      Na verdade estes trabalham bem.
      Especialmente nas fraudes de cartões de crédito e débito temos muitos a ver o sol aos quadradinhos.

      Não temos é praticamente cobertura jornalística destes casos.

    • Toca says:

      Ai está tipico zé povinho tuga, se é tuga vai ser mau e é só mais tacho. Em vez de mandarem logo abaixo ao menos espera para ver…

  2. slayer says:

    Qual é a formação e competências técnicas deste senhor?

    • Vendeta says:

      Boa questão. Temos uma unidade de combate ao Cibercrime liderada por um indivíduo formado em Direito. Não obstante o facto de serem necessários, assumem muitas vezes direções sem qualquer competência técnica específica para o cargo que desempenham. Desta forma, faz sentido em falarmos em tachos. Ao constatarmos este facto, não estamos a falar mal de Portugal, como muitos dizem, estamos sim, a falar mal do sistema.

  3. diogo says:

    ó Antunes viu-se no caso do pedro dias, e no caso do terrorista de aveiro. Viu-se o que os anónimos fizeram aos varios servidores que atacaram cá em Portugal.
    Depois há muitos casos de corrupção, de lavagem, mafias organizadas, maçonaria, os bancos que faliram, o que fizeram, nada. onde estão esses senhores? onde está o dinheiro? não se faz nada.
    E depois dizem que temos a melhores policias da europa, lol.

  4. slayer says:

    Pior é um blog como este veicular a noticia porque sim, mas não indagar nada.

  5. josé recibo says:

    Será que vão fazer “conversas de fim de tarde” como o CNCS.gov? Lol…

  6. Cyber-PT.Sec says:

    e peno ke o nosso departamento de crime informatico em portugal so investiga crimes com fraudes de cartoes bancarios chamado (petinga) e nao mete pessoal a invadir as redes e recuperar detalhes dos offshores de quem nos roubou bilioes de euros (peixe grande)…. acho ke devia ser o primeiro passo para tentar recuperar o ke e nosso e ao mesmo tempo com autorizcoes de procuradores consseguir todos os detalhes ke incriminem os verdadeiros culpados porke se nao houver permissao de algum procurador todos os detalhes mesmo ke seijam obvios nunca seram validos e os culpados continuam a roubar e em vez de serem dispensados por indisciplina (como se faz aos alunos da escola) devem ser detidos e tanto eles como a familia ficarem com todos os bens confiscados e sem permissao de sair de portugal para nao gastarem o dinheiro ke nos roubaram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.