Canceladas 63.000 encomendas do novo Tesla Model 3


Destaques PPLWARE

93 Respostas

  1. Joao Zinco says:

    E eu fui um dos que cancelou, uma vergonha ter de esperar tanto tempo por algo tao caro, deviam aprender com a Apple

  2. Bruno says:

    Ainda percebi a fixação do “com extras não fica tão em conta” mas alguém conhece alguma viatura deste segmento que com extras fica em conta???? Mas de repente a Tesla tem de oferecer tudo? É alguma obra de ação social e eu não sabia. Além de que os preços apresentados pelas restantes marcas nunca são preços com extras…n percebo a fixação

    • Rui says:

      Não tem nada a ver. O carro de origem faz menos km e tem menos potência do que anunciado. Para atingir as metas de autonomia e desempenho que a Tesla tinha publicitado, o cliente tem de desembolsar muitos milhares de dólares a somar aos 35.000.
      Era o mesmo que a Mercedes ou a BMW publicitarem um carro de 500 cavalos, mas na realidade só tem 300, se quiseres os 200 extra pagas mais 10.000€!!!!!
      Recordo-me bem de referirem que o Tesla 3 iria ter um preço entre 30 a 35.000 dólares.

  3. Vitor Jesus says:

    Não são encomendas, são “pre-orders” e os cancelamentos foram feitos durante um período superior a um ano. É importante referir que esta pré-reserva tinha um custo de 1000USD, totalmente reembolsável.

  4. Traveller says:

    Com meio milhão de encomendas antes da comercialização e 1.800 encomendas por dia apos a comercialização e com uma produção possível anual de 250.000unidades como pode estar preocupado com 63.000 cancelamentos.

  5. Telmo Guerreiro says:

    Perguntas chave (do meu ponto de vista) ficam por responder:

    1 – Qual o numero total de pre encomendas? (Em abril eram 400 000)
    2 – Em que espaco de tempo foram canceladas as 6300? Desde a abertura das pre-encomendas ou depois da entrega dos primeiros 30?

  6. Claudio Oliveira says:

    Acredito eu que a razão pelo cancelamento das “pre-order” esteja mais relacionado com a clara incapacidade da Tesla de produzir e entregar os veículos em tempo razoável.
    Vão entregar 100 em Agosto? Só produzem 3 por dia?
    É uma vergonha esses números.

  7. Xico says:

    Ainda gostava era de saber o preço a que vão ser vendidos em Portugal…

  8. Daniel says:

    Realmente a notícia deveria dizer que os cancelamentos referem-se a mais de um ano e não apenas desde que o model 3 foi apresentado, quem lê é levado em erro.
    Estes cancelamentos parecem-me normais tendo em conta que a a reserva dista mais de 2 anos da entrega e em 2 anos acontece muita coisa e sempre são 1000 dólares que estão parados.
    Pessoalmente até acho negativo a tesla ter tantas pré-reservas, não é bom o cliente ter de esperar tanto por um automóvel, acaba por ser prejudicial para a imagem da marca e por certo muitos possíveis copradores acabam por escolher outros veículos por causa do tempo de espera.

  9. Jorge Santos says:

    A cena é que entretanto a concorrência vai aparecendo. Já se houve falar do “económico” Model 3 desde 2014… chega em 2017 a conta gotas.

    • Belmiro says:

      Achas mesmo que a concorrência consegue partir do zero e chegar maus rápido que eles? Lol

      • Martins says:

        Do zero… desde 2014? Espreita por favor este link:
        https://www.youtube.com/watch?v=5gFGX43vubM

        Claro que o problema deste carro acima face ao mercado é a bateria, mas este é um carro de corrida, é um protótipo e não estará à venda ao cidadão comum. Estes problemas ou não problemas de um protótipo… este é um carro de 2014… e estamos em 2017. Discretamente, sem grandes alaridos. Uns falam muito, outros preparam-se há muito tempo.

    • Sujeito says:

      Jorge santos, já se ouve falar do model 3 desde há 15 anos. E chegou na altura suposta. Para ter uma opinião, informe-se.

      • Carlos says:

        Pois… Mas é facto que ninguem vai partir do zero agora, como foi dito atrás.
        Se alguem precisou de 15 anos e outros precisarem de menos, é porque serao mais eficazes, com outros meios à disposiçao para além de retorica. Num mercado global, ora és, ora já foste…

  10. Ze says:

    Pronto.. já vou abastecer na Repsol por mais uns tempos… estou a ver!

  11. JM says:

    Só espero é que cá no burgo façam a mesma coisa que na Dinamarca:

    https://www.bloomberg.com/news/articles/2017-06-02/denmark-is-killing-tesla-and-other-electric-cars

    Fiscalidade na Europa sobre veículos elétricos.
    http://www.acea.be/uploads/publications/EV_incentives_overview_2017.pdf

    Depois logo se vê quantos vendem.

    • Helder says:

      Vendem mais que gasolina e gasóleo, já que não poluem, pagando só IVA

    • Filipe says:

      Quer que façam o mesmo que na Dinamarca? Para quê? Para as pessoas não terem vantagens, para o ambiente não ter vantagens? Ah, ok, para si que não pode comprar não se sentir inferiorizado… mesmo à tuga… sinceramente…

      • JM says:

        Mesmo à tuga parece ser o seu (não) argumento.

        O contribuinte paga (todos) para alguns terem um brinquedo (caro) que lhes alivia a consciência. Não me oponho a que haja algum tipo de subsidio, mas nunca deveria ser para veículos que não sejam pequenos citadinos já que é nas cidades onde reside supostamente o maior problema de poluição.

        E se a sua preocupação é mesmo o de proteger o ambiente utilize transportes públicos. Se não gosta, não pode ou não são adequados na sua zona existem muitos pequenos elétricos adequados a pequenos trajetos, ideais para uso citadino.

        Mas veja lá é se não tem ações da Tesla, que o vento num instante pode mudar de direção:
        http://www.businessinsider.com/tesla-stock-price-california-state-government-bailing-out-2017-7

        • JJ says:

          A ideia (teórica) do IUC/ISV será pagar uma compensação pela poluição causada por um veiculo. Se um veiculo for eléctrico, não faz sentido o pagamento desse imposto. Até porque actualmente a tabela de preços do IUC/ISV usa por base a cilindrada e emissões de CO2 para determinar o valor a pagar, duas coisas que não existem num carro eléctrico (sem tem zero dessas duas coisas, pagam zero).

          Logicamente, que quando a utilização for maior dos carros eléctricos, surgira um imposto para o mesmo, até porque os governos querem ganhar dinheiro…

          Em Portugal, o único beneficio que tem actualmente é estarem isentos do pagamento do IUC/ISV, porque lá está, não faz sentido pagar nos moldes actuais.

          A meu ver, o problema principal do IUC é a forma como está a ser aplicado. Visto que os carros mais recentes, apesar de poluírem menos, pagam mais, do que um carro anterior a 2007, que poluirá na maioria dos casos mais (sem falar para serem carros, na generalidade, com menor segurança que os mais recentes). Isso sim não faz sentido.
          Alem de reprimir o consumo/aquisição de veículos, não está na realidade a ser aplicado correctamente com base na sua teoria: veiculo mais poluente paga mais.

          Em relação as acções da Tesla, esse tipo de situação acontece a todo o tipo de empresas cotadas em bolsa, quem investe corre o risco (maior ou menor) de perder. E empresas super inflacionadas existem muitas, principalmente nos EUA.

    • jpp says:

      Eu sou contra qualquer forma de subsídio, veja-se até onde o subsídio ao Diesel nos trouxe.
      Também por isso os proprietários dos Diesel não se podem queixar quando forem proibidos de circular.

  12. Joan says:

    Xiaomi vai lancar muito melhor por menos de 10mil, so compro xiaomi…tesla e apple sao o exemplo do wue nao queremos no mundo, elites. Se todos tivessem o mm salario seria muito mais justo

  13. Filipe Cordeiro says:

    Sobre o número de pre-orders canceladas, acho completamente normal. Mesmo que sejam já depois de ter sido entregues os primeiros carros é normal que algumas pessoas cancelem, até porque se foram das últimas irão esperar muitos meses e o valor era irrisório para a pre-order, ainda por cima totalmente reembolsável.

    Quanto ao criticarem a baixa produção, tenham em conta que já em Dezembro prevêem uma produção mensal de 20 mil carros, se é certo que para os carros normais continua a ser uma produção baixa, creio que nos eléctricos neste momento não existe capacidade para muito mais devido à grande procura existente da matéria prima para construir as baterias e à construção das mesmas.

    Quanto aos preços, ainda não sabemos por cá quanto irá custar, mas tendo em conta a diferença de preços dos Model S entre os EUA e Portugal, será de espera que o preço por cá seja de 44 mil euros. Está longe de ser um “económico”, mas o preço não está longe do BMW i3 que custa desde 38 mil euros, ou mesmo dos carros “normais” do mesmo segmente que penso que sejam o BMW Serie 3, Audi A4 e Mercedes Classe C.

    Quanto aos extras que acrescentam muitos euros ao preço final, a grande maioria são completamente dispensáveis e apenas servem para mostrar ao amigo uns “truques” giros. Mudar a cor nada fora do normal, o upgrade da bateria é muito caro mas serão poucos os que têm necessidade de ter um alcance maior do que o normal, as jantes também não têm valores muito diferentes das outras marcas, o pacote premium é caro, mas este tipo de upgrades está dentro dos valores praticados em outro carros. Quanto ao sistema auto pilot e auto pilot autónomo é onde nem sequer vejo o interesse em colocar esses upgrades no Model 3.

    Se fosse no meu caso o único extra que colocaria em questão se o queria ou não era o pacote premium e mesmo assim só se o conforto na versão normal fosse muito inferior o que dúvido que seja.

  14. Victor Moraes Silva says:

    Um Carro. “Bom por Ser” Econômico.
    Movido. A eletricidade ótimo?.
    Para o meio Ambiente Agora Imagine os Preços Exorbitantes!!! , Caros.

  15. Rui says:

    O Renault ZOE custa bem menos e tem a mesma autonomia! A Tesla é uma embuste não produz o suficiente para ser rentável nem o produto é tão bom com apregoam! É Marketing puro mais nada

  16. Rui Afonso says:

    Acho que a Tesla é uma grande “bola de sabão”, e não deve tardar muito a rebentar… Este tipo de informação serve para alertar incautos. Não ponho em causa a capacidade tecnológica e inventiva de Musk, caso da PowerWall, nem tão pouco a qualidade dos produtos. O problema é que tudo aparenta andar “nas nuvens”, como o caso das vendas efetivas. Há muito que se fala da disparidade entre o nº de viaturas que a Tesla diz terem sido vendidas e as que realmente foram vendidas. Falava-se em recompra para inflacionar as vendas… Agora, para mim é a ideia megalómana dos túneis de alta velocidade que me faz duvidar da lucidez. Porquê? Pois os túneis são das infraestruturas que têm maior custo por metro linear; difícil acesso em caso de acidentes; etc… Para mim toda esta história (que envolve a Tesla) mal contada.

  17. ACS says:

    quando tens de esperar quase dois anos pelo carro é normal…

  18. Pirata says:

    As acções da Tesla dependem da capacidade do Musk em fazer o seu marketing, não dos seus produtos.
    http://www.jornaleconomico.sapo.pt/noticias/big-sobre-a-tesla-investimento-na-acao-e-extremamente-especulativo-189610

    O model X já tem um historial de bastantes problemas (portas, materiais de fraca qualidade, etc), felizmente a tesla entrega um carro de cortesia sempre que algo dá para o torto. Podem fazer isto porque há poucos model x.
    Agora se acontece igual para o model 3, não vai haver carros de cortesia que cheguem.

  19. Daniel says:

    Caro Rui, o zoe barato é o que tem aluguér da bateria, o normal base custa 32 mil euros contra os cerca de 40 mil que deverá custar o tesla. Mas em muitos aspetos o tesla é melhor pelo que justifica bem a diferença dos 8 il euros.
    Tendo em conta o mercado atual, o tesla para o que oferece é barato, mas ainda é muito dinheiro!

    • Rui says:

      O Tesla não oferece nada a mais que o ZOE, o ZOE faz 300km de autonomia real o Model 3 dizem que faz 350km! O ZOE de baterias de aluguer custa 17 mil €, se optar por comprar as baterias custa 28.900€ ainda assim bem abaixo dos 40 mil euros, o Model 3 ainda não saiu mas você já sabe que é melhor que o ZOE! Avaliando os problemas do Model X e S eu dira que qualidade não é o forte da Tesla! O Model 3 não vale o que pedm por ele, ainda por mais quando a próxima geração do ZOE e do LEAF (2018) terão autonomia para 545km!

    • Sujeito says:

      Ainda é muito dinheiro? Mas porque é que ninguém diz que um BMW série 3 ainda é muito dinheiro ou um golf ainda é muito dinheiro? É o que é.

      Se queres Gama mais barata, tens de aguardar que exista.

  20. Luciano Da Silva Ascensão says:

    Continuo sem saber onde produziram os primeiros 30 carros visto que Ainda nem começamos o comissionamento dos robots. Enfim.

  21. Hugo Gomes says:

    Se eu pudesse comprava 3 deles ca para casa

  22. jAugusto says:

    Muito dos primeiros a fazerem a encomenda eram já clientes da Tesla, tinham vantagem no prazo de entrega em relação aos outros, como o Tesla 3 é uma versão mais básica do carro que já possuem alguns estão a cancelar porque preferem ficar com o que tem, o que até é um bom sinal.

  23. JJ says:

    A malta as vezes esquece-se que a Tesla é um novo negocio de produção de carros e que todo o processo demora o seu tempo. O bom problema é que esta a ter mais saída do que talvez fosse esperado nos primeiros anos, e o resultado é o tempo de espera.

    Enquanto as outras marcas de automóveis, tem dezenas de fabricas e fornecedores de peças espalhados pelo mundo, a Tesla apenas tem 1 fabrica e fabrica praticamente tudo o que o carro precisa.

    Se a própria Renault, só deverá ter produzido uns 10.000 do modelo Zoe desde 2012, que tem uma das maiores estruturas de produção automóvel. Queriam que a Tesla, uma empresa nova no segmento, consegui-se produzir mais de um dia para o outro!?
    Casos os planos correrem bem, em Janeiro/Fevereiro a Tesla já terá mais carros Model 3 produzidos, do que quase toda a concorrência junta, de carros 100% eléctricos.

  24. Pérolas says:

    A pergunta é só esta: Quando vai estar disponível para portugal?

  25. Brasão SS says:

    Deixem se de tretas e arranjem carros eléctricos a sério.
    Lol
    Rimac.
    Lucid.
    Estes sim.
    😀
    Lol

    • Sujeito says:

      Lucid? Vai comprar um desses e conta aqui como correu. Boa sorte

      • Brasão SS says:

        Tem calma. O Lucid Air é um carro que só entrará no mercado lá para 2019 ou 2020 se tudo correr bem. É um segmento superior ao Model S, e apresenta-se como um verdadeiro carro de luxo, e com prestações acima do S. Tanto em velocidade como em autonomia. O problema da Lucid é que ainda não tem fundos suficientes para iniciar a produção em “massa”. Mas pelo menos a empresa é honesta e clara em relação aos percalços que está a ter. Não tem problema em admitir isso publicamente. Além do mais a Tesla já entrou no mercado, enquanto a Lucid ainda não. E isso é um problema, pois entra numa corrida que já foi iniciada pela Tesla já há uns anos. Se tudo correr bem e a Lucid conseguir fundos suficientes para iniciar a produção, podes ter a certeza que no segmento premium a Tesla não tem hipótese. Já viste o preço do Model S premium, e o preço anunciado para o Lucid Air Premium? Eu não tinha a mínima dúvida em qual investir. O grande problema para a Lucid pode ser um atraso tecnológico para a Tesla nos próximos tempos, devido à falta de financiamento. E a Tesla não vai ficar a dormir, como é evidente.
        Daqui a uns tempos falamos.
        Quanto ao Rimac, esse dispensa apresentações. Só não é para muitas carteiras.
        🙂

        • jpp says:

          São mesmo esses carros que fazem a diferença. Imagino que o teu Aventador esteja a precisar de reforma, por isso faço-te uma OPA pelo generoso valor de 150k€.

          • Brasão SS says:

            O meu Aventador não tem ações na bolsa, por isso esquece lá a OPA.
            Estes mesmos carros fazem a diferença para quem os quer, e procura algo diferente. Depende do que cada um procura.
            Se procuras um hipercarro 100 % elétrico com melhores prestações e mais rápido que Lambo’s, Ferrari’s, Porsche’s, Koenigsegg’s, Bugatti’s, etc, de motores a combustão, então o Rimac faz a diferença. Que tenha um design minimalista, sem ser espalhafatoso na rua, Rimac. Já agora, proponho um desafio. Atesta o depósito de um modelo qualquer das marcas acima, e carrega as baterias do Rimac a 100 %, Vamos fazer voltas e voltas em modo corrida ao circuito do Estoril, a ver que consegue ficar primeiro sem “gasosa”. 😉 Se procuras um carro de luxo, 100 % elétrico com conforto e do melhor que oferece atualmente a nível tecnológico, que possa substituir por exemplo um Rolls Royce, ou um Bentley, porque não um Lucid? Ah ok. É outra pinta andar de Roll Royce ou de Lamborghini.
            Rimac? Lucid? Isso é o quê?
            Lol

  26. Raquel says:

    Vítor M, se a tesla com a maior fábrica mundial de construção de baterias não consegue dar conta, fará a concorrência. Eles não estão preocupados com isso.
    O título podia estar diferente, já que as previsões encomendas são superiores aos cancelamentos.
    Mas percebe se a ideia que se quer passar

    • Vítor M. says:

      A Tesla ao pé de uma Mercedes ou BMW é um grão. Essas não têm uma fábrica, têm dezenas pelo mundo. Nem se compara.

      • Pérolas says:

        @Vitor M.: Neste momento pode ser um grão, mas, muito rápidamente pode vir a ser uma “cordilheira”, por exemplo, o android em 2009 representava 2,8% e em 2016 representa 68,31%. A nokia fabrica telemóveis desde 1992 chegou a dominar o mercado e agora luta pela sobrevivência. A bmw e a mercedes, mais a mais, com o Dieselgate e toda a arrogância que têm estão a assinar a sentença… Vamos ficar atentos e ver a evolução.

        • Vítor M. says:

          Estou a falar agora e na sua capacidade de fabrico. Alias, não só agora, não será simples a Tesla “invadir” a Europa e os construtores Europeus ficarem a ver 😉 repara que atualmente a Mercedes, BMW, VW, Renault e Peugeot são dos construtores que mais carros colocam no mundo (faltando provavelmente uma ou outra marca), por isso, quando estas marcas decidirem acabar com a hegemonia Tesla… fazem-nos num piscar de olhos. Agora, é verdade que “parece” que estão a dormir, mas é só porque estas marcas estão todas ligadas ao mundo petrolífero 😉 e o lobby é poderosíssimo ainda. A Tesla por acaso, no país do Tio Sam, não está e por isso nalguns estados está proibida de comercializar os seus veículos. Salvo erro são 6 estados onde é proibida a venda dos Tesla. Porque será FORD?

          Mas isto não está só ai nível da Europa, nos Estados Unidos a FORD, entre outras poderosas marcas, estão também com a empresa debaixo de olho, isto da Tesla faz uma cerra comichão no setor automóvel americano e quando esta marca tiver um relevância (o que para já não tem)… não duvides que o mercado tomará o seu rumo (quem sabe grandes grupos não compram a Tesla).

          É isso mesmo, vamos estar atentos à evolução, era bom que esta marca fizesse muito mais pressão ao mercado, assim quem ganhava era o consumidor.

    • Rui says:

      Raquel? Os fabricantes de automóveis mais conhecidos, já produzem carros à cerca de 100 anos, têem fábricas espalhadas pelo mundo inteiro, centros de investigação sem paralelo, histórico de segurança. Vê o desempenho no crash-test: https://www.cnbc.com/2017/07/06/insurance-institute-for-highway-safety-tests-tesla-model-s.html
      https://www.autoblog.com/2017/07/06/tesla-model-s-fails-to-ace-iihs-crash-test/

    • Rui says:

      “se a tesla com a maior fábrica mundial de construção de baterias não consegue dar conta, fará a concorrência.” A Renault – Nissan vendem muito mais eléctricos que a Tesla anualmente e têm uma gama muito mais variada e dão conta do recado mas a brincar!

  27. T0PL0ser says:

    É tudo muito bonito, mas a verdade é que os carros elétricos poluem o planeta indiretamente, se após 1 século de utilização de pneus de borracha, natural e artificial ainda não foi encontrada/colocada em prática uma solução totalmente ecológica para a borracha, quantos séculos serão necessários para inverter a poluição que irá surgir da banalização das baterias?
    No meu entender o único combustível ecológico é o hidrogênio, assim que a utilização de combustíveis fósseis for banida e as energias renováveis forem o padrão então o hidrogênio será algo banal ( poderá ser produzido com o excedente de energia elétrica disponível), a energia renovável é barata, pode custar mais no início, mas a longo prazo será barata, e é isso que impede os grandes investidores do mundo a investir, eles querem resultados imediatos pois desconfiam do futuro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.