Tesla Model 3 será tão em conta como se pensava?


Destaques PPLWARE

149 Respostas

  1. Claudio Oliveira says:

    Pelo menos o comprador tem a possibilidade de decidir se quer um Tesla barato ou não.
    Mesmo a versão mais “básica” é por si melhor que a concorrência, Leafs, etc.

    • juq1 says:

      ^ pretty much

      • Mambo Cruz says:

        Parece que todos já esqueceram que as vendas de automóveis não estão a crescer de forma brilhante e Mercedes, BMW, etc estão a oferecer Pack’s para cativar clientes ex: pack AMG, 6000 euros de equipamento, etc.
        A Tesla está num ponto tal que não precisa disso! Os carros são apeteciveis e não tem qualquer necessidade de os vender com desconto! Aliás seria um erro brutal começar a vender carros logo com grandes descontos!
        No fundo a Tesla colocou o preço que quiz para que o seu produto fosse valorizado da forma que queriam! … Tal como um iphone!

        PS: A Bateria, que dizem ser a peça que mais influencia o preço do carro, se fôr de 40KWh … se cada Kwh custar os 100 dolares (meta que todos os fabricantes dizem vir a atingir) custará apenas 4000 dolares! Logo o carro tem muita margem para baixar preços… se esse for o objetivo, ou a concorrência pressionar o suficiente!

    • Ricardo says:

      Estás enganado no teu comentário, o segmento do T3 nao é o mesmo que o do Leaf, é um segmento médio, e compete com os carros desse segmento (BMW serie 3, Mercedes classe C, etc.). E nessa perspectiva, o nivel de equipamento é pobre por 35000$, e se adicionarmos os extras, que o colocam ao nivel das versoes base dos que referi por exemplo (excluindo o auto pilot), os precos nao diferem, como tal, nao é uma solucao tao low cost quanto anunciada.
      Ainda assim, o argumento da Tesla pode ser: “É o low cost da marca” e aí está correto.

    • Popopo says:

      Exato, além disso o Model 3 foi feito para que seja barato ter acesso a um carro elétrico. Esses extras são exatamente isso, extras, para quem quer um carro elétrico e +.

  2. Silva says:

    Daniel, Quero um café! É 0.60€, certo? Olha já agora traz mais uma tosta mista… O preço continua a ser 0.60€?

  3. Papa Joe says:

    Mas isso já acontece cpm todas as marcas automóveis…Anunciam na televisão um preço 5 a 10 mil euros mais barato e depois quando vamos ao stand para o carro ficar minimanete operacional temos que desembolsar uma pipa de massa.

  4. Empaler says:

    Foi a concorrencia que pagou por este artigo?
    “Lançado como uma solução mais económica, o Tesla Model 3 poderá não ser assim tão barato como estava previsto.” Não dá para comprar o base?
    Se formos às outras marcas e pedirmos o full extras também não fica mais caro?
    Desculpem lá mas isto é propaganda

    • Vítor M. says:

      Foi, espera, mas qual concorrência… diz-me sff para eu desarriscar daqui da lista. Sim, passa lá pela tesouraria, para levantares o teu. 😀

      Se soubesses analisar o que está em causa, verias que nada tem de propagando, apenas uma avaliação fria deste equipamento face ao nosso mercado. Mas podes sempre apresentar outros argumentos. Assim temos diálogo com utilidade.

  5. Filipe Rodrigues says:

    Não entendo. “A experiência de condução tão característica da Tesla carece de alguns extras que podem fazer o preço do carro disparar, fazendo com que abandone o segmento que se propunha atingir.”
    Ter mais 130 km de autonomia é uma experiência de condução tão característica da Tesla? Ou serão uns acabamentos de luxo? Já sei, são as jantes de 19″! Ah não, é a cor… A maior parte dos extras mencionados são isso mesmo…extras. Não vejo algum que seja (fora o tema do autopilot) que seja tão influente na “experiência de condução tão característica.

    • Vítor M. says:

      Nada disso, ora lê bem:

      Will there still be a $35,000 Model 3 option?
      Yes. Our first production Model 3 vehicles are preconfigured to ensure a smooth production ramp so that we can deliver more cars to more customers at a faster pace. The beginning configuration is a Long Range Battery with rear-wheel drive and premium upgrades, starting at $49,000. These vehicles come with three options for customization: wheel size, exterior color and Autopilot features.

      Additional configurations, including the Model 3 with standard equipment for $35,000, will become available as production ramps, which we expect to be in November 2017.

  6. Francisco says:

    É como alguns jogos de computador ou software. Pagam-se extras de todos os tipos e feitios, alguns até é simplesmente pagar desbloquear a função que é nativa, ou seja já está preparada.

    • Miguel says:

      Isso também já acontece nas outras marcas de automóveis.

      A centralina tem programado, por exemplo, a abertura dos vidros quando quando pressionas por x tempo o botão de destrancar as portas, mas só se pagares um extra é que desbloqueiam isso.

    • Dário says:

      Não te esqueças dos custos associados ao suporte e manutenção de uma nova funcionalidade. Mesmo já sendo possível ativá-la, no caso da tesla pode muito bem não ser tão simples!

      • Francisco says:

        Dário, os custos de manutenção e suporte, julgo que serão sempre suportados pelo proprietário, depois do prazo de manutenção incluído. Salvo se essa manutenção sela vitalícia para a Tesla, desconheço. É claro que estou a falar na activação oficial feito pela marca 🙂

  7. Respeito says:

    “acaba por perder toda as reais vantagens de possuir um Tesla.”

    As reais vantagens não é possuir um carro eléctrico económico e com um design apelativo, diferente dos restantes?

    Acho que o titulo engana. Quando se vai comprar um veículo sabemos o “valor base” e todos sabemos que existem extras e estes são pagas. Este não foge a regra, não percebendo porque fazem disto noticia.

    Sensores de estacionamento, estacionamento automático…

    • Vítor M. says:

      O título deixa em aberto uma questão que devemos avaliar depois de tudo o que está envolvido na aquisição deste Tesla em particular.

      Se agarrarmos na tua frase “As reais vantagens não é possuir um carro eléctrico económico e com um design apelativo, diferente dos restantes?”

      Podemos começar por dizer que económico não o será. Então se este carro custar a módica quantia de 40 mil euros (estamos a relativizar o preço) e permitir que poupes diariamente 10 euros em combustível em relação a um veículo que custa 20 mil euros e traz todo o conforto e mais algum do que aquele que o Model 3 traz, temos cerca de 20 mil euros para abater à poupança diária do Tesla. 20 mil euros dá para muitos anos, tipo, podes ter muitos anos de combustível com esses 20 mil de diferença. Mas vamos por outros caminhos.

      Depois a vantagem deste veículo e todos sabemos que é a verdade, não é ele ser eléctrico, para isso temos já outros no mercado, não venham com essa conversa. A verdade é que a Tesla é atrativa pelas tecnologias tipo:

      – Autopiloto
      – Capacidade de condução autónoma total
      – Ludicrous Speed
      – Auto_park
      – Summon
      – Sistema de filtragem de ar HEPA
      . Etc…

      Sem isto, o Tesla perde o “encanto”, perde a capacidade de se destacar de um Renault Zoe ou de um VW e-Golf. Ora, para ter isso que está destacado, o preço vai por aí a cima e deixa logo de ser aquele carro “acessível”, é essa a crítica mundial no que toca a esta “oferta” ao mercado. Há, contudo, muitos países que estão dispostos e já o fazem, deixar que os impostos sejam abatidos nesta aquisição ao nível empresarial e que haja um incentivo ao nível individual, mas isso é de acesso limitado e pouco conta no nosso país.

      • Respeito says:

        A minha frase que é uma pergunta e não uma afirmação.

        Mas respondeste a minha pergunta mais abaixo. Lá está, a tecnologia, como qualquer tecnologia, os interessados tem de estar disponíveis para pagar o que marca pedir.

        Para mim é muito simples. Quem quer um veiculo a competir com os restantes eléctricos pode adquirir o base, mas se pretende as ditas tecnologias terá de pagar por elas.

        Acho que se criam demasiadas expectativas, desvalorizando o trabalho de quem tenta inovador e fazer diferente.

        Com isto dizer que por vezes se dá demasiada importância e se divulga os alguns assuntos de forma menos correta. Neste caso ja tinham feito a analise do tesla aqui:
        https://pplware.sapo.pt/informacao/chegou-o-novo-tesla-model-3-o-mais-barato-da-marca/ e mencionado a maior parte dos extras e os seus valores.

        Cumprimentos

        • Vítor M. says:

          Não concordo de todo. O Model 3 é o mais barato da marca e não deixa de ser um fantástico carro… mas para alguns países, como para Portugal, se vier despido de algumas tecnologias, é banal. Se quisermos ter o que realmente importa… nos EUA é um valor barato, estamos a falar em 50 mil dólares, barato para eles, em Portugal para um particular 50 mil euros é um preço que está acima de muitas carteiras e rentabilizar esse carro em combustível… é irreal.

          Agora, temos é de ler os artigos, tal como sempre os fazemos, integrados numa realidade global, onde cada vez mais nos integramos, mas nunca sem esquecer a nossa realidade local. Quando uma realidade global de tenta colar a à nossa realidade local, então temos de fazer como fizemos, ser críticos e questionar as ofertas. E feziste bem em fazer esse exame logo na abertura da notícia de lançamento, porque é assim que se faz. Mas nós temos de colocar cada passo a seu tempo.

        • Martins says:

          Concordo com o Victor. Por vezes nao, acredito por eu ser mais renitente a marquetingtices e arquitetices. Mas desta vez vtenho de concordar. O carro tem varios tipos de tecnologia diferente, que podem coexistir num carro mas tal nao é necessário. Mas é o pacote que faz O carro senão é apenas UM carro.

      • Rui says:

        É essa a vantagem de comprar cá. Um particular não tira grande proveito, mas uma empresa ou um empresário, pode comprar este eléctrico e abater a totalidade do IVA, bem como todos os gastos dele de futuro. Algo que não acontece agora com os veículos a combustão, com excepção das empresas que tenham como actividade o transporte de pessoas. Todas as restantes ou não abatem o IVA sequer e ainda têem tributações autónomas (viaturas a combustão com mais de 3 lugares) ou abatem só 50% do combustível e o IVA na totalidade das despesas (viaturas a combustão até 3 lugares).

        • Vítor M. says:

          Sim, os que são viaturas de turismo eléctricas e híbridas plug-in. Mas isso é um Tesla e qualquer outro eléctrico. A verdade é que o mercado começa a ter mais opções e o Tesla, como eu já referi, se não se destaca com as tais tecnologias de ponta… que ao que parece são tudo extras, é um carro caro em comparação com os outros. Claro que é um Tesla, sim é, é fantástico ter aquela tecnologia… mas começa a haver no mercado concorrentes mais baratos e com um nível de equipamento (pelos tais 35 mil euros) mais interessante. Já nem vamos falar em combustão, o elétrico veio para ficar e em muito graças à Tesla sem dúvida.

        • Martins says:

          Muito bem. Uma opinião neutra e bem fundamentada, à realidade atual.

      • Helder says:

        Perde que encanto?

        Em espaço interior, range, design exterior, marca, etc. o Tesla engole essas coisinhas feias.

        E os superchargers?

        • Vítor M. says:

          Não concordo. Isso tudo é muito bonito mas tens isso mais barato numa VW, tens isso numa Renault e por menos dinheiro. Como referi, um Tesla é encantador sim mas com aquilo que referi, com

          – Autopiloto
          – Capacidade de condução autónoma total
          – Ludicrous Speed
          – Auto_park
          – Summon
          – Sistema de filtragem de ar HEPA… Etc…

          Sem isto é caro. Os superchargers terás (se é que não há já) em terceiros dedicados e marcas concorrentes. Não é isso que traz o encanto dos Tesla 😉 simplesmente não é.

          • Helder says:

            Basicamente tens um Tesla S com esses apetrechos todos, e quem não tem, é um falhado…

            Para que é que eu quero isso?

          • Vítor M. says:

            Hein? Um Tesla S ou mesmo o X… isso estamos a falar noutro nível… e por isso tem preços também de outro nível. Nalgum lugar tinha de estar para um veículo custar 100 mil euros e outro 50 mil. Desculpa, mas não acredito em milagres.

      • Vlad says:

        O Renault Zoe não compete com este Tesla, é o preço de entrada ronda dos 31000€. O Volkswagen E-Golf começa nos 40000€. O Nissan Leaf começa nos 31000€. Se o carro chegar cá com o valor de 35000$, este é uma alternativa mais interessante que as restantes que mencionei. Agora eu tenho dúvidas que o carro entre cá abaixo dos 40000€.

        • Vítor M. says:

          Dizes bem, ele entrará no mercado abaixo dos 40 mil a versão base? Mas a versão base o que traz de especial face a um Volkswagen E-Golf, por exemplo?

          Como já referi, eu não duvido da qualidade do veículo, mas a versão base sem certas tecnologias… não faz sentido aquele preço. Qualquer VW ou Renault tem mais hipótese de mercado em Portugal.

          Outra coisa importante é mesmo este veículo chegar a mercados como o nosso para pressionar os outros construtores a baixar preços, essa, a meu ver, é a grande vantagem ao consumidor.

        • LR says:

          Exatamente. Basta ver qual o preço de um Tesla S nos EUA e o preço aqui em Portugal. O modelo 3 estará, acredito, na casa dos 60/65 mil.

        • Carlos says:

          Pois é, o mais barato vai ficar perto do €40000, e o mais caro, que por acaso é o único que vai estar disponível para já, não vai ficar por menos de €50000.
          Não é o que eu diria barato.
          Dito isto, o bom disto é gerar concorrência, não é por acaso que o Leaf neste momento está a ser vendido por pouco mais de €22000…
          E de qualquer das formas, quaisquer um deles ainda estão anos-luz do que se pode considerar barato, porque por €22000 pode-se comprar *dois* Dacia Sandero e ainda sobra dinheiro.

        • Rui says:

          Tu na Venezuela não tens energia eléctrica para carregares o teu Tesla 🙂

          • Vlad says:

            Porque razão precisava eu de um carro elétrico num país que exporta petróleo e os combustíveis são várias ordens de magnitude mais baratos do que cá?

      • Daniel says:

        Como disse, se compararmos o model 3 base com o BMW i3, o preço é semelhante, o Tesla tem mais autonomia, é mais rápido, mais potência, velocidade máxima muito superior, maior com mais espaço, mais tecnologia, atualizações mensais, etc.
        Claro que os sistemas de condução autónoma da tesla e outras tecnologias realmente tornam o carro único, mas o modelo base não deixa de ser bem superior à concorrência.
        Agora também é verdade que ao encomendar agora para receber em 2019, nesse ano a concorrência estará melhor, contudo também não sabemos se nessa altura o model 3 base é mais barato, ou se teve alterações de autonomia, potência ou equipamento incluídos.

  8. Rui says:

    Os opcionais estão ao preço dos extras das marcas de luxo como a BMW e Mercedes. 9000 dólares só para ganhar mais 130 km de autonomia? Dá para mais de 100.000km se comprar os 6500 litros de gasóleo, com os 9000 dólares!!!!!
    Vai ser o futuro, mas ainda está um bocado fora de mão. Com os extras, o Tesla mais barato, fica facilmente por 50.000 dólares ou mais!
    Depois é preciso acrescentar o custo de carregamento e o das baterias, porque elas não duram para sempre! Para percorrer 100.000km ou 4 anos, quanto custam os carregamentos e mais o preço de baterias que durem 4 anos?

    • Helder says:

      Quanto é que custa substituir o turbo de um Mercedes ou BMW?

      • Vítor M. says:

        Deixa aqui dar-te uma ideia. É mais barato na Mercedes que na VW ou na Renault. E duvido que a Tesla seja competitiva nas reparações quando as tiveres de fazer.

      • Rui says:

        Eu posso fazer-te a mesma pergunta. E se tiveres de substituír o(s) motor(es) do Tesla? E as baterias?
        Tenho um BMW com 240.000km, comprei novo em folha e o turbo garanto-te que é de origem, assim como o motor, a única peça que vai ser substituída pela primeira vez é o filtro de partículas, essa é a minha preocupação 🙂
        Mas nada que se compare por exemplo com uma reparação na Tesla. Já agora a manutenção é em Barcelona? Sabes quantos km são para cada lado? 🙂
        Tens de meter férias para levares um Tesla à manutenção, ou contratas uma das muitas empresas que transportam emigrantes para levarem-te o carro e trazerem, por uns módicos 1000€ o transporte 🙂

    • Helder says:

      Achas que um carro poluente a diesel, que faça 5.5 segundos dos 0 aos 100 gasta 6.5 aos 100?

      Realmente percebes de carros!

      • Hugo says:

        Sabes que fazer 5.5s dos 0 aos 100 é diferente de andar SEMPRE no redline certo?

      • Martins says:

        Nao entres nessa. Um grave erro dos pseudo nao poluidores é tentar impingir os seus valores chamando-os disso. Grave erro. É que se nao quiseres piluir, nao compras um Tesla, andas de teanspirtes publicos. Apiluiçao de um autocarro é dividida pir milhares de individuos e a pegada de um Tesla é dividida por, digamos, 5 individuos e ja estou a ser conservativo. Quando ficar sucata tem pneus, baterias, e chaparia de aço ou aluminio pintadas mesmo que sejam com tintas de base aquosa, tem lá COV, paea eliminar ou reciclar.

      • Rui says:

        Realmente as baterias do Tesla são muito ecológicas!
        Não há carros rápidos a consumir 6,5 litros? Realmente percebes de carros. Olha, conduzo um diesel com 10 anos, que faz 7 segundos aos 100 e garanto-te que faço menos de 6,5. Repara bem, com 10 anos e 2000 de cilindrada! E se andar só a 120 em auto-estrada até consigo fazer 5 litros aos 100! Achas mesmo impossível? Não conheces os carros diesel que andam na estrada.

        • Rui says:

          E acrescento um pormenor, este Tesla não consegue fugir do meu carrinho com 10 anos 🙂
          Mesmo sendo mais rápido no início. Uma Hayabusa já tentou e perdeu……… 🙂
          (em auto-estrada com curvas digamos, que metem medo)

          • Vítor M. says:

            Nem do meu aposto 😉

          • Vlad says:

            “E acrescento um pormenor, este Tesla não consegue fugir do meu carrinho com 10 anos”
            Posso saber como chegaste a essa conclusão?

            “Mesmo sendo mais rápido no início. Uma Hayabusa já tentou e perdeu. (em auto-estrada com curvas digamos, que metem medo)”
            Lamento ter que ser eu a dizer-te isto, mas ou o condutor da Hayabusa era inexperiente ou então não estava a competir contigo. Não existe uma única auto-estrada em Portugal que consigas ter a vantagem no teu BMW 2.0D contra uma Hayabusa.

          • Vlad says:

            E já agora qual é a auto estrada que tem as curvas que metem medo? É que eu não tenho conhecimento de nenhuma.

          • Ribeiro says:

            Tens a A29 que não é mt simpatica e um montes de Ip’s.
            Mas concordo ctg o Rui não sabe o que diz..
            é pessoal que nao conhece duas rodas

    • Nikola says:

      Rui, a diferença de valor tem que ser vista à diferença relativa de autonomias. O Tesla 3 com 350 vale 35.000$, o com uma autonomia superior em 40% (500 km) custa 25% a mais (44.000$). Quando o meu pai andou a ver os Leafs, os de 30kWh, com uma autonomia de 175 km custavam 6.000 euros a mais que o de 24kWh com 135 km de autonomia, e na altura fizemos as contas que davam um aumento de autonomia de 29% por um aumento de preço de 25%…
      O que as pessoas deveria ver é que o Tesla 85 de 2012, sem nenhuma das tecnologias que os Tesla S e X de agora têm, era o carro eletrifico com maior autonomia no mercado, 424 km, mas que para isso tinha de sair pelo menos 105.000$ da carteira (sem nenhum extra), hoje, apenas 5 anos mais tarde, para um carro com a aura que a Tesla entretanto ganhou e que permite percorrer 496 km, é preciso “apenas” 44.000$. Em cinco anos apenas, ganhou-se quase 20% de autonomia por menos de metade do preço. Os antigos dos primeiros automóveis a motor de combustão interior do princípio do século passado é que teria gostado de uma progressão tão rápida. Agora imaginem de aqui a outros cinq anos…

  9. Velho Rabugento says:

    Nada de novo.
    O problema é que se mete cartazes com os carros a dizer “Desde 25.000 eur”. E depois para ter um modelo igual à imagem tem de se largar mais 5000 ou 6000 Eur.
    Sim, eles dizem em letras muito pequenas que a imagem/preço não é contratual, mas também deviam dizer “preço da versão exibida”. Isto para mim é tão mau como o facto das comunicações ilimitadas terem limite.

  10. Jorge Santos says:

    É assim com toda e qualquer marca de automóveis, não esperava que a Tesla fosse excepção.

  11. Filipe says:

    “acaba por perder toda as reais vantagens de possuir um Tesla”
    Então por um pouco mais que um leaf, i3 ou outra coisa do género, temos um carro bem mais bonito, melhor e uma autonomia consideravelmente maior, não me parece que se perca qualquer vantagem.

    • Vítor M. says:

      Ou um VW, um Renault, um Nissan… a verdade é que sem algumas das tecnologias que são extras… o Tesla fica banal. E nesse campo tem outros modelos que oferecem mais por menos. O que atrai nos TEsla são algumas tecnologias inovadoras… essas sim, fazem o mercado olhar para a Tesla como uma verdadeira inovação.

      • Filipe says:

        O Tesla julgo que se colocará no mesmo segmento (premium ou quase) que o i3, que segundo o guia do automóvel tem preços a comeaçr nos €38k com menos autonomia e provavelmente mais ou menos o mesmo equipamento.
        Acho que para o segmento em que se insere, está à frente.

        • Vítor M. says:

          Não acho lá muita graça a um i8, mas foi um dos primeiros a avançar na Europa com garra e não se ficou pelos mercados “confortáveis”, vulgo, dentro da Alemanha, tal como a Tesla fez. Atenção que eu sou um seguidor Tesla desde há anos… e quem sabe… quem sabe, um dia um cliente, mas não de um carro desprovido daquilo que vale a pena num eléctrico… ou então vamos para o que todos os outros eléctricos nos podem dar.

          Olha que fui ao Stand da Tesla e o que o vendedor me disse foi “se encomendar agora só será entregue em 2019″… vamos apostar que em 2019 temos BMWs, Mercedes, Audis, VW, Renaults… entre outros, já com ofertas muito mais interessantes que a Tesla?

          Volto a referir, um Tesla sem:

          – Autopiloto
          – Capacidade de condução autónoma total
          – Ludicrous Speed
          – Auto_park
          – Summon
          – Sistema de filtragem de ar HEPA

          É um carro banal.

          • Nikola says:

            Não entendo a alusão dos mercados confortáveis, …ou entendo no sentido que a Tesla não veio logo para Portugal porque não era um mercado “confortável”? Acho engraçado esses tipos de comentários, muitas vezes pelos mesmos que “picam” a Tesla por não ser uma marca ainda rentável…Assim, a Tesla tinha que ter logo à partido uma rede de venda e assistência como a rede da BMW, uma marca centenária, da mesma forma que a criticam por não se meter logo a construir milhões de carros como os concorrentes centenários que têm dezenas de fábricas espalhadas pelo o mundo. A Tesla vai crescendo ao ritmo possível, e é claro que investe primeiro em mercados que mais depressa possam compensar os investimentos avultados que uma rede de concessionários supõem.
            Quanto a esses outros, espero bem por eles que acordem, que a Tesla não pode fazer tudo sozinha! Mas ainda estou à espera do Q6 prometido para 2014, do I5 e outros Mercedes e VW que nunca chegaram a sair a não ser em concept carros quase todos anos, é que o dinheiro ganho custa da nossa saúde a vender carros com níveis de emissões mentirosos.

  12. Daniel says:

    Os outros modelos tesla também tem extras assim como a maior parte dos carros.
    O tesla s custa a partir de 69000 e o odel 3 a partir de 35000, pelo que é significativamente mais barato.
    Se compararmos o tesla com por exemplo o BMW I3 de preço semelhante, o tesla é claramente melhor.
    Apesar de ter uma boa relação qualidade/preço, ainda continua a ser muito dinheiro para a maior parte dos compradores, nomeadamente em Portugal.
    De todo o modo é um passo importante na mobilidade elétrica, e vai obrigar os outros fabricantes a melhorar a oferta.

  13. iDespairing says:

    Pois. Mais os famosos impostos nossos em autmoveis que sao ilegais segundo a EU. Fica a um preço louco.

    • Rui says:

      Tesla só paga IVA, arrisco dizer que o preço do carro será 38 mil € para o base e totalmente equipado deve ir para os 58 mil €, mesmo que seja uma versão intermédia vamos dizer 46 mil para ter pintura, jantes e equipamento prémio ficas com um carro que faz 0-100 em 6 segundos com interior de luxo, cheio de equipamento é bom preço, um Peugeot 508 com motor 2.0 HDi custa quase isso novo e se for a versão GT vai quase para os 50 mil, ninguem pode dizer que o Model 3 é caro pois o carro até é bastante barato tendo em conta o segmento que se posiciona, agora se o forem comparar com um Dacia Sandero ai claro que é caro…

    • Hugo says:

      Eletricos não pagam ISV. De qualquer forma Portugal nem sequer dentro da EU tem os maiores impostos em carros.

      • LR says:

        Comentário de um entendido. Porque será que os carros em Portugal são mais caros que no resto da Europa? Também te passou ao lado que o ISV é calculado e adicionado ao valor do carro, e depois levas com IVA sobre o total dos dois, certo? Imposto sobre imposto?

        • Rui says:

          LR ele até que está certo, não temos dos maiores impostos, mas tambem não é os mais baixos, estamos a meio da tabela, existe ai paises na europa que até doi ver o preço de carros…

  14. Agostinho Teixeira says:

    Sinceramente não percebo o espanto.
    Ora vamos ver o Nissan leaf:
    Preço Base: 31.340 € Já com impostos;
    Cor sem ser a base(branco): 550€
    Jantes 17”: 1107€
    Carregador inteligente: Não existe
    Bateria com mais autonomia: Não existe
    Ceninhas cromadas que o tesla Model3 traz de origem: 144+195+278+193
    Espelhos retráteis: 105€
    Interiores todos bonitos: 177€ pela consola central + 276€ pelos bancos
    Sensores de estacionamento dianteiros: 147€
    Estacionamento automatico: 399€
    Preço já sobe para cerca de 35.000€…
    E não ha opçao de bateria melhor, nem interiores luxuosos que se comparem ao Tesla, nem o conforto, nem a performance. Sem falar de tudo resto…
    A diferença não é assim tanta quanto isso.

    • badsector says:

      E o tesla com impostos fica a quanto?

      • Rui says:

        pelas minhas conta 38 mil o base, top de gama 58 mil

        • Artur Santos Silva says:

          Pelas minhas dá bem mais que isso…não se esqueçam que os preços anunciados nos EUA são sempre sem impostos! Logo, são 35,000$ sem impostos nos EUA! Fazendo a paridade com o dólar, são 35,000€ de base. Acrescenta-lhe agora, custos de importação, custos de armazenamento e legalização, margem de lucro dos concessionários e o IVA! O preço nunca será menos de 40.000 sem IVA, o que rondará, no mínimo os 50.000€…

          • Rui says:

            35.000$ é 30.000€ mais IVA fica em 37.000€ custo de transporte é 400€ (valor pago no Model S/X) matricula tenho ideia que é 250€ logo ronda os 38 mil de base, lembra-te que o carro não paga nem ISV nem IUC.
            Eu comparei estas contas com o S e fiz as mesmas para ele e tive uma margem de erro inferior a 500€…

    • Carlos says:

      Neste momento, se fores ao site da Nissan vais ver que o Leaf Tekna (o modelo mais caro) está a ser vendido por pouco mais de €30000.
      Concorrência é uma coisa boa!

  15. Leonel Augusto says:

    E onde está o espanto?
    Mesmo com os extras todos fica mais barato que qualquer outro dos modelos no preço base. Adicionar extras ao veiculo é o “ganha pão” das marcas, e a Tesla sempre soube fazer isso muito bem. Qualquer um dos modelos tem muitos extras a adicionar, assim como capacidade das baterias. A diferença aqui é a menor gama de extras que este modelo tem, o que faz o carro menos personalizável mas com uma eficiência de fabrico maior o que faz com que o preço baixe

  16. Gerardo says:

    Engraçado como a Tesla é a primeira marca automóvel a ter DLC pago 🙂

  17. Antunes says:

    pplware a criar caso onde não existe caso!

    Eu posso comprar um renault por 13.000 mas o mesmo renault se eu começar por inlcluir todos os extras e mais alguns facilmente chega ao dobro do carro.

    Não conheço melhor carro do que o Tesla 3 pelo mesmo preço, por exemplo na Califórnia depois do incentivo fiscal por ser um elétrico ele fica por 21.000€.

  18. Marcos says:

    Normal preço subir com extras

  19. Pedro Coelho Silva says:

    O preço base, 35.000, efectivamente dispara se se quiser todos os “extras”. Concordo que essa flutuação no preço é bastante elevada e pode mudar a perspectiva de em que segmento se encaixa este carro. Mas afirmar na notícia “acaba por perder toda as reais vantagens de possuir um Tesla” parece-me ainda mais exagerado que as afirmações da tesla sobre o segmento em que o M3 se insere!. Por exemplo , um carro que vai dos 0 aos 100 em 5,6 segundos por 35.000 esta dentro ou ligeiramente acima do que oferece atualmente nessa gama de preços ou 350 km de autonomia , rating EPA atenção é muito superior a tudo que existe no mercado actualmente.

  20. Vitor Jesus says:

    Podem clarificar esta parte?
    “no entanto, acaba por perder toda as reais vantagens de possuir um Tesla”

  21. Filipe Teixeira says:

    Mas não é normal o preço subir com extras? Estavam a espera que os 35k fossem a versão completa? Já tentaram adicionar extras a um S ou X e ver que facilmente se chega aos 170k!
    Além disso isto é comum a todas as marcas, será mais interessante saber quanto fica em Portugal a versão mais básica depois de conversões e impostos.

  22. Sérgio J says:

    Ao contrário do que aqui se apregoa não se está a falar de extras de conforto ou estética. Está se a comparar os módulos que destinguem a Tesla da concorrência. Quem compra um Tesla quer esses módulos como nós irmãos mais velhos.

  23. Helder says:

    Quem acha isto escandaloso?

    Para uma marca premium, o modelo base já bem mais que bem equipado (como os estofos em pele, jantes de 18”, etc.)

    Para mim, o base serve para mim e provavelmente para 99% da população.

    Vão comprar um BMW por exemplo a ver se não vão querer gastar dinheiro em extras e quanto é que ficam coisas como jantes de 19”…

    • Rui says:

      cuidado o base não tem bancos em pele, nem nada de ajuste eletrico, isso faz parte do pacote de 5 mil $ que ai ja incluio bancos em pele eletricos aquecidos, sistema de som melhor, volante de ajuste eletrico, espelhos eletricos aquecidos, zona de arrumos na consola central, usb para tras e por ai fora, para ter muito luxo o preço começa nos 40 mil $ ou uns 44 mil € cá…

      • Helder says:

        Pensei que vinha, mas mesmo assim, num BMW ou Audi ou Mercedes, os bancos em pele são acessório e custam só eles 2000€ dependendo da marca…

        Mesmo por 44 mil euros que seja, é o preço base de um 320d sem esses extras.

        E o Tesla anda mais, tem mais pinta, e gasta menos.

    • Hugo says:

      Sem querer estar aqui a fazer offtopic, mas algo nas tuas opiniões não faz sentido.
      Ora bem, no que toca a smartphones defendes com unhas e dentes uma marca premium, que vende bons produtos, é verdade, a preços premium. Andas constantemente a pregar como a melhor marca, melhores produtos, mais qualidade e uns quantos milisegundos mais rápidos. No que toca a um carro a tua opinião é “Para mim, o base serve para mim e provavelmente para 99% da população.”?? Achas mesmo que os extras são insignificantes?
      Não entendo a tua forma de pensar, nem sei se realmente pensas no que dizes mas as tuas prioridades são claras.
      Pouco importa o conforto, pois o status é o mesmo. Parabéns!

    • Joel Reis says:

      Para quem num telemóvel só se contenta com o “melhor”, contentas-te com pouco no carro.

  24. gorndon says:

    enquanto não fizerem um carro eléctrico que faça pelo menos 900 a 1000 km’s com uma carga, não é para mim…

    mas como é normal em Portugal a carga fiscal, vai mandar a versão base do Tesla lá para os 40.000€ mo mínimo, fora os impostos que ainda vão inventar para taxar os carros eléctricos como taxam os a combustível…

    isto ainda vai levar muito tempo até haver carros a preços acessíveis e com autonomias que sirvam a todos, e claro mais que tudo postos de carregamento em larga escala…

    • Helder says:

      Claro, enjoa pagar 2€ pela gasolina ou andar a gasóleo…

    • Nonnus says:

      Nunca vão ser acessíveis! Os motores de combustão foram inventados quase há 200 anos e hoje em dia em Portugal paga-se como se tivesse sido inventado ontem. É certo que um motor de hoje em dia, nada tem haver com o primeiro motor, mas o principio é o mesmo. Depois existe sempre o “problema” de sair uma nova mariquice que vem no modelo mais recente que se paga ao preço do ouro, e assim os preços mantêm-se sempre altos.

      Como em Portugal os ordenados são sempre baixos, e os impostos altos nunca vamos ter carros a preços acessíveis.

  25. Mula da Cooperativa says:

    Comprar o TM3 com o Leaf, Bolt, Golf ou qualquer outro VE é um insulto no mínimo.
    O TM3 está posicionado no mercado como berlina de luxo, e os concorrentes directos serão o BMW Série 3, Audi A4, Mercedes Classe C e Lexus IS.

    O modelo base do TM3, que estará disponível a partir do final deste ano, irá mesmo custar 35kUS$ antes de incentivos. Não é invenção nenhuma, conforme tentam fazer passar neste artigo.

    Preços para PT, podemos calcular da seguinte forma: 35k€+IVA=43k€.

    O TM3 básico, faz 0-100 em 5,6s.

    O BMW Serie 3 mais barato que se aproxima disso, é o 330i que custa cá 53k€, conforme o configurador online. Ou seja mais 10k€.
    Mas como *ninguém* em PT compra um carro deste segmento a gasolina, a versão diesel que faz precisamente 0-100 em 5,6s é o 330d, que custa apenas: 68k€.

    Este valor, deverá dar para comprar o TM3 long range com todos os extras.

    Caro? Não! Baratíssimo!

    • Vítor M. says:

      Mas afinal é dos zero aos 100 que se vê a qualidade do segmento? Essa é nova. É que não é de certeza, mais ainda nos dias de hoje. Os carros eléctricos são vistos pela poupança e pelo desempenho (alcance) e não pelo tempo dos zero aos 100 km/h. E mais… por 43 mil euros não tens certas tecnologias, tens um veículo despido daquilo que é mais popular e fantástico num Tesla… 😉

      • Filipe says:

        Devias experimentar ir a um stand da BMW ou da Mercedes com 35k (ou até 43K) e tentar trazer um serie 3 ou um classe C. Nem “despido” vem…

        • Vítor M. says:

          Estás enganado meu caro 😉 esse tema a mim não me é desconhecido e por isso, essas marcas que falas têm ofertas fantásticas… assim para perceberes que não dominas, só um exemplo 😀

          C 300 h Station Gasóleo
          150 + 20 kW (204 + 27 cv) 4 Cilindros
          99 – 106 g/km
          3,8 – 4,2 l/100 km
          7G-TRONIC PLUS
          KIT Desportivo AMG
          52 mil euros (e bem negociado, poderás até ter melhor preço)

          E tens só um avião… 😉 e vai agora a um Tesla ver onde tens este nível de equipamento e depois vê quanto pagas.

          Se tirares aqui duas ou três coisas, facilmente tens um veículo na casa dos 40 mil, basta não ser o C 300 h Station, se apostarem num C 300 h, Gasóleo, 150 + 20 kW (231 + 27 cv) 4 Cilindros, 94 – 103 g/km, 3,6 – 3,9 l/100 km, Caixa de velocidades automática 7G-TRONIC…. consegues abaixo dos 48 mil euros. E estamos ainda a falar em veículos muito superiores ao Tesla em muitos parâmetros, atenção.

          Se fores para os C 220 d… então podes estar a falar em máquina abaixo dos 40k. Sim, ainda com conforto maior que num Tesla, segurança Mercedes, tecnologia de um dos maiores construtores mundiais.

          • Filipe says:

            No site da Mercedes consta que esse modelo é a partir dos 54.150,00. Deves estar a falar de outra C 300h certamente… Além do mais por esse preço, segundo o que escreveste aqui, já podemos ter um Model 3 da Tesla (porque pelos vistos não basta ser da Tesla para ser um Tesla…). Ah, só mais uma coisa, conheço quem tenha comprado uma C 300h no mês passado e pediram-lhe mais de 60k sem por muitos extras. Mas verdade seja dita, o feedback que me deu é bastante bom…

          • Vítor M. says:

            Ó… vais ao site 😀 vai mas é a um stand grande, bom, com muita escolha. Deixa lá o site. E que extras é que lhe meteram para ir aos 60k? É que um Tesla Model 3 por 60K pode não ter tudo, lembro que ele poderá custar 35 mil dólares, mais 15 de extras (mais IVA), contas feitas, e corrijam-me se estiver errado, ele poderá custar algo como 62 mil euros… ou mais. E mesmo assim, comparado com um BMW ou um Mercedes de 60 mil… deixa que te diga… é a cena da tecnologia, porque o interior de um Tesla (não sei se já entraste num), meu caro… não tem nada a ver estes carrinhos alemães… desculpa lá.

            Volto a dizer, um Tesla sem aquelas cenas tecnológicas, é banal e não vale o preço. O que faz dele um ícone, são as inovações tecnológicas e isso sim, admiro e sim… a ter um é com isso, para ter um carro elétrico despido do mais interessante…

      • Helder says:

        Quanto é que custa por aquelas coisas que dizes que sem “é banal” no BMW 330i?

        Piloto automático, Diogo HEPA, etc?

        • Vítor M. says:

          Estás enganado, não é assim que deves comparar, por isso Tesla é emblemático, porque os outros ainda ou não têm ou o que têm está muito verde, face a estas tecnologias Tesla. Mas isso é o que coloca a Tesla num patamar premium, sem essas tecnologias é banal. Os outros quando chegarem ao mercado (e não te esqueças que um BMW, uma Mercedes, VW, Audi, Volvo, Opel, Renault, etc…) têm de “despachar” milhares e milhares de carros produzidos, outros para produzir mas contratualizados até mudar a agulha em termos de conceito. Ao passo que a Tesla não, partiu já de uma princípio praticamente novo. Sem história nem stock….

          Por isso, repito, os Tesla sem aquelas tecnologias, que são extras, é banal e caro.

        • Martins says:

          Nao queendo ser asvogado de ninguem, pq nao sou pago para isso, acabaste de jystiicar a opiniao do Victor.
          O pacote é que faz o Tesla.
          O pacote é que faz o iphone.
          Sem certos pacotes, são mais um carro ou mais um telemovel, e não O carro ou o Telemovel de referencia para outras marcas, num mercado que será muito competitivo, porque nenhuma marca de automoveis grandes ira ficar para trás, a nao ser que utilize tecnologia diferente da electrica, como a d hidrogenio.

          • Martins says:

            …irá ficar para trás. “ponto”.
            Já há comboios a hidrogenio que irao substituir comboios eletricos. Por isso a tecnologia de usar o hidrogenio como combustivel sera menos polunte que a elétrica.

          • Helder says:

            Nada do que disseste faz algum sentido, desculpa, tenta outra vez.

      • Mula da Cooperativa says:

        Para comparar é preciso fazê-lo por algo quantificável, usei a métrica 0-100 porque não me parece honesto comparar um Série 3 1.6 diesel com o TM3!
        0-100 é uma indicação da performance de um carro, como tal convém comparar o TM3 com carros com o mesmo tipo de performance.

        Claro que podemos usar outras métricas, como a velocidade máxima, as dimensões, tamanho da bateria e/ou autonomia. Mas os 0-100 é uma maneira muito prática de rapidamente filtrar o trigo do joio.

        E não, os carros eléctricos não são vistos apenas pela poupança. Ou melhor, um carro como o Tesla não é para ser visto apenas por esse prisma. Se assim fosse, a Tesla fazia um Leaf e estava o assunto arrumado, mas como disse o Elon Musk há mais de 1 ano na apresentação do TM3: “We at Tesla don’t make slow cars”.

        • Vítor M. says:

          Os carros eléctricos são vistos pela poupança, claramente. Além disso, nos Estados Unidos são visto pela tecnologia que transportam, na Finlândia, Holanda e outros países mais a norte são vistos por serem menos poluentes, portanto, estes são os pontos fundamentais de um Tesla: economia, tecnologia e ambiente.

          Em Portugal qualquer um destes está condicionado ao preço dele, visto não termos salários como em qualquer dos países citados em cima. Assim, o encaixe deste carro, o Model 3, terá de ter um pouco de tudo, terá de ser económico, a começar pela compra, ninguém compra um carro de 45 mil euros por ser económico no dia a dia… 45 mil euros não é economia, é luxo. Contudo, se alguém quer um carro de luxo, por esse preço, compra um BMW, um Audi, um Mercedes, um Volvo, um Jaguar (sim sim, lembro que um Jaguar XE pode ser adquirido por cerca de 44 mil euros)…. portanto… vamos para o seguinte requisito, o ambiente. Em Portugal estão todos a borrifar-se para o ambiente. Por esse preço, eles querem é qualidade e, mais uma vez, em cima está uma lista de marcas que t~em ofertas muito superiores ao TM3… a não ser que este traga as tecnologias que fazem dele um carro especial, aí o preço vai para os 60 mil (+IVA?) com muita facilidade.

    • Filipe says:

      Exacto! Tudo certo excepto a parte do IVA. Os 35k incluem IVA nos EUA, que não é muito diferente do nosso. A julgar pelos preços do outros modelos da marca cá, diria que este se deve manter pelos 35k euros. A isto ainda podemos acrescentar dois incentivos – 2250 no abate de um veiculo em fim de vida e mais 2250 para os primeiros 1000 eléctricos do ano. Podia mos acrescentar também fazer conta ao combustível e manutenção, mas isso é óbvio…

  26. ACS says:

    Não sei se têm isso em conta mas qualquer preço anunciado por empresas Americanas é sem IVA.

  27. Belmiro says:

    A marca cobra até bastante menos que as outras, em especial as alemãs. Estes carros eléctricos tem poucas peças e manutenção, a largo prazo saem baratos excepto na bateria mas vão aparecer da concorrência e os preços vão baixar. No caso das alemãs tudo são extras e caros.

  28. José Rafael says:

    O BMW Serie 3 também começa nos 30 e tal mil euros e vão até aos 80 mil facilmente… é tudo uma questão de extras

  29. R says:

    O que me assusta nos carros eléctricos é o preço das baterias.
    O que me agrada (pelo que sei), é ter o binário máximo “sempre” disponível e o pouco que se gasta em manutenções. E gostava de ler mais sobre este ponto e que também entrasse como comparativo nos custos, e não só o consumo/ 100Km

  30. Daniel says:

    os ) 9 mil euros não é só para a autonomia.
    O veículo tem mais aceleração, velocidade máxima maior, e carrega mais rápido. Se compensa, provavelmente não, mas a diferença não é apenas autonomia.

  31. Carlos says:

    35000 dólares nos EUA, ou seja, antes do IVA e mais homologações e registos e sei lá mais o quê.
    Depois disso tudo e mesmo, vai fazer com que não fique por menos de uns 40000 euros.
    E mesmo que fosse 35000 euros, só no mundo da lua é que isso é considerado barato.

  32. Joel Reis says:

    Parece-me que não estão a compreender bem aquilo que se pretendeu transmitir no artigo.
    Pelo preço base não se tem um “verdadeiro Tesla”, não se tem aquilo que torna a Tesla diferente das outras e acaba por concorrer de modo mais ou menos directo com aquilo que já existe no mercado e que pelo mesmo preço oferece mais é melhor.

  33. Daniel says:

    penso que o preço das baterias começa a deixar de ser um problema. Não sei exatamente quantos ciclos de carga tem uma bateria tesla mas deve variar entre as 500 e 1000, ou seja, entre 175 mil e 350 mil km, até começar a perder de forma mais notória a capacidade, isto para o modelo base. Isto significa que para muitas pessoas as baterias irão durar a vida útil do automóvel, para além de que o preço vai continuar a baixar.

  34. Mario says:

    Por mim ate podiam ser vendidos a 1000 euros pois me traria a vantagem de fazer baixar o preço dos carros a serio. Sim… sou daqueles que gosta de conduzir um carro a serio e nao um tablet. A antecipar-me as criticas dos meninos tecnologicos que preferem estar a brincar com o seu dispostivo… tecnologico em vez de estar a trocar miminhos e a fazer coisas boas com a namorada apenas digo… Cada um tem direito de gostar do que quiser e como eu gosto de carros a serio , cerveja fria e mulheres quentes :p

  35. CMatomic says:

    Ainda me recordo dos plasmas a 10 mil euros , olha agora temos Tvs LCDS Por menos 300 euros , assim são os carros eléctricos , daqui 10 anos, vamos ver carros eléctricos com tecnologias superiores ao um preço bastante reduzido .

  36. Alex says:

    O principal problema de todos os carros eléctricos é a autonomia, todos…. Por enquanto.
    A Tesla não faz milagres, o modelo 3 por 35 mil dólares, que devem ser 40 mil euros em Portugal, deve estar muito abaixo do custo de produção – o que para o consumidor é excelente, mas não é sustentável para a Tesla.
    O modo que a Tesla tem para minimizar o problema é cobrar valores absurdos por extras em muitos casos mais ou menos óbvios.

    Existe muita excitação em torno dos carros da Tesla, que tem um enorme mérito na promoção dos carros eléctricos, mas o primeiro carro eléctrico para as massas foi o Nissan leaf, que conta com uns anitos e que na próxima versão deve evoluir muito e que pode ser comprado hoje.

  37. Macgyver says:

    Tesla modelo 3 é sem duvida bonito tem bom alcance etc…. mas por 35000 dolares bem que podiam ter instalado um velocímetro digital como nos outros carros em vez do sofrível ecrã central.mas gostos não se discutem pois há quem goste e quem não goste. Pessoalmente prefiro o hyundai ioniq electric pois por dentro, embora mais pobre em qualidade vem muito mais equipado , e sim eu sei que só tem uma autonomia de 200 e poucos quilómetros mas a próxima versão já terá ,segundo o fabricante o dobro da autonomia. Tesla modelo 3 para quê afinal???? pelo autopilot????

  38. Daniel says:

    Quanto à autonomia,
    Quando falamos que o nissan leaf pode ir até 350 Km com a bateria maior, que o I3 pode ir até 300 km e o zoe a 400km, estamos a falar da norma europeia. Os valores indicados pela tesla respeita a norma americana que é bem mais real, e é cerca de 20% abaixo. Ou seja, se convertemos a autonomia ddo model 3 para a norma europeia temos cerca de 420Km para o modelo base e 600 para o modelo mais caro.
    O autopilote pode ser adequirido mais tarde, quando for mais útil, embora creio que fica um pouco mais caro do que quando pago logo na aquisição.

  39. Nome says:

    tenho pena é daquele que decida investir n’um destes e venha a ter a bateria avariada depois da garantia…vejam só o preço da alternativa…aí sim é q vao pensar 2x se é melhor ir mantendo um carro a gasoleo/gasolina devagarinho ou ter de ir fazer empréstimos ao banco pra pagar baterias e afins…é q carro elétrico – bateria…não dá lol

  40. paulo says:

    O mercado de automóveis deveria lançar kit´s de conversão de motores a combustão para os eletricos .Se a ideia e salvar o planeta. e não o bolso deles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.