PplWare Mobile

Apple quer o seu próprio cartão SIM


Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. a Friend® says:

    Este conceito ainda pouco falado e poucos detalhes ao inicio assustou-me um pouco, porque para além de mudar de cartão com frequência, quando viajo (e conheço muita gente que faz igual) compra cartões recarregáveis lá fora para os usar e evitar os roamings, ou seja, como seria de futuro isto?
    Foi das primeiras perguntas que fiz, porque ir a uma AppleStore cada vez que tivesse que trocar de cartão não faria sentido algum e possivelmente uma forte razão para não adquirir um iPhone assim… seria de loucos.

    Mas segundo alguns detalhes mais pormenorizados, dizem que será de forma fácil, via Wi-Fi ou Dock, para reprogramar o dito “built-in sim card”… se assim for, já fará algum sentido adoptarem esta tecnologia. Aquela “gaveta” se inserir os cartões deverá estar a ocupar algum espaço que a Apple quer para reduzir os equipamentos ou aumentar a bateria, como fez com os Macbooks, que ao retirar o mecanismo da tampa da bateria teve um ganho de espaço significativo para aumentar a bateria.

    • dajosova says:

      É um ponto de vista, apesar de concordar com a tua preocupação inicial; isto é, é bem mais simples trocar de cartões.

      do ponto de vista tecnológico até não será nada do outro mundo, agora… que a implementação deste novo modelo de negócio não vai ser dada de bandeja pelas operadoras, ai isso não vai.

      A Apple sabe o que faz e de uma forma ou de outra, penso que o consumidor sairá beneficiado… mas com mais alguma informação saberemos as reais motivações da Apple!

    • Ppietra says:

      Realmente não faz sentido nenhum pensar que isto serviria para contornar as operadoras!! Como é que pensam que as pessoas telefonam!? Têm que ter uma conta com uma operadora, e cada operadora tem que aceitar o novo utilizador atribuindo um número!! O cartão é só um método para identificar a pessoa na rede.
      Aliás para uma operadora, se este sistema for seguro, é muito mais vantajoso pois tem muito menos despesas, por não ter que distribuir cartões.
      A Apple já vende os telemóveis pela sua loja em vários países, alguns são modelos livres, outros já com cartão onde apresenta as opções das operadoras. Não traz nada de novo nesta frente.
      A única coisa que muda com isto é que o consumidor fica mais dependente da Apple para interagir com as operadoras, embora não altere a relação de poder entre Apple e operadora! Se for fácil para um utilizador mudar de “cartão” por software, acho que até pode ficar agradecido… Pode é tornar mais complicada a fuga aos contractos de fidelidade!

      Para a Apple terá muito mais vantagens ao nível de custos e engenharia, sem dúvida
      Ao não ter um circuito e chips para ler o cartão, poupam dinheiro e espaço – bastante espaço. Se há coisa que se vê nos aparelhos da Apple é que eles estão cada vez mais densos no seu interior, quase sem espaço livre!! O padrão é fácil de ver…

    • applethebest says:

      Após ter lido alguma informação, basicamente os novos “cartões” da Apple não poderão ser retirados do Iphone, sendo que será um cartão interno.

      Alguns entusiastas dizem que a Apple poderá ter em vista mandar um satelite e todos os que tenham produtos da Apple podem tirar proveito do tal satelite, a nivel de telefonemas mas também a nivel de internet.

      Claro que isto é mais um rumor e sinceramente não acredito nessa ideia de enviar o tal satelite

      • Ppietra says:

        Satélite!?
        Já viste algum telemóvel que comunica através de satélite? São uns pequenos monstros no mundo actual… consumem muito mais energia, etc, etc, etc

  2. Rucas says:

    Na próxima semana a notícia vai ser “Apple quer o seu próprio país” hehe

  3. Álvaro Anjos says:

    Eu chamo a isto, monopólio comercial.

    • applethebest says:

      Microsoft isso sim é monopolio, quando compras um pc a maior parte das vezes tem o windows, nem podes escolher, ali só compras o iPhone se quiseres e não estou a ver onde entra esse monopolio

      • queda says:

        e tu só compras um pc se queres…
        muito ingénuo tu…

      • neon says:

        Quando compras um MAC\iPhone qual o SO que vem com ele? Santa ignorância! A Microsoft não fabrica equipamentos, logo os equipamentos que vêm com o Windows, foi o próprio fabricante que assim o decidiu.

        • Tiago Monteiro says:

          Há cada um… Os PC’s na maior parte das vezes trazem o Windows, agora os Mac’s, trazem SEMPRE o Mac OS!
          Já agora, em qualquer PC consegues instalar Windows ou Linux, enquanto que o Mac OS, “supostamente” não o usas num PC normal! Queres mais?! Um colega meu foi dos primeiros a ter um iPhone em Portugal, comprou antes ainda de sair…Conclusão: Mandou-o para trás porque não dava para ligar por Bluetooth ao carro, tinhas de comprar o Bluetooth da Apple, que no preço não era nada amigo!! Monopólio de quem afinal?!?!?!? :S

        • Tiago Monteiro says:

          A resposta era para o sr. applethebest…

        • jorge santos says:

          “os equipamentos que vêm com o Windows, foi o próprio fabricante que assim o decidiu.”

          Acho que trocaste a ordem dos acontecimentos. Penso que era isto que querias transmitir:

          “o WINDOWS que vem com o computador, foi o próprio fabricante que assim o decidiu.”

          Isto porque é lógico que quando vais comprar um computador ele já trás o Windows (na maior parte dos casos) MAS se fores comprar o Windows ele não trás um computador com ele 🙂 .

        • applethebest says:

          Santa ignorancia. A Microsoft “obriga” as marcas a ter o windows. Sendo que o Mac OS X só funciona nos Mac. Agora o Windows funciona em tudo, porque a Microsoft assim obriga as marcas a ter. Voces não pensam

    • R says:

      x2
      Cheira-me que é mais uma maneira de “fidelizar” (eu prefiro dizer CONTROLAR/DOMINAR os clientes.

  4. henrique says:

    Por isso e que quero despachar o meu iphone e comprar um samsung galaxy! Apesar de o iphone ser excelente não gosto da política da apple!

    fiquem bem

  5. Fran says:

    Jogada de génio.

    Steven Jobs esta 10 anos á frente da concorrência.

  6. A Apple agora quer tudo. Posso estar a ser obtuso, mas não me revejo em nada na política deles. Ainda bem que temos outras opções.

  7. Gonçalo says:

    E fala-se da Microsoft…

    • STP says:

      Exacto…

      Estes é que querem controlar tudo…

      Acabar com a hipóteses do jailbreak ou qualquer tipo de liberdade!

      A sorte deles é que há fanboys para tudo hehe

      • RaCcOn says:

        Deixa-te estar que a Microsoft da-te liberdade…
        O impedimento do Jailbreak, estão no direito deles…afinal de contas apenas estão a garantir que o equipamento funciona dentro das normas de performance e segurança que eles próprios definiram para o utilizador.

        • dajosova says:

          Essa foi a maior nabice aqui dita!!

          A Apple perdeu justamente o direito a impedir o jailbreak !

          O jailbreak é legal.

          • Ppietra says:

            Não confundas a legalidade duma pessoa em fazer Jailbrake (dentro dos parametros da lei), com a impossibilidade duma companhia em impedir as pessoas de fazer Jailbrake. A Apple pode muito bem continuar a tomar medidas que impeçam o jailbrake…

          • RaCcOn says:

            Exactamente, eles podem continuar a impedir se o bem entenderem…por mim como utilizador de produtos Apple estão completamente a vontade.
            Se isso apenas me trás o benificio de ter um equipamento que funciona em pleno…

    • balzaquiano says:

      Microsoft nunca conseguiu fabricar nada que preste nessa area!
      E já estou até vendo o FRACASSO do “Windows Phone 7” vai ser igual seus finados produtos:
      Windows ME
      Windows VISTA
      ZUNE,
      KIN ONE,
      KIN TWO,
      http://colunistas.yahoo.net/posts/3362.html

  8. Isto cheira-me mas é a um tentativa de controlar se o utilizador tem algum tipo de JailBreak.

    • a Friend® says:

      Como? Eles detectam bem isso já com o modelo actual.

      Quem tem Jailbreak e acede à AppStore eles já sabem, e Jailbreak já foi oficialmente considerado “não ilegal”, ilegal é usar Apps Crackadas.

      Com cartão SIM integrado, a Apple está a assumir é guerra contra as operadoras no sentido de já não haver mais iPhones bloqueados à operadora e o utilizador pode mudar de operadora quando assim entender. Ou seja, já nem será é preciso Jailbreak para desbloquear um iPhone para todas as redes. O que nesse sentido acaba por ser benéfico para o utilizador contra as manobras malucas das operadoras que andam a sobre-valorizar iPhones com planos que não lembram a ninguém.

      • RaCcOn says:

        Ah?!

        Actualmente para mudares de cartão necessitas de aceder ligar o teu equipamento ao iTunes e necessitas também que este esteja ligado a Internet…quando fazes isso, ele comunica com o servidor que lhe dá indicação se podes ou não utilizar o telefone com o cartão que se encontra na Slot…
        Neste caso, pelo que me apercebo, para mudares de número terás de ligar o teu telefone ao iTunes que irá fazer exactamente a mesma validação…

        Quando desbloqueias o telefone, na realidade estás a fazer uma espécie de Pass by, para que ele não necessite de fazer a validação através do iTunes e aceite qualquer cartão.
        Ou seja, dá na mesma coisa…

        As vantagens é que as operadoras deixarão de distribuir cartões, reduzindo os custos bem como eles não necessitarão de ter o leitor aumentando assim o espaço disponível.

      • Alexandre says:

        @a Friend,

        A tua teoria encontra-se correcta sobre a escolha da operadora ser livre e não teres que estar a levar com o “Software” da operadora, mas visto por outro lado, tens o beneficio do telemóvel ser mais barato pela operadora e ainda que escolhas qualquer seja a operadora, tens que pagar o tarifário para poder aceder ao serviço deles. Corrige-me se tiver errado.

        Cumps,
        Alexandre

        • a Friend® says:

          Faria todo o sentido, mas por ex, as operadoras pelo mundo fora não estão a fazer o iPhone barato, muito pelo contrário, andam a ganhar duas vezes mais do que ele vale com contratos e bloqueios malucos, e talvez (e quero eu acreditar) que a Apple quer ter mais controle nas vendas e atingir o público de uma forma mais igual.

          Em muitos países, o iPhone com contrato de 2 anos custa 190 dolares. E desbloqueado custa entre 590 a 690 dolares.

          Em paises como Portugal, o iPhone bloqueado custa 700 euros, e com contrato de 2 anos custa 200 euros a pagar 100 euros por mês de contrato ou 500 a pagar 30 euros mês… É de loucos e no fim um preço ultra carregado para o consumidor.

          Se a Apple servir de “agente” nos contratos, terá e muito mais controle e evitará esta discrepância de preços que ao fim ao cabo acaba por os prejudicar nas vendas em muitos lugares do mundo.

          É apenas a minha teoria, e espero mesmo estar certo.

          Cumps

          • Ppietra says:

            Não estou a ver como é que isto permite à Apple fazer o que preconizas! Tem sempre que haver acordos entre a Apple e as operadoras para as vendas e tarifários!
            A Apple não poderá inventar tarifários novos, nem vender a preços que as operadoras não aceitem!
            E em termos de balança de poder, este tecnologia não altera nada, aliás põe a Apple numa posição em que terá que aceitar condições das operadoras para poder activar os nº de telemóvel nas suas redes!
            Já para não dizer que torna a Apple mais responsável para que os clientes não quebrem os contractos.
            A única vantagem para a Apple (para além do hardware) é dar aos clientes a possibilidade de mudarem de operadora num país estrangeiro, fugindo ao roaming!!
            E quando muito ganhar uns trocos nas mudanças de operadoras – mas aí depende muito da capacidade negocial da Apple, que neste caso nunca será muita, pois não poderá negar aos clientes os tarifários das operadoras!

          • a Friend® says:

            @Ppietra

            Passo a explicar. A Apple com o iPhone tem a faca e o queijo na mão. As operadoras para venderem, acabam por ceder. Vês agora a TMN? Já tem o iPhone 4… achas que o Galaxy S lhes chegava, sendo o iPhone ainda aquela joia da coroa desejada por todas as operadoras?

            A Apple só está á espera que no ano que vem acabe o contrato de 3 anos com a AT&T para seguir em frente com projectos maiores. Se reparares o iPhone 4 não é vendido em milhares de lojas Apple ainda, é tudo através das operadoras, e eles podem fazer o que lhes entender para vender o iPhone, e por ex, cá em Portugal é provavel haver acordos ocultos para todas lucrarem o mesmo, coisa que passa ao lado do controle da Apple.

            O que acontece se a Apple servir de agente? Eles impôem em o preço, porque a loja é deles, e dizem às operadoras “vocês podem inserir o tarifário que entenderem, mas este iPhone será ESTE preço, e desbloqueado”.

            Estás a perceber a ideia? Independentemente das operadoras, o preço do iPhone será sempre AQUELE e sem bloqueios. Depois cabe a cada operadora sugerir o melhor tarifário, para aliciar os clientes a subscreverem ao serviço deles… 😉

          • Ppietra says:

            @ aFriend
            A Apple já vende o iPhone através das suas lojas online e físicas em vários países (nos maiores mercados é assim) e nalguns deles vende mesmo o telemóvel livre de operador a preços bem melhores do que cá!!
            A Apple tem sempre que fazer acordos com as operadoras para poder vender os produtos mais baratos e com as condições e benefícios que pretende! Foi a primeira lição que aprendeu, e com isso baixou os preços do primeiro telemóvel. Mas as operadoras tb pagam bem para poder vender estes telemoveis!

            Muitas das operadoras não estão interessadas em ceder nalgumas condições, mas com o sucesso da Apple acabam por ver que se calhar deveriam repensar! Daí só agora aparecer a TMN – muito provavelmente cedeu nalgumas coisas.
            E para a Apple é muito importante ter os seus produtos no maior numero possivel de locais de venda, dai tb ceder nalgumas condições das operadoras. Se fosse só a depender das suas lojas nunca teria as vendas que tem.

            O que é que esta tecnologia muda nessas relações!? nada de significativo, pois as negociações são sempre necessárias, e a tecnologia não traz nenhum poder acrescido à Apple, pois isto só serve para identificar o telemovel na rede, algo que é necessário a um telemovel, certo!? Não permite fazer qualquer “chantagem” extra às operadoras, nem beneficiar alguma em particular.
            Nem sequer é uma coisa necessária para vender um telemóvel desbloqueado a um preço que faça as operadoras baixarem por sua vez o seu! Aliás, bem pelo contrário! Porque aí a Apple fica completamente dependente da aceitação das operadoras para poder servir um tarifário qualquer delas; quando doutro modo o cliente só tinha que pegar num cartão qualquer.
            E podes ter a certeza que a Apple não teria margem para não aceitar tarifários das operadoras, pois um telemovel livre não pode pôr condições na escolha do cliente – salvo a compatibilidade de rede!!

          • a Friend® says:

            Mas a apple neste caso que falei pode fazer uma coisa, vamos supor, tem um preço base de 600 euros do iPhone, desbloqueado. O que sugere às operadoras é subcidiar o iPhone ao clientes do genero, o iPhone ficavos a este preço (190 euros) mas têm que usar esta rede durante 2 anos com o tarifario Y.

            O que acontece? Garante que o iPhone fica mesmo aquele preço.

            Se formos a ver agora, mesmo com contractos, o iPhone chega em alguns casos custar o preço de desbloqueado em muitos países… há um aproveitamento ENORME das operadoras, que não só fazem contratos, como ainda por cima vendem os iPhones a preço injusto.

            A ver vamos como será, mas uma coisa é certa, a principal razão da Apple querer os sim integrados deverá passar por questões de engenharia, que lhes irá permitir aproveitar aquele espaço da gaveta para aumentar a bateria. Isso é a unica coisa que tenho a certeza. Interesses economicos e estratégia comercial…é algo a ver… como disse não tenho certezas, tudo o que disse são merdas especulações e tentar dar sentido à coisa.

            Só não quero é que me lixem a troca fácil de operador (como disse no primeiro comentário lá em cima), senão quem não o compra sou eu de certeza. 😀

          • Ppietra says:

            @ aFriend
            continua sem explicar a vantagem desta tecnologia nesse aspecto! O que dizes a Apple pode fazer, e até já faz, sem isto!

            Agora tb é certo que isto mexe com a forma como um cliente usa a sua conta! Não é tão simples trocar para outro dispositivo, pois terá que pedir um cartão primeiro, o que terá algum custo extra!

          • a Friend® says:

            *meras expeculações.. irra que gafe..

            Pois mas é como disse, não sei, poderá ser alguma mudança na politica de vendas também.. não sei, mas uma coisa é certa, no que toca a vendas e preços a Apple só tem a ganhar se controlar mais o mercado e evitar situações que não lembram a ninguém dos 1300 euros da Fnac, que passado uma semana já estava a 700 euros e tal.

            As operadoras têm um monopólio brutal, que grande parte dos consumidores desconhece, e muitos dos aparelhos mesmos desbloqueados são caros dada essa pressão das operadoras… há muita máfia nisto tudo…só espero é que o melhor acabe por ser para nós. A Apple não tem qualquer interesse em ver os iPhones vendidos a 900 euros, porque o lucro que eles têm em todos os aparelhos é o mesmo, ou seja, anda muita gente a ganhar às custas da sobre-valorização. Com Sim’s integrados, a Apple tem mais fácildade em vender iPhones, porque arranja subcidios em cada telefone que vender com a operadora X, e não só.. evita ter que ter cartões em telfones fechados para isso. Pega no aparelho, pronto a programar, vende mais barato subscrito à operadora escolhida do cliente e mal sai da loja está tudo pronto.

          • a Friend® says:

            Um ex.

            A Apple na AppleStore vende por país em média 1 ou 2 operadoras, ou desbloqueados.

            Mas com o fim de acordos, como a AT&T, eles irão vender com muitas mais operadoras por país. Iriam ter caixas com cartões inseridos em stock para todos? Era dificil ter isso tudo na AppleStore.

            O que fazem? Como vão abranjar um numero vasto de operadoras é mais simples assumir o papel de agente, com telefones sem “branding” prontos a serem programados e subcidiados pela operadora que o cliente escolher, durante a compra na AppleStore, sem correr o risco de quebra de stock para a Operadora X, Y ou Z…penso que assim se calhar fica mais explicito um dos meus pontos de vista.

            Quem for a AppleStore sabe que pode encontrar TMN, Vodafone, Optimus, O2..etc..etc.. etc… não precisa dirigir-se a uma loja da operadora para o fazer.

          • Ppietra says:

            @ aFriend
            Gestão de stocks é sem dúvida uma vantagem, e essa será uma das razões!
            Mas não aquece nem arrefece nos preços praticados, na venda e nos tarifários! As operadoras irão “programar” cada telemóvel que venderem para não haver fuga aos preços.
            É como eu disse a Apple já pratica isso, vende nas suas lojas o telemóvel associado às operadoras, e já controla muito os preços praticados – daí ser a empresa que gera mais lucros. E as vendas directas apesar de importantes, não substituem a necessidade de ter operadoras e outras lojas a venderem, para aumentar o alcance ao publico.

      • jorge santos says:

        Se o problema é só o bloqueio à operadora, há iPhones à venda LIVRES de operador nos Apple Resellers.

        Tenho um e uso os cartões SIM que bem entendo e quando entendo. E não uso “jailbreaks”. Gosto da segurança das aplicações controladas pela Apple.

        • Ricardo Correia says:

          @jorge santos

          Não concordo contigo com a parte de “segurança das aplicações controladas pela Apple” isso é a teoria da batata neste caso da maça.eheheheheheeh

      • xrasrx says:

        Ilegal? Eu a partir do momento k pago o movel faco o k kero com ele, posso perder a garantia, mas a responsibilidade passa a ser minha..

        MAS NAO HA NADA K BATA UM IPHONE COM JAILBREAK 😉 mesmo sem jailbreak sou fa da apple.

        Sinceramente nao vejo futuro pro windows7.

  9. RaCcOn says:

    É apenas um modelo de negócio, tanto pode ser um sucesso como poderá ser um falhanço total.
    Não estou é a ver onde é que a politica da Apple aqui é chamada, mas são pontos de vista.

    Qualquer das formas, ainda tenho de ver mais detalhes do assunto para dar uma opinião mais concreta.

  10. dajosova says:

    …parece que a Samsung será o fabricante do Google Nexus 2 que será o primeiro equipamento a ter o Android 2.3 !!!

    Ao que tudo indica, a Google venderá o Nexus 2 através das operadoras…

    [Nada confirmado ou desmentido mas existem fortes indícios]

  11. boot says:

    Isto não é nenhum avanço tecnológico, apenas mais uma jogada comercial,
    vendem os planos das operadoras pela Apple store e ganham X%.

    Agora, dúvido que isto vá para a frente porque acabava com o negócio das exclusividades, e era concorrência deslial se não aceitassem x ou y operador na dita loja…

    Tecnológicamente nada impede um smarphone ou um pocket pc com 10 anos a correr windows mobile de ter um aplicação VOIP no market pré configurada a um operadora a funcionar como um telefone vulgar…

    • Ppietra says:

      Não estou a ver como é que isto é uma jogada comercial, se na maioria dos grandes mercados da Apple ela já vende directamente ao consumidor, quer seja livre de operador, quer seja associado a um dos planos dos operadores disponíveis.
      A Apple faz acordos com os operadores para que os seus telemóveis sejam disponibilizados a preços inferiores com as condições pretendidas! Sem acordo com os operadores os preços são mais caros. Aliás há cada vez menos países com um único operador… E quantos mais locais de venda houverem, melhor para a Apple, pois tem o produto mais exposto ao consumidor.

    • jorge santos says:

      “desleal”.
      “Tecnologicamente”.

  12. Ricardo says:

    E faria da Apple um grande agente de muitos operadoras a nível mundial.
    Pelo que percebi, seria a Apple a fazer a activação do serviço no operador certo?

    Imaginem o maior agente nacional que conhecem (wortem mobile,ensitel,outro qualquer)…agora imaginem a apple nos não sei quantos milhões de activações.
    Não sei se estou a ver bem, mas assin de repente foi logo do que me lembrei.

    • Ppietra says:

      A Apple já vende directamente ao consumidor em vários países (os mercados maiores) e neste momento os telemóveis já são activados pelo iTunes!
      Isto em nada muda a relação com as operadoras.

      • Ricardo says:

        Não falo em activação do iPhone, poeque sei que esse é activado pelo iTunes.
        Falo em activação de um número novo num qualquer operador.
        E os operadores pagam comissões aos agentes por cada activação.
        Ok?

        • Ppietra says:

          Se o telemóvel for novo e com as operadoras acordadas, a Apple não lucra em mais nada, pois já está tudo nos acordos estabelecidos!
          Agora se for mudança de operador, ou telemovel livre, até pode ser como tu dizes.
          Contudo isso tb põe a Apple em desvantagem pois passa a ter que fazer acordos com todas as operadoras, com elas a poderem fazer exigências – a Apple não tem alternativas, caso diga a uma pessoa que pode usar qualquer rede (livre).
          No fim pode muito bem acabar por não ganhar dinheiro nenhum, por substituir um agente.

          • Ricardo says:

            Não entendo o que não entendes do que eu digo.
            É uma suposição o que digo.
            E a suposição foi tão só:”A apple puder vir a ser um agente das várias operadoras que existem por esse mundo fora.”
            Na notícia lê-se: “De qualquer forma, seria a Apple a fornecer ao utilizador um vasto leque de informações sobre planos de preços que as operadoras estariam a comercializar.”
            Vão fazer isto de borla? Parece-me é que vão querer eles vender os produtos da operadora não?
            E não é apenas quando s emuda de rede que se ganha comissão. Se um agente vende um equipamento a um cliente de uma operadora que continua com essa mesma operadora, também ganha comissão. Na vodafone chama-se Sempre seu número, na TMN Novo telemóvel – Crédito em chamadas, na optimus não faço ideia.
            Agora, acordos estabelecidos? Quais, se nem se sabe mais pormenores.

        • jorge santos says:

          Os Apple Resellers em Portugal vendem iPhones LIVRES de operador. Eu tenho um desses aparelhos e uso qualquer cartão SIM com ele, de qualquer operador.

  13. jorge martins says:

    Para mim é apenas a sede eterna de controlo da Apple

    Eu não quero nada disto, só se fosse obrigado..

    Isto é para ter um controlo total do cliente.. para mais eles controlando o acesso a rede, mais têm controlo contra aldrabices que façam. Pois ai têm até controlo da rede/operadora e acesso assim a rede..
    E além do mais, mais apertam as operadoras, ou seja, se uma operadora não quiser pagar alguma comissão (que vai haver de certeza) já não pode essa operadora ter iphones na rede dela..

    Jogada de mestre, para quem não pensa, e os fanboys apenas..

    Depois falam de outras empresas, este está cada dia mais vergonhosa..

    abraço

    • Nuno F says:

      Mas que controlo? A única diferença é teres um chip amovível ou um chip não amovível.

    • Ppietra says:

      Eu não sei se percebes que os telemóveis da Apple só são disponibilizados por uma operadora mediante acordo com a Apple!! O controlo já está dividido e esses acordos são necessários para vender os aparelhos a valores mais baixos.
      Já para não falar que em muitos sítios a Apple vende directamente ao consumidor (livre e não livre) e caso seja livre o consumidor escolhe o que quiser! Se achas que a Apple vai ter algum esquema com os telemóveis livres, podes estar descansado que é para isso que serve a lei, lei essa que é cada vez mais apertada, dando verdadeira liberdade de escolha ao consumidor.
      Esta forma tecnológica até dá mais poder às operadoras, pois podem simplesmente recusar dar à Apple a activação de telemóveis na sua rede – o que é essencial, certo, se um consumidor compra para usar em qualquer rede. No modo actual um consumidor pode simplesmente inserir um cartão de qualquer operadora, e nem a operadora ou a Apple têm modo de interferir.

  14. Mário Mendes says:

    A Apple com pretensões de BIG BROTHER.

  15. Ricardo Correia says:

    É uma grande jogada por parte de apple sim senhor, não concordando directamente com a politica deles mas sim é uma grande jogada, o Steve Jobs tá a tentar monopolizar pouco a pouco o mercado de smartphones e nada melhor que isso do que uma parceria com todas ad operadoras telefónicas é simplesmente um esquema brilhante que provavelmente está condenado ao sucesso,podem falar mal do “Steve” mas ele sabe bem o que está a fazer e pelos vistos vai conseguir,não tendo necessidade de trocar de cartão vai ser mais fácil para o utilizador trocar de operadora,e secalhar até vai dar para ter mais do que uma rede ao mesmo tempo.

    P.S: Não sou fanboy da apple, mas deve dizer que admiro o Steve Jobs por certas jogadas que ele faz.

    • jorge santos says:

      “se calhar até vai dar para ter mais do que uma rede ao mesmo tempo.”

      Ora isso é que era “serviço”. Nem tinha sequer pensado nessa possibilidade mas porque não?
      Já existem telefones que podem receber 2 cartões SIM diferentes em simultâneo. Se a implementação da Apple permitir fazer isso, virtualmente, através do seu “chip” interno, seria excelente!

  16. RP says:

    Então nunca mais podemos experimentar outro telemóvel que não seja Apple? Pior do que estar preso a uma operadora é estar preso a um fabricante de terminais, mesmo que seja a Apple. No thanks…

    • a Friend® says:

      Podes ter sempre um cartão SIM aparte para usares.

      Eu tenho um MicroSIM no iPhone e a minha operadora deu-me outro cartão SIM “normal” que é um clone exacto, ou seja, para caso eu queira por o cartão noutro telefone e como o SIM ainda é o mais usado, ter aquele sempre à mão.

      Caso este projecto avance, soluções terão que haver com certeza, se as opções forem menos que os beneficios o projecto não tem pernas para andar. Mesmo que à Apple lhe dê na veneta, está sempre dependente das operadoras para atingir um público alvo.

      E para os teóricos da conspiração, da Apple Controlar tudo.. pensem um pouco, só muda de cartão plastico para built-in… a Apple não é Operadora de telefones. Se não sabem como se processa o sistema, informem-se primeiro, para medirem um pouco o que estão a dizer.

      • jorge santos says:

        “E para os teóricos da conspiração, da Apple Controlar tudo.. pensem um pouco, só muda de cartão plastico para built-in… a Apple não é Operadora de telefones. Se não sabem como se processa o sistema, informem-se primeiro, para medirem um pouco o que estão a dizer.”

        APOIADO.

  17. neon says:

    Ter um equipamento como o iPhone sem ter um pacote de dados associado a uma assinatura, não faz qualquer sentido. Só o fará para aqueles que querem um iPhone só para dizer que têm um, pois para fazer e receber chamadas todos o fazem. E havendo uma assinatura independentemente de o equipamento estar ou não desbloqueado, aquele contrato com a operadora vai ter de ser cumprido a bem ou mal(tribunal).

    • Ppietra says:

      Exacto!!
      Daí não ter lógica nenhuma andarem a falar que isto permite à Apple contornar as operadoras… Nalguns casos até põe a Apple em desvantagem pois fica dependente das operadoras aceitarem que a Apple active os telemóveis na sua rede. Já para não falar que a Apple é obrigada a verificar que o consumidor está a cumprir o seu contracto com a operadora.
      Se a Apple quer contornar as operadoras, tem que fazer a sua própria rede!! e para isso tanto faz onde está o cartão!!

    • jorge santos says:

      ERRADO!

      Tenho um iPhone LIVRE de operador que uso por causa das aplicações e da facilidade de sincronização com o Mac, da minha agenda e contactos. Uso-o para trabalhar em ficheiros Word e Excel, por exemplo.
      Tenho-o sempre ligado por WiFi onde quer que esteja, logo não preciso de ter uma assinatura com uma operadora. Nas pouquíssimas alturas em que não tenho WiFI disponível, e preciso de acesso à Internet, posso sempre recorrer-me do acesso diário via 3G (que me fica mais barato do que ter uma assinatura mensal e pouco bastante dinheiro).
      É tudo uma questão de estratégia e de se saber dar o uso mais adequado ao equipamento. É claro que um vendedor que ande sempre na rua não possa passar sem um pacote de dados… mas tirando isso é puro desperdício de dinheiro, que as operadoras agradecem 🙂 .

      Dizer que um IPhone só é “bom” se estiver permanentemente ligado à Internet é um erro e revela o desconhecimento completo da quantidade e qualidade das aplicações existentes na App Store e de como este equipamento é um “mini-computador” e não somente um smartphone.

      Esta facilidade de uso em modo offline foi precisamente uma das razões porque não comprei um aparelho Android. O sistema Android está completamente voltado para o mundo online e para os dados na cloud. O iPhone TAMBÉM permite isso, mas não só.

  18. jorge martins says:

    o que queria dizer de a Apple controlar o acesso a rede, é porque o chip e a sua gestão serão da Apple, ou seja, alem do próprio tlm que ja controlam, vão controlar o acesso deste a rede..

    E sabem lá que código lá vão meter?
    Esperem por vezes umas actualizações do chip, de firmware por exemplo, depois desbloqueiem-no e ele ao passar mais um filtro da apple, ainda é bloqueado..
    Ou porque não meter no próprio chip uma espécie de verificação do tlm, e quando derem por ela, a própria apple actualiza por ela o tlm, lá indo as aldrabices que fizeram

    e por ai fora.. eu acho que é mais um filtro apple pelo meio..

    mas quem sou eu para saber algo…

    abraço

    • RaCcOn says:

      Anda tudo ceptico em relação ao tema, mas a realidade passa apenas a ser uma…
      É certamente mais um caso que irá ter o seu sucesso!
      Ora,
      Falam aqui de que a Apple controla,
      Errado…Ligas o telefone ao iTunes e defines de alguma forma qual o cartão a activar…se for aceite, é caso contrário não é aceite e terás de utilizar o cartão original…
      Isso já acontece actualmente…

      No que diz respeito ao pessoal que refere que depois não vai poder desbloquear o telefone…
      Claro que podem, pagam a operadora ou então compram o telefone já desbloqueado.
      Querem desbloquear ilegalmente?Ora…é ilegal por isso tanto lhes dá se não podem fazer isso…Aliás até beneficia as operadoras, e mais uma vez elimina o factor ilegalidade…daí eu dizer que as operadoras vão gostar e vão aderir em massa a isso…
      Depois disso, como é habitual…
      As outras marcas vão atrás e o projecto passa a ser um sucesso, quer comprem ou não iPhones…

    • jorge santos says:

      Agora já consigo compreender o porquê de tanta agitação acerca do ter um cartão SIM embutido no próprio iPhone: receio que a Apple bloquei os “jailbreaks”.

      Não uso jailbreak no meu aparelho, nem quero. Gosto de saber que a Apple controla TODAS as aplicações que instalo. Isso dá-me mais garantia do que instalar aplicações desconhecidas de fontes duvidosas que me deixam o aparelho susceptível a ataques de crackers ou furto de dados, como tem acontecido recentemente com os sistemas Android.

      Jailbreak no iPhone: thanks, but no thanks!

  19. Luis says:

    Sempre a inventar a Apple !

  20. Jorge says:

    Por isso é que digo: F—- APPLE!

  21. PErez says:

    OFFTOPIC:Alguém vende disco do Magalhães a funcionar?

  22. Sketi says:

    Seria interessante se a apple e a google se juntassem e começassem a dominar o mundo xD

  23. Newtomic says:

    Muito sinceramente não li todos os comentários, e provavelmente já alguém deve ter dito isto mas…

    Se fosse a M$ com uma ideia destas era logo acusada de querer monopolizar/controlar/etc… mas como é a Apple ok tudo bem haha isto é com cada uma!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.