Apple já não é a empresa com a marca mais valiosa do mundo


Destaques PPLWARE

38 Respostas

  1. Guiomar says:

    Uma coisa é valor da empresa, outra coisa é valor da marca! O título confunde as duas.

    • Pedro Pinto says:

      Nem percebo o que dizes…

      • Guiomar says:

        Não percebes? O que foi medido foi o valor das marcas não o valor das empresas, logo não faz sentido dizer que não é a empresa mais valiosa do mundo.
        O valor da empresa é medido por outro tipo de dados, como por exemplo a capitalização bolsista.

        • Pedro Pinto says:

          Certo, empresa com a marca mais valiosa do mundo (a Google)

          • Guiomar says:

            :S isso não faz sentido, se queres dizer alguma coisa diz empresa com a marca mais valiosa.

          • Pedro Pinto says:

            sim, é o que lá está

          • alguem says:

            Isso nao faz sentido…

          • Guiomar says:

            agora só falta fazeres o mesmo no resto do texto que repetia a expressão anterior do título.

          • Pedro Pinto says:

            sim, está adaptado. Obrigado, assim fica mais claro

          • Fernando Fernandes says:

            Claro, as marcas pertencem às empresas e são as empresas que facturam e não as marcas. Por exemplo, a Tesla está a mudar de nome, deixou de ser Tesla Motors para passar a ser Tesla apenas.

            Mas a Tesla detém outras marcas… que não são da marca Tesla.

            Aqui a marca, é acessória, porque a empresa por trás é a mesma, é quem gere a marca. Neste ranking tem muito a ver os aspectos da empresa, a facturação, a inovação e a capacidade de tracção.

          • Guiomar says:

            Fernando Fernandes, é um ranking de marca não de empresa. Por exemplo aparece a marca Mercedes-Benz que pertence à empresa Daimler, a Marlboro que pertence à Philip Morris/Altria, etc. Outro exemplo que aparece no resto da lista: Nescafe, uma marca da Nestlé, com a marca Nestlé a aparecer à parte também.
            Assim como a marca Youtube que pertence à Google, etc, etc

        • TenhoDito says:

          se formos a ver, o valor da empresa deveria ser medido pelos seus bens, seja em termos de pessoal que emprega, instalaçoes, e todos os restantes assets e não valor ficticio inflaciado por trends (aka capitalização bolsista). E ai podes ter a certeza que a sua cotaçao era bem mais baixa porque a Apple em termos de dimensão onde realmente conta (assets) é mais pequena ate que a microsoft.

          • Goncalo Pinto says:

            Se fosse o valor da empresa que estissem aqui a comentar, mas o que esta aqui a ser debatido e o valor da marca, nao da empresa, sao duas coisas totalmente diferentes.

          • Guiomar says:

            TenhoDito, tal como o Goncalo Pinto disse o que está a ser medido aqui é o valor da marca e não o valor da empresa que vai muito além do valor das marcas que detém.
            E por favor relê o que eu disse, capitalização bolsista é um dos métodos usados para medir o valor duma empresa, não disse que é o único, nem se deve ou não ser. A questão de valor inflacionado/especulativo não se aplica a todas as empresas, sendo que, se formos a ver, alguns dos métodos usados para determinar o grau de especulação diriam que a valorização bolsista da MS ou da Google são mais especulativos do que a da Apple.
            E não, ao contrário do que tu achas a MS não tem mais activos (assets) do que a Apple, basta pesquisares um pouco nas contas das empresas.

  2. Delta says:

    Uma no cravo, outra na ferradura…

  3. Delta says:

    ” Apple’s evangelists are beginning to lose their faith” 😀

  4. Guiomar says:

    é engraçado como o meu comentário foi logo aceite, mas depois como por magia passou para moderação.

  5. ta chateado? says:

    nem com a ajuda do iphone 7 😀

  6. 123asdasd123123123123 says:

    ninguém fica no topo para sempre

  7. Homo Erectíssimo says:

    Só vi 4 empresas europeias na imagem das 35 empresas mais valiosas do mundo,e duas delas pertencem ao ramo automóvel,a BMW(17) e a Mercedes-Benz(21).As outras duas são a Shell(Holanda-Petróleo e Gás-18),e a T (Deutsche Telekom-Alemanha-Telecomunicações-19).Ou seja,a Alemanha mete 3 empresas no top 35 das maiores empresas do mundo,é obra !! E se não fosse a Alemanha só se notava a presença de uma empresa europeia neste ranking,que era a holandesa Shell. Como anda a economia europeia !! Por este andar,a Europa daqui a uns anos nem uma empresa mete nas maiores 50 empresas do mundo !! Como isto vai….

    • Daniel says:

      O que é curioso, pois mesmo sem ter grande representação no ranking de marcas consegue ainda assim ser o maior bloco económico do mundo (ou o segundo maior dependendo em que dia se olha para o valor dos mercados). Eu não estaria muito preocupado quanto a isso, só quer dizer que em vez de ter várias empresas com marca valiosa tem milhentas empresas valiosas com marca que não entram nesses rankings.

    • Luis Coelho says:

      No top 10 só vi duas não USA.
      Cheira-me que este tipo de estudo mais parece o da Standard & Poors, ou seja, encomendado pela “grande potência”.
      Gostava de saber como avaliam as marcas e se só têm pontos a avaliar que favoreçam as norte-americanas.
      Em que posição aparecem marcas como Renault, Vodafone, Unilever, Procter & Gamble…
      Isto só revela manipulação de valores de forma a favorecerem algumas marcas conterrâneas do avaliador e as poucas outsiders que aparecem é porque são de tal forma extraordinárias, que se não aparecessem iriam ser um escândalo maior.

      Viva o protecionismo USA e agora com a nova politica de fecho de fronteiras, bem que da minha parte podem ficar com os produtos/serviços deles.

  8. bufomd says:

    o culto ou a adoração do branding e do marketing. O entretenimento a valer mais do que a realidade do que precisamos para viver. O capitalismo Americano no seu pior. Quando todas essas empresas sao maiores do que as necessidades básicas entao parece-me que começamos a entrar em colapso de desnecessidades. Pior ainda e fazermos guerra por causa da adoração que prestamos aos produtos que uns produzem. Pior ainda quando eles nos exploram ate ao tutano com estúpidas campanhas de marketing.

  9. Alexandre says:

    Com a subida do ordenado mínimo agora até tu podes ter um iPhone em segunda mão… Aproveita

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.