PplWare Mobile

Apple é a empresa tecnológica mais “green” do mundo


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

42 Respostas

  1. Pedro says:

    …do mundo – que eles conheçam!

  2. RuiZ says:

    Vá, venham os haters botar abaixo…

    Se fosse em “estudo” qualquer de um site de vão de escada que nunca ninguém ouviu falar, já era verdade…

    • HA says:

      Recomendo que visite o site do GRI (Global reporting Initiative) e veja as diferenças. É de salutar a aposta em renováveis e aumentos de eficiência, mas a principal razão para acontecer, continua a ser financeira. Também dependendo do tipo de empresa o contributo da parte energética pode não ser o que tem maior peso na pegada ecológica, como é o caso.

  3. coiso says:

    as peças dos aparelhos da apple devem vir das árvores
    tretas no seu melhor

  4. kekes says:

    Conclusão só contam o uso directo. Se tivessem em conta o indirecto aqueles valores eram totalmente diferente, quero ver manter uma fabrica com ventoinhas.

  5. Raul Vidal says:

    pelo que entendo o estudo referece á empresa enquanto empresa desenvolvimento digamos assim. Pois a produção dos equipamentos apple não é feita por eles mas subcontratada a outras empresas (chinesas e nao so), que nao tem em conta com o factor green tal como no solo Americano.
    Entenda-se que a fabricação dos produtos nao está incluida 😉

    • Francisco Pinto says:

      ‘The electricity we use in our supply chain to process raw materials, make parts, and assemble our products is the single biggest source of our carbon footprint. So in 2015, we created a program to help our partners around the world reduce their energy use, power their facilities with clean energy, and build high-quality renewable energy projects. We’re building 200 megawatts of solar in China, starting with a 170-megawatt solar project in Inner Mongolia, to begin offsetting our manufacturing emissions. We’re also working with suppliers to install more than 4 gigawatts of new clean energy worldwide, including 2 gigawatts in China by 2020. And over the next two years, Foxconn will install 400 megawatts of solar to cover the energy use of its iPhone final production facility in Zhengzhou.’
      http://www.apple.com/environment/climate-change/

    • Sujeito says:

      Válido para todos os incluídos.

    • Guiomar says:

      Isto é uma lista exclusivamente sobre serviços de internet, de tal maneira que nem aparece a Samsung Electronics, aparece a Samsung SDS que é a subsidiária responsável por essa área no grupo.

    • Delta says:

      Raul Moreira Vidal?

  6. Marco B. says:

    Pela-la mas ainda no mês passado falaram exactamente o contrario…

  7. cabecinha pensadora says:

    e bastante conhecido de todo mundo a única coisa que Apple adora e o verde mas e das notas

  8. lelo says:

    Agora só falta mesmo é acabarem com a mão de obra infantil.

  9. Carlos says:

    Até pode ser, mas só um parvinho que não percebe nada do que está a falar é que compara os serviços de cloud da Apple, Amazon, Microsoft e Google e não repara que um deles não é sequer vagamente como os outros.

    • Guiomar says:

      E o que é que a distinção entre serviços de cloud interessa neste assunto? Todas essas empresas operam infra-estrutura e investem em instalações para cloud muito semelhantes, que consomem energia. O foco está nas fontes de energia da infra-estrutura que serve os serviços que o consumidor acaba por usar.

  10. David.pt says:

    Se for tão verdade quanto a notícia da empresa mas enovadora então isto é uma grande mentira.

  11. João Tavares says:

    É melhor é começarem a trazer algo de novo para o mercado, algo inovador, coisa que já não fazem à uma carrada de anos e deixarem de se preocupar com o verde. A decadência que atravessam não os vai safar. A era da maçã já era.

  12. Toni says:

    Lógico, a Apple não fabrica NADA ! Se não fabrica, como pode ser poluidora ? A Apple contrata empresas chinesas para fazerem a produção. Olhem lá para a poluição na China. ( http://www.jn.pt/mundo/interior/poluicao-coloca-25-cidades-na-china-em-alerta-vermelho-5583139.html )
    Em relação á Greenpeace, convém primeiro saber quem a financia, e que grandes surpresas iremos ter, e saber quais os seus interesses…

    • Guiomar says:

      É o lógico de quem nem sequer se apercebeu sobre o que é que esta lista se trata: serviços online e infra-estrutura associada. Preferires criar teorias da conspiração, em vez de procurar perceber o que a Greenpeace fez não abona muito a teu favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.