Outra vez… Apple é a empresa mais inovadora do mundo


Destaques PPLWARE

72 Respostas

  1. Gonçalo Damas says:

    lmao

    • Mota says:

      Isto é mesmo para rir.
      Tiram as entradas dos macs, tiram o 3.5 dos smartphones, põe uma barra no topo do teclado do mac…

      Onde é que está a p*rra da inovação!?

  2. André says:

    Tirando a barra touch no MacBook Pro, em que é que a Apple inovou?

  3. Christian Nogueira de Faria says:

    Oh rly?

  4. José Oliveira says:

    Discordo totalmente deste ranking. Considero a Xiaomi, a SpaceX e a Tesla muito mais inovadoras do que a Apple.

    • José Carlos da Silva says:

      Pelos vistos não sou o único!

    • ze_pirata says:

      Estás errado.
      A Apple estará sempre na vanguarda da inovação.
      Quer gostes quer não! 🙂

      • R says:

        Responder a alguém que escreveu “Discordo” e “Considero” com um “Estás errado” sem qualquer prova, é de uma falta de objectividade preocupante. E confirmado com a utilização de “sempre”.
        Faço votos que a Apple dure muito tempo, pela sua saúde.

      • Balmer says:

        Não sei se sarcasmo ou…
        Nem é caso de gostar ou não gostar. Por mim podia bem lá estar, mas do género.. que merecesse. Agora, quando no mesmo ranking tens SpaceX.. Tesla..?
        Yeeeaaaah, no. Acho que não dar muita atenção a uma lista que se baseia no quando se fala o nome de uma marca, e não de facto causar inovação, progresso, que seja medível numa forma útil.

        Quer dizer, até a Google desenvolve electronicas e software que ajudam as pessoas na vida do dia a dia e a Apple lá tenta imitar de forma meio limitada, mas… onde é que está a inovação tecnologia da Apple no ultimo ano? Tirar um jack a um telemóvel?

        É preciso ter as palas mais rijas e bem apertadas a cada lado da cara para conseguir ver a Apple como vanguarda da inovação.

    • Romeu says:

      Como muitos rankings, muitíssimo subjectivo

    • alguem says:

      Pfff, criar foguetões reutilizáveis? Carros elétricos e com condução automática? Óculos de realidade aumentada? Criar um all-in-one com um novo conceito? Quem precisa dessas porcarias quando se tem um portátil com um pequeno ecrã embutido no teclado? (Sim porque essa foi provavelmente a única novidade da Apple no ano de 2016) Este ranking não está em nada influenciado por outros interesses!

    • Daniel says:

      Concordo. Tenho dificuldade em considerar uma empresa(s) que trouxe finalmente para o plano da realidade o hyperloop (o conceito em si existe desde a década de 40 do século passado, como conceito e nada mais), o aterrar um foguetão, o ter tornado os EV’s uma realidade e não um fait diver (alguém se lembra do GM EV1? não, pois, mas já tem 20 anos, mas não pegou… foi preciso a Tesla), etc, ficar atrás de uma empresa que este ano a única “inovação” que apresentou o ano inteiro foi uma touchbar, para todos os efeitos e para o que concerne o mercado…

    • alienflowerx says:

      ok vou acreditar em ti então

  5. José Carlos da Silva says:

    Não consigo concordar com uma série de posições, mas pronto. Acredito que bastantes desses 1500 executivos estejam desfasados do que é realmente inovação.

  6. ze_pirata says:

    Olá Haters!
    A Apple estará sempre na vanguarda da inovação.
    Quer gostem quer não! 🙂

  7. @lvezD says:

    até a samsung foi mais inovadora que a apple! basta pensar na ultima feature que inseriram no note 7

  8. ruidias61176 says:

    Isto deve ser tipo calcitrin… “Prémio 5 estrelas” de 2016… Ou então aquelas empresas que criam prémios para os próprios produtos.

    • K says:

      Junta aí a NOS. No ano em que eles lançaram o WOW (net 4g), no ano seguinte eles ganharam e até puseram um award no site deles estilo melhor internet do ano (algo desse gênero). Por essa altura ei já andava a penar a ano e pouco com eles – pior internet que alguma vez já vi, tipo, só não funcionava de todo das 19h à 00h todos os dias e ainda me tentaram vigarizar com um “desconto”. E mesmo assim eles tinham o award para esta net en particular que nunca percebi de onde veio. Andaram a pagar a alguém, só pode.

  9. José Castro says:

    Convinha os mais aziados irem perceber em que se baseia a avaliação. Com certeza até da vossa mãe discordam quanto aos laços de parentesco, contudo, não sendo da vossa cor e credo julgam-se empoçados de créditos para desconfiar e descredibilizar as instituições que tanto vos acossam.

    • Balmer says:

      Não se dizes isso porque estás a ver a malta a critica a Apple, mas… quando tu dizes que convinha perceberem em que se baseia a avaliação, uuh…. está ali escrito. E a Apple falhou terrivelmente na maior parte desses campos.

      A não ser que tenha declarado 160 biliões de dolares em R&D ou algo do género, para conseguir desenvolver um smartphone sem um jack de audio. Do resto nem se fala. Salvo exploração de outros mercados? Talvez tenha andado a fazer alguma coisa que não tenha anunciado e que uns senhores de fato têm conhecimento?

      • abrolhos says:

        Afirmas que a Apple falhou terrivelmente. Explica qual devia estar em primeiro e porque

        • Aguamenti says:

          Tens vários que mereciam mais estar em primeiro do que a Apple. Qual deles o primeiro absoluto é discutível, mas qualquer um deles à frente da Apple não seria heresia nenhuma. Microsoft e Tesla são dois exemplos. Pode haver muito hater da Microsoft, mas é preciso querer ser-se cego para não ver a inovação que está empresa está a trazer em vários campos. Idem aspas para a Tesla. A Apple retirou possivelmente o conector mais usado do mundo para que use um single, espetou apenas USB type C para que se usem uma porrada de dongles, removeu o MagSafe para… alguém me explique o porquê de se retirar o melhor conector energético que havia no mercado!, e espetou uma barra táctil num teclado. Uau, earth shaking!

        • Aguamenti says:

          **Dongle e não single – o autocorrect tem o seu vício esporádico de corrigir o que está bem.

  10. CS says:

    Se considerarmos inovadores como os 1ºs nem foram os 1ºs a remover o jack 3.5mm nem os 1ºs a porem poucas portas nem os 1ºs a tirarem portas aos macbooks, lá na barrinha do macbook são capazes de ter sido os 1ºs mas nada disto é positivo talvez tenham sido o fabricante nº100000000 a fabricar earphones wirless e ganharam um prémio.

  11. rc_joaopedro says:

    a malta aqui começa a parecer o Sporting… a culpa é sempre do Benfica. Em que é que a Apple inovou ã?????
    Oh pá informem-se. Começa a parecer um choiriço…

  12. Toni da Adega says:

    Netflix em 6 lugar? Inovaram assim tanto?

  13. ruffy says:

    Apple? Nossa! com certeza que foram pagos para dar este tipo de ranking, porque apple inovou qualquer coisa sim, mas xiaomi?!?! Já vi muitos produtos diversificados no mercado dado pelas marcas. Na minha opinião é a xiaomi é que devia ocupar o lugar da apple. mas enfim, fazer o quê.

  14. José Moreira says:

    Está marca “Apple” está de tal maneira na moda que até chega a ser um absurdo, enfim

  15. abrolhos says:

    Se os hatters não tivessem ficado com os olhos em bico ao ver a Apple ser líder desta tabela pelo 11ª ano consecutivo e tivessem verificados os requisitos de avaliação dos 1500 executivos sénior, teriam entendido porque a Apple é de facto a melhor…

    Quem não leu leia agora
    (…)a escolha teve como base a opinião de 1500 executivos seniores, de diversos países, que escolheram o ranking das empresas mais inovadoras do mundo com base nos seguintes critérios:

    Disponibilização de novidades no mercado o mais rápido possível;
    Investimentos no departamento de investigação e desenvolvimento;
    Utilização de plataformas tecnológicas;
    Exploração sistémica de mercados adjacentes.(…)

    • Daniel says:

      É a eterna dicotomia do “ser” e “parecer”… A Apple parece a mais inovadora para a maioria desses 1500 executivos, mas na realidade não é. Ser, parecer. Se nos anos anteriores ficar-se-ia na dúvida, este ano, nos critérios referidos, o único ponto onde a Apple poderia somar pontos é somente no último, mais nenhum deles.

      • abrolhos says:

        Informa-nos tu que empresa devia estar em primeiro no ranking da inovação e porque.

      • Sujeito says:

        A mesma lógica funciona ao inverso. A maioria das empresas que a malta está a defender parecem inovadoras mas não o são e a Apple é mais do que a malta depreende.

        Ainda por cima quando claramente ninguém está a perceber do que se está a falar neste ranking, pelas opiniões que por aqui andam.

    • Aguamenti says:

      Acredito que haters e não haters ficaram na mesma. Saber os critérios é simples. O resto ainda está para se perceber. Se quiseres elucidar, agradecemos. Até lá, podemos dar a nossa opinião.

    • Logic404! says:

      A Apple prefere antes meter o dinheiro nestas empresas de estudos por encomenda para dizerem que a Apple são os mais inovadores, sai mais barato do que inovar ou investir em research.

  16. Logic404! says:

    Que anedota.

  17. K says:

    Não era pior terem colocado no artigo a fonte do mesmo e já agora o report completo para toda a gente ler.

    Está aqui o full report:
    https://media-publications.bcg.com/MIC/BCG-The-Most-Innovative-Companies-2016-Jan-2017.pdf

  18. David.pt says:

    Estão a brincar? A Apple nao teve nenhuma inovação Significativa em 2016

    • Sujeito says:

      Que tu percebas. Porque tem tido. E está a ser reconhecida.

      • Joao Magalhães says:

        Bem, as inovações deviam ser para os utilizadores perceberem, ou são tão à frente que só esses especialistas percebem? Honestamente do que toca aos utilizadores finais, não vi inovação nenhuma. Na Tesla vi por exemplo que os Tesla produzidos podem ser equipados com o hardware que vai permitir a condução totalmente autónoma com um nível de segurança muito superior à condução tradicional, isto sim, inovação.

  19. Jorge RIBEIRO says:

    mas a única inovação da Apple este ano foi a popularização do uso de adaptadores… fogo a spacex e a amazon estão massificar o transporte espacial, e a IBM a criar um sistema de inteligência artificial que ira mudar o mundo empresarial como o conhecemos, mas retirar as portas dos seus produtos e trocar-las por outras mais modernas que ninguém ainda usa é mais inovador.

  20. Paulo Santos says:

    Offtopic: será pedir muito para começar apenas a ser possível publicar comentários desde que registados no Facebook ou afins. Seria a forma de acabar com os papas comentários, acho eu.

  21. Cortano says:

    A BCG só demonstra uma fraca capacidade de análise. Coitadinhos

  22. TecnoGeek says:

    Será que já estamos a 1 de abril?!?

  23. Luis says:

    A Apple pode já ter sido inovadora, mas em 2016 não foi.

  24. Ricardo says:

    Acho que grande parte das pessoas está a olhar só para os iphones e macbooks de ano de 2016-7 que podempsrecer fiasco que removem jack 3,5mm e tirar portas etc…mas se lerem a notícia com atenção,verão que os tópicos se referem aos meandros por trás da tecnologia visivel. As parcerias que a Apple fez com a cisco e a IBM há 2-3 anos atrás começa a dar os seus frutos, bem como a linguagem swift diversificada em universidades de outras partes do mundo. A inovação no meu ponto de vista está aí. Não se esqueçam que o Swift tem vindo a ser desenvolvido desde 2001 e só recentemente começou a ser entendido nas duas últimas versões do iOS.

  25. Ricardo says:

    fartam se de mandar bitaites sobre isto e aquilo, mas vocês só se estão a referir a um ponto da avaliação (Disponibilização de novidades no mercado o mais rápido possível) e que tal antes de falarem ou criticarem qualquer empresa avaliarem os critérios de avaliação usado nos estudos? como por exemplo neste em que é também considerado:

    Investimentos no departamento de investigação e desenvolvimento;
    Utilização de plataformas tecnológicas;
    Exploração sistémica de mercados adjacentes.

    A maior parte que vem aqui falar mal, quer da Apple, quer da Google ou outra empresa qualquer apenas lê os títulos e não se preocupa em escrever criticas ou comentar o post de forma pensada!

    • Ricardo says:

      Concordo consigo. Daí eu ter falado que os tópicos referem-se a bem mais do que produtos de consumo final. A evolução do objective c (swift), arquitecturas de vanguarda usadas em iDevices pensadas para essas linguagens de programação,parcerias com a ibm e cisco para expandir essas oportunidades. Claro que nem tudo são rosas mas seja que empresa tecnológica for,por muito bom que lance um produto mesmo que entendam que “inove” naquilo que os olhos e ouvidos querem sentir, se não tiver boas bases de implementação,de nada serve.

  26. Vitor Correia says:

    Que estudo mais ridiculo … normalmente o registo de patentes é directamente proporcional ao indice de inovação de uma empresa, qualquer leigo sabe disso. Parece-me a mim que os critérios aqui usados são bem subjectivos.

  27. César says:

    Isso não pode ser sério. A Apple não inova há anos!
    O iPhone 7, MacBook e outros produtos não receberem nada mais além que recauchutadas e refresh de design.
    O que significa inovação para essas pessoas que fizeram este ranking? Colocar duas lentes de câmera num smartphone (HTC já fez isso em 2015), retirar a entrada de fones de ouvido e obrigar o usuário a usar um fone bluetooth ou USB Type-C (obrigando a escolher entre carregar e ouvir música)? A pelo amor de Deus, isso é um fiasco! Não dou credibilidade para este tipo de classificação.

    A Apple já foi um dia referência em inovação, agora não passa de uma empresa encostada no seu sucesso, vendendo mais do mesmo. Sorry Apple Fãs, mas é a verdade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.