PplWare Mobile

Apple apresentou novos MacBook Air e reduziu-lhes o preço!


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. Bruno Tavares Silva says:

    O de 13″ de 128GB já agora poderia ir de vez para o preço psicológico de 999€ ! 😉

    • FDA says:

      uma diferença de exactamente 200 euros entre as duas versões em que a única diferença é a capacidade de armazenamento, tanto no modelo de 11 como no de 13 polegadas. isso é alguma piada de mau gosto por parte da apple?

      • Nelson says:

        Não, é para quem quer.

        • SuperTx2 says:

          É para quem pode diz antes

          • Luis says:

            Na minha opiniao 128 gb nao sao suficientes, mas a diferenca de 200 tambem n se justifica vais vale fazzer um upgrade do disco ssd( se e possivel)

          • Nelson says:

            Mas é só a tua opinião…

            Eu gasto 60 e tal, apesar de ter um SSD de 512.

            Mas gasto 60 e tal, tendo aplicações colossais instalada e uma máquina virtual de XP também instalada, só mactex são 4gb e do matlab são mais de 8gb… E ainda vou tirar o GarageBand que não me interessa e são uns 4Gb…

            A diferença é que o Mac é mais arrumado que o Windows.

          • Nelson says:

            Quanto aos 200€, não é só ter o dobro da capacidade, os ssd de 256gb para cima usados, são dos melhores do mercado, e já permitem velocidades de leitura e escrita acima dos 700MB/s

  2. José Leite says:

    Ah caramba,não tivesse eu dinheiro que um destes era meu.Assim,nem em sonhos.O meu velhinho Pentium IV ainda vai ter que me fazer jeito durante mais um bom tempo.Tem que ser. 🙂

  3. Ro301 says:

    Bom artigo e boa dica no final 🙂

    Se precisar de um portatil certamente será apple. Já os desktop da apple não se pode dizer nada :S

    São muito caros… 3 mil euros é mais de metadedo ordenado minimo Português…

    • Ricardo Gaio says:

      Oi…??!!
      “3 mil euros é mais de metadedo ordenado minimo Português…”

    • Nunes says:

      :S esse é o preço da “workstation”, não é um desktop pensado para o consumidor comum. Para isso tens o Mac mini e o iMac

    • Tiago Santos says:

      Tens de me dizer onde trabalhas porque essa não é a tabela que estou acostumado 😛

    • João Pinho says:

      Meu amigo, eu percebo-te. Ninguém falou em anual ou mensal, pelo que apenas alguém com vontade de pensar iria chegar à conclusão do salário anual (prática comum no estrangeiro fazer referência à remuneração anual e não mensal como cá).

      Estou solidário consigo. (480*13) = 6324 pelo que 3000 é quase 3120 sim senhora.

      • Ro301 says:

        Obrigado, mas é mais fácil corrigir o que disse… Em Portugal quando se juntam em manada sem pensarem primeiro no porquê das coisas antes de responderem, então é sinal de sair da frente senão passam-nos por cima :S

        É como o meu professor diz: A calculadora trabalha com o nosso raciocínio, se esperamos que ela obtenha os resultados por nós bem podemos esperar sentados.

        Não se pode complicar um pouco a normalidade que cai tudo que nem dominó… Parabéns João.

  4. José Leite says:

    Olhem-me este menino,olhem-me este menino–»http://www.worten.pt/store/inicio/informatica/computadores/portateis/avancado/p-asus-k55vj-sx1-1.html#_additional Custa menos que qualquer um destes da Apple,tem um processador Intel Core i7,tem 1 TB de armazenamento,uma placa gráfica Nvidia GeForce GT 635M com 2GB DDR3 VRAM,e a correr o Windows 8 64Bits.E é um portátil de 15,6″ polegadas,nada mau.Por €899,00 não está muito caro,penso eu.Tendo estas características pode-se considerar ser um bom portátil a um preço razoável.E sendo Asus tem a sua fama. 🙂 Eis o url deste produto:http://www.asus.com/pt/Notebooks_Ultrabooks/K55VJ/

    • Tiago Santos says:

      rapaz não comparação possível 😛

      Estas a comparar um ultrabook a um portátil.
      Qual é a autonomia do mesmo?
      Qual é o design?
      Qual o objetivo do device?
      Qual o peso do portátil?

      Eu tenho um MBA
      Processador 2 GHz Intel Core i7
      Memória 8 GB 1600 MHz DDR3
      Placa gráfica Intel HD Graphics 4000 1024 MB

      Se conseguia comprar um alienware (i.e.) com o mesmo dinheiro ou menos? Podia mas não servia para os meus objetivos 😉

      Cumps

    • Nunes says:

      Queres comparar um disco duro (SATA), com um disco SSD (PCIe)?
      duração de bateria?
      peso e resistência?
      Wi-fi & Bluetooth?
      Thunderbolt?
      geração do processador?
      placa gráfica não é muito melhor!

    • Nelson says:

      Lá está, um belo exemplo, de Mac vs PC.

      Isso tem um i7… da geração passada
      Tem 1GB… de disco mecânico, não SSD PCI-Ex
      Tem uma placa GeForce… que é só ligeiramente mais rápida que a Intel HD5000, mas gasta muito mais bateria, e gera muito mais calor, e ocupa muito mais espaço…
      Tem 15.6″… mas a mesma resolução que o MBA de 11″! (e ainda há quem se queixe que o MBA não seja retina)

      Por 899€? O peso, autonomia, qualidade do ecrã, qualidade de construção, OS, estética, funcionalidade, preço de revenda, assistência…

    • rmcrys says:

      Eu comprei o ano passado um Lenovo U430 Touch por 799 Euros:
      – Ultrabook em alumínio
      – ecrã 14″ 1600 x 900 Touch
      – SSD 256 GB, CPU I5 u4200, 8 GB RAM
      – gráfica Intel 4400 (integrada) + gráfica Geforce 730M 2 GB RAM

      Não corre OSX daí não servir para quem dependa dele, mas para ambiente Windows é certamente muito superior opção por menos dinheiro. Está super bem construído, o ecrã tem mais resolução (e nota-se bem vs. o AIR 13 polegadas) e nível de hardware nem há comparação possível.

      Quando o comprei não havia disponibilidade no mercado, mas por 1099 euros poderia ter comprado o meu Lenovo com SSD 512 GB, ecrã Full HD IPS 😉

    • Nuno Vieira says:

      Mas que comparação sem nexo nenhum. Para ser uma comparação válida teria que ser com o ZenBook.

    • Só um gajo says:

      Estás a comparar coisas que não se devem comparar, basicamente estás a ser “nabo”.
      Primeiro porque esse modelo da Asus tem mais de 1 ano. Eu tenho um K55VM e comprei-o em Setembro de 2012, apesar de o meu ter menos 2GB de RAM e metade do disco, custou menos 100€ em 2012. Logo esta diferença de preço tanto tempo depois não se justifica, especialmente depois de a NVidia já ter lançado mais 2 versões da linha geForce e a Intel já ter lançado, no meio do ano passado, a nova linha para a linha Core (i3,i5 e i7).
      Segundo, apesar de ter boas características técnicas, a série K55 da Asus é feita a pensar em quem quer performance mas não quer gastar muito, por isso este Asus pode ser muito bonito, mas tirando o apoio para as palmas das mãos, todo ele é em plástico com uma qualidade de construção razoável e resistente, mas que tem alturas em que deixa algo a desejar. Apesar de gostar muito do meu, só o comprei devido a essa relação preço/especificações.
      Terceiro, estás a comparar um pc feito para um segmento baixo do mercado com um Mac feito a pensar em utilizadores que preferem a fiabilidade do equipamento às especificações técnicas do mesmo.
      Quarto, parvoíce é comparar um modelo de PC com 1 ano e meio com um MacBook que saiu agora. Podes não gostar de Macs, eu também não sou grande fã, mas se queres comparar um MacBook Air então compara-o com um pc de uma linha equivalente que não tenha saído para o mercado antes do Windows 8 (que é o caso da linha K55). Qualquer coisa da linha Zen da Asus ou das linhas de negócios da Sony ou Toshiba.
      Quinto, esse Asus pode ter 1TB de disco, mas de certeza que é lento, mesmo quando comparado com discos comuns da mesma capacidade. É single plate para manter a espessura reduzida e caber na coisa, mas isso tem um preço. Aliás nesse computador o principal obstáculo a poderes jogar tudo na maior é mesmo o disco e não a gráfica ou o processador como é comum.

      Se é para meter nojo faz a coisa como deve ser, mostra uma alternatíva minimamente razoável. Com esse post só conseguiste ser igual ao típico MacFag que só vê Apple à frente.

    • João Reis says:

      Tipica comparação de um utilizador que nada entende. Mas fica já a saber nem tudo o que vem em maior numero é melhor.

      Um dia vais entender quando mexeres num e noutro, velocidade de acessos do disco SSD comparado com o que sempre usaste de agulha e disco lol

  5. quffy says:

    O MacBook Air compete em que mercado de computadores? Portáteis, Netbooks, Ultrabooks? Porque não queria comentar o hardware instalado sem saber melhor contra que tipo de máquinas querem competir.

    • rmcrys says:

      Netbooks säo PCs com processadores de baixo rendimento como Atom / AMD E-1×00, e com uma qualidade de construcäo ligeiramente inferior à média (se bem que nem sempre).

      Ultrabooks säo portáteis mais finos e leves que os equivalentes normais, e daí serem mais caros para igual hardware. Normalmente säo para clientes mais exigentes daí serem construídos muitas vezes em aluminio, com ecrä em vidro e bateria integrada. Em contrapartida säo raros os ultabooks com gráfica dedicada, daí a Apple usar nos Air um SoC intel com gráfica melhorada (Intel Graphics 5000) vs. 4200 ou 4400 dos Haswell típicos.

  6. Jose says:

    120€ de redução de preço, é o mesmo que nada, quando se fala em Portáteis da Apple.

    Olhando para o Hardware em termos de Specs, arranja-se melhor com 400€.

    • André says:

      Por acaso não arranjas mas é a tua opinião, e não vale a pena pregar no deserto.

    • Balmer says:

      Estou a ver que tens 3 fãs que pensavam que estavas a ser sarcastico e começaram-se a rir.

    • Oupa says:

      Arranja-me lá então um com 4Gb RAM e um SSD por esse preço!
      Nunca usaste um MacBook pois não?

      • Rui Pt. says:

        Por menos cria-se um hackintosh.
        Mas ah e tal tipo coisa depois não tem o logo para o showoff. 😉

        • Jonathan Fitzgerald says:

          O problema é que não é mesmo a mesma coisa. Há sempre coisinhas para fazer para ter a certeza que dá tudo certo e quando sai um update é preciso cruzar os dedos para ver se não há algum componente que deixa de trabalhar como deve ser :S

        • Nelson says:

          Sim, e os portáteis Windows são de borla?

          O teu tempo não vale dinheiro, também?

          Isso é legal? És capaz de meter isso a funcionar numa empresa, ou arriscas-te a apanhar uma multa?

          E o resto do hardware, coisas como construção de alumínio unibody, a qualidade dos LCD, trackpad, e etc’s e etc’s, é igual.

          E se for “igual”, é mais barato ao ponto de valer a pena?

    • João tavares says:

      Não sabes mesmo do que falas pois não?

    • Vanda says:

      Exacto, e comprar um Ferrari é o mesmo que comprar um FIAT com uns ailerons e estofos em pele.
      O FIAT até deve ser melhor porque pesa menos e como tal até voa nas lombas!

    • Nelson says:

      Se eu tivesse acções da Apple, dizia-te “obrigado por este comentário”.

    • rmcrys says:

      Nem um carro säo só os cavalos de potencia, nem um pc o hardware (que penso que te referes a cpu e ram)

      Eu pessoalmente näo conheco nenhum PC com:
      – chassis de topo em aluminio
      – SSD de 128 Gb e 4GB RAM de baixo consumo
      – CPU Intel i5 Haswell com gráfica 5000 (em vez da normal 4200 ou 4400)
      – bateria de alta duracäo e qualidade
      – qualidade de construcäo e política de garantia acima da média

      que consigas comprar por 400 Euros… qual modelo estavas a pensar?

      Quanto ao preco, vs specs, realmente parece-me que um SSD de 128 GB é rídiculo (preco actual de VENDA AO PUBLICO 54 euros), e um de 256 GB (50 euros a mais vs. 128 GB) devia ser standard, e näo cobrarem 200 euros por algo que custaría 50 …

    • Tiago says:

      Sim, existem umas quantas empresas que distribuem portáteis como se fossem preservativos.

      Á borla e com a intenção de não apanhares o virús da Apple.

      Vinhas a correr e a inteligencia não te acompanhou…

    • Vítor M. says:

      Jose é o mesmo que nada? Aaa tipo RICO sim senhor, ora cá temos um aristocrata da sociedade anónima 😀

      Dizeres isto mais valia não dizeres nada, isso sim!!!

      Acho que deverias primeiro descobrir o que é um portátil da Apple, depois, daí a seguir, já podias entrar numa conversa. É que só quem já teve um sem ser Apple e depois comprou um da Apple sabe… e bem… que vale cada euro a mais! Olha que sei isso perfeitamente e as minhas duas máquinas anteriores eram um Vaio e um Toshiba! 😉

      • Jose says:

        So os fanboys que se fascinam com as curvas da Apple.

        Não é o acabamento que me vai fazer o portatil mais rapido, responsivo, e que funcione como eu quero e preciso.

        Consegue-se muito melhor hardware com que trabalhar/jogar, com um portatil normal, isto para não falar no Windows em que temos acesso a mais do dobro das aplicações e melhores drivers.

        • Gonçalo says:

          E um SSD com 700/800M de escrita e leitura também?

          Nunca usaste um macbook a sério….

        • Nelson says:

          Vai fazer sim, o alumínio é o melhor dissipador de calor para um portátil.

          Vai sim, porque perdes mais tempo com um rato e um trackpad mais foleiritos, que com um CPU mais fraco.

          Porque um dia que precises de restaurar um backup, ou simplesmente ir buscar uma versão mais antiga de um ficheiro, o time machine não tem igual.

          Porque se gastares 5 minutos por mês à procura de drivers, que seja, é a diferença num ano inteiro de trabalho profissional entre o comportamento de um pc com 8GB de DDR3 e um com 16Gb.

          O facto de não fazer barulho, ou fazer pouco barulho, também vai fazer o teu trabalho muito mais agradável, mais concentrado, e vais ser ao fim mais produtivo.

          É claro que isto é só para quem EFETIVAMENTE trabalha com o computador… Para quem quer o computador para joguinhos e benchmarks, não interessa…

        • Vítor M. says:

          Jose… lamento mas não sabes o que dizes, nunca tiveste, não sabes o seu desempenho, não obtiveste resultados de produtividade que batem qualquer outros, não conseguiste uma máquina com um ecossistema brutal e um dos melhores sistemas operativos no mercado… simplesmente… estás fora!!!

      • xbuzzy says:

        Exatamente, mas este pessoal só ve specs a frente, e não conhecem de todo.
        Também quando conhecem……..

      • Ro301 says:

        Isto era tudo o que eu não queria ler. Já ando com o bichinho da apple a catucar na minha cabeça robótica a algum tempo a agora cada vez mais penso nisso.

        Se voltar a comprar um portátil será certamente Apple.

  7. Filipe says:

    Normalmente a primeira coisa a ir á vida num portátil é quase sempre a memória e pelo que tenho visto esta geração Macbook Pro e Macbook Air não é tao confiável pelo facto das memórias estarem cravadas, logo algum problema nestas peças de hardware é quase deitar uma motherboard processador e chip gráfico fora só por causa das memórias, é grande lacuna dos macs além de spec muito fraquinhas em relação á concorrência.

    Passe a publicidade aqui pode encontrar informação mais detalhada:

    http://www.videoguru.com.br/alerta-leia-antes-de-comprar-o-novo-macbook-pro-retina-display.html

    • Rui says:

      Não olhes para as specs, informa-te é da performance.

      Só trocava o meu Mac Air por outro Mac Air com mais ram e capacidade de ssd.

      • Tiago says:

        +1

        Quem quer poder fazer alteração de discos e RAM compra um MB Pro.
        O meu MBP é de 2011 e ja vai com 6Gb de RAM e um SSD 128 e bomba como os que estão a sair agora.

        O MB Air não é para andar a fazer grandes alterações de hardware para isso compras um MBP.

        • Hugo says:

          Como eu. Tenho um MBP de 2011 que veio com 4 GB RAM + Disco de 500 GB e fiz o upgrade à pouco tempo para 8 GB RAM e disco 120 GB SSD da Kingston. Foi como comprar um portátil Apple todo novamente a baixo custo.

          De resto está impecável e ainda assim a board aguenta com mais um futuro upgrade para os 16 GB RAM !!!

        • Nuno Vieira says:

          Espero que estejas a ser irónico. O MacBook Pro Retina apenas dá para trocar o SSD. Todos os outros componentes (CPU, RAM,…) estão soldados directamente na motherboard e não dão para ser trocados.

          • Hugo says:

            Não estou a ser irónico.

            O MBP veio com 4 GB RAM expansível a 16 GB !

            Estou a falar do modelo MBP normal. Quando comprei não havia a versão retina (saiu uns meses depois, lol). Se essa limitação existe no retina (para mim é uma grande limitação), não existe na versão Pro Standard.

          • Nuno Vieira says:

            Em Outubro de 2013 a Apple descontinuou todos os MacBook’s que não são retina, com a excepção do de 13″. Este muito provavelmente vai ser descontinuado ainda durante este ano.

        • Rui says:

          Eu também tive um MBP e é excelente, mas prefiro o Air pelo peso, autonomia e ter um pouco mais de resolução que o MBP.

          • Hugo says:

            OK, pelo que tive a ler os MBP retina apenas permitem fazer o upgrade do disco.

            Comprei o meu MBP não retina ao menor preço possível (4 GB RAM sem disco SSD) e agora fora da garantia, o upgrade para o 8 GB + SSD ficou mais barato do que se tive-se comprado na altura com esses recursos.

            O fantástico é que ainda pode chegar aos 16 GB se um vier a ser necessário. A Apple deve ter visto isto e já não deixa actualizar.

          • Rui says:

            sim, os retina e os air só permite upgrade ao ssd.

            o mbp tradicional permite actualizar disco e ram, e se quiseres ainda dá para retirar o dvd e meter lá outro disco

    • Nunes says:

      “Normalmente a primeira coisa a ir á vida num portátil é quase sempre a memória”
      essa é das coisas mais absurdas que já li!
      A memória é um componente bastante fiável, de tal forma que tens muitos vendedores a darem garantia de vida. Não quer dizer que não possa falhar, mas é bem mais provável que se tenha problemas com o disco ou com a bateria, ou até o teclado, antes da memória falhar! A crítica que se pode fazer a memória soldada é não se poder aumentar no futuro, o que obriga a pensar com antecedência sobre as necessidades que se possa vir a ter!

      “grande lacuna dos macs além de spec muito fraquinhas em relação á concorrência”
      lol

    • Victor says:

      No link diz tudo sobre os mac 🙂

    • Nelson says:

      A primeira coisa a ir á vida são as memórias?

      Só se forem porque são normalmente o elemento que em vez de estar soldado, está encaixado.

      O problema mais comum, de TODOS num portátil, são os problemas mecânicos: discos rígidos, drives ópticas e dobradiças, sendo que o MBA não tem os dois primeiros, e o último, os Mac sempre foram irrepreensíveis nesse aspecto.

      • João says:

        Desculpa a intrusão, mas, sendo eu um utilizador já há muitos anos de Macs (e fã), posso-te dizer que esse último aspecto das dobradiças foi um problema grave e comum nos Powerbooks Ti. Que fazem coisas boas, sim… mas nem sempre.

        Há que haver imparcialidade, digo eu.

      • OMG says:

        Por experiência própria, os problemas dos MBP com o trackpad também são bastante desagradáveis. Por falar nisso, e uns novos MBP também com preço mais baixo? Isso é que me dava jeito…

        • Nunes says:

          Os últimos modelos já tiveram uma baixa significativa nos preços.
          Quanto ao trackpad, funciona bem melhor que em quase todos os portáteis Windows!

        • Nelson says:

          Por experiência própria (sempre Mac desde ’08), nunca tive qualquer problema com qualquer trackpad. Bem pelo contrário.

          Por acaso, o meu MBP sofreu um acidente e teve de ser substituído.

          Aproveitei o desconto da Worten de 10%, muito bom, melhor que o de estudante!

          O MBPr está a um excelente preço, comparado por exemplo com o Spectre da HP, Lenovo X1, e se calhar os outros…

          Mas para mim, não me interessa, já que eu sei bem o que é bom, e o que escolher… 🙂

          Durante uns dias usei ainda o meu primeiro MacBook (plástico) Black de 2008, lindeza! Mas não faz milagres… 😀

    • Susana says:

      Belo link, um tipo a falar que ao longo dos anos comprou montes de macs… basicamente é o mesmo que dizer, “faz o que eu digo mas nao facas o que eu faco”.

      Se o mac é tão mau ele não deveria comprar outra marca?

      O problema da assistencia da Apple é que é providenciada por meia duzias de fornecedores (a Apple a as autorizadas).
      Mas podes ter a certeza de que a qualidade é exemplar.
      Eu nunca tive um mac mas já mandei arranjar PCs e por vezes a assistencia é basicamente deitar dinheiro á rua.

      Se eu tivesse dinheiro para queimar comprava um bicho destes, mas como náo tenho compro PCs mais baratos que tb fazem o servico que eu necessito.

    • Sergio says:

      Se fosse só isso!
      Em Abril 2011, comprei um MB Pro 17″, passado 1 mes depois da garantia expirar, avariou a placa grafica e logicamente a reparação passa por substituir a motherboard.
      Existem miilhares de queixas de problemas iguais na serie early 2011 de 15″ e 17″, trata-se de um defeito de fabrico da placa gráfica que a Apple ñ quer admitir! è mais que reconhecido que se trata de um defeito de fabrico da placa gráfica. Qualquer reparador da Apple sabe que os desta série de 15″ e 17″ estão a “cair que nem tordos”.
      Apesar das reclamações que eu e milhares de clientes da Apple fizeram, não querem admitir!
      Sou cliente da Apple desde quase o inicio, o meu 1º computador a seguir ao spectrum foi um Apple 2, tive LCII, Quadra, PowerPC, etc.. O meu Quadra tb teve uma avaria já fora da garantia e Apple admitiu ter sido um defeito com a RAM e reparou-me o computador de graça.
      Resumindo: Quanto à qualidade não se iludam, qualquer semelhança entre os atuais computadores da Apple e os “verdadeiros” Apple de trabalho, é puramente estética (quer ao nivel do SO quer do Hardware). Hoje são meros objectos de “consumer electronics”, com componentes cuja qualidade está ao nivel dos PC’s de ocasião, com um “ar” e design pseudo-sofisticado, para justificar a price tag exagerada. Por dentro são tudo menos sofisticados quanto à qualidade. Na verdade pagam o logo de maçã com um led, o problema é que muitas vezes ela vem com bicho.

      • Carlos says:

        Relativamente a isso, tenho a dizer que também tenho um MBP 15 dessa altura e que teve o mesmo problema, 1 semana depois de acabar a garantia. Entrei em contacto com a Apple por achar absurdo que isso não fosse coberto e….. a Apple reparou-me o computador de graça!! Nem sequer puseram grandes objecções!

      • Nelson says:

        Pois, na concorrência é diferente, não é? Vendem uns 500 modelos diferente, cada um meia dúzia de unidades, e é claro, ninguém fala do problema, porque só meia dúzia de gatos pingados compraram esse modelo.

        Isso é culpa dos chips Nvidea que estão SEMPRE a avariar em todo o lado.

        Por exemplo, nas PS3 mais antigas, que tinham uma qualidade de construção irrepreensível, estão todas as avariar com o YLOD, basta procurar na net, o problema: BGA a precisar de reballing, o BGA? O GPU… adivinhe-se de quem é o GPU… da Nvidia!

        Os MBP mais antigos que o teu, também já tiveram problemas idênticos num chip… da Nvidia… exactamente o mesmo.

        É verdade que a Apple já devia ter abandonado a Nv, mas o que acontece é que o mercado pede Nv por isto e por aquilo. Por causa dos gamers, por causa do CUDA, por causa de conseguirem fazer redirect da memória gráfica para a Intel HD on-the-fly, etc…

        Eu evitaria Nv a todo o custo, em qualquer marca.

        Toma aqui uns exemplos:

        https://www.youtube.com/results?search_query=nvidia+reballing

        Estás satisfeito com tanto reballing?

        Até tens aí um negócio de reballing em PT e tudo…

        • Nuno Vieira says:

          Que eu saiba o problema que estas a mencionar apenas afectou os chips fabricados entre 2007 e 2008. Ainda não ouvi nada sobre um problema nos chips da Nvidia com o mesmo alcance como aconteceu nas datas atrás mencionadas.

          E se pensas que é só com a Nvidia que se efectua reballing estás muito enganado.

          https://www.youtube.com/results?search_query=ati+reballing

          Daqui a pouco vais estar a dizer que devemos evitar GPUs dedicados.

          • Nelson says:

            És cego? Então não vês no youtube portáteis de diversos anos?

            Ele não teve o mesmo problema?

            Quanto ati não posso falar, não conheço.

            Mas sim, estou a dizer isso, se a fiabilidade é importante, e se esse/esses fabricantes produzem chips não fiáveis, a Apple ou qualquer outro fabricante não podem fazer melhor, é de evitar, ou sujeitar-se.

        • Vido says:

          Não queiras criar um problema a Nvidia onde existe em todas as marcas:

          Toma também uns exemplos:
          https://www.youtube.com/results?search_query=ati+reballing

          Grande parte deste problema que referiste é da responsabilidade das empresas que produzem a board.

          • Vítor says:

            Quer dizer, então são todas as empresas que não sabem produzir as boards, não é?

            Enfim… eu não disse que era só a nv, eu tinha era conhecimento concreto de vários casos com nv’s.

        • OMG says:

          Estás a dizer que a Apple é igual à concorrência?!
          Alerta: a conta do Nelson foi roubada… Anda alguém a fazer-se passar pelo Nelson!

          • Nelson says:

            O que nasce torto, jamais se endireita…

            Um dia que a Apple lance os seus Mac com CPU’s seus, e GPU’s PowerVR, o caso muda de figura… LOL…

            A brincar, eles devem manter-se com Intel para o bem deles no mercado…

      • Filipe says:

        A verdade nua e crua da atual apple

  8. Nunes says:

    “aguardar mais algum tempo e comprar a versão com Retina Display que deverá ser apresentado em breve”
    Se foram lançados agora estes modelos, vai demorar vários meses até que apareçam novos nestes preços!

    • rmcrys says:

      Eu näo gastaria 1000 euros por um Ultrabook com gráfica integrada, e um ecrä de qualidade de PCs de 400 euros. Em 2014 por 1000 euros a Apple já devia oferecer Retina e SSD de 256 GB.

      O que passa é que a Apple está a livrar-se do resto do hardware velho, e no Q3 virão as novas versões com retina, etc. Se precisam MESMO de comprar agora näo está mal, mas senäo esperem que valerá a pena.

      • Nunes says:

        mesmo!? conheces algum com disco SSD PCIe, autonomia semelhante, etc, por este preço?
        “ecrä de qualidade de PCs de 400 euros”? só porque a resolução não é ultra-alta não quer dizer que a qualidade é baixa!

        • rmcrys says:

          Dentro da Apple näo, fora dela, vários a comecar da Sony (que infelizmente desistiu do ramo) com um ultrabook em magnesio, com 8 GB RAM, i5, SSD 128 GB com ecra IPS FULL HD por 1050€ ou 1299€ com SSD 512 e 16 GB RAM.

          Da Lenovo tens o U330 que nessa ordem de valores tem um i5 superior, ecra FULL HD, 256 ou 512 GB SSD e 8 GB RAM. Solucoes nao faltam, so nao sao APPLE.

          • Nelson says:

            Podem bem ficar com eles…

            A comprar, compra-se o retina, full HD, que é isso? Isso é uma janela no retina.

          • Nunes says:

            U330?
            não sabia que 1366 x 768 era Full HD, para quem implicava com os 1440 x 900 do Macbook Air…! Não usa SSD PCIe, a única opção é SATA! Duração de bateria imagino que seja bastante inferior, etc

            Sony!
            Creio que só o Vaio Pro é que tem SSD por PCIe. São os computadores que mais se aproximam dos Macbook Air em várias características, entre elas a duração da bateria (mesmo assim menor), mas o preço de fabricante era pelo menos 200 euros mais caro – ficava metido entre o MacBook Air e o MacBook Pro

          • Nunes says:

            U330? não sabia que 1366 x 768 era Full HD, para quem implicava com os 1440 x 900 do Macbook Air…! Não usa SSD PCIe, a única opção é SATA! Duração de bateria imagino que seja bastante inferior, etc
            Sony!
            Creio que só o Vaio Pro é que tem SSD por PCIe. São os computadores que mais se aproximam dos Macbook Air em várias características, entre elas a duração da bateria (mesmo assim menor), mas o preço de fabricante era pelo menos 200 euros mais caro – ficava metido entre o MacBook Air e o MacBook Pro

          • OMG says:

            Oh Nelson e então a história de excesso de dpi para o olho humano? Ou trabalhas com o nariz colado O ecrã?

          • rmcrys says:

            Nunes, o U330 e o U430 existem em diferentes opcoes: o modelo básico e o modelo Full HD. É desse último que falo obviamente. O U330 básico custa sensivelmente 600 euros.

            Quanto à tua imaginacao:
            – as baterias duram cerca de 9h
            – os SSD SATA säo já absurdamente rápidos, säo utilizados até em desktop com processadores i7 de 3.x GHz, e permitem upgrades baratos. Pergunto qual o interesse em ter um SSD PCIe com… 128GB num modelo com um i5 de gama baixa. Enfim “Marketing”
            – Estes modelos Lenovo/SONY/etc etc permitem fazer upgrades de RAM, o que significa que podes comprar com 8GB e se mais tarde necessitares, 16GB a precos módicos.

            Näo se trata de qual O MELHOR porque isso é subjectivo, mas acho absurdo a opiniäo “este é o único e o melhor”. Enfim.

          • Nunes says:

            @ rmcrys
            FullHD é tanto opção que não se encontra em lado nenhum, tal é raridade!
            Bateria dura significativamente menos do que o MacBook (8,5h vs12 horas)
            “os SSD SATA säo já absurdamente rápidos”?
            Os discos PCIe conseguem ser 2x mais rápidos, com impacto significativo na performance! Não são discos nada baratos

            ” i5 de gama baixa”
            é tão baixa que o Macbook tem melhor performance que o modelo da Lenovo que indicas.

            ” “este é o único e o melhor””
            não disse que é o melhor, apenas disse que para este preço não encontras portáteis com algumas das características que o Macbook tem! Por isso dizeres que deveria tb ter algumas outras coisas doutros portáteis, ignora algumas das desvantagens que esses têm face ao MacBook Air nestas gamas de preço!

      • João Reis says:

        Que comentário inútil.

        Falar sem saber do que se fala, por amor da santa. Vai pregar essas specs para algum leigo maior.

        Tu nunca vês a Apple a livrar-se de hardware, eles não precisam disso.

        Sinceramente se achas isso que acabaste de escrever, não devias consultar paginas do tema porque tens a realidade oposta, ou andas a seguir alguma igreja anti-apple.

        Experimenta, testa, usa, depois dá opinões sobre a tua experiencia desses mesmos testes.

        • rmcrys says:

          João Reis, nao sei o que pretendes, mas continuo a nao entender a constante ambicao de alguns em dizer “ahhhh testa e depois ves”…. mas qiem te disse que eu (e muitos aqui) nao testamos ou usamos diariamemte MB?

          Enfim, comentario de argumento vazio.

          • Nelson says:

            Se testassem, sabiam o que diziam…

            Realmente o símbolo da Apple está bem feito… depois de se dar a trinca…

          • rmcrys says:

            Nelson, a conversa é sempre a mesma:

            “se testasses…”

            Ora bem, tendo em conta que os MB andam por aí em quase todos os supermercados / FNAC / etc que os vendem, näo entendo como achas que há alguém neste forum aqui näo trabalhe/tenha testado um 😀

            Eu pessoalmente acho-os de altíssima qualidade, gosto de trabalhar com eles mas näo mais do que com PCs de topo da Sony.

            Ainda por cima o meu Lenovo U430 é uma versäo exclusiva da Mediamarket Alemanha, alúminio em negro e vermelho Ferrari 🙂 Ou seja, muito pouca gente no mundo tem um PC esteticamente como o meu, ao passo que os Apple “parecem todos iguais”.

            Säo questöes subjectivas e de gosto, mas de longe que NO SEGMENTO ALTO a Apple näo é o único e täo somente bom jogador.

          • Nelson says:

            Na fnac e isso, dá para experimentar algo, tirar dúvidas…

            Usar no dia-a-dia, é completamente diferente…

            Ver quanto dura a bateria, como trabalhas bem sem puxar pelas ventoinhas a fundo, etc…

            Quanto á estética dos Apple, a ideia não é fazer bonito, é ser o mais minimalista possível.

            Não têm cores nem qualquer detalhe estético, ou seja, nunca cansa de riscas vermelhas e sei lá o quê…

  9. Diogo says:

    Será que vão ser apresentados novos MacBook Pro de 13″?

  10. Pereira says:

    Não valem metade do preço.

    Um CD do OSX custa $20.

    • Antonio says:

      AHAHAHAHAHAHAHA …… Tens razão.

    • Oupa says:

      O OSX até é de graça meu caro 🙂

      Ora vê aqui: http://www.microsoftstore.com/store/mseea/pt_PT/pdp/productID.275077400

      UPS, não era esse link que queria colar, era este: http://www.apple.com/pt/osx/

      Desculpa qualquer coisa, cumprimentos.

      • SemEspinhas says:

        O linux também é de graça. E funciona em qualquer lado. Desculpa lá.

      • Pereira says:

        Achas mesmo que o OSX é de graça? Agradece à Apple o facto de ser tão generosa.

        Quem é que achas que está a pagar a factura do OSX e onde é que aparece o preço camuflado?

        Os upgrades e os cds são grátis… obrigado Apple! e resto do mundo, mas o OSX tens que o pagar. E quem compra paga! Em relação a isto não tenhas qualquer dúvida.

        Já agora quantos cds é que achas que oferecem por versão? Quem compra já pagou, os outros estão-se a borrifar para o clone do FreeBSD.

        Também me pareces demasiado feliz com o “novo” macbook air.

        Explica.

        Pergunto o que tem de novo o “novo” macbook air?

        Uma linha inteira de montagem e transporte mundial e a única coisa que muda é o processador? Duh?…

        Já reparas-te que estás a ser educado a esperar cada vez menos pelos upgrades dos produtos Apple?

        Este caso é o típico emburrecimento das massas felizes. Tipo sopa.

        • Nunes says:

          “clone do FreeBSD.”?
          As origens do OS X vêm do NextStep anterior ao FreeBSD. Com o FreeBSD partilha algum código, nada mais – partilha em ambos os sentidos! Mas o que faz o Mac Mac não existe em mais lado nenhum!

          “Já agora quantos cds é que achas que oferecem por versão? ”
          A Apple já não usa CDs há alguns anos! O Mac OS X é gratuito para instalar em qualquer computador, quantas vezes quiseres, e qualquer que seja a versão instalada do OS X.

          “Uma linha inteira de montagem e transporte mundial e a única coisa que muda é o processador? ”
          muda o processador e baixa o preço, sem fanfarra! Uma pequena actualização a aproveitar que esse novo processador saiu há poucas semanas.

          • Pereira says:

            Olá Nunes,

            Acho que andas ou andas-te na LUA.

            Bons tempos!

            Em relação ao OSX o J foi buscar o core ao FreeBSD e NetBSD e chamou-lhe NeXTSTEP mas o core é 100% BSD.

            Ainda hoje a Apple é o patrocinador nº 1 do FreeBSD.

            Percebes a ligação?

            Quanto a mim o FreeBSD continua a desenvolver o core e a Apple concentra-se em apps e no interface.

            É o que eu acho.

            Em relação aos upgrades do “novo” macbook air acho que a própria Apple tem algum recato em chamar-lhe “novo”…

            Em relação ao preço tem atenção que os componentes tecnológicos tendem a dobrar a capacidade e a baixar o preço ao longo do tempo.

            Na Apple esta linha é muito mais lenta nos “upgrades” o que significa que estás a pagar demasiado pelo HW. Chamam-lhe margem porque 90% dos componentes são antigos “retro” e não sofrem actualização.

            Para além do facto de que a Apple continuar a vender tecnologia do passado que é a política dos preços baixos da Apple.

            Que é o caso no “novo” macbook air em que 90% dos componentes têm mais de 100 semanas e só o processador é recente.

            Podes contestar claro mas é a realidade.

          • Nunes says:

            @ Pereira
            uau, mesmo! na Lua?
            Para quem imagina outros em viagens espaciais, deveria ao menos documentar-se melhor na Terra!
            O NextStep apareceu no final dos anos 80, o FreeBSD só em 1993!
            O kernel do OS X é diferente, a natureza do kernel é diferente, o “sistema” gráfico é totalmente diferente, as APIs totalmente diferentes, etc, etc.
            O core não é 100% BSD, usa código derivado do BSD para uma parte do sistema. Na transição do NextStep/OpenStep para o OS X, a Apple foi buscar código ao FreeBSD, NetBSD e OpenBSD para substituir código derivado do BSD que existia no NextStep.
            Desde então muito desse código mudou, muito até foi substituído nas suas funções por coisas novas, a Apple seguiu o seu próprio caminho – não há paridade desse código, nem preocupação para que tal aconteça, a Apple tem total controlo sobre o seu sistema e não espera nada do FreeBSD! Algum código continua a ser partilhado, especialmente o que mantém a compatibilidade POSIX, mas tb há projectos da Apple que são aproveitados pelo FreeBSD (LLVM, GCD, etc)

            “Que é o caso no “novo” macbook air em que 90% dos componentes têm mais de 100 semanas e só o processador é recente.”
            Mesmo? 100 semanas? 2 anos? há cada um!! Onde é que estava o disco PCIe há 2 anos? é tão antigo que ainda há tão poucos no mercado! Ou a memória LPDDR3 que usa? enfim…

          • Pereira says:

            Não, L.U.A. troca as letras pode ser que te diga alguma coisa.

            Desculpa mas por te referires a “sistema” gráfico num mundo UX já percebi que não és quem pensei e que não podes perceber muito do assunto.

            Como utilizadores tens o direito de comentar, sem dúvida.

            Mas muito menos poderás entender o que te estão a dizer ou pior ainda se não quiseres perceber.

            Se leres com atenção a wiki, que é o que tens feito, mas pesquisares ainda com mais atenção vais perceber tudo o que te disseram!

            Toma atenção que o código BSD está em todos os UXs! Até nos sistemas proprietários e fechados.

            E que o OSX ainda tem mais de BSD do que OSX é outra certeza! Não quer dizer que não estejam a mudar mas o core está lá! Percebes? Não? Não faz mal.

            Vou tentar explicar, se fores culturista por exemplo podes ganhar 30kg de músculo mas por muito que treines a “alma” vai lá estar sempre!

            Em relação ao HW o principio é o mesmo. Não vale a pena explicar-te como é que a Apple está a gerir os seus ciclos de upgrades.

            Mas para que saibas os SSD’s já existiam e a memória também o que significa que o “novo” macbook air tem 90% de componentes inalterados!

            A ÚNICA COISA “NOVA” É O CPU!

            Isto não passa de um micro upgrade.

            É um bom sistema de educação sem dúvida.

            Como tu 99,9999% das pessoas nunca se vão aperceber.

            Roger.

        • Nunes says:

          @ Pereira
          “Desculpa mas por te referires a “sistema” gráfico num mundo UX já percebi que não és quem pensei e que não podes perceber muito do assunto.”
          uau, e com essa ainda mais demonstras total desconhecimento do que é o OS X!
          Deves pensar que o ambiente gráfico no OS X é uma variação qualquer do que se usa no FreeBSD, tipo KDE, GNOME, com base no sistema X11. Não é!!!!
          O OS X usa mesmo um “sistema” gráfico diferente, o Quartz/Core Graphics, para desenhar o ambiente/interface Aqua, desde o início!
          A última versão do OS X já nem sequer vem com suporte instalado para ambiente X11, é preciso fazer download de software do projecto XQuartz que é mantido por terceiros.
          Creio que isto já bastava para deitar por terra a tua ideia de que o OS X é um clone do FreeBSD. mas enfim… deves achar que sabes muito!!

          “Toma atenção que o código BSD está em todos os UXs! Até nos sistemas proprietários e fechados.”
          Outra… Tb deves achar que o BSD foi o primeiro Unix, lol! Meu caro há pelo menos duas grandes famílias Unix, uma derivada do BSD, outra que vem do Unix original, creio que isto bastava para não dizer uma baboseira dessas. O OS X obviamente inclui-se na família BSD!

          “E que o OSX ainda tem mais de BSD do que OSX é outra certeza! Não quer dizer que não estejam a mudar mas o core está lá! Percebes? Não? Não faz mal.”
          Que perito! donde é que foste buscar essa agora? Fazes sequer ideia do que é o kernel XNU?
          Quase todo o código BSD no OS X está no kernel, e menos de metade do código do kernel é derivado (muito derivado) do BSD, com muito desse código estando lá só para manter compatibilidade POSIX. Muitas funções entretanto passaram a ser realizadas por código completamente novo da Apple – não mera modificação!
          E se passares para as aplicações, então é que não tem mesmo nada a ver com o FreeBSD. O framework Cocoa que quase todas usam, é totalmente Apple! Ou o antigo Carbon…

          “Mas para que saibas os SSD’s já existiam e a memória também”
          Os discos SSD PCIe só apareceram no ano passado, e continuam a ser uma raridade e caros! A memória LPDDR3 tb só apareceu em volume no ano passado. Aliás é maioritariamente usada em smartphones e tablets, nos portáteis não é ainda muito comum! Tudo isto apareceu no modelo do ano passado e não surgiu nada de novo nesta área, aliás era suposto a Intel já ter lançado nova geração de processadores, mas está atrasada. São componentes que representam uma grande fatia do custo de produção em conjunto com o processador!

          “Isto não passa de um micro upgrade.”
          claro que é um pequeno upgrade! Vês alguém a dizer que é grande?? nem a Apple diz que é um novo modelo, a identificação até continua a mesma! Mas pelos vistos queres fazer mais festa com o acontecimento do que a Apple!

    • Jonathan Fitzgerald says:

      Hoje em dia nem isso, visto que o OS X é de graça via Mac App Store lol

  11. Antonino says:

    Não está mau. Dá para instalar o windows? Esse SO não vale nadinha.

  12. Tiago says:

    Epah fico com a sensação que o pessoal quer ter Mac e como nao vai comprar tenta denegrir a imagem.

    OSX Marvericks até ver melhor SO do mercado (pelo gestão que faz da bateria, pela gestão da RAM etc). Para não falar que é gratuito!

    MB’s até ver TOP. Não conheço nenhum computador não Mac que continue com valor comercial semelhante passado 3y. Para não falar que passado 3y o meu Mac ainda aguenta 6 horas a trabalhar em bateria.

    Design dos MB’s: belissimo. Simples, resistente e intuitivo.

    Defeitos que vejo:
    – ainda são pesados
    – o preço é ligeiramente inflacionado
    – as peças para os upgrades tb não são baratas.

    • João Reis says:

      Bom post, reflecte o diferencial de qualidade e é a mais pura das verdades.
      Para chegarem a essa conclusão basta usarem uns tempos ou testarem.

      No entanto também à que dize-lo para quem não precisa de um laptop portatil, e para quem não precisa que seja fiavel, claro que basta um portatil windows mais barato.

      Qualidade/Preço, os Macbook são os melhores, o problema é que as pessoas, como eu, estão presas ao preço. Se for para produzir algo, trabalhar, aconselho Macbook. Se for para usar em casa e não produzir coisa alguma, mais vale comprar um laptop em segunda mão e gastar 1/4. Claro que não vai ser a mesma coisa mas dá para o gasto.

      • rmcrys says:

        “quem não precisa de um laptop portatil, e para quem não precisa que seja fiavel, claro que basta um portatil windows mais barato”.

        Bom, entao segundo tu SÓ com um Apple se consegue fiabilidade e portabilidade? LOLOLOL

        Acho que o teu comentário demonstra exactamente o quanto vale a tua opiniao, nada tendenciosa obviamente 😀 Para ti, ou maca ou lixo…

    • Nelson says:

      Quanto ao preço, não podes estar a comparar equipamentos comparáveis…

      Compara um bom portátil que seja comprável ao Mac, não só em componentes, mas também em materiais e qualidade geral.

      Por exemplo, o Lenovo Thinkpad X1 Carbon, é mais caro que o MBP, e ainda por cima, é bem pior em especificações. A fibra de carbono é muito lindo de se ver, mas não é eficiente para dissipar calor.

      Ou por exemplo, os HP Spectre, são interessantes, mas preço por preço, vais ver que é idêntico ao MBP, ou pouca diferença, mas quando se chega ao software…

      A Apple não dorme.

    • ACS says:

      Eu tenho um macbook de 2008. O 1 de aluminio que saiu. Tenho 2 gigas de ram o ultimo SO e corre-me como há 5 anos atrás. A unica coisa que troquei foi o carregador que pifou. Consigo ainda estar 5 horas sem bateria a navegar na net. Se estiver apenas a programar dura ainda mais. Tenho amigos com portateis de 1500 euros com menos de 3 anos com altas grafica e afins que se arrastam a fazer coisas no windows e a bateria deles dura 20minutos! Diga-me agora se os meus 1100 euros não valeu a pena? 5 anos passdos funciona tudo bem, a bateria tem 90% de saude, com 2 gigas de ram ( sim ja podia te rmetido 2 ou 4) o pc corre ás mil maravilhas. Nao aquece, não encrava e ainda tenho teclas ilumindas.

  13. Bob says:

    É sempre cómico ver os Apple Fans defender com unhas e dentes, a Apple. Já me ri uns minutos com os comentários.

    • Nelson says:

      Pelo menos é cómico, já os haters, é triste.

    • João Reis says:

      Não são Apple fans, é gente que tem por habito trabalho com material fiável, gente que prefere pagar um pouco mais, durar mais e ir buscar algum dinheiro quando quiserem vender.

      Com um laptop não é tão produtivo, mesmo que sejas um AS a usa-lo, menos fiável.
      Posso falar por mim que sempre usei PCs e Portateis. Mas se precisa-se de laptop para trabalho mesmo, confiar na bateria, etc…compraria macbook.

      Para PC de secretária, já muda de figura pois continuo a preferir montar o meu PC com as minhas specs e usar windows, mas com os tiros nos pés que a Microsoft tem dado, o Windows deve ter os dias contados, já faltou mais pelo menos.

    • Rui says:

      Lê os dos hatters e vais ver o quanto vai ser a rir a mais 😀

  14. Marcelo Barros says:

    Tem de dar mais tempo de vida ao meu Vaio com qual estou totalmente satisfeito.
    Mas talvez na próxima aposte num Mac, mas tinha que ser o Air pelo peso, os pro são muito pesados.

    Fico é na duvida que tal se comporta no que diz respeito ao aquecimento já que é tão fino e pode ter mais problemas de refrigeração, a correr eclipse, apache e outras aplicações de developers.

    Alguém pode dar um feedback?

    Cumprimentos.

    • Sergio says:

      Posso.

      Desaconselho completamente os portaties da Apple para utilização intensa/profissional, vê o meu post acima e vais compreender porquê.

      Sem duvida que optaria por um Toshiba.

    • João Reis says:

      Podes ter a certeza que é a melhor compra.

      Testa um em loja, é a melhor coisa, esquece o que te digam, vais encontrar 80% de condenados a Portateis Windows, digo isto porque eu sou um deles.

      Se queres trabalhar com laptop, se queres algo em que possas confiar mesmo, esquece qualquer outra marca. Produtividade é a palavra chave, claro que vais ter de te habituar ao ecosistema OSX, mas é rapido, eu demorei 1 semana. Só usei um mes, e por mim era para sempre.

      Já usei e se pudesse era só o que usava, claro que se precisas para usar apenas em casa, basta-te um portatil windows em segunda mao, pagas 1/4 e usas normalmente.

    • Luis says:

      Tenho um Macbook Pro e aquecia um pouco quando o usava no trabalho, mas nada de muito diferente de outros portáteis.

      O Macbook Air que uso actualmente para trabalho não aquece. Chego ao final do dia de trabalho e baixo a tampa (sim, não o desligo) e no dia seguinte é só levantar a tampa e está a bombar. Se é o recomendável? Não sei

      Eu tenho essas aplicações entre outras numa VM, e funciona tudo 5 estrelas, e já ando com um Mac à uns 3 anos. Para mim foi a melhor decisão ter mudado para Mac, mas cada um sabe de si.

      • rmcrys says:

        Luis, normalmente os MBP usam CPU de media gama e performance, e os MB Air low ou mesmo ultra low power (e performance média baixa), daí a diferença de aquecimento. Além disso os air usam a gráfica do CPU ao passo que os MBP podem usar gráficas dedicadas. Se é para trabalho escritório o AIR chega bem.

        Quanto a isso da tampa, tens em TODOS os portáteis 😉

    • Nelson says:

      “mas tinha que ser o Air pelo peso, os pro são muito pesados”

      A diferença hoje em dia é muito pouca… 220g…

    • Nelson says:

      Os MBP e MBA têm sempre boa refrigeração. Raramente ouves as ventoinhas.

      Têm boa refrigeração, porque são feitos em alumínio, tal como o radiador de um carro, que é o segundo metal que é melhor para dissipar o calor por unidade de área (o maior é o cobre, que é ultra-caro)

      Também têm as maiores áreas de dissipação, o ar quente sai pela abertura da dobradiça.

      Corre á vontadinha o Eclipse e Apache sem dar um bufo 😉

  15. Rui Mesquita says:

    Hoje em dia, com os portateis é quase só sorte. Tenho dois amigos que compraram exatamente o mesmo computador, um deles morreu, e o outro ainda funciona… Há Asus que duram toda a vida, há Asus que só dão problemas.

    O meu ponto de vista é o seguinte, se tivermos um SO fabricado só uma um hardware especifico, a performace a estabilidade vão ser melhores.

    Eu pessoalmente, devido à minha situação actual, vou voltar À torre, tenho saudades 🙂

  16. Márcio Lima says:

    Gostei particularmente da parte onde mencionam a qualidade contrução / politicas de qualidade.

    Apple preocupa-se imenso com os seus clientes, que pagam o que pagam pelas suas máquinas. Ah! desculpem… esqueci-me que isso só funciona quem compra Apple Care 🙂

    Falem em design? Não argumento… gostos são gostos.

    Falem em preço / desempenho / estabilidade?
    Comprem o MAC que quiserem, ponham ao lado de uma gama profissional Dell ou Lenovo (e não, não são aquelas marcas/modelos que vocês vêem no supermercado)e dentro das mesmas aplicações, vejam quem tem mais desempenho por menor preço.

    3 meses à espera de uma board num centro autorizado Apple, e falam-me de boas politicas de qualidade… Discos com sectores danificados… e o cliente é que tem que comprar o disco novo. Ganhem juízo minha gente.

    Continuem a desculparem-se com o Design e a leveza para continuarem a pagar mais por menos.

    O meu portátil com 4 anos de garantia, vem repara-o a minha casa no dia seguinte… ou dão-me um novo… e não custou 1000 euros. e como disse alguém e muito bem, para mim um i3 com 8GB e SSD chega-me para a minha vida diária.

    • rmcrys says:

      Quanto a garantia ainda näo sei, acabei de enviar um produto para garantia da Apple pelo ecrä e ainda näo tenho resultados.

      Quanto a performance o OSX expreme tudo o que o hardware pode dar e mais rápido vs. Windows fruto de código bem optimizado! Mas SEMPRE considerando specs osx vs specs windows.

      A questäo é que o osx nao faz o espaco do SSD aumentar, e se 128 GB sao ridiculos, 256 tampouco dao para festejar. Quem tiver um MB Air vai-se sentir sempre limitado a este n´vel a nao ser que dependa sempre de alternativas lentas.

      A diferenca é que a nível de jogos e algumas ferramentas específicas, o Windows tem uma base incomparavelmente superior. O que significa que ultrabooks Windows podem pelo mesmo preco (1000 – 1200 euros) oferecer specs e velocidades superiores, com qualidade de construcao comparável. Se servem / gostam / querem é outro assunto MUITO diferente.

    • Rui says:

      4 anos de garantia? qual marca? Por norma tens 2 anos, seja para que marca for. O Apple care plan é uma extensão de garantia internacional, de 2 para 3 anos, em que se obtém outro nível de suporte. Para uma avaria, durante os dois anos em Portugal podes ir na mesma ao centro autorizado. Nas restantes marcas é semelhante a menos que tenhas também um “care plan” ou tenha sido uma promoção para darem publicidade à marca.

      Já usaste um Mac no dia a dia em trabalho para dizeres que um Dell ou Lenovo são superiores?

      • rmcrys says:

        Rui, não vou defender nenhum porque nem sei de que modelos ele fala, mas o mesmo é válido para ti: é muito fácil experimentar Apple, mas … ja experimentaste tu Dell / Lenovo actualmente para ensinuares que Apple está acima?

        Não tenho a mínima dúvida da alta classe da App li e, mas já fui a imensas empresas “de alta classe” e curiosamente vi aquilo cheio de Dell negros. Pelo nível de empresa que são, 365 dias por ano, 24h/Dia, não me parece que fossem trabalhar com algo que não fosse de topo … E sei que a Lenovo tem uma série empresarial com assistência imediata no local, e se pagares um plano especial, eles não reparam … substituem 🙂

        • Rui says:

          Eu falo do que sei, já tive Lenovo e na empresa onde estou também há Lenovos, e uma das coisas que não me agrada é ter um portatil que anuncia 9h de autonomia e depois dura 3h. Depois com o passar do tempo as ventoinhas ficam cheias de pó, o portátil aquece, e para limpar num Lenovo é uma carga de trabalhos. No Mac é mais facil. Quanto à performance, um Lenovo ou Dell ou Mac, do que testei são +- o mesmo, sendo que para mim o Mac ganha pelo SO, qualidade (aluminio vs plastico), autonomia, peso.

          E sim, ando em muitas empresas que tem Dell e Lenovo principalmente, e eu ando com Mac. Sei que para empresas a Dell e a Lenovo tem muito boa assistencia… eu perfiro Mac. Nota, não estou a impingir a minha ideia a ninguém, apenas partilho a minha experiencia. Obvio que cada um deve gastar o que pode adaptado às suas necessidades. Mac é melhor? Para mim (minha utilização) é, agora os outros que escolham o melhor.

          O que acho sem sentido é dizerem que se pode escolher qualquer Mac que os outros são melhores… 😉

      • Márcio Lima says:

        Dell Latitude E6220 com 4 anos de Garantia NextBusiness Day de base (normalmente vem com 3) Todo em aluminio e magnésio e custou abaixo dos 600 euros.

        Ok, é um i3… ok, que o SSD de 120GB é SATA (embora lá tenha o slot para adicionar o PCIe)

        Bateria dura 9 Horas a trabalhar (em plano de Energia Equilibrado) Trabalha diariamente cerca de 14 a 15 horas por dia. Dois anos de uso e mal se nota marcas de desgaste em teclas ou touchpad’s.

        Quando preciso se fazer uma manutenção aos coolers (porque máquina de trabalho, ganham lixo), desaperto um parafuso e tenho tudo disponível.

        Na empresa, ligo-o numa verdadeira dockingstation, onde tenho 2 ecrãs, portas USB a trabalhar ás devidas velocidades…

        Windows é perfeito? não. e o OSX é? dúvido

        O que os adeptos de Mac não admitem, é que embora Apple tenha as suas virtudes, não deixa de ser um equipamento excessivamente valorizado e onde uma grande percentagem dos seus utilizadores, são cliente do tipo, Mac é bom, ou o meu amigo tem Mac, é bonito, vou comprar.

        E aos que dizem que usam Mac diariamente no seu “trabalho” digam-me quantos conseguem instalar o ERP da empresa nativamente, quantos conseguem ter compatibilidade a 100% nas mesmas aplicações que o resto do mundo usa.

        Falar é muito fácil.. na prática, não é bem assim.

        • Nunes says:

          “custou abaixo dos 600 euros”??
          o preço de base era muito superior a isso!

          “SSD de 120GB é SATA (embora lá tenha o slot para adicionar o PCIe)”
          A usar algum disco por essa porta será m-SATA, com a mesma limitação de velocidade do SATA – a única vantagem é permitir discos mais pequenos!

          • Márcio Lima says:

            Custou 600 euros porque tornou-se um modelo descontinuado, e ao contrario do que dizem sobre a Apple, as outras marcar precisam de despachar material mais velho.

            Sorte a minha que fiquei com um 12.5 polegadas bem abaixo do preço e atestado.

          • Nunes says:

            @ Márcio Lima
            então usas o argumento do preço, quando esse preço é em saldos??? bemmm… grande argumento, sim senhor!

        • Rui says:

          “E aos que dizem que usam Mac diariamente no seu “trabalho” digam-me quantos conseguem instalar o ERP da empresa nativamente, quantos conseguem ter compatibilidade a 100% nas mesmas aplicações que o resto do mundo usa.”

          Para o meu trabalho, ERP instalado, aplicações, etc, eu consigo e funciona tudo 5 estrelinhas. E conheço mais pessoas que o fizeram e não se arrependeram. Mais, as VM são mais rápidas que em windows.

          Já percebi o porquê dos 600€, estás a falar de características bem inferiores. Se eu quisesse poupar e comprar uma maquina inferior tinha muitas alternativas. Como posso “esbanjar” dinheiro comprei um Mac. 😉

          Ao contrario dos que vem para aqui dizer mal, eu digo, analisem, experimentem, e depois comprem.

          • Márcio Lima says:

            Mas andam o tópico todo a defender estabilidade e desempenho e agora já vão buscar maquinas Windows virtualizadas no OSX??

            LOL

            Continuem a brincar no vosso quarto porque estes argumentam são no mínimo uma anedota e de quem está ciente do mundo real

            Utilizar OSX para depois ter uma máquina virtual a correr mais 50% das aplicações utilizadas, contraria tudo o que o vosso fanatismo defende. Mas pronto, continuem com o sistema operativo bonito a correr aplicações Windows

            Ao contrario do que possaas pensar TI, compra-se o que faz falta para o que é preciso. Muitos anos me diverti a experimentar Linux e outros, mas a realidade é que o meu dia a dia exige Windows (por mais que me custe)

            e enquanto o teu maravilho Apple topo de gama deve demorar 50 a 60 segundos a arrancar o teu OS, a VM e depois a aplicação Windows que precisas, o meu i3 de segunda geração demora cerca de 25 segundos a ter a aplicação “ready to go”

            É simplesmente parvo, andar a usar argumentos de fiabilidade e estabilidade e depois aparecerem com desculpas que utilizam VM’s e Windows

            Para isso volto ao meu velhinho FreeBSD.

            Felicidades com a vossa marca! É triste ver pessoas que, ou não estão dentro da realidade actual ou simplesmente não querem admitir que Apple são equipamentos caros, “queques” para alguns utilizadores de facebook e email e com demasiado dinheiro no banco! A vosso grosso de clientes, basta dizer que são designer e artistas, que por sorte a Adobe ainda hoje os apadrinha, mas que na maior parte das vezes querem saber de tudo menos no “cavalos” que tem na máquina.

            Depois de experimentarem uma máquina como deve de ser a um preço mais acessível, perguntam se pagam mais pelo branco ou querem uma “coisa” preta 🙂

          • Miguel says:

            o meu MacBook C2D 2GHz
            demora 2 segundos
            a estar pronto a usar

            metade das aplicações
            em máquina virtual?
            porque carga d’água??

    • Nelson says:

      Esqueceste-te foi de referir que essas linhas aí, thinkpad, tira, elitebook, etc… São muito boas, mas preço/specs, não são melhores que a linha Apple, e preço por preço, mais vale a pena ir para o que tem OSX, valor de revenda, estética, e confiança…

      Não é preciso pensar muito, a Apple é de longe a marca dominante em PC’s acima de 1000€, é a que tem mais experiência no ramo, a que consegue melhores preços, porque é a que faz maiores encomendas, e a que fica com mais dinheiro para investir em novos modelos e novas melhorias…

      É como quem quer comprar um carro de luxo, tem carros caros em muitas marcas, mas quando se quer um carro bom, não interessa o preço, todo o mundo acaba nas mesmas marcas…

      • OMG says:

        O problema é quando se compra um BMW e depois nos sai um motor Peugeot ou quando se compra um MB e nos sai um motor Renault… Fia-te nas marcas e não abras a pestana…

        • Nunes says:

          mesmo?
          tipo virem para aqui dizer que o processador i5-4200U (1,6GHz) é melhor que o i5-4250U (1,3GHz), quando na verdade o i5-4250U tem melhor GPU integrado e performance idêntica em CPU.
          Isto para não falar que a performance do computador vai para além do processador.

        • Nelson says:

          Mercedes não comento, mas que raio de história é essa de motores Peugeot nos BMW?

          Conversas de vendedor, o único motor que a PSA partilha com o grupo BMW, é o motor do 1.6 Mini, que não é um BMW.

          No Série 1 para cima, só usam motores BMW.

          Era só o que faltava! Um BMW agora utilizar um motor externo? Isso é uma impossibilidade!

          • OMG says:

            Mini não é BMW? Faz de conta que não…
            Estou a ver que tens tendência para o fanatismo para certas marcas.
            Também vais dizer que a BMW é a perfeição automóvel? Que não tem defeitos que a BMW também insiste em não assumir? Se um dia o azar te bater à porta, depois falamos…

          • Nunes says:

            @ OMG
            pela tua lógica um Seat é um VW, um Skoda é um VW, um Dacia é um Renault, um Opel é um GM, etc , etc! Um Smart é um Mercedes lol!
            Uma marca pertencer a um grupo não significa que os carros são desenvolvidos pelas mesmas pessoas que as outras marcas do grupo, e com os mesmos princípios e materiais!
            Nada é perfeito! Mas há marcas que dão mais confiança pela história dos seus produtos!

          • João Pereira says:

            A mini pertence à BMW, mas no entanto a mini tem vários motores, como também usa motores toyota, que por sinal são dos mais fiáveis.

          • Nelson says:

            Mini é Mini, porque não é BMW.

            Se fossem BMW, tinham a marca BMW.

            Assim como os BMW não são Rolls Royce.

          • OMG says:

            A BMW detém a Rolls Royce e não o contrário.
            BMW e Mini partilham muito mais que BMW e RR (incluindo stands de venda). Mas é verdade que não tem lá a marca à frente… a marca, a importância da marca, benditos tugas…
            Pessoalmente gosto das 2 (já agora das 3).

          • OMG says:

            Além disso, e ao contrário das outras marcas referidas, a Mini não foi uma “marca inferior” que a BMW comprou, apenas comprou o nome, a marca em si, não têm modelos que façam concorrência directa entre si, não serve para despachar sobras dos modelos descontinuados e não tem padrões de qualidade inferiores.
            Antes de qualquer acusação posso dizer já que não tenho nem nunca tive qualquer mini (enquanto aguentar a insistência da minha mulher), mas tenho sim BMW.

  17. Carlos Carvalho says:

    O que eu acho ridiculo é ver a quantidade de pessoas que veem para aqui dizer que os produtos da apple valem o que pedem por eles, aceito que digam que sejam os melhores em qualidade de construção, que tenham os melhores aluminios trackpads ecrãs etc, mas valem as centenas a mais que pedem? Nunca na vida. Com portateis não tenho muita experiencia, mas uso todos os dias um iMac com um i5(2º ou 3º geração) e aquilo é vergonhoso, nao tava á espera de nada do outro mundo como fazem parecer em todo lado, mas que pelo menos tivesse a mesma performance que um pc com windows… ou aquele osx que eu uso está “minado” ou voçes sao os maiores lorpas que eu conheço.
    Pah usem e abusem do argumento do design, nao digam é a ninguém que aquilo vale umas centenas a mais, admitam que o show off da maça vos atrai, ninguem vos julgará.
    De todos os iProdutos que usei, o unico que me pareceu ter um valor mais justo foi o ipad, o resto é puro show off.

    Atenção nao tou a julgar quem compra apple, se eu tivesse 1300€ que nao me fizessem falta tambem comprava um portatil destes, para impressionar as meninas la da universidade.

    • Rui says:

      Provavelmente o teu OSX está todo minado. Uso Mac à uns 3/4 anos e nos upgrades foi sempre linear e até à data funciona tudo bem e rápido.

      Se os Macbook podiam ser mais baratos? Talvez… eu nao me importava. Mas com as características dos Mac, vais à verdadeira concorrência e os preços são semelhantes. Em alguns casos até serão mais baratos os Mac, como no caso do Mac Pro.

      Não venham é para aqui com portáteis de 400/500€ que isso é nada!

  18. MAC? No thank you! says:

    MAC= Supervalorizado, Caro, as especificações deixam a desejar, sem leitor de DVD, disco demasiado pequeno (Se levar com apenas 1 software que uso ainda preciso de 500GB de espaço!)memória demasiado pouca, placa gráfica= má, processador i5?

    Por esses preços compra-se portáteis com Windows 8.1 com melhores especificações…. Isso do SSD é para inglês ver….. 128GB nos tempos que correm é ZERO!!!

    • Oupa says:

      Como é que há gente que consegue dizer tanta asneira junta?

      Para veres que as specs não são tudo aconselho-te a ver este vídeo:
      http://youtu.be/LwvFKCnI_NY

      Não é uma comparação entre portáteis, mas é só para veres que as specs não são tudo. O S5 todo quad-corezinho e com o dobro dos Ghz e o iPhonezito coitado, um dual-core, a PAPA-LO…

      Só mais uma coisa, nos tempos de hoje 128Gb SSD é pouco? Então é à 2 ou 3 anos que mal se falavam nas clouds ainda e que poucos portáteis com 1Tb de HDD se viam, como era? Os softwares passaram a ocupar assim tanto desde à dois anos? É que os filmes e as músicas ocupam o mesmo…

    • Oupa says:

      Esqueci-me de referir: leitor de DVD? Isso ainda se usa? No meu velhinho Tsunami usava isso para gravar um CD lá de 3 em 3 meses para um amigo meu para ele ouvir no carro! Até ele depois disso comprou um rádio com entrada de pens 😉
      Desde que tenho o Mac nunca precisei de usar!
      Já que falaste atrás nos dias de hoje, nos dias de hoje essa drive já só serve para ocupar espaço e para aumentar o volume do computador! (Ou para meter lá o HDD quando se põe um SSD no local original do HDD :p)
      Já que falas tão bem dos SSDs, gostava que um dia experimentasses um…

    • Nelson says:

      SSD é para inglês ver?

      LOL… bem se vê que sabe do que fala… sem leitor de DVD? WOW!

    • ACS says:

      Que ignorante! É um ultrabook o objectivo é pouco peso, pouco calor, pouco barulho e muita bateria. Para teres tal coisa nao podes ter leitor de dvds mt menos um disco rigido. SSD sao mais rapido consomem menos e fazem 0 de barulho.

      É o que eu digo. o ppl compara cavalos com burros.

    • Rui says:

      Não precisas de copiar a diciopédia para o disco, podes usar via dvd 😉

    • OMG says:

      O leitor de DVD só serve para ocupar espaço. Não sei porque é que a Apple o mantém nos MBP.

  19. Miguel Porto says:

    Foi duas coisas que nunca imaginei ver na mesma frase: “novos MacBook Air” e “reduziu-lhes o preço” 😀

  20. Pedro says:

    Mais uma vez Portugal é enganado com esta descida. Os preços em dollar e euro sempre foram iguais (1.149$ ou 1.149€ por exemplo). Neste caso já eramos roubados. Agora desceram, para o exemplo das 13′, para os 1.029€ mas em dollar passou para 999$. Mais do mesmo…

    • Nunes says:

      :S os preços oscilam com as tendências da taxa cambial entre outros factores!
      E ao contrário do que aparentas dizer, os preços não foram numericamente iguais.
      O preço anterior era 1149 euros (vs $1099), de modo que agora até houve uma descida maior nos preços em Portugal do que nos Estados Unidos!

  21. Márcio Lima says:

    Um aparte… perdoem-me o abuso.

    Uma pequena piada
    O que acontece ao dono de um Macbook Air com um SSD PCIe de 120Gb e quer fazer um upgrade para 250GB?

    Vai a um Centro Autorizado Apple e compra um “Modulo” de 240GB por quase 500.00 euros! – toda a gente sabe que aquele modulo é especial.

    Como ninguém compra (mais vale vender e comprar uma máquina nova, até os próprios centros autorizados já comercializam uns discos SSD da OCW, que aparentemente são muito bons e custam metade do preço.

    Tudo isto resume o tema da noticia inicial

    Bom material ou não, Apple abusa nos preços (porque pode! e se baixa muito de preço, vão deixar de ser bons (o que aconteceu com o iphone 5C) e não vende 🙂

    Vocês são os melhores clientes do mundo!

    • Nunes says:

      A OWC ainda não tem SSD PCIe para os MacBooks!
      Não são discos baratos. Se procurares pelos discos da Samsung equivalentes, verás preços dessa ordem de grandeza!

    • Rui says:

      O 5C aparentemente vende mais que outros topos de gama.

      E para mudar o ssd do Air não é necessário ir a um centro autorizado. Até podes fazer em casa se souberes. O ssd é caro mas é pcie.

      Há com cada um… Não gostas ou não queres é problema teu

    • Rui says:

      E respondendo ao teu comentário acima sobre VMs e aplicações, ERPs, claramente estás desfasado da realidade.

      Quem é que anda actualmente a instalar tudo na maquina física? Mesmo com Windows usa-se imenso VMs, por N razões. Vais a formações e trabalhas em VM, querem passar-te algo… É uma VM. Trabalhas em que século? LOL

      • Márcio Lima says:

        Oh homem… Ganha juízo

        Leva lá a bicla 🙂

        Aplicações virtualizadas em postos de trabalho de produção? Em que mundo?

        Se me disseres aplicações visualizadas em servidores e utilizadas com os respectivos clientes nativos no teu osx… Ok. Mas então para que queres posto de trabalho topo gama?

        Quantas empresas nacionais conheces com postos de trabalho Apple?

        Porque a maior parte das firmas investem 30% a 40% mais para ter o mesmo resultado e o mesmo desempenho.

        Eu na tua opinião Apple é melhor, podes continuar a acreditar e a comprar. O resto, não tens que acreditar no que eu digo. Vê!

        • Rui says:

          “Aplicações virtualizadas em postos de trabalho de produção? Em que mundo? ”

          No mundo de quem trabalha com ERP’s na vertente de administração e desenvolvimento, não no mundo de quem se senta atrás dum ecrã para inserir dados no ERP. Para esses, como tu dizes e bem, qualquer PC serve, agora para quem precisa realmente de máquina, santa paciência se eu tivesse de andar com algo como me estás a sugerir.

          Claramente eu estou inserido no 1º mundo, agora se tu estás no 2º mundo… já não sei.

          Ainda não percebeste que há quem precise de máquinas com outras características?

          Eu já percebi e tenho a noção que Macs não são a opção para a generalidade das pessoas e nem ponho isso em causa e também sei e tenho a noção que há opções bastante interessantes para quem trabalha como eu e não opta por um Mac, ao contrário de ti que parece que não entendes que há quem necessite e faça real uso de máquinas como um Macbook Air no trabalho e que opte por um Macbook Air ou Pro em vez dum PC.

  22. Márcio Lima says:

    @ Nunes

    Aparentemente Apple não faz saldos…

    Mas caso pretendas, apresento-te o preço de um Latitude de características idênticas a um Mac e podes comparar.

    Voltando mais uma vez à discussão inicial, arranjem um orçamento, vão ao mercado e vejam a melhor relação preço / desempenho /qualidade. Depois digam me se é Mac

    • Miguel says:

      sim
      pretendo

      apresenta

    • Nunes says:

      A Apple não faz saldos, mas encontras lojas com descontos em MacBooks depois de serem lançados novos, e algumas até que vão fazendo descontos especiais ao longo do ano.
      Comparar numa discussão destas, preços de saldo ou com desconto, com preços normais é desonesto, pois não são os preços que muita gente encontra no dia a dia, e são variáveis! Mais desonesto é quando tal facto não é dito logo à partida!

    • Nelson says:

      Apresenta lá…

      Quero ver essas características, em especial peso, bateria, contraste do ecrã, cores, materiais, impacto ambiental, área e tecnologia do trackpad, OS’s suportados, nível de ruído, não falar de detalhes funcionais como magsafe, alumínio, processador ARM, etc…

  23. MAC? No thank you! says:

    O software da Apple é do mais aborrecido que existe…. é sempre, mas sempre com a mesma cor e apresentação.
    Já lá vai o tempo em que ter um MAC era bom….Hoje em dia são muitos os que compram por causa do “status”.
    É como ter um iPhone… cara, ecrã pequeno, parte no momento que cai, tal como o iPad.
    Os MAC são tão bons como os outros, a diferença é que há otários que gostam de pagar.

    PS: Só o facto de não ter DVD faz logo com que muita gente não compre. Os vossos argumentos de que “não precisam” não se aplica á generalidade das pessoas, logo a vossa opinião só vale mesmo isso, uma opinião.
    Nem todos querem a cloud. Tenho de fazer uploads constantemente por causa do meu trabalho, e é bem mais rápido se mandar o dvd para o cliente. Estou a falar em dados superiores a 6GB. Digam lá qual é a velocidade de upload, e quantos dias precisam….

    • Nunes says:

      “é sempre, mas sempre com a mesma cor e apresentação”
      claramente não fazes ideia de como era o interface do OS X há 10 anos atrás, ou como se pode personalizar!

      “PS: Só o facto de não ter DVD faz logo com que muita gente não compre”
      até pode ser verdade que haja quem não compre por causa disso, mas o facto é que o Mac continua a crescer, enquanto nos PCs no global diminuíram as vendas! E não ter um leitor integrado não retira a possibilidade de se usar e gravar DVDs. Há leitores externos por cerca de 30 euros

    • OMG says:

      E suporte flash? Rápido e barato…
      Também acho que o DVD é inútil para a maioria dos utilizadores, apesar de haver excepções.
      Mac OS é aborrecido porque é para trabalhar, é insípido, mas eficiente. Um Mac não dá grande status, não vais andar na rua a mostrar a maçã e os preços estão dentro do normal, ao contrário do iPhone, onde ainda existe quem compre pelo status, mas cada vez menos, será mais pela moda.

  24. silvia says:

    Boa tarde,
    Estou a pensar em comprar um macbook air 13” com 8Gb e 256GB de armazenamento.
    O uso do computador é basicamente para uso familiar,para organizar/editar fotografias, fazer pequenos filmes.
    Gostaria de ter a vossa opinião se este modelo serve para este tipo de uso ou devo optar pelo macbook pro?
    Obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.