PplWare Mobile

ALERTA: Google está a espiar os estudantes


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. José Coelho says:

    No mundo em que vivemos com os últimos atos terroristas, com a escalada da violência a falta de respeito eu sou a favor da espionagem para tentar travar certos comportamentos e atos.

    Como se costuma dizer “Quem não deve não teme!”

    Por este motivo não existe razão par alarme sempre que alguém pensa que esta a ser vigiado…
    Agora espionar par roubar informações pessoais ou outras isso não… espionagem industrial é crime, espionagem sem um fundamento credível também é crime!

    • mart says:

      São de pessoas assim que os lideres precisam. Nem vale a pena lutar muito porque a maior parte está a dormir . Enquanto dormem, dão a chave da sua casa para que toda a sua liberdade e privacidade seja armazenada. Esquecem-se os dorminhocos que isto não se trata de armazenar apenas sobre os sites porno que se visitam. Interessa muito saber quais as suas tendências politicas, religiosas, etc. Para que todos os que possam ser fonte de “disturbio”, entenda-se deitar abaixo um governo por ter ideias diferentes, possa ser marcado e posto de lado de maneiras agradáveis.

      Mas claro, quem não deve não teme. Não queremos liberdade, queremos segurança. Repitam lá isto mais vezes vá.

      • José Coelho says:

        LOL… Ai andas no porno… Tu lá sabes…

        Clara liberdade sim ou não vivêssemos no Ocidente na Europa das oportunidades mas, quando alguns senhores usam esta liberdade para matar indiscriminadamente concordo com limites a esta mesma liberdade…
        E como se costuma dizer “Por culpa de alguém pagam todos!”
        Mas estas notícias de espiões não passam de texto para preencher jornais e blogues, pois alguém acha que existe alguém a escutar todas as chamadas feitas e a ler todo o correio eletrónico de milhões de pessoas? Claro que acham mas acham mal… seria algo surreal o que existe são sistema que filtra a informação obtida nas chamadas nos email e mesmo nas pesquisas web baseando-se em palavras chave para detetar as chamadas os email quem devem ser analisados se existir forte indicio de algo ilegal.
        Claro que se estivermos ser espiados por piratas informáticos que procuram passwords ou outras coisas ai a historia é outra…
        Ou mesmo espiados por sistemas de Cookies, sim pois para quem não sabe o nosso pc está constantemente a ser vigiado pelas famosas Cookies, estas espiam os nossos hábitos para ajustar as pesquises os anúncios… etc.

    • Ralk2 says:

      Bom, José… vc sabia q nesses últimos atentados a França havia sido avisada com antecedência e mesmo assim não fez nada?!
      Pois é,… eles foram alertados por pelo menos 3 agências de segurança diferentes e não tomaram ação nenhuma.
      Informações eles tinham. Não impediram os ataques pq apesar de ter o toda a informação q precisam, eles não sabem o q fazer com ela. Coletam simplesmente por coletar.

      As informações coletadas pelo google, apple, microsoft,… não serão usadas para combater terroristas.

    • ervilhoid says:

      Quem abdica da privacidade em troco de segurança acaba sem uma coisa nem outra.. tem se visto que travam ataques ou lá o que..

      Coitados é de certos países do médio oriente não podem espiar nada e volta e meia rebentam com aquilo tudo não evitaram nada e nós aqui assistimos na TV

    • Eph says:

      Ao cuidado do Sr José Coelho:
      http://arstechnica.co.uk/tech-policy/2015/11/terrorist-attacks-mass-surveillance-is-the-problem-not-the-solution/

      A vigilância massiva está a prejudicar o combate ao terrorismo.
      Os terroristas era conhecidos de várias agências e monitorizados, não usaram encriptação nas comunicações, e conseguiram levar a cabo o atentado. Não porque não estivessem sinalizados, mas porque existem demasiadas informações e as agências não têm meios para atender a tudo. Aliás, já se torna comum que nos ataques terroristas, as agências virem dizer que tinham os suspeitos sinalizados. E depois de estarem sinalizados, fazem o quê? Nada. Porque as agências perdem todo o tempo e meios que têm a fazer investigações horizontais (os programas de vigilância massiva não distinguem alvos, vigiam toda a gente), em vez de estarem a investigar na investigação de casos concretos que possam ser mais perigosos ou que estejam a preparar alguma (viagens de ocidentais para o médio-oriente e o contrário). Para terem continuado a vigilância destes terroristas, depois de sinalizados, não havia meios, mas para a vigilância massiva (mt mais cara e dispendiosa, vejam-se os custos dos programas da NSA) já aparece dinheiro. Porquê?

      É simples. Os programas de vigilância massiva NÃO são programas de segurança. São programas de espionagem da população. É por isso que eles não funcionam, não evitam os atentados. Quem evita atentados são as agências que investem meios humanos e financeiros para combater o terrorismo como sempre se fez antes, virando a investigação para alvos concretos, internos e externos, e não para montar sistemas de vigilância de populações inteiras que nunca na vida vão fazer um acto de terrorismo. Se apanhar um terrorista (seja ele interno ou externo), é como tentar encontrar uma agulha num palheiro, a recolha indiscriminada de dados sobre toda a população vem apenas acrescentar mais palha. Em vez de ser um palheiro, torna-se num continente inteiro de palha, e as agulhas continuam a ser as mesmas.

    • João Fonseca says:

      Podes ter a certeza de que se o governo passar a ter tal nível de controlo passarias a ter muito que temer…

      Um governo com tal poder teria tudo o que é necessário para se tornar num regime ditatorial.

  2. manuel says:

    Não deveria ser: “Google estará a espiar os estudantes”?

  3. neok says:

    agora é que é tramado, nem windows 10, nem android, nem serviços google… ui…

  4. J T says:

    Alerta: Google está a espiar toda a gente.

  5. sergio monteiro says:

    A Google não está a espiar só os estudantes. Eles espiam desde sempre toda a gente.

  6. ZarkBit says:

    Ainda falam da Microsoft e do Windows 10… enfim….

    • Cruz182 says:

      a microsoft é santa ao pé da Google, pena maior parte das pessoas (baixo QI) n verem isso.

      • Ralk2 says:

        Google, Microsoft, Apple,…(qualquer empresa) visa só lucro. E se acha q alguma delas faria alguma coisa por vc está enganado.

        se as duas espionam. Pq defender uma e atacar a outra?!
        não há santos, só espiões.

  7. cc says:

    Já que os pais não vigiam os filhos ao menos a google o faz 🙂

  8. Anderson Batista says:

    A Google é uma armadilha mundial. Ainda vão aparecer muitos podres por ai. 🙁

  9. Jeff Andrew says:

    As suas webcam do notebook e as câmeras dos celulares estão sendo espiadas sem sua permissão em qualquer momento, até naqueles que vc esta no banheiro ou em relações pessoais. Tapem a lente com algo ( utilizo um pequeno adesivo escuro ) e só tirem quando forem utilizar ou fazer fotos.

  10. noTrombone says:

    Portanto a Google analisa os dados para fornecer publicidade dirigida… onde está o problema?

  11. Kaynrath says:

    É assim que a Google se sustenta. Vende os dados a grupos económicos que por sua vez apresentam a tal publicidade “personalizada”.
    Claro que incomoda muita gente, mas os serviços da Google teem que ser pagos de alguma maneira. Uma vez que não é o utilizador final a faze-lo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.