PplWare Mobile

Airbus vai investir mais de 40 milhões em Santo Tirso


Imagem: Vídeo: Jornal do Ave

Autor: Vítor M.

Destaques PPLWARE

  1. Rui says:

    Investimento muito bem vindo, vale muito mais do que os Passaportes Gold!

    Já começamos a ter um grupo de empresas ligadas ao sector aeronáutico de respeito.
    Mas mais importante do que a representação directa da Airbus cá (já tinham cá fornecedores como a Caetano Aeronautic, entre outras), é o arrasto e criação de muitas empresas especializadas à volta e o emprego de mão-de-obra muito especializada!

    • Trinitá says:

      Espera até o PCP e o BE chegarem lá…
      Vai ser outra Autoeuropa, em que o T Rok vai ser o ultimo veiculo a ser fabricado em Palmela.

      • Miguel says:

        Este país não evolui enquanto esses partidos não desaparecerem. E isto não é falta de democracia, é mesmo um facto. O mercado tem de ser liberalizado, assim como uma grande parte do país, economicamente e socialmente falando.

        • Amilcar Alho says:

          Se esses partidos desaparecerem ou nunca tivessem existido, como sugeres, neste momento não estavas a fazer comentários no pplware, pois estarias a trabalhar de sol a sol…

          • Miguel says:

            Se esses partidos tivessem estado no poder alguma vez não poderias estar aqui a comentar no Pplware, estavas a trabalhar de sol a sol e para o estado. E não, não dou 1% de responsabilidade ao PCP (presumo que neste caso não estejas a falar do BE) o sistema político em que vivemos, dou sim muito ao PS e ao PPD apesar de não ser também o meu partido.

  2. Jorge Gomes says:

    Quem nao vai gostar muito deste investimento na Galecia, sao os mouros do magrebe da Tugolandia.

  3. Miguel says:

    É com grande satisfação que recebo a noticia deste investimento no setor da aeronáutica embora ligeiramente diferente do que se pensava.

  4. Jorge says:

    O invertir num país dos mais corruptos do mundo é somente para lavar dinheiro, o governo deveria de ter vergonha em fazer parte de um país com o nível de corrupção que temos.

  5. Ricardo Gomes says:

    Um bom investimento, mesmo assim devemos por os pés na terra porque so vamos produzir bancos tal como a copotextil os produz para todo o grupo VW ;)…é verdade…nao vamos produzir avioes… agora sera que a airbus vai encontrar 250 pessoas que querem trabalhar?

    • ToFerreira says:

      Claro que não! Depois de estarem com o rsi ninguém quer trabalhar.

    • Miguel says:

      Vão ser um bocadinhos mais do que bancos mas de facto não vão ser aviões. Se tudo correr bem com este investimento, há a possibilidade de aumentar, correndo mal há a possibilidade de desaparecer. O Governo está bem dentro das condições impostas.

  6. João says:

    É engraçado como o político tuga embeleza a coisa. Eles vêm cá para produzir assentos baratos, não pela localização geográfica nem pela expertise aeronáutica. Isso e os subsídios que o estado põe neste negocio.
    Mais engraçado é dizer que vêm para cá montar estruturas aeronauticas com um mero investimento de 40ME. Era bom era que trouxessem um bocado de juízo para o pessoal desenvolver um olhar crítico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.