Quantcast
PplWare Mobile

Adeus Samsung Gear: Nissan lançou o seu smartwatch

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. MigM. says:

    Primeiro ponto: o design está muito bom, adapta-se ao pulso e não é uma caixa com bracelete.
    A bateria durar 7 dias faz deste relógio um gadget útil e funcional.
    O google watch ao pé disto não passa de uma “chinesice”.

  2. Fred says:

    Partilhar o top speed para o twitter? Não me parece muito inteligente…

  3. Nuno says:

    Muito mais interessante que todos os outros SmartWatch!

  4. Alexandre Pinto says:

    Adeus Samsung Gear? Mas que tem uma coisa a ver com outra??

  5. Anon says:

    É bonito mas é um “smart racing watch”. Quem não tem um nissan ou não se interessa pelas velocidades não quer isto para nada…

  6. Pedro says:

    MEU DEUS, tiraram uma foto ao homem quando estava a ter um ataque cardiaco! Ou isso ou estava uma gaja nua na pista (164bpm numa curva a 20km/h)!!!!!!!!!

    • lmx says:

      estava a curtir de carro…quando aceleras o teu ritmo cardíaco também acelera…não é ao acaso que por exemplo quando um avião se vai despenhar, muita gente morre de ataque cardíaco antes do embate…
      Aceleras até mais não :d

      No caso ele deveria ter travado a fundo para uma curva , e se vinha a abrir é normal que o teu ritmo cardíaco aumente muito, a adrenalina, o perigo, etc, fazem esses efeitos…eu já atingi cerca de 250 de pico…mas não quero repetir!!!

      Pessoas com taquicardia sofrem de aumentos bruscos de batimentos cardíacos, e pode acontecer assim do nada…

      cmps

  7. Fábio says:

    Hmm.. que tal compararem o Galaxy Gear com algo mais terra a terra (e não para possuidores de Nismo… se é que algum deles lê o PPlware) como é o caso do Pebble?

  8. Mouxy says:

    Mas que raio tem este “relógio” que ver com todos os outros? Não é comparável com o gear nem so smartwatch 2..

  9. Patricia1980 says:

    O Top da inutilidade. Para fanboys, tal como o GEAR.

    • miguel says:

      funboys do nissan nismo, não deve haver muitos, isto para mim é mais uma forma de markting da nissan “1º fabricante de automóveis com smartwatch “.

      e diga se bela forma de publicidade.

  10. fornost says:

    não me vejo usando nada parecido num futuro próximo… (a não ser em situações excepcionais, como em autódromos, por exemplo)

  11. Benchmark do iPhone 5 says:

    Não olhem para a estrada e não antecipem o que vai/pode acontecer, não. Distraiam-se a conduzir e vão ver o que acontece.

    Agora, isto não é um smartwach, é um dispositivo para usar no pulso pelo pessoal das corridas. Dá é uma ideia de como pode ser um smartwach de ecrã curvo.

    • lmx says:

      boas…

      Eu pelo contrario, vejo muito mas muito mais potencial neste smartwtch do que vejo no resto dos nerdwatchs por ai…

      Este equipamento mede os sinais vitais da pessoa, etc, isto é um exemplo daquilo que deveria ser efetivamente um smartwatch…

      a iseia esta muito boa, a mim parece-me basica, mas a verdade é que não é seguida por ninguém, por isso a Nissan merece os louros…

      Enquanto uns andam a lançar nerdidevices outros lançam coisas uteis…como é o caso.

      Tenho pena que não se tenha enveredado por coisas lógicas e úteis e que se enverede por coisas futeis, que não servem no fundo para nada…como é o caso dos stupidwatch’s que são apresentados na sua grande maioria…

      Mas esta é a minha opinião…

      cmps

      • Benchmark do iPhone 5 says:

        Que é que o aparelho faz mesmo que o aproxime de um smartwach ? Recebe mensagens personalizadas (via Twitter ?) da Nissan. O condutor normal, mesmo de um carro Nissan, deve estar muito interessado, diz logo, “Mas que smartwach esplêndido !”

        O que é que faz mais ? Dá o batimento cardíaco. Na volta à França também se usava disso e ninguém lhe chamava relógio, inteligente ou não (este ano já não havia, porque o pessoal tinha uma certa tendência para olhar para o mostrador do “relógio’ do outro e se via que estava com os bofes de fora aproveitava para dar um esticão para escapar).

        O que é que faz mais ? Velocidade, e rpm – nem sei onde é encontrava isso sem o smartwach. Diz também que se deve abrandar (a mim não vale a pena cansar-se). Regista outros dados que o veículo (não é um veículo qualquer) para mais tarde se analisar.

        Por mim está tudo muito bem, não digo que a maquineta não seja útil, para os pilotos e afins. Chamar-lhe smartwach é que não vejo necessidade. Dizeres: “Isso que anda p’ra’í a que chamam smartwach não interessa para nada. Isto é que é uma coisa útil à séria”, eu até sou capaz de concordar, mas acrescentava – útil para alguns, poucos. Ainda há campo para outros smartwach, com batimento cardíaco e tudo, além do conceito (não está em produção) apresentado pela Renault/Nissan.

        • lmx says:

          boas..

          concordo que é um produto que fica limitado pelo interface a uma única marca(ou talvez um carro?), eu até acho que esse tipo de suporte é a menor das boas coisas do equipamento.

          Acho que o resto das características deveriam estar em qualquer smartwatch, como sendo coisas básicas, pois para mim isso é que trás valor acrescentado, e não as aplicações para o facebook, ou outras coisas…

          também não sei a duração da bateria, que no meu entender é uma coisa importante…

          Existe espaço para outro tipo de equipamentos ;), no entanto equipamentos que contenham algumas destas features são para mim, mais smartwatch’s do que outros…

          É tudo uma questão de valor acrescentado, e no meu caso acho que o valor acrescentado esta nas caracteristicas que te podem ajudar…

          cmps

  12. Jota Ribas says:

    Nada de novo…o Pebble já faz tudo isso…´é só preciso colocar as apps para o efeito que em Android funciona bem. Em IOS algumas dão…

  13. K says:

    Bem, eu conheço gente a comprar relógios de pulso apenas pelo design e pela aparência deles. O que, hoje em dia, é mais para isso que servem que outra coisa. Afinal, toda a gente tem um telemóvel que dá horas e se fossem deparados com ter que escolher entre sair de casa com um relógio de pulso ou com o telemóvel, o segundo deveria ser a escolha óbvia para quase toda a gente. Ou seja, se não for por mais, basta ter um aspecto apelativo para agradar ao mercado dos relógios.

    Acima disso, a interacção com um carro tem uma porrada de vantagens se as quiserem aproveitar. A segurança é provavelmente a mais flagrante, por exemplo travar em caso de desmaio, etc.
    Vejo apenas alguma vantagem em relação à concorrência na medida em que praticamente tudo que os outros façam, já o meu telemóvel faz. Este parece poder aceder a informação do carro e talvez algum controlo sobre ele no futuro (segurança). Parece-me uma vantagem.

    Se funcionar com o meu já existente Juke, tiver um preço razoável e me evitar um acidente, considero a aquisição. Pessoalmente até o acho esteticamente agradável.

    • Sérgio Dias says:

      O relógio dá muito jeito, já viste se preciso de ver as horas e estou a jogar angry birds 😉
      Pessoalmente uso porque sempre usei, é mais fácil ver as horas no pulso do que tirar o telemóvel do bolso, mas é uma questão de hábito/gosto.

    • miguel says:

      sim mas os sensores de medir a pulsação não funcionam a 100%, por diversos motivos, imagina que ias a 140kmh na auto estrada e o relógio fazia uma leitura incorrecta, desligava te o carro…

      para não falar se acabasse a bateria do relógio, alem de teres de meter gota no carro, só podes pegar nele se o teu relógio tiver bateria loool

      e claro que havia uns espertinhos a tentar furar esses sistema de segurança e tentar usa-lo para proveito proprio.

      já agora desmaiavas o que o carro deveria fazer???
      (sem ser ligar os 4 piscas)
      travar?? desligar?? virar??
      pois ai esta outro problema, se desmaiares numa curva o teu carro vai se desligar e ficar parado na curva(se fosses devagar), e o mais provável era vir um men lançado e espetar se em ti por estares parado a curva.
      se fosses rapido, ele ate podia abrandar mas ias te espetar na mesma..
      é complicado isso, o carro não pensa sozinho

      • Tavares says:

        Ò Miguel…se o carro fosse a 140 km/hora e o relógio parasse o motor(caso tivesse essa funcionalidade)não acontecia nada de grave.O carro iria parar devido à inercia,e o condutor poderia prosseguir viagem depois de a pulsação estar normalizada ou…”mandar” o relógio fora pela janela!!Ou passar-lhe com uma roda por cima…rsrsrs.

        • miguel says:

          tens que idade??? tens carta ou não sabes o que te digo??

          mesmo que ele para nos próximos 25 metros, quando uma pessoa desmaia (fica inconsciente), é pior que adormecer ao volante.

          Não vai haver ninguém a segurar o volante, logo despiste certo

          ha coisas que por muito que se queira é difícil por em pratica.

          inercia : um corpo que em repouso permanece em repouso, por isso é que tens de fazer mais força no principio para mexer um movel, e depois de estar a ser arrastado é preciso menos força.

          mas sim o atrito ia parar o carro, (mete o carro a 140kmh e depois mete em ponto morto, e vee o tempo que ele demora a parar)

          ps: eu nem devia rsp a um cometário desses lol

          • Benchmark do iPhone 5 says:

            Está bem pronto, o coiso notava que desmaiaste … ligava o piloto automático, e parava em segurança. Lá chegaremos, já andam por aí os carros sem condutor 🙂

            Mas já que falaste em adormecer ao volante devia haver um dispositivo que medisse o tempo em que as pálpebras começam a ficar pesadas e custam a vir para cima. Ou analisasse a condução e detectasse que a coisa não ia bem. E desse uns bons berros: “ou encostas à berma / paras na estação de serviço até ficar bem acordado ou o carro não anda”. Coisa terrível a sonolência ao volante.

          • lmx says:

            e perigosa…para nós e sobretudo para quem não tem culpa …os outros…

            cmps

    • MigM says:

      A relojoaria sempre foi e é (e espero que continue a ser), uma área que tem muitos coleccionadores, muitas pessoas que gostam de ver relógios, de comprar, de ter, etc. Mesmo que não os usem, um relógio bem construído é sempre uma peça de arte, de bom gosto, que dá gosto em pegar, etc.
      Eu gosto de relógios, não tenho dinheiro para sustentar este meu gosto, mas delicio-me a ver montras de relógios. Mais facilmente dava 300 ou 400 euros por um relógio a sério (mesmo que só dê horas e data), que por estes gadgets.

  14. elsaldanha says:

    Há mais de dez anos que não uso relógio. Não é um smart…qualquer coisa que me vai mudar.

    • Tavares says:

      Eu,pelo contrário não tiro o meu nem para tomar banho ou para dormir!!

      • lmx says:

        somos dois…

        na piscina, no mar, no mato, em todo o lado…anda sempre no pulso, e as vezes tenho grandes issabores…esqueço-me dele no pulso e acabo atrasado…quando a pilha falha :S ja passei por situações muito dificeis para mim por causa de ter ficado sem pilha… pensas que estas a tempo e quando dás por ela…olha afinal… :S

        cmps

        • Tavares says:

          Essa é uma das causas porque apenas uso relógios de funcionamento mecânico…desde os relógios para o dia/dia como modelos mais “chiques” ou desportivos.É so dar “à corda” e está sempre a funcionar…rsrs.

          • lmx says:

            pois isso é bem verdade…o mecânico dura uma vida…e não falha desde que criemos o habito de “dar a corda”…

            também existem uns que com o movimento armazenam um x de energia que dá mais uns “tostões de horas” 😀

            Não tenho nenhum desses …quem sabe um dia.

            cmps

  15. joao says:

    oferecem um carro na compra do relogio ? 😀

  16. fLaSh says:

    Ultima hora:
    Na compra de um Nissan Skyline GTR recebe de oferta um smartwatch!
    Oferta limitda ao stock existente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.