PplWare Mobile

Actividade Open Source segundo a Red Hat


Destaques PPLWARE

  1. Morbus says:

    Portugal é mesmo uma tristeza.

    Raio de raça…

    —–
    http://nocontinues.net/ – Os jogos que interessam

    • JP says:

      podes interpretar de duas maneiras….
      1- Metade de Portugal usa open-source…
      2- Metade de Portugal não usa open-source…

      Não existe discussão quanto ao usar ou não usar open-source… cada um têm as suas razões para usar linux ou windows… isso não se discute… é igual a questão dos gostos…

      Só por estes comentários de caca k andam por aki vê se k a maioria é td estudante sem nada para fazer… kando trabalhares e entrares a serio anda falar cmg… e depois vamos ver se a discussão nos SO’s k cada um utiliza… são gostos… e as vezes somos obrigados a usar akele SO por causa da compatibilidade… Olha com isto td axo k ate já te dei uma ajudinha para a universidade…

  2. carlos rajas says:

    Nesta parada o Brasil vai bem, a deduzir pelo mapa. Será que a falta de grana faz as pessoas procurarem o software livre ?
    Ou seria puramente ideal ? Quem sabe…

    http://www.delaorden9.com
    country honk women

  3. Nuno says:

    offtopic

    a pesquisa do pplware nao ta a funcionar

  4. Edgar Sousa says:

    outro offtopic

    Não poderiam colocar os posts com a hora em que foram publicados? Era interessante ver quanto tempo em média o Morbus necessita para ser o primeiro a comentar.

  5. ZiLOG says:

    O Morbus é como o emplastro…. está em todas. Hehehehe!!!

  6. Pjviana says:

    Pode-se ver que Portugal na Europa é uma tristeza! Talvez devido à mania dos portugueses de pensarem que são os mais ricos! E todos aqueles que são contra o software livre sem querer nem tentar perceber como funciona a sua filosofia!

    Haaa e tal….se é grátis não presta! Enfim!

  7. hydrogenated says:

    Quando é que será que nos vamos livrar desta maleita que é o open ass 🙁

    • Rui Oliveira says:

      Hydrogeneted

      E quando podemos esperar comentários construtivos teus sobre tudo o que é relacionado com open source, já que apareces sempre para dizer mal ou criticar, de modo a provocar Flames ? 🙂

      Não me vês a ir criticar de uma forma destrutiva (isto é sem argumentos válidos) a Microsoft para um artigo de Windows pois não? 😉

  8. hydrogenated says:

    Acho engraçado estas iniciativas da red hat pois parecem assim ao genero OCDE como se o open source só por si fosse uma coisa boa! Do tipo Indicador de desenvolvimento humano!

    São tão pedantes que até mete dó

  9. hydrogenated says:

    Caro Rui, eu não tenho comentários construtivos e não faço flames nem coisas desse genero e claro tb n curto propaganda.

    Apenas tenho uma má/péssima opinião do open source e atenção não sou defensor oficioso da microsoft.

    Portanto cada um defende o que quer para mim o open source é uma doença para si um estilo de vida para outros será outra coisa qualquer… :S

    • Rui Oliveira says:

      Isto é um estudo realizado por uma empresa que deu a cara para o fazer. Ao menos não é como a microsoft que encomenda estudos pagos que nós todos sabemos que o resultado vai ser uma propaganda a um produto deles, ou dizer que os produtos da concorrência não prestam.

      Neste caso em nada é feito um estudo de mercado de um produto pessoal da Red Hat, por isso nem propaganda é à própria. Quanto muito será propaganda ao Open Source.

      E será que o Open Source não precisa de propaganda, já que é alvo de táticas com alguma falta de ética de algumas grandes empresas? 😉

      Se é uma doença, diz-me uma coisa, será que não usas firefox ou chrome e acedes a sites com servidores Apache hospedados em máquinas Linux ou usas outras ferramentas de código aberto no teu desktop ?

      Claro porque não me consegues convencer nem a mim, nem a ninguém, que devido à grande variedade de ferramentas open source, que não estejas a usar nenhuma no teu computador.

      Como explicas essa contradição?

      • JP says:

        olha eu não disse nd mas axo k 50% para Portugal é mt… Só se foram apenas aos estudantes… ou então, viram kantos pc’s existem em Portugal, kantos estão licenciados para o Windows e fizeram as contas e deu 50%…. mas pronto… eu axo k existe muitas pessoas k utilizam Windows e akelas k usam linux(Sim pk mac não é free) tmb usam windows pk o linux não tem todas as alternativas ao software k existe para windows… ou seja o windows é 100% independente já o linux se for 50%….

        • Pedro says:

          ””ou seja o windows é 100% independente já o linux se for 50%….””

          Olha que não, existe muita coisa que fazes em Linux, e que não fazes em Windows

    • Kekes says:

      Rui o que disses-te e completamente verdade, não podemos ignora o opensource, mas tambem eu considero… bem e assim nao axo mau, o que eu axo mau quererem que seja tudo opensource e atacarem tudo e todos que nao o são, é que tem de haver um equilibrio entre as duas ideologias, pois uma dá mt capital, e esse capital muitas empresas usam para apoior outras de opensource, se não ouver capital para investir, acredita isto pode abrandar um bocado… É que não venham com a coisa que exsite gente que gosta de trabalhar de borla, uma coisa e passar o tempo num porjecto agora…

      Para terminar eu sei que o OpenSource da dinheiro mas podes ter acerteza que nao dará o suficiente para pagaram inormidades de gentes como o close dá, é tudo uma questão de equilibrio, e não devemos pensar em monopolios, apenas em ideologias diferentes, e se alguma impresa domina um mercado é por uma boa razão.

      Fica bem 😉

      • Rui Oliveira says:

        Caro, partilho mais da tua visão moderada deste assunto. Mas se reparares, por exemplo não faz parte da minha maneira de estar, criticar o software fechado, nem muito menos disse que quero que o software passe a ser todo livre. Apenas muitas vezes destaco as vantagens existentes no software livre (porque elas existem)

        Já afirmei por várias vezes, que fui durante anos um utilizador satisfeito de windows e principalmente gostei do XP. Infelizmente por uma questão de trabalho sou obrigado a ter Vista no meu portátil. Sistema este que considero de baixa qualidade segundo os meus padrões e que muitos problemas me tem dado (e depois ainda falam mal da qualidade do software livre). Serei também a primeira pessoa a torcer que o Windows Seven saia tão bem como dizem.

        Resumindo, bom software é o que funciona bem para mim, seja Open source ou proprietário. 😉

        Começo a observar radicalismo contra o open source, que acho um pouco estranho de explicar e em casos extremos totalmente irracionail, vejo-o constantemente em comentários no nosso site. Ultimamente em maior quantidade do que vejo em dizer mal do Windows / Microsoft.

        Por isso não partilho da ideia (pelo menos pelo que vejo no pplware), que os apologistas do open source atacam mais softwre proprietário que o contrário.

        Esta frase diz tudo:

        “Can we all just get along?” 😀

      • Kekes says:

        De certo modo apoio-te, mas penso que os ataques sao de parte a parte, eu a ti, nao tenho nada a dizer nao es fanatico, tens preferencia, tens tendencia 😀 tenho reparado isso nos teu posts, isso eu ja percebi, mas nao te vejo radical, a verdade há que ser dita, as vezes passo-me dos carretos, mas prontos tou mal disposto. Eu simplesmente penso que há que ter equilibrio, de certo modo uns nao vivem sem os outros, que vivam em conjunto, nao ataquem ninguem. Só nao apoio coisas como X é que devia dominar, se Y fosse o maioritario isto era o maior, Z devia acabar. Estes termos aplicam-se parte a parte, para utilizadores de ambas va la, vamos dizer licenças, que defendem mais uma que outra.

        Isto e um site que vejo que a discussao é bem vinda, o que é de louvar nos dias que correm, cada vez ha mais ditadura na internet, ma há que respeitar todos

        Termino aqui, para que nao pensem que eu sou só viva a microsoft ignorem o resto um:
        ViVa ao opensource, um viva a todos que contribuem para o muno espetacular que é a informatica

        PS: agora sim isto de responder cria mais discussao e interacçao entre os utilizadores.

        • Kekes says:

          So uma coizita, eu considero este aumento do uso do opensource nao como uma mudança de mentalidade mas sim um aumento da qualidade deste 😉 exemplo disso é o openoffice é mt louco, mas mesmo assim nao dispenso o Office da MS, o meu rendimento lá é brutal 😉 princiipalmente neste novo.

          http://www.kunamiquefala.com

      • Kekes says:

        Esquecime de mencionar que isto do aumento do uso do open source nao é uma questao de mentalidade, ou alguns dos casos poupança monetaria, creio que se prende mais com o aumento da qualidade do proprio software denominado opensource, exemplo disso e o open office, se bem que nao consigo dispensar o office da MS, este ultimo esta mesmo muito bom que se nota no rendimento.

        http://www.kunamiquefala.com

    • Luís Santos says:

      hydrogenated já agora, estou curioso: porque é que nutres essa antipatia pelo open source?

    • Pisquinho says:

      @hydrogenated

      Já paraste para pensar que…

      … quando estás a navegar, estás a “andar” por sites que são movidos, em mais de 70% dos casos, por software open source?

      … que a Microsoft, a Apple, a IBM, a Novell e outras empresas (todas da área das TI) se baseiam em software que já foi, parcial ou totalmente, Open Source no desenvolvimento dos seus produtos?

      … que os técnicos informáticos, na sua formação, dependem do software Open Source?

      … que muitas linguagens, aplicações, bases de dados de programas e serviços que utilizas no dia a dia são baseados em Open Source?

      … que há empresas, instituições e organismos que se não fosse o Open Source não poderiam ser informatizados, pois só os custos das licenças excederia os seus orçamentos, o que poderia significar um maior passivo?

      Depois de pensar nisto, lembra-te que a Internet só é o que é hoje, e que a tua opinião só aqui chegou (a este blog) devido ao Open Source. A Internet deve o seu desenvolvimento, sem restrições, sem censuras (nem sempre, o que é triste) aos sistemas LAMP ou LAPP (Linux, Apache, MySQL e PHP ou Linux, Apache, PostgreSQL e PHP), ou achas que se os servidores web só pudessem ser baseados em Unix, Windows e Mac, portanto proprietários e que teriam como objectivo a rentabilização do parque informático, que seriam possíveis sites gratuítos de serviços sociais, blogs, e-mails e outros?
      Até corríamos o risco de ser mais controlados e de não ter tanto acesso às tecnologias de informação, e também corríamos o sério risco do pplware não existir… isso seria inaceitável. 🙂

      Portanto, pensa um bocadinho.

      Sou técnico de informático certificado pela Microsoft e utilizo ferramentas de desenvolvimento da Microsoft (Visual Studio e MS-SQL) no meu trabalho, e este PC onde escrevo tem como OS o MS Windows XP Professional. Tenho um webserver (caseiro) baseado em Linux e um PC em casa também com o Windows.
      Como vês, sou um utilizador Windows, mas que sabe reconhecer os méritos do Open Source, porque os tem.
      Já agora, o Windows 7 está um mimo… vale a pena experimentar.

  10. Aptenodytes Tuxus says:

    Os nossos irmãos brasileiros parece que têm uma utilização de opensource elevada, nós ficamo-nos pelo mediano.
    Penso que o utilizador comum português prefere piratear software proprietário em vez de usar software opensource (ou por ignorância da existência deste), em que teria exactamente o mesmo resultado.

    • Aptenodytes Tuxus says:

      Tou a falar em casos de utilização comum, nada de softwares específicos por isso não me ataquem já. Por exemplo, porquê ter o winzip quando se pode obter o 7zip que faz o mesmo? Ou porquê ter o MSOffice para escrever uns textos e pouco mais quando existe o OpenOffice?

    • Kekes says:

      Olha que eu concordo bastante contigo, eu não uso winzip uso winrar 😛 (tipo nao percebo uma coisa tem-se de pagar para o usar certo, mas se o instalas ele não se queixa), mas tenho mt aplicaçao comercial… coisa, é a realidade, as vezes essas aplicações só pecam por serem caras pois fazem coisas exelentes melhores que as opensource, quando isso está ultrapassado…

      Anyway, axo esses niveis que foram apresntados até bastante bons para opensource axo isso ate bastante bom, desde que se mantenha o equilibrio software comercial/libre, sou a favor do opensource.

      http://www.kunamiquefala.com

  11. carlos rajas says:

    Aqui no Brasil os índices de pirataria são altíssimos e no entanto o uso do soft livre tambem é alto. Vamos combinar o seguinte : o usuario sem muitos conhecimentos usa mais sistemas piratas e portanto mais softwares tipo office e etc…Os médios já começam a usar mais um mix de pirata com soft, e os mais avançados, incluindo aí empresas, usam Linux e free software. Como as dimensões do pais são gigantescas e somos um dos povos que mais horas fica na rede, deduzo que a conciência e necessidade do uso do free se expandiu.

    http://www.delaorden9.com

  12. EacHTimE says:

    Há mesmo muita gente que desconhece o que é software livre. Muita gente pensa que tudo tem que ser pago ou crackado.

    Já vi muita gente a perguntar admirada como era possível haver isso de software livre.. é pena que assim seja..

    Espero que o software livre se expanda e se alargue neste país ainda bastante atrasado em mentalidades a meu ver..

  13. JPedrosa says:

    @ hydrogenated
    certamente tens argumentos reais para ter essa opinião correcto?
    ou foste violado na rua pelo OpenSource?

    é que ter
    “Apenas tenho uma má/péssima opinião do open source e atenção não sou defensor oficioso da microsoft.”
    é preciso saber dizer mais qualquer coisa….

    digo eu…

    parece aquelass crianças que não gostam de sopa … porque não gostam 😀

    • hydrogenated says:

      Ena tantos clientes satisfeitos do open source que fartura ora vejamos

      1.º Não uso o firefox sempre usei o IE e nunca me dei mal com o IE.

      2.º Devo ir a tantos sites em Windows Server como em Linux e ou outros sistemas pois há mais marias na terra

      3.º Lá por um servidor ser o Apache não quer dizer que seja linux aliás até para Windows há o Apache

      4.º A Microsoft sempre assume quando está a patrocinar um estudo comparativo entre o linux e o windows portanto essa da red hat ser guerreira e assumir n sei o que n pega.

      5.º Grande variedade de ferramentas open source sim há mesmo muita variedade mas pouca qualidade os poucos projectos open source de qualidade só a tem porque são patrocinados por empresas como a sun e a google que pagam a uma equipa de programadores para desenvolver um suposto sistema “livre”.

      6.º O modelo economico do open source é errado pois foi graças as empresas privadas que através dos seus quadros que contribuiram mais para o desenvolvimento e enovação na técnologia!

      O open source não passa de tentativas de colonar software comercial por exemplo: Unix/Linux, Photoshop/GIMP, Office/Openoffice, Java/JBOSS, .NET/Mono entre outros e sempre com menos inovação e até qualidade.

      Mais o open source não é viavel pois qual é a ideia de vender produtos em que o retorno vem apenas e só da formação e da configuração/manutenção dos sistemas? Não é melhor comprar um sistema e ser capaz de o gerir no dia á dia? Não é melhor um sistema chave na mão?

      Ai quer, queiramos ou não a Microsoft, Corel, Adobe, SAP, Symantec entre outras estão muito mais á frente!

      7.º Radicalismo contra o open source? Não é a comunidade open source á coisa mais histérica que existe? Que se diverte a fazer pinguins a esmagar logótipos de janelas? Que faz sempre muito alarido por tudo e por nada mas quando há um problema nos sistemas deles é o silêncio total?
      Para mim a informática é um negócio não é um estilo de vida nem uma ideologia acho que o mesmo não se pode dizer da comunidade open ass!

      8.º Nunca fui violado.

      • Pedro says:

        Pois… por este comentário se vê que odeias uma coisa que nem sabes o que é…

        1 – Parabens, és dos poucos que conheco que gosta do IE..

        2 – Nem tu acreditas nessa..

        3 – Da ultima vez que validei, o APACHE, seja para Linux ou para Windows, é Open-Source…

        4 – Pois, mas normalmente o estudo pende para o lado da M$. Este tipo de estudos pendem sempre para um lado, por isso..

        5 – Sim, e depois? Existe alguma lei que diga que o Open-Source tenha de ser feito por geeks, fechados nos seus quartos, nos tempos livre, e à borla?? Open-Source quer dizer que as sources são livres de serem visualizadas ou mesmo editadas por quem quiser. Não deixa de ser open-source por ser feito por empresas, nem tão pouco por ser pago.

        Quanto à falta de qualidade, sem comentários.

        6 – Igual ao 5

        7 – Para mim tb é um negócio, sou programador num dos 10 maiores bancos a nivel mundial, e acredita, se não fosse o open-source (seja ele gratuito ou pago, e bem pago) o sistema bancário (que é uma coisa pequinina) não funcionava..

        8 – Ainda bem 😛 j/k

        Peace..

  14. Rui Oliveira says:

    “1.º Não uso o firefox sempre usei o IE e nunca me dei mal com o IE.”

    Mais uma vez fugiste ao que disse. Eu dei exemplos bastante claros de open source, mesmo que não uses firefox (o que devido já que uma esmagadora maioria dos leitores deste site o usam, se quiseres tb te mostro estatisticas), não acredito que não uses nenhuma ferramenta open source no teu PC e foi isso que te perguntei directamente.

    Não admitires isso, só te fica mal além de ninguém que leia o que escrevas acredita que não uses nenhuma ferramenta de software livre 😉 .

    2.º Devo ir a tantos sites em Windows Server como em Linux e ou outros sistemas pois há mais marias na terra”

    Ninguém disse o contrário, mas uma boa parte dos servidores e da infraestrutura, presentes na internet são máquinas linux e Unix (isso é inquestionável)

    “3.º Lá por um servidor ser o Apache não quer dizer que seja linux aliás até para Windows há o Apache”

    Eu não disse o contrário, disse servidor apache a correr num servidor Linux. O que é que não percebeste das minhas plavras ? 😉

    “4.º A Microsoft sempre assume quando está a patrocinar um estudo comparativo entre o linux e o windows portanto essa da red hat ser guerreira e assumir n sei o que n pega.”

    Lembras-te do highly reliable times? Sim aqueles estudos encomendados pela microsoft a emrpesas parceiras, com dados muitas vezes inventados, para difamar e denegrir a imagem do Linux. Aconselho-te a fazeres uma pesquisa na net para te informares melhor.

    “5.º Grande variedade de ferramentas open source sim há mesmo muita variedade mas pouca qualidade os poucos projectos open source de qualidade só a tem porque são patrocinados por empresas como a sun e a google que pagam a uma equipa de programadores para desenvolver um suposto sistema “livre”.”

    O Linux não é patrocinado por nada nem ninguém, só trabalha lá quem quer. Mais uma vez não sabes do que estás a falar e essa generalização se funciona em alguns empregados da sun que trabalham no OpenOffice, não funciona em Linux. Além que um dos problemas que o OpenOffice sofreu nestes ultimos anos foi da demasiada rigidez da Sun, afastando alguns programadores. Por isso nem é o melhor exemplo de software livre.

    “6.º O modelo economico do open source é errado pois foi graças as empresas privadas que através dos seus quadros que contribuiram mais para o desenvolvimento e enovação na técnologia!

    O open source não passa de tentativas de colonar software comercial por exemplo: Unix/Linux, Photoshop/GIMP, Office/Openoffice, Java/JBOSS, .NET/Mono entre outros e sempre com menos inovação e até qualidade.”


    Mais o open source não é viavel pois qual é a ideia de vender produtos em que o retorno vem apenas e só da formação e da configuração/manutenção dos sistemas? Não é melhor comprar um sistema e ser capaz de o gerir no dia á dia? Não é melhor um sistema chave na mão?


    Ai quer, queiramos ou não a Microsoft, Corel, Adobe, SAP, Symantec entre outras estão muito mais á frente!”

    O modelo económico do open source é errado? Hello? 🙂 Será que sou eu o único a ver os lucros astronómicos da Red Hat, que vive de software Open Source? Em tempo de crise é provavelmente das empresas mais prósperas da actualidade. É certamente das únicas empresas actualmente em crescimento e com lucro.

    Mais uma vez omites aquilo que não te interessa. Façamos o comprativo. Firefox/IE. O Firefox projecto open source, nestes anos conseguiu mais inovações ao nível de navegação que a microsoft que o IE conseguiu em 10 anos.

    Se nao houvesse firefox o IE não tinha:

    “Navegação por abas
    Extensões
    Modo anónimo de navegação
    (…)

    Caso Linux/Windows, o Linux a nivel de segurança é uma referencia para a microsoft.

    Dois exemplos:

    O UAC do Vista é uma copia do Sudo/GKSudo do debian / Ubuntu. As blacklists e Whitelists recentemente implementadas no Windows Server, era um conceito de já há muitos anos em Linux.

    Imagina se o Software Livre não tivesse Qualidade e inovação. 😀

    E só um pormenor. JBOSS é um servidor Web, Java é uma linguagem de programação multiplataforma (tem nada a ver).

    Os teus argumentos e premissa que o software proprietário é sempre superior que o software Livre, caíram em aguas de bacalhau com o que referi.

    “7.º Radicalismo contra o open source? Não é a comunidade open source á coisa mais histérica que existe? Que se diverte a fazer pinguins a esmagar logótipos de janelas? Que faz sempre muito alarido por tudo e por nada mas quando há um problema nos sistemas deles é o silêncio total?
    Para mim a informática é um negócio não é um estilo de vida nem uma ideologia acho que o mesmo não se pode dizer da comunidade open ass!”

    Vê a minha resposta ao teu ponto quatro. E a acrescentar a isso refiro, que já é a segunda vez que dizes open “ass”, o segundo insulto ou conotação de troça que fazes ao open source. Se repares em nenhum dos argumentos que dei contra ti, insultei microsft ou Windows. Por isso acho que não é preciso dizer mais nada.

    “8.º Nunca fui violado.”

    Ora aqui está uma das poucas coisas que disseste que eu acredito 🙂

  15. JPedrosa says:

    epa, foi de tal forma respondido que já não tenho nada a dizer.

    Acrescento só uma coisa.
    Sendo um adepto de OpenSource, ou seja, não sou FanBoy, mas olho para o OpenSource e pondero-o quando tenho que arranjar software para mim ou para a empresa… dá-me crédito quando peço para comprar alguma coisa.

    Porque para comprar, para concluir que preciso de uma ferramenta proprietária, já ponderei se vale a pena ou não.

    E posso-te dar um exemplo a título empresarial:
    Ferramentas para trabalhar em Oracle.
    Tinha várias, chegaram á final de avaliação 3, T.O.A.D. (Pago e muito bem), SQL Developer da Oracle (Free), dbXpert da Vecal (pago mas barato)
    Optei pelo dbXpert. Não fui para o grratuito, não tem performance para isso.

    No entanto, em muita outra coisa, o gratuito, OpenSource ou não, é uma opção viável.

  16. Carlos says:

    @hydrogenated
    Tu e os teus comentários são ridículos. Quando não gosto de algum post do pplware simplesmente passo à frente, mas tu não, tinhas de deixar o teu comentário provocativo. Depois ainda te admiras que te respondam.

    Só queria dizer que antigamente o racismo, a escravatura, etc, eram vistos como “normais” pela grande maioria das pessoas e no entanto eram extremamente incorrectos. A mim parece que o mesmo se passa hoje em dia com o software. As pessoas ainda não se aperceberam que o software proprietário é errado, mas tal como aconteceu com o racismo e todas essas atitudes desprezáveis, eventualmente vão reconhecer a sua liberdade e lutar por ela.

  17. aver says:

    Como andam a faltar boas notícias económicas, esta interessa. Sem contar com os trimestres que incluem o período do Natal (non-holiday quarter) a Apple acaba de ter o melhor trimestre de sempre em vendas e resultados.

    Haja uma porra de um sector qualquer ou de uma empresa qualquer que tenha bons resultados para ver se a recessão não é geral e anima o resto. Seja a Apple, a Red Hat ou outra.

    (Valores do “2009 Q2”, de 1/01/2009 a 31/03/2009, 2.º trimestre do ano fiscal dos EUA que vai de 1 de Outubro a 30 de Setembro.)

  18. Pjviana says:

    hydrogenated…

    Mónopólio = Microsoft

    Definição de Monopólio
    Em economia, monopólio (do grego monos, um + polein, vender) é como se denomina uma situação de concorrência imperfeita, em que uma empresa detêm o mercado de um determinado produto ou serviço, impondo preços aos que comercializam.

    Monopólios podem surgir devido a características particulares de mercado, ou devido a regulamentação governamental, o monopólio coercivo, e criam uma particularidade economica, em que a curva de demanda do bem fica negativamente inclinada, na medida em que a demanda da firma e a demanda do mercado são as mesmas.

    Teoria do Monopólio

    Monopólio há somente um vendedor no mercado para um bem sem substituto e há barreiras na entrada de empresas que mencionem vender o mesmo bem ou um bem substituto, protegendo o monopolista da concorrência. Tal como no caso de concorrência perfeita os exemplos de monopólio na sua forma pura são raros, mas a teoria do monopólio elucida o comportamento de empresas que se aproximam de condicoes de monopólio puro. Ter o poder de monopólio significa simplesmente o vendedor ter algum controle sobre o preço do produto, sem uma curva de oferta.

    A fonte básica de monopólio é a presença de barreiras de entrada, de onde se destacam:

    * Economias de escala: Empresas novas tendem a entrar em mercados a níveis de produção menores do que empresas estabelecidas. Se a indústria é caracterizada por economias de escala (custos médios decrescem com o aumento no volume de produção), os custos médios da empresa nova serão mais altos do que os custos médios de uma empresa estabelecida.
    * Proteção Legal: Proteções legais, como direito autoral e patente, garantem ao seu detentor exclusividade no mercado. As leis das patentes no EUA permitem a um inventor o direito de usar a invenção por um período de 17 anos, período no qual o dono da patente está protegido da concorrência.
    * Propriedade exclusiva de matéria-prima: Empresas estabelecidas podem estar protegidas da entrada de novas empresas , pelo seu controle das matérias-primas, ou outros recursos-chaves para produção.
    * Lobby político: Por influência política surgem as condições de um monopólio.

    FONTE: wikipédia

    🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.