PplWare Mobile

6 lugares onde deve ter cuidado no acesso à Internet


Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. Pedro says:

    Então são 5 ou são 6? xD

  2. Anónimo says:

    Muito bom artigo, como sempre, mas também é uma realidade que os browsers agora têm mecanismos contra alguns desses problemas, tal como o InPrivate no IE e o modo privado do Chrome, Opera e Firefox, e que devia ser usado por muita gente em locais públicos.

    • Ricardo Silva says:

      Uso sempre o modo privado quando uso outros PC’s que não o meu, e sempre que empresto o meu PC a alguém digo para usar esse modo.

      • Lulas says:

        What?? Isso a única coisa q faz é não guardar o histórico de navegação. Não protege contra nenhum destes ataques!

        • 133t says:

          tambem destroi todas as cookies geradas nessa sessão e elimina o histórico de Downloads, eliminando o risco de alguem aproveitar o nosso login num sitio qualquer ou sermos “ameaçados” por alguem por causa daquele ficheirozito que não queremos que ninguem saiba que temos

  3. José Moreira says:

    Cautela e caldos de galinha nunca fizeram mal a ninguém. E o peopleware está, mais uma vez, a fazer um autêntico serviço público.
    Os meus parabéns – e os meus agradecimentos.

  4. Valente says:

    Por mim, quando quero fazer qualquer coisa num pc dum amigo ou familiar, antes de colocar qualquer dos meus dados de user+pw pergunto sempre que antivírus tem instalado. Se me diz que é o tal gratuíto, não facilito e não uso. É que nesta história dos gratuítos ninguém dá nada a ninguém.
    Eu para me sentir seguro pago 50 € por ano, por ANO, por um Internet Security anti virus.
    Embirro com quem gasta balurdios em ninharias e não tem 50 € por ano para pagar a sua segurança.
    .
    Portanto, bem vindo este artigo, vem de encontro á minha mentalidade. É bom lembrar…

    • JP says:

      Ah, a mentalidade de que o valor que se paga por alguma coisa se traduz na qualidade. As empresas agradecem. O antivírus da microsoft gratuíto e um pouco de common sense 2013 serve mais que suficiente.

    • Asdrubal says:

      Um antivirus pago 50€ por ano, por ANO, não quer dizer nada. Podes ter um excelente antivirus e ter o pc infectado à mesma. E depois os conselhos aqui dados não são tanto pela qualidade do software, mas sim, da origem da rede que se utiliza. E como já sabes, o maior problema está entre a cadeira e o teclado.

      • Marco says:

        Cuidado que deve ter gente se perguntando sobre a “a cadeira e o teclado” = usuario, sempre sera o usuario, assim como a maior ameaca esta dentro da empresa e nao fora grande maioria das vezes.

    • Woot! says:

      Há por ai muitos antivirus gratuitos melhores, bem melhores que alguns pagos. Pagares 50 euros não significa estares protegido. E teres antivirus também não.

    • 133t says:

      O mundo capitalista agradece-te, e fica sabendo que há muito anti-virus pago que nao tem metade da eficiencia do Microsoft Security Essentials

    • VC says:

      Ainda ninguém percebeu que o antivirus não vos adianta de nada para isto? Lol…

  5. Diogo says:

    O que eu faço sempre é iniciar uma “sessão sem registo”, ou “in private” (só porque aparece de maneira diferente em alguns navegadores.

    Quando é assim, podemos também utilizar o teclado virtual uma vez que os dados não são passados do teclado para o ecrã (por assim dizer) e logo, não haverá muitas hipóteses de ter acesso aos dados.

    Corrijam-se se estiver enganado. (atenção que apenas me refiro da utilização do teclado virtual para colocar as senhas e os usernames… Não escrevam um testamento com o teclado virtual!)

  6. Oscar says:

    Acho que não devemos estar preocupados com estas 5 ou 6 dicas porque os hackers, a NSA, e os restantes utilizadores ilegais, só escutam a metadata com o objetivo de melhor conhecer o mundo.

    Se acedem ao nosso email, utilizando keyloggers, trojans, etc. devemos entender quer desejam ficar a conhecer-nos melhor e serem nossos amigos.

    E aos amigos devemos partilhar tudo, não deverá haver privacidade. No fim são tudo boas pessoas 🙂 (SMILE)

  7. Benchmark do IPhone 5 says:

    7. Local de trabalho

    “Como regra final, para ficar bem protegido, parta do principio de que o grau de privacidade no seu local de trabalho é menor que zero! Use e abuse do bom-senso e seja cauteloso”

    http://emprego.sapo.pt/guia-carreira/artigo/223/artigo.htm

    O que diz a Comissão Nacional de Proteção de Dados:

    http://www.cnpd.pt/bin/orientacoes/principiostrabalho.htm

  8. Telmo Carvalho says:

    Por isso é que ele pergunta sempre que tipo de rede é e podemos sempre escolher “rede pública”, ao princípio já não devemos ter esse problema certo?

  9. 34 says:

    Quanto ao ponto 4 – Vizinhos há a dizer que há muita gente que deixa a rede aberta para a partilhar, que as redes abertas não são todas abertas por acidente ou desconhecimento do dono.
    Se esta partilha em si é lícita ou não depende das cláusulas do contrato entre o dono da internet e a operadora (e casos de exploração comercial também da autoridade das comunicações).

  10. kendimen says:

    Muito bom artigo! Só tenho uma dúvida, se estas dicas se aplicam a qualquer sistema operativo, incluindo Live CD’s ou por exemplo o HP Quick Web!!

  11. Alberto says:

    Bom, a verdade é que basta um computador contactar um site para termos imensa informação da máquina visitante. À umas semanas atrás mostraram-nos na empresa um software de suporte técnico online, interactivo com integração de botão on/off no site. Sempre que há um visitante, conseguimos saber imensa informação destacando o seguinte (Ip, Língua do SO,País,Browser e versão, S.O, Origem do tráfego, por exemplo google, e o que ele escreveu no motor de pesquisa. Só não deu para ver se o sujeito tinha as vacinas em dia! Isto pode ser interessante para uma empresa, mas não deixa de ser um bocado “pidesco”.

  12. Alex17 says:

    E Lan-partys?

    Pergunto porque estou a pensar ir à XL Party que vai haver em Pombal.

    cumps

  13. Muito oportuno essa dica, muito obrigado, eu mesmo já tomo esse tipo de precaução, mas ha milhões de pessoas que não sabem nem ao mesmo mexer direito no windows, então ai já viu né. Outra coisa que acho interessante é em relação aos virús, que vez por outra aparecem fazem grande repercussão e depois caem no esquecimento, acho extranho isso, sera que é porque os antivirús ficaram bons ?
    Reinaldo

  14. Jose says:

    Em relação à 1ª imagem, não estou a ver qual é o problema no acesso… 😉

  15. Gerardo says:

    Com a autencicação em 2 passos fico um pouco mais à vontade para aceder ao gmail e Facebook fora dos meus pc’s!

    Sem o meu Android nem eu entro nas contas 😀

  16. Maraduxo says:

    Muito bom!
    Boas dicas pra malta 🙂

  17. JPcarvalho says:

    Não gostei da parte “armados em hackers”. Mas de resto está certissimo!

    Esses tais hackers na maioria das vezes são principiantes em penetração e segurança de sistemas, e para tal começa-se em algum lado. Para finalizar é uma das profissões mais bem pagas na area da informática, para não dizer que é a melhor.

    Logo não se “armam em hackers” mas sim aperfeiçoam a sua area. O utilizador é que não deve entrar nessas redes.

  18. Ricardo says:

    Bom dia a todos,
    pplware acho que um artigo a explicar ARP poision attack era um bom complemento a este artigo.

    Podem ter o melhor sistema operativo, podem ter o melhor anti-vírus do mundo mas navegar numa rede que não a nossa corremos o risco de todo o nosso tráfego ser apanhado por alguém e a partir daí ficamos com a nossa segurança em risco.
    Muito bom artigo!

  19. Daniel Isidro says:

    E o uso de uma VPN como está explicado no vosso artigo usando o Raspberry PI?
    É possivél saber para as situações descritas no artigo se o uso de uma infraestrutura como a explicada nos links baixo minimiza quanto esses riscos?

    https://pplware.sapo.pt/linux/raspberry-pi/raspberry-pi-instalar-e-configurar-servidor-vpn-pptp-parte-i/

    https://pplware.sapo.pt/networking/tutorial-aceda-remotamente-a-sua-rede-meo-de-casa-por-vpn/

  20. VC says:

    Se tenho uma rede e alguém se liga a ela que assuma as responsabilidades lol… Ninguém o manda ligar ahahah e se quiseres ir mais a fundo… Crias por ex um clane do facebook, qd a pessoa digitar facebook.com vai para o site clone e esta feito 🙂 isto da para qualquer um claro… Já dizia o velho ditado, não mexas no que esta quieto

  21. VC says:

    Atenção que agora o problema já n é só os wireless, mas também as antenas GPRS que o nosso telemóvel se liga… Como fazer uma? Hmmm lol

  22. euqrop says:

    Faltou (acho eu) um sitio que hoje em dia é também muito utilizado que são os centro comerciais que já oferecem net à borla

  23. André Tavares says:

    Chegou aos meus ouvidos que foi criada uma legislação que obriga os espaços hoteleiros a ter de registar os dados dos hospedes que utilizam a internet nos seus espaços, de modo que, em caso de alguma suspeita de crime, as autoridades possam consultar o registo do utilizador para imputação de responsabilidades.
    Alguem sabe algo sobre isso?

  24. Armando Antunes says:

    Boa tarde, tenho 63 anos e já não tenho pachorra para aturar certos meninos brincalhões armados em hackers e estou num dilema, durante 4 anos (2 operadoras diferentes) fui diversas roubado que é o termo por um rapazinho que até gozava com a situação e ria-se muito por me roubar com spliters metidos na cabelagem.Fiz queixas nas operadoras e nada, desisti entretanto após o termino do ultimo contrato de ter pacote internet+televisao+telefone. Passei a ter dados móveis mas mesmo assim e por indícios diários vindos do tal rapazinho, e não tenho a mania da perseguição, ás vezes vou ver os gigas gastos e fico espantado com o “cavalgar” destes. O que posso fazer ou instalar para ter sossego de espírito e de carteira (a vida custa a todos menos aos hackers)? Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.