PplWare Mobile

TVs 4K da Philips….Full HD já é tecnologia do passado


Autor: Pedro Pinto


  1. Nunes says:

    Ainda vai demorar muito tempo até que isto realmente se torne comum, e na minha opinião é uma aposta errada por parte da indústria audiovisual!
    Haveria muito mais impacto na qualidade de imagem se aumentassem para o dobro ou mais os fps dos conteúdos (50 ou 60 fps seria excelente)! Isso requeria muito menos largura de banda que o aumento de resolução que querem impor (cerca de metade), e as TVs seriam quase ao mesmo preço que as actuais!

    • Nuno Vieira says:

      Para não falar que o 4K não serve para nada. Quase ninguem sentasse próximo sufuciente da televisão para conseguir distingir os pixeis numa televisão 1080p. Como a maior parte das pessoas já têem televisões FullHD os fabricantes têem que arranjar desculpas para que essas pessoas troquem de televisor.

      • newJ says:

        Verdade. Até as 720p são mais que suficientes para ver TV, não ha transmissões acima disso nas operadoras de tv em Portugal, ou ha?
        Assim como o 3D, uma coisa dispensável na minha opinião, inventaram para manter a industria, tal como agora o 4k.

        • João says:

          O 3D é engraçado, com um bom tv, mas para se usar eventualmente e não para tudo! Até que, por enquanto não temos melhor. Serve para ver uns filmes e isso é divertindo. Para o dia a dia serve muito bem o 2d. As televisões não emitem em alta definição, pelo menos em 1080p, mas esse, hoje em dia, não é único meio de se ver tv!

      • Luis says:

        Errado!
        Eu ja vi uma Sony 4k e a imagem é… simplesmente brutal. Além de que tem um upscale de 1080p para 4k com muita qualidade.
        E já começam a surgir muitas fontes 4K …

        Se reparares a Sony e a Samsung lançaram 4K nos topo de gama. Quando estas empresas colocarem 4K numa série mais baixa… Esquece o 1080p ninguem vai querer.
        A Samsung lançou na serie 9000!!! Agora imagina isto na serie 8 ou 7 a preços inferiores a 2500€ para 5″ …

    • Vini says:

      Sobre a aposta errada: O pessoal da alta classe tem mania de engrandecimento, querer mostrar o poder que tem, e como vão fazer isso? Comprando a TV 4K. Simples, eles fazem, a massa que eles querem atingir compram, e fica tudo certo.
      Sobre aumentar os fps das “TVs de agora”: Fico de total acordo!

      []’os

      • Nunes says:

        Já há muitas que suportam 60 fps, por isso a bola até está mais do lado de quem produz os conteúdos, para que torne isso uma realidade

      • pixar says:

        Alguns desses até têm estratégias bem definidas como obter esses equipamentos gratuitos para as férias. Durante o período de férias (maximo 15 dias) vão as lojas buscar o melhor que há e, no final das férias, devolvem por se sentirem insatisfeitos com o artigo.

    • pedro elias says:

      Bem dito.

  2. Ruben Miguel says:

    Ah claro… 14,999 euros…
    Bora já comprar todos uma… 🙂
    É só o preço de um carro. 🙂

  3. eu mesmo says:

    “Hoje vamos conhecer a nova serie 9000 da Philips/TPVision…a melhor qualidade a um preço muito atractivo.”

    muito atractivo, têm opção de crédito para quantas décadas?

  4. João Sebastião says:

    E suporte para os conteúdos?
    E largura de banda para serem transmitidos?

  5. justanotherone says:

    1080p? Too main stream!

    Toda a gente já tem 1080p (por acaso acho que a minha tv só vai até 720p), então, vá, é preciso arranjar algo novo para as pessoas comprarem!

    Quanto a fps, na teoria, ou na pratica, ou sei lá onde, os olhos/cerebro humano não acompanha mais que 30 imagens por segundo. Sim, trabalhar a 60 daria mais fluidez á coisa, e directamente maior qualidade de reprodução, mas, para que?

    Já se falou e fala-se actualmente em mudar o standard dos ficheiros de som, deixar mp3 de lado, passar para (não me lembro o que, mas para efeitos, vou usar flac) flac sem compressão, ou compressão minima, e dar melhor qualidade de som às pessoas. Elas querem, bla bla… Enquanto que acredito que melhor qualidade é bom (e sou um fanatico de som, visto estar na industria da musica), para 90% das pessoas, se não mais, não lhes interessa… 16gb, yeah, dá para por 4000 músicas, transformando isso em flac ou similar, daria 300 músicas.

    Agora, com video é igual! Primeiro “hype” DVD! Yeah, qualidade! Depois, DVDRip, quase igual ao DVD, 4 a 5x menos espaço! 720p comprimido, deve dar entre 2 a 4 gb, se passar para bluray, ja deve ir pos 6. Já vi 1080p bluray a 20 gb ! Agora, 4K será o que? 50 gb por filme?

    Tudo isto para? Vamos vender mais discos rigidos, mais armazenamento! Sim, armazenamento é barato pelos standards do ano passado, em que 60 euros o tera da para muito, agora, a 50 gb um filme, dá para 20 filmes…..

  6. João Reis says:

    Ainda n existem conteudos 4K é um pouco inutil para já.

  7. Mendes says:

    “Full HD é tecnologia do passado”
    Quem disse? A Philips?
    Tomara as pessoas conseguir ter uma HD…

    • ThatFace says:

      True Story.

      • Pedro says:

        Pois, já era magnifico, numa altura que o HD está massificado, que a TV (livre) passasse para uma nova etapa. A TDT veio para ficar tudo na mesma, nem sequer obrigaram os canais generalistas a difundir em HD. E não é por falta de conteúdos, porque a RTP tem o seu canal HD pago quando tinha por obrigação difundir em canal aberto, já que somos todos nós que pagamos.

        • Jaime says:

          “Não é por falta de conteúdos”
          Não sabe do que fala…
          Sempre a malhar na RTP…

          A RTP tem um canal HD no cabo cuja transmissão de conteúdos nativos HD é residual. A restante emissão é um mero upscaling da emissão do canal 1.
          Sabe qual o custo do canal HD da RTP? Eu digo-lhe: próximo de 0€…

          Quanto à TDT, só posso dizer que é uma vergonha nacional, à qual não podem ser imputadas responsabilidades à RTP.
          Não foi a empresa que decidiu quais os canais constantes da TDT.

          Esta discussão do HD no broadcast é muito bonita mas muito pouca informada. Alguém sabe qual o bitrate dos supostos canais HD das operadores de cabo em Portugal? Não chega a 10 MB/s… em alguns casos não chega aos 6… Pois… Falem com as vossas operadoras pois andamos todos a ser enganados…

  8. MigM says:

    Como tudo o que envolve tecnologia, o seu preço vai mudar consoante a aceitação do público e das produtores de conteúdos. As TV LED em menos de 2 anos tornaram-se “banais” e a preços identicos ao LCD, quando sairam custavam mais do triplo do preço que custam hoje – e podemos englobal o Full-HD e as Smart-TVs que em meses se tornaram “banais” nas lojas.

    • João Reis says:

      Âs TV LED foram um golpe de Marketing, pois não são melhores que LCDs muito menos melhores que Plasma, apenas consomem menos.

      Acho interessante a comparação no entanto as TVs LED foram um golpe de Marketing astuto e oportuno. De facto não trouxe melhorias na qualidade de imagem, pelo contrário o resultado final basta comparar em qualquer loja, por exemplo compare com um plasma e verá a qualidade das cores, nem falo do resto.

      O que realmente incentivou a compra do full-hd etc foram as novas boxes HD dos operadores, e os canais em conteúdo HD (um HD muito fraco mas para falar nisso dava um novo artigo PPLWARE do qual deixo a sugestão). O Full-HD não é usado nas boxes dos operadores, a norma que o conteudo chega às boxes e as TV é no máximo de 1080i e 1080i de resolução é menor qualidade que 720p por exemplo. Isto porque o progressivo supera largamente o interlaçado. Simplesmente foi a forma de esticar a imagem para as resoluções nativas 1080 linhas das TVs mas com metade da qualidade, porque metade das linhas estão a inventar conteudo muito rapidamente (é o que é o interlaced).
      Como disse esta conversa dava para mais outro tema.

      Concluíndo, acho que o consumidor desinformado (99,9%) ficou com a ideia que LED é melhor mas isso foi uma grande jogada das marcas, até porque o fabrico é mais barato, todos ficaram contentes, marca, retalhista, consumidor final.

      • Pedro says:

        O gasto de energia é consideravelmente mais baixo no LED isso já é sabido mas a minha duvida em relação as outras duas tecnologias é qual a durabilidade? É que um plasma segundo se dizia tinha 3000 hr o LDC era bastante superior e o LED segundo sei é ainda melhor neste aspecto. A maioria não compra a pensar que vai trocar de TV num curto espaço de tempo e isso faz alguma diferença. E olhando para a oferta de conteúdos pelo menos por cá basta um LED que pode ter menos qualidade mas que gasta menos e dura mais…

        • João Reis says:

          Bom comentário, de facto gasta muito menos e por aí já compensou a migração de LCD para LED.
          No entanto sobre a longevidade dos plasmas actuais isso não é um problema. É mais provável, tanto LED como o Plasma, irem ao ar com um problema electrónico/componente do que voce notar gasto no plasma.

          Por isso é que ainda comepnsa Plasma e por serem baratos, só os entendidos gostam de os ter, que maravilha.
          Obrigado pela opinião sem dúvida acrescentou pois também concordo que o LED foi uma óptima transição do LCD, gasta menos e em teoria dura mais, mas é tudo teoria pois os componentes hoje em dia não duram metade do que duravam e isso já todos sabemos.
          Cumpts

        • Rui says:

          Os plasmas actuais duram bem mais do que essas 3000 horas, tenho um com 3 anos e não noto a menor falha de imagem.

          Mas no consumo e em comparação com outras 2 TV led que tenho, o plasma….. Gasta 5 a 10 vezes mais! É muita diferença para o acréscimo de qualidade que trás!

  9. Rochita says:

    Inúteis enquanto todos os conteudos ainda forem uma porcaria… tenho um plasma full hd com mais de 4 anos e mesmo assim a maior parte dos canais fica distorcido por nem sequer hd serem… se para aproveitar tenho que comprar cd’s bluray e afins não obrigado… só servem para mostrar quão ricas são as pessoas por terem uma televisão inútil e cujos pixeis nem sequer se vão distinguir a 3 metros da televisão…

  10. Cruz says:

    Ainda recentemente comprei uma samsung OLED Full Hd de 1600 euros e aparecem me estas 4k ? Eu a pensar que tava a comprar do melhor.

    • João Reis says:

      E compraste o melhor claro, nem duvides disso.

      O que tem de ser entendido de uma vez por todas o 4K não é uma tecnologia de ecrã, é simplesmente um novo formato de resolução.

      Por sua vez a sua OLED tem uma nova tech activa de painel, ou seja, está a ver melhorias impressionantes no seu painel.

      Se neste momento comprarem uma TV com a Resolução Nativa 4K que é o 4K que estão a Marketizar mas por outras palavras, vão ter a mesma qualidade de conteudo de qualquer TV LED, isto porque o conteudo que passa nas TVs nem sequer é Full-HD quanto fará ULTRA.

      Ou seja, apenas no dia em que sairem BluRays ou o que for em formato 4K é que vai ter oportunidade de melhorar a sua experiencia.
      O Mundial de Futebol do Brasil no ano que vem será dos primeiros (normalmente aproveitam estes eventos desportivos, Olimpiadas e Mundial de Futebol para lançarem estas techs)

      Fez óptima compra, em suma!

    • ThatFace says:

      Em vez da comprares a 4k, compra logo um carro ou uma mota.

    • pixar says:

      Se há coisa que faz jus à teoria da relatividade de Einstein é a tecnologia (piada claro). O que hoje é o melhor do mundo, amanhã é obsoleto.

      • João Reis says:

        Bom post!

      • João says:

        Não percebi o tem a ver a teoria da Relatividade de Einstein, com a tecnologia dos televisores ou outra qualquer! A gravidade, a luz e o espaço-tempo estão a ficar obsoletos a par da tecnologia? Admirado com isso ficaria o próprio Einstein É piada? É relativa, nesse contexto de obsolescência, faria melhor ter citado Gordon Moore.

    • João says:

      Peço desculpa mas o senhor, quase de certeza não comprou um OLED! Ainda por cima pela “ridícula” quantia de 1.600€! Por esse preço eu comprava logo um! Só pode ver OLED à venda no Japão ou Coreia do Sul! E mesmo assim devem ser poucos! E os preços deverão andar entre os 10.000 a 15.000, para um tv de 47 polegadas! Comprou sim um bom LED, e neste momento comprou o melhor! Pois as 4k têm “apenas” 4 vezes mais resolução, e como vê são poucas, e com diagonais superiores às 55 polegadas, pois até agora, dizem não valer apenas para dimensões menores. De resto se pretendia comprar o melhor que a tecnologia actual, à venda em Portugal neste momento só teria que se voltar para um plasma de topo da Panasonic, todos os outros, não se “aguentam” com um bom LED de painel rápido! O da panásseis é, um caso à parte! A empresa, a panasonic, comprou algumas das patentes da Pioneer que tinha os fantásticos KURO que deixou de construir e, assim, a Panasonic tornou-se a sucessora da Pioneer! Mas francamente, bons plasmas só os vi destas marcas, de resto, um bom LED por metade do preço dá muito bem conta do recado! O LED é um LCD melhor, e sim há diferenças, melhores pretos, brancos, temperatura de cor, mais ecológicos, e melhor detalhe, bem como, muito melhor contraste, que num simples LCD é, uma desgraça! Faltam no mercado os tais OLED! Esses sim superam tudo! Vi até hoje dois, e nada mas mesmo nada do vi até hoje os ultrapassa, rápidos, com uma imagem fabulosa mesmo com a mesma resolução dos outros, supera-os em tudo e sejam plasmas ou LED-LCD! Houve uma tecnologia desenvolvida pela Toshiba e Epson que, poderia ser superior, o SED, mas ficou-se por protótipos e exibição em algumas feiras, a Fotokina, por exemplo, mas desde à 3 anos que não ouço nada sobre eles, acho que ficaram-se por aí. Quando chegarem os OLED aí sim, veremos que o melhor ainda está para vir. E, também virão com o 4k e o 3D, serão smart-tv, mas com uma diferença que tão grande que só vendo.

  11. Sergio J says:

    o 4k é só uma transição para o 8k. Já tem havido avanços nesse sentido

    os monitores de computador tem avançado para estas resoluções malucas. A industria de jogos daqui a poucos anos estará a utilizar esse potencial (obviamente é preciso power para o suportar). Não esquecer que os jogos nas tv ficam com muito menos dpis pois os ecrans são muito maiores. Há 14 anos atrás eu tinha 640 Kbits/s. Na altura tb diziamos que não precisavamos mais que isso

    Se recuarmos ao tempo das disquetes, tb diziamos para que é queriamos disquetes de 1.44 MB

    Há 10 anos atrás diziamos que jamais colocariamos uma tv de 32” na nossa sala

    se calhar daqui a 10 anos estamos num tablet (ou o que houver na altura) e transferimos o que estamos a trabalhar/jogar para parte do ecran e na outra parte continuamos a ver tv ou outra coisa qq.

    Uma das principais vantagens dos OLED é que quando a tecnologia estiver dominada será quase indiferente produzir um ecra de 20” ou de 200”

    A questão é: não fecham a vossa mente no status quo de agora

    • Nunes says:

      os dpis (ou ppi) pouco dizem sobre o televisor, dado que são feitos para ver à distância
      É por isso que se aconselha diferentes tamanhos de televisor para diferentes distâncias de visualização! E não me parece que os pixeis sejam um problema de qualidade para a grande maioria das situações. A não ser, claro, que queiras encher uma parede da casa com um ecrã, mas aí entramos no mundo da extravagância!
      Pior é nos dia de hoje ainda ser difícil ter conteúdos que aproveitam verdadeiramente as resoluções das TVs – tou a falar com os canais de televisão!

  12. Hmm says:

    O 4K também já esta ultrapassado, já foram criadas TVs 8K.

  13. RG says:

    Só para dar uma pequena ideia. As TV lançam produtos para o mercado, mas que depois na prática não é utilizada, apesar de sempre benvinda, porque pode “obrigar” a mudar de paradigma.

    Comprei uma TV FullHD e 3D em 2010 (Panasonic VT20). Passados estes anos todos, são raros os canais FullHD (a Zon e Meo tratam de colocar os canais FullHD nos pacotes pagos….). Nos canais nacionais, não existe nenhum que transmita FullHD. Quanto ao 3D….. basta dizer que estamos igual como em 2010, com 1 canal de demonstração no Meo e outro na Zon, resta apenas filmes infantis e alguns para adultos em 3D.

    Por isso fazendo bem as contas……. duvido que o 4K chegue a Portugal até 2020…..

    Mas aplaudo que haja sempre mais tecnologia disponível….. só folta mesmo chegar a nossas casas através dos conteúdos!!!!!

    • João Reis says:

      Desculpa desiludir-te, mas nenhum canal emite em full-hd.

      É marketing e tu e 99% absorvem o HD como full-hd mas não é.

      Lê o meu post acima, explica mais menos isso.

      Os canais emitem no máximo em 1080i send o i a grande diferença para pior, Interlaced. O FullHD é 1080P.
      Rips de bluray por exemplos tens o conteudo full hd. Conteudo de TV, tens alguns canais, poucos, em todos os Satelites Europeus. E nenhum no satelite Hispasat que é o da Zon e Meo. Nenhum dos canais Zon Meo cabo ou satelite emite em 1080p Nenhum.

      Podes ler as diferenças enormes entre um 1080p e 1080i: http://olharmultimidiatec.blogspot.pt/2012/04/entrelacado-ou-progressivo-eis-questao.html

      O progressivo é o puro todos os frames tem 1080 linhas completas totais.
      Os 1080i usam metade das linhas completas e a outra metade “pisca” com conteudo para preencher o resto e fazer as 1080 linhas de resolução nativa das tvs FullHD.

      Vê esta pagina e o video para terminar: http://www.tecmundo.com.br/televisao/23951-por-que-a-resolucao-720p-e-melhor-que-a-1080i-.htm

      1080i é em termos reais de qualidade….Mais fraco que 720P. No entanto tens maior resolução que é ideal para jogos de futebol por exemplo, mas para filmes mais valia termos 720p upscale para 1080 linhas da TV do que 1080i em que perdes qualidade.

      • Rochita says:

        Verdade, tenho canais hd, e a qualidade é praticamente nula. Até um filme 720p através do meu portátil demonstra muito mais qualidade.

        • João Reis says:

          Exacto, pouca gente consegue decifrar mas quem tem boas TVs e costuma ver em 1080p ou 720p topa logo.
          Isto de 4K é para Inglês ver, alguns filmes já foram filmados em 4K mas falta plataformas para colocar esses conteudos, Bluray será a unica forma talvez. Depois transmissões por Sat vão demorar a aparecer em 4K pela largura que ocupa cada canal, se já 1080p não existe nem em cabo imaginem o 4K.

          • João says:

            Os filmes digitais são todos filmados em 4k, já há algum tempo! Os filmados em película terão até mais resolução! E quem vê1080p, um blu-ray por exemplo garanto que se apercebe quando está a ver em 720p! Aliás quem vê tv em alta definição, ainda nessas 720p, quando vê um blu-ray, nota logo!

  14. José Rodrigues says:

    O HD “é coisa do passado” e nós em casa a ver TV em 4:3 que nem a porcaria do SD é. Ai não sabem do que estou a falar? eu explico: as pessoas não ficam gordas na TV, vocês é que configuram mal a porcaria que recebem da SIC e da TVI. Reparem que grande parte da programação da RTP é 16:9 SD e aí as pessoas aparecem proporcionalmente correctas. Em pleno 2013 temos dois canais neste cantinho da Europa que se recusam a emitir tal como a BBC faz desde o ano 2000 ou como os vários canais espanhóis emitem há vários anos. E o quê preferem? preferem cortar a imagem original (futebol com as tais barrinhas pretas) ou apresentam programas com barras brancas cheias de azeite. Coisas que mais ninguém faz por essa Europa fora tal é o atraso de vida e o amadorismo de quem faz televisão em Portugal… mas hey, o importante é que não falte a porra da novela ou os bimbos a cantar num palco ao fim de semana. Ah povo ignorante…..

    • João Reis says:

      Verdade, está aqui a falar-se de um tema, quando os nossos canais nem HD são.

      Estamos aqui a falar nem sequer existem canais Cabo ou Satelite em Full-HD. NO entanto as TVs não são feitas para ver apenas TV (novelas e jornalecos manipulados ou tonis carreiras :))
      Na verdade um filme em BluRay com umas boas colunas, esse sim em pleno Full-HD, torna qualquer sala num cinema, e por pouco dinheiro. Compensa mais investir numa boa TV (abaixo dos 1000€) 50′ por exemplo e um sistema de som a volta da sala, e está feito. Poupamos gota do cinema, preço do bilhete individual. Faltam ainda é sistemas género NetFlix aqui para pudermos alugar filmes em 1080p FullHD.

      Bom post, de facto há coisas que ainda estão muito para trás, isto por interesses economicos dos operadores que controlam o nosso Governo e as pseudo entidades de concorrencia e de audiovisual.
      O dinheiro fala mais alto 🙁

    • João says:

      Falou acertou! O facto é mesmo o que descreve! Para ver novelas e tretas do tipo, essa gente que as vê nem quer saber que imagem tem! Quer é saber quem meteu os palitos a quem, ou se a filha do fulano tal, está grávida do manco ou não! Olhe que esta gentinha, não só por cá que os encontra, há muito disso por essa Europa fora! Muita gente tem tv de alta definição e nunca viu alta definição! O que interessa é, mostrar ao vizinho, de resto estão-se a borrifar para a qualidade ou se querem ter o melhor para assistir a um bom filme!

  15. L500 says:

    14,999 euros é preço da besta (999).
    Comprem no minipreço que dá para arredondar.

  16. newJ says:

    Tantos comentários e já nem se fala em 3D, já viram? E as pessoas que trocaram as suas fullHD só porque não tinham 3D?

    • João Reis says:

      Acho que ninguém trocou por esse motivo, 3D actual mantém a matriz de à 30 ou 40 anos quando foi inventado, ou seja, não é prático nem o efeito é perfeito longe disso. Além de provocar nauseas principalmente nos oculos com “activos”.
      Foi Marketing, tal como o LED o foi na altura, embora por melhores razões visto consumirem menos energia, ao menos nisso valeu muito a pena.

      • newJ says:

        Sim, precisamente por ser marketing é que muita gente trocou a tv para ter 3D, disso não tenho dúvida. O interesse que tem o 3D é o que se vê.. Pouco na minha opinião.. Agora inventaram o 4k para ser a próxima moda e já ninguém vai quere saber de 3D.. é o marketing que faz o mundo andar..

        • João says:

          O problema do 3d é que houve gentinha a pensar que podia ver o telejornal e a novela assim! E, como sabemos não é prático, nem saudável! O 3D é uma tecnologia engraçada para se ver um filme de vez em quando! Quanto à tecnologia, a “matriz” mudou! deixou-se se usar óculos para o 3d anaglifico, para se usar o polarizado no sistema actual, que é bem diferente de ver um filme 3D de há 50 anos! o 3D em imagens artificiais nem sequer é recente, apareceu nos finais do século XIX! A tecnologia é diferente, apesar de ainda exigir o uso de óculos! Já vi tv 3d sem óculos, mas essas ainda não convencem, parece que estamos a olhar para recortes de jornal! Ainda temos que esperar para podermos observar um imagem artificial que nos convença de facto que aquilo que estamos a ver, tem volume e profundidade, até lá o melhor que arranja é, isto que temos, já foi pior.

      • João says:

        O 3D, nos tvs que o têm existe no LED e no plasma!

      • João says:

        Que embirração com o LED heim! Já comparou um LCD, com um LED?, ângulos de visão, pretos, brancos, temperatura de cor velocidade, economia, etc! Basta colocar um LCD a par de um LED-LCD, para vermos que, apesar de a tecnologia de fundo ser a mesma, não há comparação possível! Num bom LED, pode ver um cena nocturna sem grandes problemas, tente fazer o mesmo num LCD comum! Para já parece que estamos a ver um borrão cinzento, sem contraste nenhum! As pessoas aderiram ao LED porque é de facto melhor por ter uma rectro-iluminação controlada por LEDs e não por “lâmpadas” digamos assim, o controlo de imagem é superior, o que resulta em melhores cores porque tem melhor separação do sinais RGB, sendo assim mais vibrantes e como disse acima, melhores pretos e brancos! Se não houvesse diferença a dita tecnologia teriaficado a m canto, como tantas outras, e o que vemos é precisamente o contrário! O LED, por enquanto, permitiu nos painéis, LCD, uma imagem magnifica a um preço que noutra tecnologias, seria pelo menos o dobro! E note, que a próxima e real evolução está aí à porta quando chegarem, esses sim, os fabulosos painéis OLD! Baseados na tecnologia LCD, mas com LED orgânicos, até hoje ainda não vi nada de melhor, pena que só vi até agora, 2.

  17. L500 says:

    Marketing = Ciência da aldrabice

  18. jgt says:

    Já vi uma.
    Espetacular.
    Pena não ser em minha casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.