Quantcast
PplWare Mobile

Tecnologia da Volkswagen demonstra piloto automático

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Vítor M.


  1. Visitante says:

    espectacular 😀

  2. MKULTRA says:

    Vitor,

    Em 1º lugar parabéns pelo site que é excelente,
    agora imaginemos, que um condutor “A” resolve sair
    da estrada a uma velocidade “X” por decisão própria,
    não seria aí possível a intervenção desnecessária por parte do veículo constituindo perigos para os utilizadores do veículo ?

    • avalache says:

      Tal como demonstrou ao inicio, como o condutor teve que ligar no comutador também pode desligar quando quiser..

    • maltez says:

      O sistema funciona como o cruise control, só se o ligares é que ele toma controlo da velocidade e muito provavelmente se carregares num dos pedais (acelerador, travão ou embraiagem) ele automaticamente fica desabilitado.
      O condutor tem sempre primazia sobre a tecnologia.

  3. sérgio says:

    um automovel que não deixasse circular se o condutor tivesse alcool é que era…

    eu ficava algumas vezes a pé mas era uma boa ideia!

  4. roliveira says:

    Isto é de facto o futuro. Eh pá.. os acidentes que se podem evitar com isto. Gostei no exemplo do video onde o carro para na detecção de outro veículo parado na estrada.

    Muito bom mesmo!

    • Daniel Santos says:

      Os acidentes acontecem por não cumprimento do código da estrada e/ou consoante as condições atmosféricas e não cumprimentos de velocidades. Ainda hoje vi 4 carros a passar ao vermelho tendo em conta que já estava vermelho e os 4 carros parados atrás do semáforo. Venha quem vier, apenas acontecem por incumprimento.

      Sim, já tinha visto até no TopGear já há bastante tempo o VW Golf a fazer 1 seg a mais do que o condutor numa pista improvisada delimitada por cones. É muito bom (: mas prefiro ser eu a conduzir e não o carro eheheh. Agora no que diz respeito a sonorização dos limites da estrada etc… isso sim sou apologista, se bem que quanto mais electrónica o carro tem, pior infelizmente, pois o carro começa a depender muito da parte electrónica caso haja alguma falha…

  5. Texugoelectrico says:

    Isto é daquelas coisas, a tecnologia já está disponível mas só seria inteiramente possível com uma grande aposta dos governos e construtores de estradas e assim. Se não vejamos, quantas vezes já passaram por um sinal que até se vê mas está um pouco tapado por uma árvore ou coisa assim, será que o carro o “vê”? Ou mesmo em algumas auto-estradas (nas estradas normais então nem se fala) onde, por obras ou porque levou um novo tapete, ou simplesmente porque já está gasto, não se conseguem ver as marcas da estrada, será que o carro se orienta? Se calhar a tecnologia até já está bastante desenvolvida e é à prova de erros na estrada, mas gostei da ideia do temporário, ou seja, actualmente a ideia de um piloto automático completo num carro é coisa que mete muito medo mas a pouco e pouco, não faz mal nenhum ir testando e melhorando… Um dia o carro conduzirá por nós em plena cidade… Mas depois como é quando a coisa corre mal? Multa-se o carro? O construtor? :p

    • CMatomic says:

      Mas podemos programar o carro gravando a nossa condução nas estradas desconhecidas, assim a segunda vez fazia a condução automática.

      • Renato Paupério says:

        Pois, mas o trânsito não é exactamente igual todos os dias.

        • CMatomic says:

          Claro que não, por isso é que o carro tem sensores, só grava o percurso, eu já vi testes técnicos de um BMW numa autoestrada com transito a conduzir automaticamente, os vários sensores detectam qualquer veiculo na estrada incluindo peões.

  6. CMatomic says:

    agora da BMW https://www.youtube.com/watch?v=WsnKzK6dX8Q

    já muitos anos conheço as experiências da BMW com condução automática.

    • roliveira says:

      Muito bom também! O tipo finge no video que tá cheio de medo :d hehehe. Apesar de ser também avanços fantásticos da BMW a VW parte de um pressuposto diferente!

      O prototipo da VW, se reparares no vídeo apenas assume controlo (o tal piloto automático) quando nota que existe uma ausência das tarefas de condução ou em caso de obstáculos eminentes que pôem em perigo os passageiros. O da BMW pretende se substituir ao condutor o tempo inteiro. Isso é muito gira na pista, mas como se comportaria na estrada com todos os obstáculos ? 😉

      Acho que a tecnologia da VW tem mais vantagens a nivel de segurança. Mas mesmo assim grande vídeo e óptima tecnologia 🙂

      • CMatomic says:

        Acho que a condução automática num próximo futuro será só para autoestradas, mas também acho que o próprio condutor poderá programar o carro gravando a sua condução , e depois com ajuda dos sensores o carro faria a condução numa maneira segura.

    • Claudio says:

      Não é só bmw, quase todas as grandes marcas já tem veiculos funcionais em condução semi automatica ou totalmente…lembram-se do prius da google ?

  7. CMatomic says:

    Já falta pouco para termos um KIT 🙂 , para depois dizer “KIT venha me buscar “

  8. Marcelo Barros says:

    É bom ver mais que uma marca a investir nestas tecnologias, assim as mesmas podem evoluir e ter preços mais competitivos.

    “Contudo é a primeira vez que vemos um sistema tão avançado, completo e ao mesmo tempo com um papel preventivo de possíveis acidentes.”
    Mas imagino que não conheces a marca Volvo, antes de responderes pesquisa um pouco.

  9. Marcelo Barros says:

    Algumas das coisas aqui apresentadas, também já foram usadas no Opel Insigna.

  10. assiduo says:

    Boas noticias, devera haver menos acidentes, contudo deixo os seguintes defeitos.

    1- no inicio do vídeo em que foca a roda dianteira esquerda, vê-se que a mesma não esta calibrada, péssima imagem que passou o grupo VW,

    2- Avisos / processamento lento, quando o carro vê um objecto na estrada, demorou a travar, pois fez muito em cima, em tempo molhado mesmo com ABS tinha batido,

    3- Quanto ao condutor quando se distraiu, demorou alguns segundos avisar.

    Mas não posso só dar criticas, a ideia está muito bem conseguida, só precisa de umas afinações. Este vai ser futuro, e até mais, do genero de I Robot e Minority Report.

  11. Luis Gil says:

    e as mãos a centímetros do volante, a confiança é tal 🙂

    • João says:

      Ai não, se a IA do carro “crasha” agente “crashamos” também, mas é contra a parede 😛

      Não gosto disso, prefiro ser eu a conduzir Lol

  12. Gaiato says:

    isto é tudo bonito, mas em Portugal só vai funcionar nas auto-estradas, pois as nacionais não são bem sinalizadas..

  13. Gerardo says:

    Repararam que ele evita ultrapassagens pela direita? Isto nas autoestradas portuguesas é um must, com a quantidade de caramelos que circulam pela faixa do meio mesmo que autoestrada esteja vazia, o carro vai estar sempre a parar. 😀 😀 😀

    • A1, com enorme frequência, zonas com 4 faixas de rodagem vão camelos, gazelas, e alguns protozoários na faixa do meio ou mesmo na da esquerda de todo.
      Já cheguei ao cumulo de ter de passar pela direita porque ao fim de 10km num sitio com 3 faixas o gajo simplesmente não se mexia. passei eu e mais uns 20 que vinham atrás.
      Agora o “on topic”: FABULOSO!
      A mercedes tem algo de parecido com isto, que penso ser tipo o gajo vai mesmo a adormecer, e o carro alerta, ou algo parecido, para evitar sair da estrada, mas esta parece ser a primeira aplicação realmente completa. Só espero que seja simples quando sair para o mercado, quanto mais porcaria metem no volante ou botões nos carros mais um tipo se distrai, especialmente malta com mais anos em geral atrapalha-se muito.

    • RaCcOn says:

      Por acaso foi das primeiras coisas que me veio a cabeça!
      lol

  14. Mario Mendes says:

    ESta Tecnologia assusta-me e na altura da compra sempre seria algo que iria evitar,porque para mim o verdadeiro problema começa quando esta tecnologia ganha vida e vontade propria aí ficamos tramados.
    Cada vez mais os automeias são montras de tecnoligia e cada vez menos fiaveis face aos carros antigos.

  15. Luís Santos says:

    Isto ainda não foi disponibilizado ao mercado consumidor mas, por outro lado, marcas como a Ford já oferecem soluções deste calibre, através da disponibilização como equipamento opcional de sistemas que detectam transposição de traços contínuos, veículos em ângulo morto, leitura de sinais de trânsito, travagem de emergência em caso de colisão iminente (a baixa velocidade, até 30Km/h julgo eu), etc…

    Não estou a fazer publicidade nem me pagam para isso, mas acho que um sistema que já existe merece tanta ou mais projecção do que um que está na forja.

  16. Anonimo says:

    Espero que assumam esta tecnologia como prioritária, pois iria diminuir e muito os acidentes de automóveis por embriaguez.

  17. Gerardo says:

    Vamos ser sinceros, se alguém estivesse interessado em reduzir acidentes não autorizava a venda de carros que andam a 200, 250 ou mais!! Bastava que todos os carros fosses obrigados a vir com um limitador de velocidade (dispositivo bastante barato) e pronto. Carro apanhado com o diapositivo alterado era imediatamente apreendido e apreendida a carta do condutor. Processo crime a quem fez a alteração. As marcas podiam dizer que não iam alterar um carro por causa de um País ou outro, mas o irónico é que o limite de 120km/h é praticamente igual em todo o mundo (+ km – km). Quem quisesse acelerar só em pistas privadas.

    • Geraldo isso é correcto mas a malta que tem dinheiro para comprar um mercedes/bmw etc topo de gama por mais de 100.000€ não quer cá limitadores.
      E depois os esquemas com as seguradoras acabavam-se. O mundo dos transportes ainda vai evoluir muito durante muitos anos, durante os quais vai vender-se muitos carros, muita tinta nas revistas, muitos salões de paris. Se esta evolução acaba morre uma industria gigantesca que sustenta países como a Alemanha.
      O capitalismo não serve as pessoas, serve-se delas. (e para já não há alternativas diferentes ao capitalismo tirando as radicais como se vê no ultimo zeitgeist)

  18. Farinha says:

    Boas.
    Reconheço que existe alguma inovação mas grande parte desta tecnologia já estava a ser comercializada pela Volvo em 2006.
    Foi o juntar o sistema de leitura de sinais com um cruser control activo fica aqui o link para darem uma olhadela nesta e em outras tecnologias muito interessantes do ponto de vista da segurança.

    http://www.volvocars.com/pt/all-cars/volvo-s80/details/pages/features.aspx

    1abraço

  19. CMatomic says:

    mais um video desta vez condução automática com vários obstáculos

    https://www.youtube.com/watch?v=4pw0siUDPbA

  20. IceCube says:

    Acho engraçado este vídeos da VW. Basta ver pelos comentários aqui deixados que … a BMW, Mercedes, Toyota, Honda, GM e outros tem tecnologia deste tipo. Contudo quando vem da VW é fantástica, e parece que acabaram de inventar algo de inovador, quando acabaram de inventar a roda quadrada.

    Esta tecnologia da VW, vai ser como o PlugIn ou o Hybrid previsto para 2007… Nunca vai ver a luz do dia!

    Quanto a tecnologia e construtores alemães, a BMW está a anos luz dos seus congéneres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.