Quantcast
PplWare Mobile

Primeiros táxis sem condutor já circulam em Singapura

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. Zlatan says:

    interessante, agora ate os Taxistas vão perder o emprego? ou seja cada vez há mais gente no mundo e menos trabalho devido a tecnologia, humm quando metade do mundo não tiver trabalho vai haver uma grande guerra para sobreviver, espero já não estar vivo nesse tempo em que tecnologia faz tudo e as pessoas ficam de lado

    • Player1 says:

      sim porque os carros constroem-se sozinhos, fazem a manutenção por eles próprios…
      por cada taxista que perde o emprego há um funcionário a ser contratado pela fábrica que constroi estes carros.

    • Luis Santos says:

      Talvez transformar a Terra num “planeta Espelho”! Já leu este livro? Só assim!

    • Quack says:

      E quem é que cria esses carros autónomos? Antes precisavas de 1 taxista para conduzir 1 carro, agora precisas de quantas pessoas para criar o software, corrigir e fazer manutenção a tudo o que um carro autónomo envolve?

      Mas já agora, qual é a tua sugestão? Que se pare a tecnologia apenas para manter as pessoas ocupadas? Há 100 anos atrás não havia a tecnologia que há hoje, no entanto, os empregos continuam aí.

      Dantes também se demorava dias para ir a uma praia/rio, perdia-se quase o dia todo para pescar uns poucos peixitos e plantar batatas e perdias outro tanto tempo para manteres a tua “tenda”. Hoje tens tudo, casas não faltam, supermercados cheios de comida pronta a comer e transportes que te levam à praia em minutos. O que antes se demorava 1 ou mais dias a fazer, agora faz-se em minutos. Sugeres que se acabe com isso também?

      É normal que o ser humano queira arranjar formas autónomas de preencher as tarefas medonhas e repetitivas que ninguém quer fazer e assim ter tempo livre para o ocupar de formas que realmente quer ou, quiçá, apenas desfrutar a vida enquanto a tem.

      • Vlad says:

        “E quem é que cria esses carros autónomos? Antes precisavas de 1 taxista para conduzir 1 carro, agora precisas de quantas pessoas para criar o software, corrigir e fazer manutenção a tudo o que um carro autónomo envolve?”

        Não me digas que pensas que existe apenas um táxi e um taxista numa nação inteira. Mas que argumento sem lógica alguma.

    • Miguel says:

      Se é para maltratarem e enganarem os clientes como fazem agora, mais vale ficarem desempregados. Talvez encontrem um bom emprego a fazer a manutenção destes carros, uma vez que não vão ter que lidar com pessoas, coisa que eles não sabem fazer!

    • Rodericum says:

      Tem razão. Num mundo onde o mais importante é ganhar dinheiro, a tecnologia tem efeitos nefastos para a humanidade. Não que a evolução tecnológica seja um mal em si, antes pelo contrário, mas é necessário retomar a evolução civilizacional interrompida pelo neoliberalismos (leia-se capitalismo desregrado).

    • Coiso says:

      adeus a escolas de condução também.

  2. Bruh says:

    Testes huh? Antes lá, do que cá.

  3. cocas says:

    Os portageiros já foram despedidos, os taxistas são os que se seguem. Outras profissões, num futuro próximo, serão também destruídas pela ganância da economia ultra liberal. Vamos ter um sociedade interessante. As pessoas não trabalham e, consequentemente, não tem rendimentos. E as autoestradas ficam desertas, os táxis do futuro circulam vazios e ….

  4. Luis Santos says:

    Cada vez mais arranjam formas dos humanos não serem precisos para nada. E depois não querem que o desemprego vá aumentando por todo o lado. Já pensaram em formas de compensar isso?

  5. Bruno Lopes says:

    O polícia a multar o carro por estar mal estacionado ou por ter parado onde não devia. Até os polícias vão ficar com menos trabalho. Lol

    • Quack says:

      Mas por que razão iria o carro estacionar incorrectamente ou parar onde não deve?

      • abaptista says:

        Que falta de sentido de humor….!!!!!

        • Quack says:

          Exacto, até porque toda a gente percebe que o que ele escreveu na net é humor, todos captamos isso. Quem não o fizer e questionar tal afirmação, é porque tem falta de sentido de humor. Muito bem visto, caro Abaptista Holmes.

          • Coiso says:

            nice haverá mais mortes com a falhas de componentes…

          • Sergio J says:

            Sem discutir a qualidade do humor, que é subjectiva, creio que é bem óbvio a tentativa de fazer piada.

            Também é válido que não tenhas entendido.

          • Quack says:

            Uma tentativa falhada, portanto. Se não há humor, não sei como entendê-lo, mas pronto, talvez seja aí que entra a subjectividade e para alguns, pelos vistos, acharam aquele comentário bastante cómico, de dar gargalhas profundas, imagino.

            Bem, com licença.

  6. Filipe Neves says:

    A ver se amanhã apanho um… 🙂

  7. Tony says:

    Visto o filme, jogos vorazes, é isso que vai acontecer com a humanidade…..
    Uma sociedade com apenas duas classes, uma muito rica e outra muito pobre. Os pobres servirao como diversão para os ricos.
    Temos que evoluir sim, mas socialmente, esquecendo essa busca desenfreada e inescrupulosa pelo lucro, lucro, lucro……..
    E o resto que se exploda!

  8. Paulo says:

    Vcs vem para o país dos outros para deixa paí de família sem emprego e fala q é melhor pode ser para vc mais para os pai q não tem emprego não é isso q ele pensa vcs não tem coração só pensa em ganhar dinheiro espero quando vcs more leva tudo .deixa taxista sem o pão de cada dia é fácil né para vcs q ganhar muito q DEUS tenha a mesma piedade q vcs estão tendo em tira o pão da boca de milhares de família obg

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.