PplWare Mobile

STOR.E CLOUD – Cloud storage para ambiente domésticos


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Miguel Marta says:

    Boa solução! mas alguém me pode dizer, se isto funciona para Mac? Ou se além do Time Capsule, existe uma solução deste tipo para ambiente OSX!?

    Obrigado.

    • André Neves says:

      Les te o artigo completo?

    • miguel says:

      “O STOR.E CLOUD é compatível com qualquer dispositivo electrónico independentemente de incorporar sistemas operativos como Windows, Apple iOS ou a plataforma Android”

      esta ai a tua resposta

    • Luis says:

      Tens as soluções da Synology que sao muito completas, funcionam em win, Mac e Linux, com apps para iOS, Android e win Phone, com FTP, VPN, dlna, etc etc etc.

      Fica aqui um exemplo:

      http://www.synology.com/products/spec.php?product_name=DS212j&lang=enu#p_submenu

      Bem que o PPLWARE podia testar algum destes equipamentos da Synology.

      • ns says:

        Ao ver esse exemplo surgem detalhes como o preço (sem disco fica tão caro como o equipamento de 2T do artigo) ou a diferença de tamanho do equipamento.

        Até podem ser soluções interessantes a nível empresarial mas para soluções domésticas estão um pouco acima da média.

        • Luis says:

          Para os 2Tb, deve ser uns 100€ mais caro, mas pelo que tem a mais…. Nem se compara. E olha que nao tem a ver com mercado empresarial. Excelente a synology!!!

      • henrique almeida says:

        synology rulez!!!

      • Alberto Ferreira says:

        Luis,

        Não conhecia a Synology e cativou-me. Obrigado pela dica.

        No entanto, depois de muita procura, não consegui perceber se eles têm aplicação para Win e MAC para sincronização de ficheiros, como os habituais Dropbox ou Google Drive.

        Confirmas-me se têm e funcionam bem? Quando se tem controlo de acessos, também funciona bem (um funcionário só tem acesso a um determinado número de pastas).

        Como eles falam da “Própria nuvem” muito vagamente, e quase não falam do sync, fiquei na dúvida.

        Obrigado.

    • Sérgio Caetano says:

      Também, tens o freenas que se não me engano já foi falado aqui no pplware, eu aproveitei um PC antigo que tinha e tenho lá os ficheiros que preciso de aceder de vários dispositivos e funciona bem… e trabalho com ios,android, windows e linux.
      De certeza que também funciona com o mac osx.

  2. Francisco Melo says:

    A porta de rede é gigabit?

  3. miguel says:

    porque nao usar uma “torre” para fazer o mesmo trabalho, com partilha de ficheiros?
    dando a possibilidade de leitura e escrita de um disco secundário agregado a torre, será que não sai economicamente + fácil para quem ja possui um torre, visto que so tem de comprar um disco??

    não e bem cloud mas vai dar ao mesmo numa rede domestica

  4. Zy says:

    Para uma solução através do pc que está em casa existe uma solução muito fácil, Skydrive, dá para aceder a qualquer pasta.

  5. Pedro says:

    Outra solução (que eu adoptei):

    Raspberry Pi + USB HDD + onwCloud

  6. Rui Santos says:

    Ainda não percebi se ele faz backup para Cloud (2 TB)
    ou se o Cloud é o proprio disco ligado através da Web.
    Isto porque a nivel de backup se este “NAS” morre,
    a informação vai com ele :-S

  7. Tiago says:

    Já existe outra solução parecida, que estive para comprar.
    LaCie Cloudbox

  8. Jose says:

    Grande jogada da toshiba, na minha opinião é um “must have”, ja se encontra no mercado nacional?

    Vou comprar assim que vir.

  9. Jose says:

    184€ no amazon sem portes hoje :3

  10. Pedro says:

    Impressão minha ou só tem um disco? E raid não? 🙂

  11. Victor Pimentel says:

    A toshiba não inventou nada, porque este tipo de produto já existe no mercado, apenas foi atrás …
    Uma solução idêntica, oferece a seagate, com GOFLEX, mais em conta no valor 199 euros (worten) 3T e fiável.
    A mais valia do produto é ter uma aplicação feita pelo fabricante de acesso para sistemas Android, IOS etc.
    http://www.seagate.com/br/pt/external-hard-drives/home-entertainment/media-sharing-devices/goflex-home/

    Tenho este produto e estou completamente satisfeito.

    • Joao c. says:

      Caro Victor Pimentel,

      o meu GOFLEX morreu passados 6 meses de uso, sempre estimado e guardado dentro de bolsa própria. Foram 1200 euros para recuperar na integra 1 giga de dados profissionais. Mas sim, são coisa que acontecem a qualquer produto.

      • Redin says:

        Pois é. Isso é o pior que poderá acontecer a um equipamento deste tipo com software proprietário e ainda por cima sem (no mínimo) um Raid1.
        Nestas condições não será de prever que uma avaria mesmo que não seja no disco, só mesmo com um que use um controlador igual, porque de resto, vai a informação toda com os “porcos”.
        Mas não se pense que isto não acontece também com sistemas windows. Eu tenho um e optei por Raid por software. Evito problemas de controladoras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.