PplWare Mobile

Sony demonstra SmartAR – A Nova Realidade Aumentada


Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. Nome Fixe says:

    MUITO BOM!Mas muito bom mesmo, a ideia em si ta fantastica.so falta saber o que eles nao mostram, nomeadamente na area dos bugs e erros e explosoes xD

    E assim que se começam as grandes revoluçoes tecnologicas.Parabens a Sony.

    • Mário Cardoso says:

      Pois, bugs e erros devem existir muitos, mas que a Sony está no bom caminho, lá isso está!
      QUando esta tecnologia amadurecer e estiver disponível para todos, vai ser altamente!

  2. Mário Cardoso says:

    Só um reparo: não existem telemóveis SOny, mas sim Sony Ericsson. São marcas diferentes!

    Em relação à notícia… eu quero isto o mais breve possível! É lindo! Aquela caneca de onde saltam bolas coloridas a fazer ricochete no livro está qualquer coisa de espetacular. Muito bem conseguido!

  3. bem, já vi que isto é brincadeira para aparelhos novos, o meu magic já não deve aguentar, a não ser que lancem isto numa versão lite para os dispositivos mais antigos.
    uma coisa que nunca nos podemos esquecer (especialmente eu enquanto programador) é dos utilizadores com dispositivos mais antigos.

    • RCS says:

      Como programador tens é de olhar para market share. Não vais estar a perder tempo para agradar a 2% dos dispositivos por exemplo. Afinal de contas o objectivo é fazer dinheiro.

  4. Pedro Levi says:

    Que espetacular.. estou pasmado

  5. Bruno Cruz says:

    Bom dia.

    Imaginem a reviravolta no nosso dia-a-dia quando esta tecnologia estiver acessível a todos.
    Exp:
    Fazer uma viagem a um país e num passeio ver um monumento e ter a sua história só com a câmara do telemóvel. A quantidade de informação que teremos num simples gesto.

    Agghhh!! Que ganas que chegue o ano 2050 para ter isto e mais tecnologias extraordinárias.

    Que se lixe a idade (desculpem o termo) mas a vontade de usar estas e outras tecnologias que virão põe me em êxtase.

    Obrigado Pplware por mostrar estas maravilhas da tecnologia.

    Cumprimentos a todos

    • O teu ponto de vista faz-me lembrar o meu aqui à uns anos, quando a loucura era ter um relógio que fizesse chamadas e desse para ver televisão, essa tecnologia acabou por ser feita, toda a gente a queria, quando veio já ninguem lhe pegou, era um chaço velho, tal como as tv’s portateis que tirando profissionais de segurança pouco mais gente as utiliza.
      outra tecnologia que nunca pegou, TV no telemóvel, só em caso de desespero eu pagava para ver TV no telemóvel, especialmente se estivesse a dar um jogo de futebol importante ou algo parecido e eu não tivesse outra forma de a ver.
      e havia outra realidade aumentada com projecção de imagem que te obrigava a andar com um micro-projector ao pescoço, onde anda isso? graças a deus caiu no caixote do lixo.
      ia ser umas figurinhas andar no supermercado a procura de codigos de barras para fotografar até um segurança vir ter contigo e te dizer que isso é ilegal.

      Em relação à informação com monumentos e coisas do género, compra um android, mete-lhe google goggles e se tiveres net via 3G tens esse serviço em qualquer lado. não é tão apelativo à vista como este nem consome tantos recursos mas é muito mais prático.
      Não quero desanimar ninguem, e tambem sou um tech-junkie assim como 99% das pessoas que por aqui andam, mas axo que quando aparece uma coisa inovadora de forma inexperada no mercado, como aconteceu com o iPad, eu já fico mais “excitado”. agora deste genero… (a ver se estou enganado desta vez)

      • Bruno Cruz says:

        Entendo perfeitamente o que me quer dizer. Só um exemplo quando saíram os relógios com infravermelhos e câmaras integradas foi uma revolução na minha escola e toda a gente queria, mas ao fim de um mês tornou-se banal e desinteressante, só para acertar nos códigos para mudar a tv era um filme de comédia.
        Estas tecnologias são muito bonitas agora, e acho que é bom que se comece por alguma coisa e se evolua a partir de uma ideia. Mas admito que o “bichinho” tecnológico que tenho quer ter estas e outras tecnologias lindas, como o “A Day Made of Glass” (https://www.youtube.com/watch?v=jpcZVOOtu_0). Sei que é “made in Hollywood” mas no filme “Homem de Ferro” fizeram algo mais evoluído que esta tecnologia. E é espectacular!!
        Sempre fui muito aficionado a tecnologias futuristas, e gostaria que o mundo fosse como no filme “O Homem Bicentenário”.
        A tecnologia se fosse bem utilizada e projectada para as nossas necessidades, sem pensar em lucros e domínios de mercado, acredito que o mundo estaria muito, mas muito melhor!!

        • Joao Reis says:

          Esse filme não foi feito em “Hollywood”, foi sim por uma empresa de video que contactou algumas faculdades, pelo menos 1 das quais uma faculdade de Lisboa, e a pergunta foi…o que será viável e perfeitamente possível num futuro a médio prazo talvez mais cerca que isso.

          Provavelmente a faculdade de Aveiro que tem um bom polo terá sido consultada também, mas a de Lisboa posso garantir. Claro que nem mesmo eles podem assegurar que vá ser, mas eles trabalham em coisas já muito à frente do mercado.

          Isto da sony não me traz nenhum “espanto” mas vai ser engraçado, vai andar tudo a jogar WOW na rua, vai ser o CAOS.

          Há muita coisa já pronta e a funcionar nessas faculdades, se cá já há imaginem lá fora. Ecrãs OLED ao tempo que já existem nessa faculdade e cá fora nem ve-los. Estão a render o LED, vendas vendas…o resto virá ainda nem para já. Por isso que estas coisas nao me espantam acredito pouco nas marcas por detrás destes tech bumps.

          Cumpts

  6. darth says:

    este artigo lembra-me outro artigo que li ha uns tempos, e que comparava as expectativas que os cidadãos de 1900 tinham sobre o que seria o ano 2000, e quase todas se revelaram erradas. ou porque seguiam uma mentalidade “Sec19 x 100”, ou porque eram “boas-más” ideias, daquelas que no papel fazem sentido, mas na prática não interessam mesmo. o AR parece interessante, mas a utilidade à séria resta ser comprovada. my 2 cents

  7. fx says:

    A RA veio para ficar e as suas possibilidades são quase infinitas. Já vai mais ao encontro do que eu penso eu faço. Informação sempre disponivel. É óptimo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.