PplWare Mobile

Já há um transístor de 1nm totalmente funcional


Autor: Pedro Pinto


  1. David says:

    proxima etapa….7µm

  2. int3 says:

    E a incerteza de heisenberg ? Vai haver eletrons a “passar paredes”. pensei que fosse 10nm no máximo. Agora 1nm são quantos atomos ? 1? 2?

    • Miguel says:

      É uma questão interessante, o google levou-me aqui:

      “A hydrogen atom, for example, is about 0.1 nanometers, and a caesium atom is around 0.3nm. The atoms used in silicon chip fabrication are around 0.2nm. ”

      http://www.extremetech.com/computing/97469-is-14nm-the-end-of-the-road-for-silicon-lithography

    • fr says:

      acho que isso era abaixo de 1nm

    • iDroid says:

      Segundo a wikipedia, o raio de um átomo varia de 0,3 a 3 angstroms. Sendo um angstrom equivalente a 0,1 nm, 1 nm poderá conter entre 3 e 30 átomos.

    • Luís Ferreira says:

      Humm, vamos ver: O raio atómico do Silício (Material de que os transístores são feitos) é metade da distância internuclear entre dois átomos de Silício não ligados entre si. Uma vez que a distancia entre átomos correspondem ao tamanho médio de um átomo de Silício (núcleo + ultima camada eletrónica), então temos que, 111pm (raio atómico de um átomo de Silício) *2 = 222pm (distancia entre átomo de Silício) 0.222nm. Sabendo que o transístor é de tamanho 1nm, conclui-se que, um transístor de 1nm tem aproximadamente 4 a 5 átomos de Silício.

      Se afirmam que estes transístores são totalmente funcionais, e têm apenas 4 átomos de Silício, então provavelmente este será o tamanho mais pequeno que um transístor pode ter… O Tunelamento Quântico dá conta de tele-transporte de eletrões no caso de os transístores serem mais pequenos. Penso que aqui não pode ser 100% aplicado o Princípio da incerteza de Heisenberg, visto que devem ter algo a isolar a passagem de eletrões, mas é também possível que haja uma pequena probabilidade de isso acontecer.

      Estou certo de que a nanotecnologia vai estagnar a este nível e a única opção que têm e avançar com a Física Quântica.

    • SSaraiva says:

      O Princípio da incerteza de Heisenberg tem a ver com o facto de não podermos saber com exatidão a posição de uma particula subatomica ao mesmo tempo que sabemos o seu momento linear. Ou temos muita informação sobre um ou sobre o outro. Não me parece que tenha muito a ver com o efeito de túnel quântico, ou “passar paredes”.

    • José Silva says:

      Li algures faz cerca de 2 semanas um artigo de tese universitaria em fisica que entre outras coisas põe em causa o Principio de Heisenberg, (principio da incerteza), tinha a ver com o emparelhamento de particulas, (fotões), e investigação manipulando matéria muito perto do ‘zero absoluto’, portanto a ciencia continua funcionar normalmente evoluindo e ‘avançando’.

  3. David Guerreiro says:

    O tamanho de 1nm, é da gate do transístor, não do transístor em si.

    • José Silva says:

      “We made the smallest transistor reported to date,” said Javey, lead principal investigator of the Electronic Materials program in Berkeley Lab’s Materials Science Division. “The gate length is considered a defining dimension of the transistor. We demonstrated a 1-nanometer-gate transistor, showing that with the choice of proper materials, there is a lot more room to shrink our electronics.”
      http://newscenter.lbl.gov/2016/10/06/smallest-transistor-1-nm-gate/

  4. O Tal says:

    Nanotecnologia em acção!

  5. maxim says:

    fantástico, o potencial que é!

  6. Ratazana says:

    Quanto mais pequeno é o pixel mais bits consegue bombear!
    Força Intel arrebenta com eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.