Quantcast
PplWare Mobile

Google muda as regras! Armazenamento ilimitado gratuito no Google Fotos chega ao fim

                                    
                                

Fonte: Google

Autor: Pedro Simões


  1. Ola says:

    Agora é que o mundo acabou….

  2. Jorge Fernando says:

    Cab$ões!

  3. Rikardo S. says:

    Pasito a Pasito el Googolito sigue la manzana. Afinal que tiene razón? La manzana que ya está adelante.

    Assim os hater da Apple pode ser que não ataquem.

  4. Pedro says:

    Alternativas?

  5. R says:

    Acredito que um dos grandes problemas é que imensos utilizadores não fazem triagem nenhuma; nunca apagam nada, nem as fotografias e vídeos que ficaram mal.

  6. Carbonato de Sódio says:

    De facto era estranho uma das empresas mais ricas e com mais lucros do mundo estar dando esta aparente abébia. Talvez isto tenha sido pensado desde início de modo a atrair clientes e, numa altura em que milhões de pessoas têm lá a vidinha toda, toca a dar o golpe: ou pagas, ou simplesmente não guardas as fotos.
    15 GB, mesmo com as fotos limitadas a 16 Mpx e ocupando para aí 2 a 3 MB, irá esgotar em pouco tempo. E as subscrições para mais espaço não são propriamente baratas, e acredito que com esta política acabem por ficar mais caras, tendência que os outros fornecedores de armazenamento irão certamente seguir.
    Pois lá teremos de voltar a 2010 e a ressuscitar os “velhos” DVD’s e discos externos, bastante menos fiáveis em termos de armazenamento a longo prazo.
    Sendo assim terei (e terá mais gente) cerca de meio ano para procurar alternativas, sendo também que irei cancelar a minha subscrição e ficar unicamente com os 15 GB gratuitos (se entretanto isso não acabar também).
    Se isto se deve a limitações técnicas, ganância ou manifestação de poder, nunca saberemos.

    • Luís Pacheco says:

      Mas é lógico que é estratégia…

    • Ângelo says:

      Dar o golpe? Tudo o que for armazenado até 6/2021 não contará para esse espaço limitado. A partir daí, sim.
      As subscrições para mais espaço não são baratas? 20€/ano (menos de 2€/mês) para 100GB não são caros, até porque o Fotos não é só um espaço de armazenamento. Faz albuns automaticamente, etc. E vai ter ferramentas para ajudar a poupar espaço (detectar fotos desfocadas, demasiado escuras, etc).

      São enviadas para o Google Fotos 28000000000 (28 mil milhões) de fotos e vídeos DIARIAMENTE. É claro que a partir de uma certa altura, a festa tinha de acabar. As pessoas começarem a ser mais selectivas no que guardam ou então a fazerem backups físicos, mantendo no Fotos o que acharem mais essencial ou que queiram sempre ter à disposição em qualquer lado.

      Tudo o que eu tenho, tenho armazenado em disco também. E quem quiser manter-se nos 15GB gratuitos, pode fazê-lo. Se os encher, pode fazer backup e libertar espaço para mais. Até usar o Fotos, eu usava o Dropbox e só tinha 2GB. Basicamente, usava o Dropbox para fazer aparecer no meu computador as fotos que tirava com o telemóvel. Depois fazia backup, apagava do dropbox e repetia o processo.

  7. Luis Henrique Silva says:

    Ainda bem que não guardo fotos e videos na nuvem….ufa…..se não lá ia muita foto pro lixo, fotos ainda é algo que guardo fisicamente, pois já tivo problemas com o google fotos….deixei logo, uso galeria offline…pronto….

    • Como é que vai tudo para o lixo? A Google só vai mudar as regras em julho de 2021 e mesmo assim, tudo o que são fotografias já carregadas não vai contar para esse armazenamento. Só as que forem carregadas posteriormente.

      • Já Fui e Mudei says:

        XPEnology tem o Moments – Fica arrumado e acessível no PC e no Smartphone.
        Comigo já está solucionado há mais de 1 ano.
        Cada um a fazer o seu servidor cloud

        • David Guerreiro says:

          Há um pico de corrente, uma inundação, um incêndio, e lá vai a cloud caseira e tudo o que lá tem…

          • rui says:

            pode ter backup para um serviço cloud com preços muito mais baratos do que live data ou eventualmente só pagos recuperar e ter idia de quanto custa safar a inundação

          • Realista says:

            Porque uma empresa como a google também não perde dados não… Ainda em 2015 perdeu dados guardados na núvem por causa de uma trovoada.

    • Carbonato de Sódio says:

      A nuvem para mim é apenas um segundo backup. Isto porque, mesmo não sendo a nuvem infalível como acabámos de ver, é (teoricamente) sempre mais fiável que uma drive externa ou um conjunto de discos ópticos. Nunca é boa ideia ter apenas um backup de conteúdo insubstituível. Portanto vai-se o Google Fotos, compram-se drives externas. E se houver uma calamidade perde-se tudo.

      • Ângelo says:

        A não ser que se seja profissional de fotografia/vídeo e realmente adicionem vários GB por dia, a maior parte das pessoas pode pagar 20€/ano para terem 100GB à disposição na nuvem. Podem também investir num disco externo de vários TB e assim tem pelo menos dois backups.

        E esses profissionais, se o são e se o seu material é precioso e precisam guardar tudo, também devem ver os backups como um investimento necessário, um seguro.

  8. Raposao says:

    ainda bem que tenho 40GB no OneDrive, 50GB no box e 1tb no office

  9. Algo says:

    Todo este tempo julguei que as fotos eram guardadas no Google Drive, mas também não tenho backups de fotos, apesar de conhecer a página que me permite visualizar tudo isso.

  10. Jose Lapao says:

    Acho muito bem, talvez não seja essa a intenção da Google, mas manter servidores cloud (ou qualquer outro) tem um grande impacto na pegada de CO2 ora se esse espaço em cloud é infinito o cliente tem tendência a deixar lá o “lixo” todo fazendo com que a empresa tenha de adicionar, mais, e mais espaço para satisfazer os clientes, colucando um limite e tentar consciencializar os clientes a terem melhores práticas na gestão do seu espaço. Essa é a minha opinião e concordo, pois nenhum recurso é infinito

  11. Redin says:

    Sempre me questionei como é que no início uma empresa como o YouTube que ainda não pertencia à Google, poderia suportar a oferta de tanto espaço para receber os vídeos que lá colocavam.
    Se no início já suportavam essa quantidade de armazenamento, quem e como financiavam os servidores.
    Hoje em dia, para uma notícia destas relativo ao Google Photos ainda percebo.
    Algum link para ter a resposta?

      • Redin says:

        Eu não estava a precisar saber como o Google ganha dinheiro, isso toda a gente sabe.
        Eu precisava de ter uma noção de como antes de 2006, o Youtube já suportava milhares ou milhões de utilizadores e como suportavam eles esses custos no inicio em que nem sequer tinham grandes servidores.
        Que tipo de plano teriam para os puderem suportar.
        Tal como outro artigo também nesse site encontrei a dizer que o Youtube estava longe de ganhar dinheiro e mesmo assim foi comprado pelo Google.

        • Bruno Neto says:

          Essa resposta é transversal a qualquer negócio e é simples: Capital.
          Parece que as pessoas actualmente não têm noção de que para iniciar um negócio escalável e com o potencial de crescimento como no caso das plataformas digitais é preciso ter uma disponibilidade financeira considerável, a maior parte das vezes conseguida com recurso a investidores de capital de risco. E é por isso que é considerado capital de risco, já que a quantidade de negócios que não consegue vingar nesse mercado é enorme e as perdas também.
          No caso do Youtube, bem como outros negócios que acabaram adquiridos por gigantes tecnológicos, a própria estratégia passa por ganhar notoriedade no mercado onde se inserem, precisamente com a finalidade de virem a ser adquiridos. Não é necessário ter lucros, basta que sejam escaláveis e tenham potencial de rentabilidade.

  12. Paulo Teles says:

    Deixa-me ver acho que com esta regra vai haver mais 500mil users do gmail….
    nomephotos1 – 15gb
    nomephotos2 + 15 gb
    nomephotos3 + 15gb…
    mas no entanto deixa la ver o mail.ru..

  13. Aybara says:

    Ainda esta semana comecei o trial do Microsoft 365.

    O plano pessoal nao é muito apelativo, mas considerando que tenho em casa mais 3 estudantes que usam o Office, o plano de familia são 99€ por ano e inclui licença de office 365 para 6 pessoas e 1tb POR CADA conta.

    A app de fotos do OneDrive infelizmente está a anos-luz da aplicaçao da Google Photos ou até mesmo a Aplicaçao da Amazon Photos que usei antes… Mas em termos de storage e perks parece-me imbativel.

  14. rui says:

    “A justificar esta decisão está a ideia de que poucos utilizadores usam mais do que o espaço oferecido pela Google no Fotos.”

    Se assim é, bem que podiam deixar estar como estava.
    Para a maioria não havia mudanças, mas para quem precisa de mais espaço, podia continuar a usar.

    • FAR says:

      Se assim fosse não era preciso decisão nenhuma. Isso é atirar areia para os olhos para não parecerem tão mal.

      Estão a alterar as condições de fornecimento de um produto e com esta alteração o consumidor fica com um produto pior do que tinha antes. E ponto.

    • rui says:

      eles querem é que uses mais de 15gb para pagares mais espaço não é ter users gratuitos

  15. mad says:

    Só tenho 117GB de espaço no google cloud como faço para aumentar mais espaço gratuitamente antes de 21 julho de 2021, podiam dar algumas dicas para ajudar o pessoal??

  16. Herculano Andrade says:

    Sem SURPRESAS, esse é o MODUS OPERANDI desta joça… jogar na web e logo em seguida DESCONTINUAR…

  17. ermac40 says:

    Os backups do android serão pagos em 2021 ,por causa disto?

  18. Atento says:

    Para mim não tem qualquer impacto.
    Há mais de 1 ano que tenho multi contas (já vai em 186 e só uso 12Gb em cada) para guardar videos e fotos.
    OrangePi com HD de 4Tb c/ backup automático do directório das fotos e videos.

  19. David says:

    Realmente não percebo qual o problema de pagarem um serviço que usam e gostam. Só querem borlas e ainda se queixam.
    Google One – 1,99€ por mês ou 19.99€ por ano com 500GB é um preço bastante acessível.

    Para a malta das borlas sempre podem usar o Yandex.Disk é muito semelhante ao Google.

  20. joselito fagundes says:

    eu para manter as fotos ainda uso o sistema antigo imprimo tudo em tamanho 21x15cm e guardo e álbuns…

  21. Feissebuque says:

    DUBOX – 1TB de armanezamento

  22. Joao Penas says:

    Apenas ficou de mencionar que quem tiver um equipamento da Gama Pixel continua com acesso ilimitado.

  23. Claudio says:

    Registei-me hoje no mail.ru e o serviço de cloud deles apenas dá 8 GB para novos urilizadores. Provavelmente os usuarios antigos continuam com esse 1 TB mas os novos não. Era bom, pois era…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.