Quantcast
PplWare Mobile

A nova interface do Google

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Ricardo Ferreira


  1. Marcio says:

    Hummm não sabia, é sempre bom saber do que o google anda a fazer.

  2. A friend says:

    Pessoalmente custa-me um bocado habituar a esse azul.
    O Logotipo já tem muita cor, acho que era desnecessário.

    Quando à sidebar, quem se lembrou de comparar ao Bing, ou tem problemas de memoria ou procura pretexto de noticia, já que esse sidebar sempre existiu no Google, apenas estava oculto por definição.

    Podem verificar na pesquias de imagens por exemplo, clica em:
    + Mostrar Opções 😉

    O que não era é sim, muito rica em opções…e acaba por ser também uma repetição ao que já está no topo.

  3. Luís says:

    O facto de haver concorrência a sério, muda tudo, e quem ganha somos nós!

  4. Magno Campos says:

    Como é que se vai para o novo google???

  5. Marcos Paulo says:

    Vendo a nova interface! Ainda prefiro a antiga. Por ser mais intuitiva!

  6. E opiniões sobre a Google Wave !?!?
    Na minha ideia saiu cedo demais (a versão de testes), e os convites são muito escassos.
    Estar lá “sozinho” perde a piada toda.
    Acham que o conceito vai “pegar” ??
    O pessoal ainda está muito “agarrado” ao mail tradicional, msns e afins 😐

    • Raicuparta says:

      Achas que “consegues” usar menos “vezes” as “aspas”? xD

      • Achas que consegues ligar a uma professora de Português que te explique o porquê de eu usar aspas ao invés de vires para aqui, mandar “postas de pescada” ???
        Com a frase anterior, e com um QI mediano, já deves conseguir entender o uso delas.

      • Pensando melhor…
        Deves ser daqueles que gostam da papinha toda feita.
        Cá vai:

        As aspas ou vírgulas dobradas são sinais de pontuação usados para realçar certa parte de um texto.

        As aspas são usadas para:
        * citações
        * destacar palavras pouco usadas (palavras estrangeiras, palavras com valor afectivo, palavras com sentido irónico etc.)
        * títulos de obras

        As aspas usam-se aos pares: geralmente como dois sinais gráficos no início da parte de texto destacado, e dois sinais gráficos no fim da parte do texto destacado. Quando é necessário destacar uma parte dentro de uma parte já destacada usa-se um sinal gráfico no início, e um sinal gráfico no fim.
        O aspecto gráfico das aspas pode variar conforme a área geográfica, e está relacionado com hábitos ortográficos e influências culturais. Assim, a mesma língua pode ter representações diferentes conforme cada país (português no Brasil / português em Portugal; inglês no Reino Unido / inglês nos Estado Unidos; alemão na Alemanha / alemão na Suíça; etc.).

        in: Wikipédia 😉

        • kekes says:

          Viva as aspas, eu também gosto de usar e abusar delas fica bem, “assim se escreve “bom” português”

          Nao creio que saiu cedo eu creio que a adesao vai ser limitada devido ao facto do pessoal estar muito habituado aos IM do costume, acho que o Wave pelo menos durante uns tempos vai ser uma coisa apenas gira…

  7. dajosova says:

    Eu já tenho essa alteração no meu iGoogle que é a minha Homepage no Firefox!

    Realmente está interessante a mudança que faz com que se aproxime mais um pouco do novo conceito Chrome OS. O Google entra de mansinho e quando derem por ela zás !!

  8. Henrique Rocha says:

    O Google Chrome OS já foi lançado para a comunidade open source e na minha opinião, quando for lançado oficialmente no próximo ano, vai dizimar completamente o Microsoft Windows no mercado dos netbooks.

    É claro que para isso acontecer toda a gente tem que ter net móvel e como cá ainda é um abuso de preço, não me parece que se vá massificar em Portugal rapidamente.

  9. UKN says:

    Só preciso mesmo da caixa de busca … tudo o resto é-me irrelevante … aliás quando comecei a usar o google foi por não ter a confusão do Yahoo e Altavistas e mais uns quaisquer que se usavam nessa altura.

    Por outro lado há as caixas de procura nos browsers que facilmente saltam quaisquer remodelações menos práticas que façam …

    • A friend says:

      x2

      Simplicidade acima de tudo, já que o objectivo é encontrar algo e não ser-mos incutidos para algo (com publicidade abusiva, noticias, pop-ups… etc..etc..)

      A unica coisa que prefiro no Bind em relacção ao Google é apenas o Visual Search ( http://www.bing.com/visualsearch ) está mesmo espetacular, mas é um conceito de pesquisa diferente, mas muito bem conseguido pela Microsoft.

      Ainda a dias queria saber o nome de uma actriz por exemplo, que não lembrava o nome dos filmes que entrou, e foi só ir lá e em poucos segundos encontrei.

  10. Gustavo Santos says:

    Parece o Bing…

  11. CarlosMC says:

    Já era tempo de restringirem o âmbito das buscas sem precisar de buscas avançadas e tal, mas isto não me parece grande coisa – experimentem o Exalead, aí as opções são contextuais: http://www.exalead.com/search/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.