Quantcast
PplWare Mobile

Review: Samsung ST1000 – Liga-te ao mundo

                                    
                                

Autor: Hugo Cura


  1. Pedro Pinto says:

    Boa Review. Bom trabalho Hugo!

  2. kekes says:

    Muito bom uma camara com capacidades bem apeteciveis, no entanto em termos de autonomia da camera como é? Um ecra desses, a quantidade de funções que tem… Sabes dizer qual é a sua autonomia, (uma coisa comparativa boa, mais o menos… em relacção as outras cameras que ja exprimentaste) usando as funções basicas, Photo + GPS, e que as outras é so de vez em quando, por isso não acho relevenates nesta situação

    • Hugo Cura says:

      De facto não me foi possível usar a câmara de tal forma exaustiva para que esgotasse a bateria em uso normal (de foto + gps) como referes, porque a autonomia é mesmo excelente.
      Foi uma falta, não ter mencionado isso na review, mas também não tenho dados concretos quanto a isso.
      A bateria da Samung tem 1130mAh e, fazendo uma comparação “reles”, a da minha Sony tem 960mAh. São valores não muito diferentes e enquanto gastei meia bateria na samsung, gastava a da sony toda.
      Resumindo, penso que dará para cerca de 300 fotos.

      • kekes says:

        Obrigada pela resposta.
        Eu perguntei isso porque eu tenho uma Canon que me dá em media para umas 250 fotos e ainda anda nas maos das minhas irmas que destroem uma bateria em tempo record a fazer não sei o quê LOL, e que em tempo de ferias sabes como é uma maquina digital na mao uma bateria desaparece sem se dar conta, mas se esta aguenta assim tem uma boa autonomia, 😉 e uma maquina a ter em conta entao.

        Abraços.

  3. PTDennis says:

    Eu também prefiro a qualidade das fotos da Sony… E não será essa a qualidade principal de uma máquina?

    • Hugo Cura says:

      Sem dúvida que sim, é para isso que servem! 🙂
      Neste caso, apostava que se não existissem os extras wi-fi, bluetooth, gps e dlna, esta câmara não valia mais que 150€.
      É pena que a qualidade de imagem tenha ficado um pouco aquém, mas penso que não compromete tudo o que de bom ali existe.

  4. UKN says:

    Eu ultimamente vi que as cameras de 12mpx e 10mpx do mercado apresentam demasiado ruido e pouca defenição no formato de fotos maior. Inclusivé experimentei uma Nikon na fatia dos 300€ e é notório o ruido excessivo que é apresentado …

    Alguém que tenha sentido os mesmos problemas !?

    Com cameras de 6mpx para baixo nunca tinha experimentado tais niveis de ruido …

    • Vítor Teixeira says:

      Sim… de facto existem muitas máquinas no mercado que padecem desse problema. Tal julgo dever-se à fraca velocidade do processador de imagem juntamente com a pouca iluminação do meio (ou demasiada reflexão de luz por parte da lente). Com alguma pesquisa encontras modelos que superam estes problemas e .. as bons preços 😉

  5. 330 ? mais uma beca e compra-se uma SLR…

  6. Hugo Cura says:

    O artigo foi actualizado com o vídeo HD gravado pela ST1000 que, por lapso, não foi incluído desde início.

  7. Vítor M. says:

    Há umas semanas atrás comprei uma câmara (decente), uma Canon 450D. Obviamente é uma excelente máquina para um amador de amador… no que toca a fotografia, mas como tenho planos em enriquecer a minha experiência enquanto fotografo, optei por uma câmara com bom aspecto e acima de tudo com muita qualidade.

    Esperei algum tempo para o fazer, mais de um ano, sempre na esperança que estas tivessem já a componente Wireless embutida.

    Ainda hoje eu entendo que não faz sentido uma câmara não disponibilizar tecnologia wireless ou bluetooth.

    Até nem sei e fica aqui a minha questão a alguém que me possa responder, se existe algum módulo para a Canon que faça isso.

    Mas não tem muita lógica estes equipamentos caríssimos não trazerem essa tecnologia de interligação. Seria muito mais interessante descarregar via wireless na rede lá de casa do que estar sempre a sacar o SD da máquina. Quem diz no meu caso diz em muitos profissionais que adorariam ter uma máquina com possibilidade de fazer o upload de imediato via câmara, sem ter de andar com o portátil às costas.

    Esta parece-me interessante, somente pela conectividade.

    Wi-fi, GPS e Bluetooth… era o céu se tivesse isso na minha Canon 😀

    • João Ricardo says:

      Já que é para pedir também podia ter video ;). Mas isso tens a canon 500 que pc mais é que uma 450d com video.

      Também ando com ideias de comprar uma máquina decente há já algum tempo, mas torna-se muito complicado a escolha devido à quantidade de marcas e modelos diferentes. Embora no meu caso o que ande a pesar mais seja mesmo o preço. Ando sempre à espera que saia novo modelo com mais características. Tem de ser algo a gosto porque 600€ custam sempre a dar.

      Quanto a esta samsung ST1000 achei uma máquina com piada :). Tem características engraçadas e é máquina pequena para andar no bolso.

      Gostei do artigo especialmente do filme da ponte Europa. Viva Coimbra!!! Passo ali todos os dias, mas nunca vi lá ninguem do Pplware a filmar. Normalmente só lá vejo é a polícia com o radar.

      Continuação de bons artigos

      • Vítor M. says:

        Fiz questão de comprar uma Canon para fotografar pois inserir vídeo numa máquina daquelas, na minha opinião, foi um crime. A Canon %00D não acrescentou nada de qualidade à Canon 450D… bem pelo contrario.

        Em relação à policia com o Radar… deve ser o Hugo de certeza 😀

        • mmick says:

          Eu penso que isso do “crime” do video em máquinas dSLR não se insere nos tempos de hoje, quase equivale a dizer que o filme é que é bom e o digital não presta. O video seria crime SE não fosse HD mas em virtude das novas máquinas SLR terem “Live View” e video HD é um aspecto fantástico já que nem só de fotos vive uma máquina.
          Além do mais a grande maioria das máquinas sub-2000/3000€ não são profissionais, são máquinas para amadores que gostam de fotografia avançada mas que na maioria dos países ricos (Alemanha, Inglaterra, França, etc) são máquinas para viagem/férias (basta verem que os estrangeiros trazem quase todos este tipo de máquinas…) e precisam de video.
          Numa máquina de 5000€ profissional é que o vídeo é quase um pequeno extra.
          Relativamente à falta de Wifi, etc acho uma falta ENORME hoje em dia as máquinas SLR >800€ e máquinas slim >250€ não terem DLNA, WIFI e BT.

    • Fábio says:

      Em relação a Wifi há um cartão do género SD com essa opção. Não sei qual o nome dele, e peço desculpa por isso.

      Em relação a máquinas tudo depende do que se quer fazer. Tenho uma Nikon D60 à ano e meio e é excelente. Mas numa DSLR o segredo está na lente. Depois depende de onte o utilizador quer chegar.

      A minha só faz fotos, mas uma DSLR na altura só fazia fotos. Hoje já fazem video, a D90 é um exemplo disso, uma que gostava de ter.

      Acima de tudo aggrar a máquina, sentir os botões, testar a lente, a ocular, o feeling é o que conta. Exprimentei Canon, Nikon e Olympus DSLR. Escolhi Nikon porque era com o que me identifiquei mais.

      O resto depende do jeit oe gosto pelas fotos 🙂

  8. Como câmara fotográfica considero os resultados abaixo da média do que se arranja aí pelo mesmo preço. Só ganha mesmo é pela conectividade, mas no meu entender são “paneleirices”. Tantos anos a tirar o rolo de 24 em 24 ou 36 em 36 fotografias, hoje em dia com cartões de 8GB a custar 25€ a levarem milhares de fotos, é tão simples sacar o cartão e enfiar no slot do PC.
    Com 185€ comprava uma Sony W290 compacta com uma lente grandinha e com uma qualidade que supera *em muito* esta Samsung de 330€ (OMFG! o_O)

    • mmick says:

      8Gb a 25€? Com esse preço compro 16Gb 🙂 Tenho um cartão 8Gb class 6 (ou seja, mínimo de gravação é 6Mb/s) e custou-me na FNAC 18€ há 4 meses.
      Penso que tem que haver oferta para todo o tipo de pessoas: pessoas que não dão valor à conectividade/facilidade de conexão e sim á pureza da imagem; pessoas que a qualidade duma máquina standard de 100-150€ chega e que o DLNA/WIFI é óptimo; pessoas que dão valor á imagem e conexão (actualmente acho que não há grande oferta).
      Eu acho que o caminho é as máquinas levarem WIFI/BT/DLNA/mini-HDMI mas se tivesse que optar optava pela qualidade já que:
      – as TVs novas/PCs já têm leitores de cartão
      – podemos ter sempre um cabo USB/TV ligado ao PC/TV e mal tiramos as fotos é só “atarrachar”, o que dá menos trabalho IMHO que ligar o WIFI e esperar que a máquina se ligue, DLNA funcionar, etc.

  9. Gilberto Martins says:

    Realmente a qualidade da imagem não parece agradar às vistas. Os 12 Mpixeis não estão a ser aproveitados…Apenas possui um monopólio de tecnologia integrado em que consegue marcar a sua diferença. Mas para que serve a maquina fotográfica??Para tirar fotos de preferência com qualidade ou para as mostar ao mundo??

    Bom post Sr. Cura

  10. marcia carneiro says:

    tenho uma maquina dessas mas esqueci no Brasil o carregador e cabo para descarregar as fotos. Onde posso encontrar aqui em portugal um cabo que de para carregar a camera diretamente e que possa tb descarregar as fotos no meu pc?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.