Quantcast
PplWare Mobile

iQOO 5 Pro é o smartphone mais poderoso da atualidade! O que terá de especial?

                                    
                                

Autor: Maria Inês Coelho


  1. ervilhoid says:

    do mesmo grupo de oneplus, vivo e oppo…

    se juntar todas as outras do mundo Android até aborrece tanta marca e tanto modelo

  2. jorgeg says:

    chines, nao obrigado!
    nem um tostao, nem UM!

    • andarilho says:

      Diz-me o que comes , vestes , calças , usas no dia a dia , dir-te-ei que vem da china ahahahahahahaha

    • adbu says:

      Dás aos eua. Venha o diabo e escolha.
      Modelos europeus de qualidade ZERO.

      • SSD says:

        Se este pessoal que fica tão indignado desse o dinheiro a empresas europeias (já nem digo portuguesas, que também há). Mas não, a maioria vao dar aos santos dos EUA (que fabricam os produtos na China só por acaso) ou á Samsung.
        Se estivessem tão preocupados têm sempre a Nokia (ou Wiko ou até Vodafone se servem bem para boa parte do pessoal) que agradeciam a aposta

        • RM says:

          Mas também são fabricados na China, não !?

          • fabio says:

            Tudo china… nao sei o porque da revolta… alias sem a china o mundo moderno tal como o conhecemos nao seria de todo possivel

          • SDD says:

            Sim, aliás se a China yem na mão a tecnologia que hoje tem bem que podemos agradecer a todos os paises que puseram lá toda a produção em troca de mão de obra barata e extorquida. Mas pronto como são uma ameaça principalmente a nivel econômico agora lembraram se que a China é ma quando só se podem culpar a eles próprios. Mas enfim se comprassem produtos europeus ao menos na parte dos servidores podiam estar afastados desta guerrinha. Agora fugir dos chineses para o colo dos americanos é que enfim, tal como dizem só muda o cheiro mesmo

          • José says:

            Não são não! Faço questão de nada comprar “Made In China!! Todos os Samsung da minha casa são fabricados no Vietname. O meu televisor por exemplo na Republica Checa amplificador GB bem como colunas de som. Roupa? Essa é boa, nem uma t-shirt! Leio tudo garanto-vos. Tenho apenas uns chinelos de dedo, que procurei por todo lado o local de fabrico, não vi. Um dia reparei, estava uma das abas na parte de dentro o infame “Made in PRC” fiquei fulo. Foi a única coisa que por aqui passou. Vindo desse regime. Nada tenho contra o seu povo note-se.

        • adbu says:

          Exatamente, mas infelizmente na europa não há uma marca de smartphones em condições. A Nokia já vendeu os smartphones aos chineses e em breve vai vender o 5G aos EUA. A ARM já foi vendida à nVidia. Cada vez temos menos em termos tecnológicos.

        • BryanR says:

          Quais empresas europeias? A Europa em termos tecnológicos está muito longe dos EUA e da Ásia. Nokia, Wiko? Isso é tudo Chinês. Se não querem dar dinheiro à China comprem Samsung ou LG, não têm fábricas a China.

          • JCR says:

            Pois, mas a Coreia do Sul, aproveita-se disso, e são uns chulos de 1ª, com marcas como a Samsung e LG, e é claro que terem lucro de quase 50% nos telemóveis – é a nova galinha dos ovos de ouro dos tempos modernos -, estamos, 500 milhões de cidadãos da UE, completamente tramados, a encher bem e muito os bolsos a esta cambada de ladrões!

            E é claro que também não posso com telemóveis made in China e EUA, países ditadores, desculpem, mas passo!

    • Elkido says:

      Grupo BBK Electronics….. Oppo, VIVO, OnePlus, Realme,Iqoo…..eu tenho um Realme X50 Pro 5G 12Gb/256Gb com Snapdragon 865….o meu já faz 604 000 pontos sem ser mexido….se levar um overclock na GPU ADRENO 650 poderá fazer uns 660 000 no ANTUTU Benchmark,… basta a REALME fazer um overclock via Ota…. sim a ADRENO 650 é a primeira GPU do Mundo com as drivers com actualizações via OTA…. portanto via Over The Air…. remotamente sem fios….ou se tiver um amigo entendido no assunto tb poderá fazer esse overclock na GPU

  3. Jaquim says:

    Grande José! Alguém com princípios e disposto a fazer o esforço para os cumprir em vez de passar a vida a lamentar-se no café. Tiro-lhe o chapéu.

    Infelizmente, as coisas não são tão lineares assim para se poder fugir. Os componentes das suas colunas muito provavelmente são fabricados na China e montados na GB, para os telemóveis idem (apenas a linha de montagem estará no Vietnam), o televisor também. Existem igualmente relatos de marcas de roupa em que 95% da peça de roupa é fabricada na China e quando chega à Europa apenas colocam os botões numa camisa ou cozem as bainhas das calças e a marca tem o direito de qualificar a peça como made in EU.

    Mas vale o esforço. Se todos o fizessem viveríamos num mundo mais equilibrado. Um bem haja.

    • JCR says:

      Estou completamente de acordo, e basta ver infelizmente os números de hoje da COVID-19 em Portugal, que ultrapassámos a China em termos de infectados, é surreal, para não dizer outra coisa!

      E eles são a única economia a crescer em 2020, palavras para quê, está tudo dito acerca da miséria que vem do país dos amarelos dos olhos em bico!

  4. BryanR says:

    Não percebo este pseudo nacionalismo europeu de alguns por aqui. A Europa em termos tecnológicos já ficou para trás há muito tempo, há décadas, não tem qualquer capacidade para ter produtos ao nível dos produtos dos EUA ou da Ásia.

    Se não querem dar dinheiro aos Chineses a única opção é comprarem Samsung e LG que não fabricam na China. O meu LG G7 é Made In Korea. E ver se a Asus fabrica em Taiwan, também é uma opção. Taiwan é a China Democrática, não comunista.

    • Jaquim says:

      Não será difícil perceber o “pseudo nacionalismo”. Eu explico, pois isto vai bem mais para além da camada superficial que consegues ler nos comentários.

      Uma economia saudável, sustentável e inovadora tem como base antes de mais a economia local, ou seja, em vez de comprares alfaces no continente/pingo doce/etc, comprar as alfaces num produtor local. Poupam-se recursos (transporte e mão de obra por exemplo) e estimulas a economia da tua região, logo existe mais dinheiro disponível para circular na tua região e consequentemente mais postos de trabalho ou melhores salários.
      Um dos exemplos mais chocantes é a amêndoa da Califórnia quando a Costa mediterrânea está cheia de amendoeiras. A amêndoa da Califórnia é colhida, é exportada para a Índia e partida à mão por crianças com 3/4 anos e depois distribuída pelo mundo. Pelo meio gastam-se recursos, tempo e incentiva-se o trabalho infantil.

      Depois temos a economia nacional e neste caso dou o exemplo do calçado português, que é apreciado lá fora, mas claro que as massas preferem botas da timberland 4x o preço das botas nacionais de igual qualidade.

      Depois a economia europeia privilegiando naturalmente os parceiros mais próximos. Não faz nenhum sentido comprarmos (no caso de produção deficitária no nosso país) pimentos aos holandeses quando os nossos vizinhos espanhóis os produzem.

      E finalmente a economia mundial.

      Claro que tudo o que é produzido na Ásia é mais barato. Mas sem nos apercebermos pagamos um preço por isso que é o desemprego, a precariedade e o desequilíbrio na economia mundial. Não será muito difícil perceber isto.

      Sou a favor de uma economia mundial aberta mas tento comprar conscientemente privilegiando em primeiro os círculos mais pequenos e por ordem: Local/regional, nacional, europeu, mundial.

      • BryanR says:

        Mas eu estou a falar em termos tecnológicos, a Europa não tem empresas com bons produtos na área tecnológica, logo se não existem bons produtos europeus não faz sentido este pseudo nacionalismo europeu. Eu não vou comprar uma coisa de fraca qualidade só porque é feita na Europa, isso não faz sentido.

        • JCR says:

          E é de fraca qualidade porquê? Não terão os corruptos políticos da UE contribuído e muito para isso, quando não se opuseram às vendas e às deslocações? Será que ninguém desperta com esta total dependência que infelizmente temos, nós 500 milhões de cidadãos da UE, ao enchermos os bolsos e em grandes quantidades, aos 4 países dominantes desta área (os 2 primeiros são ditaduras, os 2 seguintes são gatunos com os lucros), China, EUA, Coreia do Sul e Japão? É completamente inaceitável continuarmos a viver assim, e mais cedo ou mais tarde, ainda vamos ficar mais tramados, em termos de protecção de dados, se já não estamos hoje a ser…

    • Polo says:

      Então os Samsung não têm componentes feitos na china?? É cada comediante

      • BryanR says:

        Podem ter componentes mas fábricas não têm. E a Samsung também fabrica os seus processadores. Se querem fugir dos Chineses a Samsung e a LG são de longe as melhores alternativas.

  5. Jaquim says:

    A Europa tem boas empresas, o problema é que fabricam igualmente na Ásia. E sim, em termos electrónicos estamos num ponto em que o consumidor já quase nem pode escolher ou se tiver escolha paga um preço demasiado elevado o que desencoraja qualquer um.

    De qualquer das formas é bom estarmos conscientes do problema.

    E o que tu chamas de pseudo-nacionalismo europeu eu chamo de sustentabilidade, não só ambiental mas também humana

    • Jaquim says:

      E também é bom não esquecer que existem agendas políticas ligadas ao domínio chinês que poderão não ser favoráveis a longo prazo ao resto do mundo. É também por isso que muita gente começa a evitar produtos chineses. Mas isto já é outra conversa. Deixo este documentário bastante interessante. Saúde 🙂

      https://m.youtube.com/watch?v=9cTDG5xGRG8

    • BryanR says:

      Você está a culpar os Chineses simplesmente por serem mais competentes. Ninguém obriga as pessoas a comprar telemóveis Chineses, eles vendem porque são muito bons para aquilo que custam. A Europa só tem uma empresa minimamente competente nesta área, a HMD(Nokia) e também fabrica na Ásia porque eles são muito melhores do que os outros. A Europa já ficou para trás há décadas, é a realidade você tem de aceitar a realidade.

  6. Jaquim says:

    Eu não estou a culpar ninguém. Estás a interpretar mal o meu ponto de vista. Os chineses não são nem mais nem menos competentes que os europeus ou russos ou americanos. Os chineses são MAIS BARATOS! A realidade é o preço da mão de obra de pessoas que vindas do campo em pobreza extrema aceitam trabalhar 16 horas por dia por um salário miserável. Estás pessoas já trabalhavam 16 horas diárias no campo tal como faziam os nossos bisavós, e mal tinham para comer e por isso aceitam estas condições por que mal por mal, dá para comer, gastar em items pessoais e ainda sobra algum para enviar dinheiro para ajudar a família. Esta é a realidade e se alguém não está a querer aceitar a realidade és tu 🙂

    Repito: Não é uma questão de competência. É uma questão de preço de mão de obra e de uma gigantesca estrutura que já está montada.

    • BryanR says:

      Não é apenas uma questão de preço, é também de competência. A Europa não tem empresas nem sequer de desenvolvimento quanto mais fábricas, a China tecnológicamente é muito mais avançada do que a Europa, pelas mais variadas razões além do preço, eles têm de longe melhores engenheiros nesta área do que a Europa além de melhores empresas, know-how industrial de décadas, enfim não há comparação é um mundo à parte, a Europa não tem capacidade nem para acompanhar os EUA muito menos a China, a Coreia , o Japão ou Taiwan. Por exemplo Taiwan tem apenas 24 milhões de habitantes e tem muito mais empresas tecnológicas do que os países europeus todos juntos. Você deve ter ficado parado nos abos 60, hoje em dia a Europa em termos tecnológicos é praticamente irrelevante na área da eletrónica de consumo. E nada tem a ver com o preço mas com tudo.

      • JCR says:

        E a UE não tem porquê? Somos 500 milhões de cidadãos, e não conseguimos ter como já tivemos, empresas tecnológicas diversas e de qualidade? É completamente surreal este estado em que a UE se tornou tecnologicamente, e a gente sabe que o barato Chinês, é à custa do trabalho escravo e sem direitos nenhuns, mais nada de nada, e não deles serem competentes, a competência é tal, que depois vê-se a qualidade dos produtos dos amarelos dos olhos em bico, que é ZERO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.