Quantcast
PplWare Mobile

Surface Book 2 vai chegar a Portugal já em Fevereiro

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Simões


  1. Hugo Gomes says:

    Se agora é o mais poderoso logo vemos nos testes falam falam mas nao dizem nada. Os outros concorrentes logo vemos depois, mas que havera melhor deve de haver agora. Este ja deve ter os mesmos valores dos apples.

    • Belmiro says:

      Este modelo custa cerca de 1000€ mais que um modelo equivalente da Dell/Gigabyte (sem modo tablet) e faltam-lhe opções de conectividade que os outros tem e já nem comento sobre o tema do carregador não conseguir carregar a bateria se o PC estiver em alto processamento (e a bateria pode descarregar inclusive). Inaceitável para esta gama.

    • RykarduSouza says:

      oi??? tu falas, falas, falas… mas não dizes nada.
      É melhor passares pelos vários sites da Microsoft ou sites de reviews para confirmares o que estás a dizer, se é que estás a dizer alguma coisa. OMG

      • Hugo Gomes says:

        Quando ja fui lixado 2 vezes pela conversa da micro, achas que agora acredito no pai natal e no coelhinho da pascoa so cai quem é mesmo burro

      • Belmiro says:

        Rykardu, o Hugo não está enganado, não seria a primeira vez que uma marca nos modelos de testes tem um “firmware” muito permissivo e boa performance e nos modelos de série os TDP foram reduzidos por causa do calor/bateria.

        Em todo o caso, mesmo tendo um hardware tão bom em corpo pequeno, os valores pedidos são exorbitantes. Para clientes empresariais com contratos com a MS as vendas ainda podem ter alguma expressão, mas no mercado europeu doméstico não tem futuro.

  2. Hefesto,o Grande says:

    Penso que o preço rondará os 1300 euros somente para o modelo mais barato,atenção !! Fogo,17 horas de autonomia,é bem bom.Vale bem o preço,por isso. 🙂

  3. Antonio says:

    Quero rir à gargalhada com as reivindicações que os teleles têm que ser submersíveis

  4. Lunatic says:

    Uma GTX 1060? Viva o luxo…

  5. eu says:

    Sou utilizador de MacBook Pro desde há 7 anos para cá mas igualmente PC/Windows numa proporção de 50% e este Surface Book faz-me lembrar tanto o MacBook.
    Até no preço são próximos !

    Concerteza que a Microsoft conseguiria aqui optimizar o Windows 10 ao limite para esta máquina específica e ai sim, tinha um concorrente a sério em relação ao MacBook, no entanto não o pode, porque tem de continuar a suporte uma infinidade de combinações de outros hardware de terceiros, o que o torna genérico mas também não tão bom.

    Para além do OS genérico, também têm de continuar a trazer na bagagem o registry do Windows que é um cavalo morto e que têm de arrastar ao longo dos anos e que obriga a formatar o Windows de x em x tempo.
    Não é culpa da Microsoft (atualmente), porque é forçada a suportar software legado que depende do registry mas são os factos.

    Seja como for, e uma máquina muito elegante (overpriced ou não, não deixa de ser elegante) e para os designers deve ser um must-have.

    • Belmiro says:

      Na realidade não é bem assim. Um designer pode comprar um Surface Pro por uma fração e aguenta o trabalho muitíssimo bem, e é mais leve em tablet.

      Logo, com esse valor poupado pode ajudar a compra dum desktop a sério (TDP altos, muita capacidade, conetividade etc) e dum monitor grande para finalizar o trabalho. A maioria dos designers podem começar num híbrido mas terminam sempre num desktop (a maioria Apple pela qualidade do ecrã).

      Estes modelos podem ser ligados a monitores externos mas continuam a ter TDP de híbrido, continuam a ter pouco hardware por muito dinheiro e em processamento total o carregador não fornece energia suficiente.

      Um profissional não gasta 3500-4000€ para ter limitações.

      • eu says:

        Resumidamente, confirmaste que este portátil não tem espaço no mercado.
        Quem gosta de MacBook, mesmo que veja as qualidades desta máquina não irá troca.
        Quem usa PC portátil também não está para dar 3K.
        Quem está para dar 3K prefere desktop.

        Está condenado porque quem quer algo do mundo Mac não vai mudar e quem quer do mundo PC, quer pagar < 1K ou a pagar 3K, tem de ter tudo isso muito mais.

      • Cortano says:

        “(a maioria Apple pela qualidade do ecrã).” – que grande BS! Vocês ainda continuam a bater na tecla que os monitores da Apple (neste caso, o iMac), é o melhor monitor no mercado?! LOL

  6. maria vieira a atriz says:

    bem barato

  7. Tiago Costa says:

    Tenho um Surface Book Performance Edition (Geração 1 mas tem uma GPU melhor e também um maio bateria) e deve dizer que é sem duvida caro, mas sem duvida um excelente portátil e bem diferente dos Dell e HP linha profissional. A autonomia real que tenho com este é cerca de 8 a 9 horas a trabalhar, Visual Studio e algumas VMs em Hyper-V. Se ligar algumas VM’s mais pesadas em termos de CPU esqueçam lá as 8 a 9 horas e passa para umas 6 a 7 o que mesmo assim considero aceitável.

  8. firetwo says:

    Um Macbook Pro de 2016 mete num bolso qualquer surface book/pro…. e não são nenhum fan boy até porque tecnologia Microsoft é o meu “ganha pão”.
    O melhor laptop para Windows na minha opinião é o Dell XPS 15. Digo melhor numa utilização generalizada com um ótimo trackpad (não é tão bom como nos MACs mas está próximo).

  9. Pedro says:

    Tenho um surface 4 PRO vale a pena a troca por este diga-me a vossa opinião

  10. informado says:

    Windows? Linux para sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.