PplWare Mobile

Novo tipo de memória poderá tornar a RAM e ROM obsoletas

Vítor M.

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

13 Respostas

  1. Pedro H. says:

    This data will self destruct in five days!

  2. Hugo Gomes says:

    Ui ate la quem as vai utilizar primeiro sao as grandes organizações secretas e as grandes empresas mundiais. Ao utilizador la para o ano 2030 sai a preços absurdos so no ano 2035 40 ta a bom preço. 😀 ate la ainda vem a ddr 5, 6, 7

  3. Joao Ptt says:

    Pensava que o futuro era não ser necessária RAM de todo que ia haver algo a substituir os discos de memória permanente e a memória temporária, ia ser tudo num só componente que faria ambas em simultâneo… onde anda essa tecnologia sobre a qual já li há anos.

    • lmx says:

      A evolução das memorias MELRAM, são isso mesmo 🙂
      Memorias magnéticas. com a caracteristica de guardar dados, e au mesmo tempo, ser usadas como ram..
      O problema do Consumo já foi resolvido( muito menos energia gasta para rw), mas acho que a performance, ainda falta resolver..

  4. Miguel says:

    “Vem aí uma nova memória para acabar com a RAM e a ROM”, foi exactamente o que a intel disse da 3d xpoint. Já a primeira geração de produtos deixa muito a desejar.

    • lmx says:

      A intel não disse que ia vender uma coisa boa.
      Disse que ia fazer negocio, e esta a fazer, como sempre 🙂

      Quem se lembra do Hyperthreading?
      Os cpus passaram a custar o dobro do preço,
      Porque duplicava as threads certo?pois so que a performance no limite atinge 15% de ganho…com valores de 25% teóricos de topo, que ninguém atinge,isto para o SMT da Intel, que é baratuxo…
      Com isto a intel cobre o dobro por core 😉

      O producto ser bom ou mau…
      Não é relevante quando tens o monopólio do mercado, porque o teu objectivo é vender.

      • Miguel says:

        Não entendo onde foste buscar esses valores, especialmente o máximo teórico. Acabei de fazer render de um filme com o handbreake (com HT on e off) e tive 32% de diferença. Testes na net também andam à volta disto (no que toca a workloads paralelizáveis). No que toca a jogos, sim os ganhos são pequenos, até porque quem costuma jogar tem um CPU com cores suficientes para o jogo e os mesmos têm várias instruções que só correm em série. Até cheguei a ver ganhos de 40 e tal porcento em workloads específicos.
        Sim é verdade que não te dá o dobro da performance, mas também já não pagas o dobro por isso, seja na intel ou nos zen da amd. Exemplo: O celeron G3950 tem dois cores e não tem HT, o pentium G4560 tem dois cores e HT, é 500MHz mais rápido, tem mais 1MB de cache L3 e só custa 12€ a mais (23% mais caro). O próprio Pentium 4 HT, o primeiro com HT, também não custava o dobro.

  5. Phoenix says:

    Então mas ainda nem chegaram as memórias RAM DDR5 ao mercado….. https://www.tekcore.pt/2018/04/memorias-ram-ddr5-2018.html
    Essas só lá para 2030 pois até lá só as grandes organizações as podem testar

  6. Zinco says:

    Não há nada como o velhinho caderno de apontamentos e dita esferográfica.

  7. dajosova says:

    Venha ela mas não anseio.
    Aprendi nas últimas 2 décadas que para o comum dos mortais e até mesmo powerusers não vale a pena embicar e desembolsar logo com nova tecnologia…. deixem-na entrar no mercado, singrar com um justo custo/benefício e provar ser escalável durante o tempo suficiente para o mercado absorver!

    *A porra da autonomia das baterias é que nunca mais é sábado!!!! Chiça penico!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.