Quantcast
PplWare Mobile

Em 2016, o seu smartphone poderá ter um ARM Cortex-A72

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. Guilherme Lawless says:

    “Além do desempenho, o novo processador tem uma eficiência energética na ordem dos 75%.”

    Creio que a eficiência energética não é medida de forma absoluta. Da mesma forma que um frigorífico não tem 90% de eficiência energética de forma absoluta, apenas face a outro. Os níveis (B, A, A++, …) são também eles relativos.

    Na imagem, esses 75% são uma redução face ao Cortex-A15

  2. Mario says:

    Logo agora que estava a espera do snapdragon 810 aparece este, so compro tlm em 2016

    • Pedro Pinto says:

      eh eh eh..será que este será um snapdragon 810 killer?

    • Benchmark do iPhone 6 says:

      Fazes bem. A Samsung diz que não o vai usar no Galaxy S6 (porque aquece e tem bugs, segundo alguns). A Qualcomm diz: “Não senhor – a LG, Xiaomi, Oppo, Motorola e Microsoft dizem o Snapdragon 810 é bom”.

      Talvez em 2016 a situação seja diferente 🙂

      http://www.theregister.co.uk/2015/02/03/qualcomm_nervous_after_samsung_snapdragon_810_snub/

    • Não Não says:

      Quando chegares a 2016, este já não presta para nada, porque vem já o novo e não sei que mais…

      Apesar de agora a qualcomm ter descido de nível, e de utilizar CPUs desenhados pela ARM, continua a valer a pena, por causa do suporte de software e da baseband.

      • Mario says:

        N e bem assim, o snapdragon 800 demorou 2anos para aparecer algo melhor e mm assim a diferenca n e mta. Ja este arm e consideralvemente melhor

        • Benchmark do iPhone 6 says:

          … ao que diz a ARM 🙂

          Mas há quem não precisa da ARM por aí além e desenhe os seus próprios processadores. Não precisa de estar à espera do “Cortex-A72, um novo CPU de 64 bits” para o “seu” smartphone – refiro-me à Apple, obviamente 🙂

          Mas há outros fabricantes de chips que embora usando partes do desenho do processador da ARM também introduzem alterações, como a Qualcomm.

          Quem tem dependido inteiramente dos processadores da ARM são a Samsung, MediaTek e RockChip.

          http://arstechnica.com/gadgets/2015/02/arm-announces-64-bit-cortex-a72-cpu-for-2016-doubles-speed-of-a57/

          • Não Não says:

            Pois, tens de ter uma “licença para matar”, é uma equipa competente de assassinos, eheh

            http://www.anandtech.com/show/7112/the-arm-diaries-part-1-how-arms-business-model-works/3

          • Marco says:

            “Mas há outros fabricantes de chips que embora usando partes do desenho do processador da ARM também introduzem alterações, como a Qualcomm.”

            E como a Apple. 😉

          • Benchmark do iPhone 6 says:

            Não se conhece ao certo que licenças existem entre a ARM e a Apple. Há várias camadas, entre a licença de “arquitetura” e a licença do “processador pronto”.

            O que se diz é que a Apple, desde o processador para o iPhone 5, compra uma “licença de arquitetura” (seja lá isso o que for) e desenvolve o seu próprio processador (e SoC). Que desenvolveu o seu próprio processador e SoC é inegável. Em que medida continua a depender dos avanços da ARM, por exemplo como é que a Apple vai aproveitar os avanços deste novo Cortex-A72 (e pagar por isso) não é linear. Que não vai usar o Cortex-A72 é mais que certo – vai ultrapassá-lo 🙂

          • Francisco Pinto says:

            a licença da Apple permite ir mais além do que alterar cores standard. Permite à Apple desenhar os seus próprios cores. Por exemplo o A4,A5 eram cores standard alterados! Mas o A6,A7,A8 já são cores 100% desenvolvidos pela Apple! A única coisa que a Apple não pode alterar é a arquitectura! A qualcomm tem uma licença idêntica à Apple já a Samsung salvo erro já não. Só tem licença para usar cores standard.
            Nesse aspecto a qualcomm e a Apple estão equiparadas. Mas pelo que tenho lido salvo erro os 810 ainda usam cores standard. Os cores desenvolvidos pela qualcomm estam atrasados.

          • Marco says:

            @Benchmark do iPhone 6, @Francisco Pinto. A Apple desenvolve os proprio CPU e sockets, certo, mas desenvolve segundo as normas de um certo CPU ARM, no caso do A7 tem por base o ARMv8-A.

          • Benchmark do iPhone 6 says:

            E o A8 também. ARMv8-A é a arquitetura de 64 bits- tendo a Apple sido a primeira a utilizá-la em smartphones e tablets.

            Que a Apple usa essa “arquitetura” ARM é conhecido. Mas no processador do A7 o que fez a ARM e o que fez a Apple? Na passagem do processador do A7 para o A8 a Apple precisou da ARM ou fez tudo sozinha? A Apple precisa da ARM para continuar a desenvolver o seu processador?
            (Em rigor devia estar-se a falar do SOC, mas é mais complicado).

  3. Mario says:

    Mal posso esperar pelo macbook air retina de 12 polegadas, qual surface qual que…ipad+macbook air e o melhor de sempre.

  4. Mota says:

    Vê-se aqui com cada comentário que até assusta, especialmente de iboys.

    Mas ignorância à parte, espero que este seja sim um processador com uma efiência energética eficaz. Pq isto parece “demasiado” perfeito.

    Só uma questão @PedroPinto, não entendi
    “Este novo chip suporta a arquitectura de 64 bits e a frequência de relógio poderá chegar aos 2,5 Ghz nos smartphones e 3 Ghz em tablets.”

    Podes explicar esta linha? Pq existem mais Ghz em tablets? Cumpz

    • Marco says:

      especulação minha, deve ter a haver como arrefecimento do mesmo.

    • Runo says:

      e talvez mais espaço para o processador xD

    • Tiago "o guru" says:

      Melhor dissipação do calor (por varias razoes: espaço, melhores e maiores ventoinhas, wtv), logo possibilidade de clocks superiores sem fazer com que o dispositivo derreta.

    • rmcrys says:

      Mota:

      Isto depende do “envelope térmico”, que basicamente tem haver com área para dissipação de calor e fonte de energia. Nos Tablet podes consumir mais energia e produzir mais calor, daí as diferenças.

      Outra coisa que nunca se fala é de quanto tempo pode trabalhar nas velocidade máxima. Até podes ter um SoC que pode atingir 2.5 GHz mas muitas vezes só pode ficar nessa velocidade uns segundos e depois aquece tanto que é obrigado a reduzir. Num Tablet o mesmo SoC à mesma velocidade pode por exemplo estar sempre à velocidade máxima, daí muitas vezes a performance ser superior.

  5. ed says:

    os iphones até se vão passar com este novo soc

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.