PplWare Mobile

Photokina: Saiba que produtos foram apresentados


Editora no Pplware e psicóloga de profissão. Desde cedo que a tecnologia é uma paixão, interessando-se em particular com o impacto que esta tem na nossa vida e nos comportamentos que as pessoas adotam nas redes sociais.

Destaques PPLWARE

  1. Oscar says:

    Há dois anos ouvi falar de uma nova generação de máquinas fotográficas, umas que não tinham espelho e prometiam novas funcionalidades.

    Hoje, parece que não existem novidades tecnologicas, na minha opinião é mais do mesmo, acrescentam pixels, ligações à web, facebook, etc. Mas nada de avanços, nem saltos tecnologicos…

    • Menu Maker says:

      Concordo.
      Sinceramente o mais progressista que aconteceu ultimamente foi finalmente terem conseguido meter um sensor APS-C num corpo de pequenas dimensões, e agora já temos compactas como a Ricoh GR e Nikon A. Mesmo isto já aconteceu à bastante tempo, no ano passado.

      Este ano, zero. Olha-se para isto e nada…
      Já era tempo de vermos umas tentativas de comercializar máquinas digitais médio formato a preços mais competitivos.

      • Rui Cruz says:

        Concordo também, contudo (e não querendo invocar sequer a maçã para este post!!) vi este artigo recentemente: http://www.theverge.com/2014/8/22/6055591/iphone-vs-pro-camera e como diz lá: “we have Fujifilm’s wonderful X-T1, our favorite mirrorless camera” portanto, esta é das tais que refere como não tendo espelho.

        PS: por esse artigo, a qualidade das fotos cativou-me mesmo! E para poupar trabalho adianto já que o preço dela ronda os 1100 euros.

        • Menu Maker says:

          Correcto. Mas mirrorless já é uma coisa estabelecida. Para continuar com o seu exemplo, todas as máquinas da gama X da Fuji são mirrorless, sendo que a primeira (X100) foi introduzida no início de 2011, quando o mirrorless já começava a ser algo banalizado.
          Sony NEX series, Samsung NX series, são outros exemplos. A Olympus e a Panasonic também lançaram vários modelos.
          A primeira máquina digital mirrorless foi, salvo erro, Epson RD1. E isto foi mais ou menos à uma década.

  2. Pedro Fonseca says:

    Eu sou contra este modelo, que quase todos os produtores seguem, em que, quase todos os anos, lançarem um novo modelo, com um novo look ou uma ou duas funções novas. Prefiro os grandes saltos tecnológicos. Com este ritmo frenético quase não temos tempo para usufruir e dominar o aparelho. Acho que os ciclos deviam ser, no mínimo de dois em dois anos. Ao menos que dê tempo para usufruir da garantia. Mas digamos, também só compra quem quer. Só que com este ritmo os fabricantes constroem os artigos com menor qualidade/durabilidade. É uma qualidade aparente. A quantos de vós já não aconteceu de dias/semanas após o termino da garantia o aparelho avaria? 😛

  3. Oscar says:

    Gostaria de partilhar mais um pensamento, em 2010 comprei uma Canon 550D, custou +-700€.
    Habitualmente leio as reviews e os comentários dos utilizadores, naquele ano era uma das melhores, tendo em conta o meu limite financeiro.

    Sempre pensei que tinha uma boa camera, certa noite, enquanto fotografa uma ponte distante em modo nocturno, reparei que as minhas imagens eram de pessima qualidade (todas para o lixo), quando comparadas com outro fotografo que utilizava um Smartphone.

    Em longas distâncias e com pouca luz, a minha camara não fazia nenhum milagre, contudo a do outro fotografo estavam fantásticas. Ou seja, fiquei humilhado interiormente.

    Não sou nenhum profissional, assim, esperava que os modos automáticos fossem mais inteligentes.

    Segundo o meu pensamento, acho que irá haver uma contração no mercado destas máquinas digitais, porque os utilizadores alvo são os mesmos dos Smartphones.
    Os smartphones conseguem melhores resultados com as ligações ao facebook, wifi e são mais versateis para selfies, posts e edição de imagens.

    Tirando os colecionadores e os profissionais, que sentido fará para alguem que já tem uma, comprar uma nova camera digital, na minha opinião nenhum. Eu não penso comprar nova, para ganhar mais um pixels, para ter mais uns pontos AF ou sistema Android no ecrã, talvez compre uma lente!

    O que esperava deste mercado, inovação!

    A WII, o Iphone, a Sony, … conseguirão fazer isso (nos 1ºs temos). Agora é a inovação é rara, agora é aumentar ecrãs, resolução, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.