Quantcast
PplWare Mobile

Extensões antigas do Firefox deixam de ser suportadas em 2017

PUB

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Simões


  1. Porfirio says:

    Adeus DownThemAll, GreaseMonkey, FireFTP, etc…
    A vossa falta vai ser sentida 🙁

    Percebo em parte esta decisão, mas podiam fazer as webextensions mais abrangentes

  2. Cláudio Esperança says:

    Outra nota, o suporte ao plugin para execução de applets java vai deixar de funcionar já a partir do Firefox 52 (a própria oracle está a descontinuar este formato e recomenda a migração das aplicações neste formato para o formato java web start).

  3. AM says:

    Para melhor, muda-se sempre. Tenho o Vista num computador que tem de ficar assim, e a Microsoft não percebe o que eu digo. O Sapo mudou a plataforma e correu bem, o firefox adaptou-se bem, e só quero que o firefox desligue o “berinderim”, ou lá o que isso é, porque o vista está bom, com o firefox…

  4. AM says:

    Aguarda moderação? querem ver que eles querem um comentário maricas…

  5. P says:

    Quem não passa do título até se assusta.

    A ver se o Firefox começa novamente a ter argumentos de peso para competir com os gigantes

  6. Alfredo says:

    Mais um motivo para sair do Firefox.

  7. Alvega says:

    Posso ser somente eu, mas duvido pelos comentários que tenho lido na rede desde a divulgação desta intenção pela Mozilla, mas o Firefox vai perder MUITA cota de mercado, eu sou um deles.
    A Mozilla é assim uma espécie de Microsoft actualmente, mudou o “foco”, e isso nao é bom para o utilizador.
    Eu nao estou preocupado, pois o dito é antigo, quando uns nao querem, alguém vai aproveitar; vai aparecer um projecto que aproveite o que de bom tinha o Firefox, e deixar de lado as “mariquices”, que somente consomem memoria e tornam a navegação MUITO LENTA.

  8. tiago says:

    Expliquem-me uma coisa… as extensões acabam (eu nao uso o firefox…) e passam a ser usadas as WebExtensions… a minha duvida… estas extensões não vêm da “loja” da firefox para se poder instalar? ou vai ser só aplicações que eles proprios façam?

  9. Carlos says:

    Na pratica o que e’ que muda no Firefox?

  10. Joao 2348 says:

    Realmente isto é um problema, porque por exemplo parecem existir limitações a nível de funcionalidades que as extensões deixarão de poder utilizar, e por exemplo em bloqueadores de anúncios isto parece ser uma mudança crítica, porque por exemplo no Google Chroome existem muitas páginas nas quais não é possível bloquear os anúncios de maneira nenhuma mas no Firefox já é possível porque as extensões tem mais acesso ao interior do firefox para conseguir alterar o que é necessário e assim bloquear as coisas eficazmente. E como esta existirão outras limitações.
    Definitivamente não é uma mudança para melhor, infelizmente. Querem ser iguais aos outros… piorando o seu produto.

  11. N'uno says:

    Espero é que a nossa AT mude a tecnologia associada às declarações electrónicas (IRS, IVA, etc.), que há muito já deixaram de funcionar nos browsers que reforçaram a sua segurança cortando as suas applets java, antes do Firefox deixar de as suportar!… Acho que as repartições não estão preparadas para isso. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.