Quantcast
PplWare Mobile

Wozniak afirma que o começo da Apple na garagem é “um mito”

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Marisa Pinto


  1. Philipp says:

    Opa, agora que o outro Steve não pode falar mais nada, o cara pode alterar a história do modo que seja conveniente para si mesmo…

  2. Nunes says:

    Já se sabia que o desenho do primeiro Apple I vinha do trabalho de Woz enquanto esteve na HP, antes de se formar a Apple. A única dúvida que fica é onde é que foram fabricar os primeiros aparelhos que venderam. A casa manterá o simbolismo de ser onde a Apple iniciou a sua actividade como empresa.
    Contudo esta ressalva do Woz é uma boa forma para reparar que a Apple vai ter o seu futuro edifício no local em que o primeiro produto Apple foi desenhado.

  3. Dom´Francisco says:

    Já não sei, quando é que este individuo esta a falar a verdade…

  4. Necroman says:

    Penso que ainda devem haver mais mentiras por desvendar…

  5. LX says:

    “A garagem era praticamente o local onde se sentiam em casa uma vez que, como não tinham muito dinheiro, teriam que trabalhar a partir de casa”

    Teriam de trabalhar fora de casa e não a partir de casa…

    • Marisa Pinto says:

      Não.. A garagem é descrita como se fosse a sua casa! 🙂

      • LX says:

        Como assim ?
        No texto original (inglês) diz :

        “We had no money. You have to work out of your home when you have no money.”

        Ele diz que quando não temos dinheiro é necessário trabalhar fora de casa para ganha-lo.

        Estou correcto ou estou a dar em louco ?

        • Nunes says:

          “work out of your home” é uma expressão que significa trabalhar a partir de casa

          • LX says:

            Sim sei disso, mas talvez percebi mal o contexto.

            Aquilo que percebi era que, uma vez que não tinham dinheiro para construir o Apple I foram trabalhar fora de casa (neste caso, na HP) para conseguir o dinheiro e os recursos necessários.

          • Nunes says:

            O trabalho na HP era do Woz, era onde ele tinha emprego certo.
            Os outros trabalhavam na casa de Steve Jobs, porque não havia dinheiro para arranjar instalações próprias.

        • Helena says:

          Estás a fazer confusão.
          Traduzindo diz que quando não se tem dinheiro tem de ser trabalhar a partir de casa. Ou seja, não se pode ir trabalhar para um escritório/empresa porque não se tem dinheiro para pagar a renda.

  6. R!cardo says:

    ahahahaha adoro o Wozniak, curtia fumar umas cenas com ela 😀

  7. Benchmark do iPhone 6 says:

    Transcrição no post: The garage is a bit of a myth
    Tradução: A garagem é um pouco mito
    Título/post: Wozniak admite que a garagem é um mito

    Daqui a pouco nem há garagem 😉

    Alguém que lá trabalhou: “Era apenas eu. E durante um longo período era apenas Jobs e eu porque Woz ainda trabalhava na HP”, disse Fernandez. “Jobs e eu estávamos na garagem. Woz andava entre a HP e o seu apartamento… Era incrível. Podia estar sentado na garagem e Woz podia chegar e dizer, ‘Tens de ver este programa.’ … ”
    (Jill Fernandez, primeiro empregado da Apple, numa entrevista hà poucos dias)

    Wozniak era um workólico há-de lembrar bem das noitadas na HP de volta do Apple I e do protótipo do II. Isso não quer dizer que na garagem não se fizesse nada.
    P.S. O grande salto da Apple dá-se no início de 2007 com o fabrico, industrial do Apple II, a partir do protótipo criado por Woz. O Apple I, também criado por ele, de que se venderam cerca de 100, eram de fabrico manual, a maior parte do trabalho feito por Woz, à noite, na HP.

    A entrevista de Jill Fernandez vale a pena:
    http://www.techrepublic.com/article/apples-first-employee-the-remarkable-odyssey-of-bill-fernandez/

  8. Ace Young says:

    Afinal o que é o que homem tem contra a Apple sendo ele o co fundador da empresa?!?!?

    • Benchmark do iPhone 6 says:

      Por que é que achas que tem alguma coisa contra a Apple?
      Não tem. Pensa é pela sua cabeça e critica o que considera ser erros de gestão da Apple – como não ter lançado iPhones com ecrãs maiores há três anos.
      E elogia o Android como elogia qualquer tecnologia.
      E tem uma data de qualidades como pessoa.

      P.S. Aproveito a ocasião para insultar os estúpidos que acham que Wozniak é estúpido e diz coisas estúpidas. Tomariam chegar-lhe aos calcanhares.

    • Nuno Vieira says:

      Nada, visto ele não estar a denegrir a imagem desta. Apenas está a corrigir alguns factos.

  9. Marco says:

    Esta entrevista é só mais uma sobre o querer desmestificar-se o significado das garagens.

    • Benchmark do iPhone 6 says:

      Não. Naquele tempo, dos “engenhocas”, as garagens existiram mesmo.
      Agora, o que é um mito é que as grandes empresas cresceram, sem mais estas nem aquelas, a partir de garagens.

      O Apple I, de 1976 é “de garagem”, o II, de 1977, é industrial.

      Mas o “salto”da Apple, em 1977, dá-se porque apareceu o financiamento para a conversão em “Company” e a contratação de engenheiros (que se viram bastante “à nora” para converter em diagramas de fabrico o protótipo e as notas de Wozniak do Apple II).

      P.S. Para atrair os melhores engenheiros a Apple oferecia-lhes ações, mas não aos “engenhocas” como Jill Fernandez, que tinham estado e ajudado de início. Wosniak quando saiu distribuiu-lhes parte das suas ações.

      • Marco says:

        Sim existiram e foram importantes numa dada época, mas o que queria dizer é que nos US estão a sair artigos que tentam desmestificar o uso das garagens em silicon valey, e que não é por nascer numa garagem que a empresa terá sucesso. qt ao resto da historia da Apple não tenho nada dizer, faz parte da historia.

  10. João Miguel says:

    Não me espanta… pois, como em muitas outras coisas, Apple é um mito.
    O mito de serem os melhores em tudo, o mito que o iPhone é sempre o melhor smartphone do mercado, o mito que um Apple nunca avaria, o mito que o iOS é melhor que o Android, o mito que tudo o que vem da Apple é facto e lei, etc etc etc
    Não diria que estamos perante um ídolo de “pés de barro”, não.
    A Apple é uma grande marca, uma marca de topo, responsável por ter criado aparelhos que ditaram tendências de mercado.
    Mas daí a serem os melhores nesses aparelhos… não.
    a
    E é aí que a Apple joga, porque é uma marca que só consegue funcionar e destacar-se à base de mitos.
    Uma coisa é verdade e os outros devem aprender com eles: a sua enorme máquina comercial e de propaganda.
    Nisso sim são imbatíveis.
    Mais nenhuma marca consegue criar o buzz que a Apple consegue à volta dos seus produtos e dos seus novos lançamentos.
    E é aí que ganham muitas das suas vendas.
    Conseguem vender um aparelho e um mito ao mesmo tempo.
    Conseguem fazer o seu cliente sentir-se especial… no topo.
    Conseguem fazer o mesmo acreditar que leva ali o melhor equipamento da classe, imbatível em tudo… quando não o é.
    Conseguem fazê-lo acreditar que o mesmo tem as spec mais fortes… quando não o é.
    E conseguem até crer que algumas tecnologias presentes no seu OS são pioneiras e uma grande inovação… quando outros já o fazem à um ou dois anos atrás.
    E é nisto que eu acho que são os melhores… a vender mitos.

    • Benchmark do iPhone 6 says:

      E ainda não começaram a vender o Apple Watch 🙂
      Vais ver que até as braceletes são de qualidade (se juntares qualidade e design ao que disseste és capaz de ter razão).

      • João Silva says:

        O Apple Watch vai ser um fracasso, pois não estou a ver as pessoas a usarem manga curta no inverno…

        • Benchmark do iPhone 6 says:

          O site do Apple Watch foi renovado. Começa por Timekeeping. Devia ser obrigatório ensinar “Apple” na escola para mostrar como se criam e vendem produtos de consumo – e como é que antes de serem postos à venda já estão vendidos 🙂

          P.S. Aconselhável também a quem acha que não é uma ameaça para a relojoaria suíça.

          https://www.apple.com/watch/

    • João Reis says:

      Felizmente não testaste nenhum, mantém-te assim, podes ficar contaminado com “mitos” e é “chatos”.

      Continua a viver o sonho da tua razão, só precisas de acreditar no que dizes e bater com os sapatinhos 3 vezes.

  11. Luis says:

    Já viram na foto que já naquela altura o steve já tinha o iwatch?

  12. Daniel Vieira says:

    Com histórias ou não, nós programadores agradecemos que continuem a comprar para podermos pagar estas tentativas de computadores e telefones enquanto reinventamos a roda para os nossos wanna be Elite.

  13. JSLindo says:

    Se lerem a biografia de Steves Jobs, ja la vem esta referencia

  14. João Carvalho says:

    Já é hábito, sempre que o tio Woz abre a boca para dizer algo, os fãs da Apple tremem 🙂
    Mas quem melhor que ele? Queiramos ou não a versão oficial é dele…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.