PplWare Mobile

iWatch da Apple deverá mesmo chegar em Setembro


Gestora de conteúdo e de redes sociais do Pplware. Mestre em Economia, foi o fascínio pelo universo da tecnologia e da comunicação que falou mais alto.

Destaques PPLWARE

  1. Filipe says:

    O iCopy chega em Setembro…

    • Nelson says:

      iCopy de quê?

        • Bito says:

          Para rir? Ainda andavas (tu, eu e muitos) com um nokia 3310 no bolso e a Apple lançava um iPhone com melhor perfomance, sensibilidade etc. que muitos que ainda se vendem…

        • Pah says:

          Tou got a point there…

          • Winetree says:

            Tinhas um nokia e52 pre-pre-pre-pre Beta, visto que só foi anunciado em 2009…
            E podias pegar nos dois e ficavas com 2 tinhas 2 tijolos em vez de 1…

        • Pah says:

          You got a point there…

        • Nunes says:

          lol
          é engraçado que pegues numa discussão sobre invenções de hardware para argumentar que copia! Se fores por aí então quase tudo o que vês à venda é uma cópia.
          No entanto, há muitos factos errados nessa discussão! O Firewire é uma invenção da Apple. Foi a Apple sozinha que apresentou à IEEE uma versão original. A versão final como standard é que teve o contributo de outras companhias.
          O Newton é uma invenção da Apple. Há quem discuta se é o primeiro PDA ou não, tudo depende de como se quer olhar para o PSION, se o que fazia poderia ser visto como PDA, já que não tinha poder equiparável ao que o Newton era capaz – basta pensar que o Newton foi o primeiro capaz de reconhecimento automático de escrita, etc, etc!

          O processador A5 foi feito pela Apple… Dizer que a Apple foi pedir à ARM que desenhasse um processador para si é muito ridículo de se ouvir de alguém que parece saber alguma coisa de tecnologia. O que poderiam dizer é que os núcleos do processador são baseados em desenhos que a ARM disponibiliza a qualquer um, mas a Apple modificou bastante esses desenhos! Para além disso um SoC é mais do que núcleos de processador, e com o A6 e o A7, até os núcleos são desenhos completamente originais da Apple.

  2. rmcrys says:

    Improvavel que o compre visto o meu smartphone ser Android e não acredito em intercompatibilidade. Lá vai ter que ser o Moto 360…

    • Nelson says:

      Mas tu não gostas da Apple…

      Depois queixas-te que não dá para fazer root, e instalar ROM’s, e enviar e-mails, ou isso, ou outra coisa qq…

      • Marco says:

        Tu sabes que a esmagadora maioria não troca a ROM stock certo? Que não gosta da ROM original troca para outra mais ao seu gosto, já no IOS ou gostas ou gostas “too bad”.

      • rmcrys says:

        Eu não gosto da Apple e tenho um iPad Mini Retina? 🙂 não sabes mesmo o que dizes 🙂

        E para tua info, os smartphone da casa têm a ROM original, sem root 😉 enganaste-te na pessoa caro colega hahaha e nem preciso dessas coisas, visto os meus samsung serem tão fluídos como o meu ipad retina e fazem um par de coisas mais.

  3. Nelson says:

    Vamos mas é lá ver se vai estar disponível na União Europeia, ou não…

    Quero o meu iWatch, já!!! 😀

    • FanaticoReligioso says:

      Ainda a uns tempos dizias que iWatch não passa de rumor e sem utilidade nenhuma. Agora é indispensável.

      Mentes pequenas, governadas pela cupertino

    • Marco says:

      Ainda nem sequer disseram todas as utilidades que o aparelho vai ter, pelas imagens e feio como o caneco, e tu já queres comprar? Que fanatismo.
      Eu tenho iPhone mas antes de compara vejo se vale a pena. Para ser sincero esta 1a geração de smartwatch não vou comprar nada em princípio. Vou esperar por modelos mais pequenos e com mais autonomia.

      • miguel says:

        eu nao queria comentar para nao ser bombardeado, mas como tu comentas te 1º e es um utilizador de apple.

        Aquilo é realmente feio, parece quando saio o 1º gear da samsung, embora aquilo nao tenha melhorado muito.

        Sem duvida que o mais bonito que conheça, vai ser o moto 360, é o mais parecido com um relógio “classico”, elegante

        nao um inerd, ou um gearnerd, gente que compra só porque não tem noção do ridiculo

        • Nunes says:

          aquilo é feio e não é da Apple!
          Não dá para ver que não passa dum desenho em computador?

          • FanaticoReligioso says:

            Independente disso alguns queerm comprar uma coisa que ainda não foi anunciada e nem sabem as suas funcionalidades.

            Não chamas a isto doença de consumismo de produtos Apple.
            Podem existir 1000 ofertas, algumas até podiam ser melhores, mas morrem a sede de Apple.

          • Nunes says:

            o consumismo não é só com produtos da Apple.
            Mas a Apple tem uma coisa a seu favor. Tem uma grande história a lançar novos produtos de grande qualidade, sem problemas de interface/funcionalidade, bem integrados, fáceis de usar, que é onde normalmente muitas das outras companhias falham inicialmente.

  4. LP says:

    Já não era sem tempo…

  5. Hugo Santos says:

    Não acredito que vão ter muito sucesso, nem esses nem os outros. São para um nicho de mercado.

  6. Artur Saraiva says:

    Se for aquilo que está na foto, posso dizer que é simplesmente horrível. Depois estes gadgets é mesmo só para o “show off” porque na prática, não substituem o smartphone, pelo menos por agora. Depois este conceito, é claramente feito para e apenas só para gastar dinheiro em algo completamente desnecessário. Seja Android ou Ios!

    • Susana says:

      Mas alguem aqui falou em substituir o smartphone?
      Estamos a falar dum relogio!! Por vezes custa muito ler as noticias.
      O relogio irá servir para monitorizar dados do utilizador mas requer sempre um iphone.

  7. Benchmark do iPhone 5 says:

    Apresentam como fundamento para um “wereable device” ser apresentado com o IPhone 6 por ser também apresentado o HealthKit (saúde e fitness) e o HomeKit (controlo de equipamentos domésticos ligados).

    É curioso que não dizem iWatch. Também pode ser uma pulseira. Tenho alguma dificuldade em imaginar que o iWatch possa ser usado, por exemplo, durante uma corrida – se, como imagino, tiver um peso. Excepto relógios “de plástico” e afins, o normal é tirar os relógios antes de um exercício físico, até porque balançam um bocado.

    Tenho dificuldade em imaginar o iWatch para fitness – e para tudo o resto. Se a Apple conseguir fizer alguma coisa de jeito serei dos que ficará mais admirado. Se isso acontecer, lá virão as inevitáveis declarações inflamadas “é cópia”. Se isso acontecer, as cópias virão depois 🙂

    • Artur Matias says:

      Eu curtia um relógio que fosse efetivamente desenhado para atividades radicais. Mas deveria ter câmara FHD e bastante memória.

      • Nunes says:

        o pulso mexe demasiado para conseguires video que mostre alguma coisa em condições

        • Artur Matias says:

          Sim, mas algo que te permitisse ter a temperatura, humidade, altura, pressão, gps, sensores biométricos, etc sempre disponível.
          Um desses telefones dava mais jeito para fazer tracking de uma corrida que o smartphone.

          Ou por exemplo, estavas a mergulhar ou numa escalada e com facilidade tiravas uma foto ou fazias um vídeo.

          • Artur Matias says:

            Convinha que fosse altamente resistente, tipo anti-choque, à prova de àgua, etc.

            Quem se deveria meter nisso era uma empresa tipo Go-Pro ou assim.

          • Nunes says:

            pensa um pouco na forma como mexes o pulso e braço, no que precisas para poder filmar um objecto! Verás que não tem nada de fácil ou prático, ainda mais nas circunstâncias em que falas. Não é a mesma coisa que colocar uma câmera ao nível da cabeça, que filma o que estás a ver, ou ao nível do peito que filma para onde estás virado. No pulso não dá para nada parecido… requer tempo e concentração para apontar para o sítio certo, e não será um movimento muito natural ou funcional para alguém a praticar algo que necessita duma grande liberdade de movimentos, sem distracções acessórias

          • Vera says:

            Isso chama-se google glass… com o tempo irá fazer tudo isso.

            Dados precisos como temperatura e humidade não devem ser determinados pelo telemovel mas sim calculados com base em dados de satélite e por isso nunca serão 100% rigorosos.

    • rmcrys says:

      Os smartwatch tem futuro se a implementação for boa (estilo Pebble) e não estilo a da samsung, sony e afins que são uns ecrãs caros para saber que se receberam mensagens.

      Um smartwatch tem que ser um relogio a serio, não só complementario do smartphone, mas tambem independente. Eu tive um Samsung Gear e vendi, comprei um relogio gps por 90€ que me faz MUITO mais que o Gear, no sentido de coisas praticas: pulsimetro, gps, calorias, kms e passos, altitude, etc etc e sem smartphones. Os smartwatch actuais são uns aparelhos burros manipulados pelo smartphone e conexao de internet. Ninguem quer isso obvio.

  8. RF says:

    Não percebo o conceito “cópia” utilizado por alguns de vocês.. já há relógios com o mesmo conceito dos Samsung LG Motorola há mais de 4 anos! Chineses é certo, mas até fazem chamadas.. e não necessitam de estarem agarrados a nenhum outro telemóvel!
    Espero que este iWatch seja mesmo um relógio com iOS adaptado ao seu reduzido tamanho de ecrã, no entanto que seja usável mesmo quando não esteja ligado ao iPhone ou outro dispositivo com iOS..

    • Benchmark do iPhone 5 says:

      Não acredito que seja iOS. Tem que ser um SO simplificado. Tentar duplicar um smartphone num ecrã de relógio é uma perda de tempo.

      • Nunes says:

        Pode muito bem ser o iOS! A Apple pode modificar o interface e continuar a chamar iOS, já que o resto mantém-se. Seria uma maneira de manter continuidade nas plataformas e familiaridade para os programadores.
        Imagino, no entanto, que vá com uma versão que corte muita coisa que inicialmente será supérflua

    • Nelson says:

      Essa ideia do “não precisarem de estar amarrados a relógios” é mesmo genial…

      Nada como pôr-lhe um radio lte, e ocupar espaço com um SIM para depois não durar meio dia até ficar sem relógio sequer porque acabou a bateria…

      • rmcrys says:

        Uma coisa é ficar amarrado ao smartphone para tudo, outra é incluir Wifi, bt e nfc. Eu com um Samsung Gear com ROM modificada e root conseguia perfeitamente 2-3 dias com uso regular.

        Com um SoC single core de baixo consumo, um iOS mini, e consegues uma boa autonomia.

  9. SV says:

    Mas porque falam tanto em cópia, e inventores, e porque é o primeiro e porque o outro lançou primeiro, e porque o outro já tinha, etc, etc. A questão aqui prende-se com o gostos e marketing. Neste momento, goste-se ou não, anda toda a gente à espera do dito, o marketing em volta da Apple é brutal, mas para quem não gosta, ou não se interesa pela marca, tem sempre uma palavra a dizer e espera ancioso como os amantes da marca, nem seja para dizer mal. Na minha opinião, ainda bem que existe a Apple, a Samsung, HTC, entre outros, pois faz com que as marcas concorram entre si para tentarem ser os melhores. Desta forma o consumidor final tem sempre escolha e a tecnologia tende a desenvolver mais rapidamente. Imaginem que estas marcas não produziam qualquer dispositivo e que apenas existia a XPTO, iria ser um tédio, muito provavelmente nem ao 4G tinhamos chegado.

  10. Bahh says:

    Até que enfim que a Apple criou um iwatch que ao contrário da concorrência cuja bateria que dura entre uns dias e uma semana, este dura até 10 anos sem ter de carregar a bateria cof cof

  11. Liph says:

    Enquanto muitos esperam pelo iPhone 6 (que para mim será completamente irrelevante), eu fico a aguardar com ansiedade o iWatch!!! Para quê?! Para que a concorrência veja como se faz um verdadeiro Smartwatch. Com o Android Wear em cima e metade do preço que a Apple irá praticar temos finalmente um produto para vencer.
    Obrigado Apple! (outra vez)

    • Liph says:

      por falar em iPhone 6 acredito vivamente que iremos ter um acréscimo nunca visto de Iphones 5 e anteriores, à venda nas diferentes plataformas de usados. Afinal parece que o menino vem com um ecrã 4.7 e tlv 5.5.
      Ai e tal 3.5″ é o ideal, dito por milhares e pelo falecido (que descanse em paz pois contribuiu para a felecidades de meio mundo)

  12. Nameless says:

    Não há rumores que fundamente e dêem força (como saida de informação de cases e afins) para o iWatch…por isso…não creio que seja este ano…

    • Nunes says:

      Quem encontra peças dos iPhones novos, consegue isso porque já está estabelecida uma rede conhecida de fornecedores – alguns fornecem peças para reparação/substituição e assim conseguem passar no “crivo”.
      Com um novo produto como o “iWatch” tal não existe.

  13. Ze says:

    Boas, é curioso como alguns criticam os produtos da Apple, quase aposto que nem metade teve um para poder tecer comentários.

    Experimentem os diversos SO disponíveis, e não falo de ir a uma loja e usá-lo por 10 minutos, mas sim tê-lo por algum tempo e depois falem.

    • Susana says:

      Tenho de concordar em pleno com este comentario.
      Eu era assim.
      Tinha um ipod e não gostava muito (ainda hoje acho que por vezes funciona mal). Mas a verdade é que comprei-o há 7 ou 8 anos e ainda funciona bem, ao contrario de um mp3 player da creative que me durou apenas um ano!.
      Quando comprei um iphone 4 eu achava que teria sido melhor um HTC ou algo assim mas comprei-o porque a mina empresa não permitia usar o email sem ser num iphone ou blackberry… a verdade é que hoje não me imagino com um outro que náo seja um iphone porque funciona a 100%… nunca o tive de reiniciar a não ser para actualizar o IOS e nunca me falhou até hoje…. Pode estar velho mas para um Smartphone com 3 anos de uso é normal.
      Dantes criticava a Apple porque as pessoas nunca me davam razões para preferirem a marca, apenas porque era Apple, hojee m dia compreendo. É Apple e dá garantías de ser bom. Claro que não vou comprar tudo o que seja Apple mas pelo menos respeito e admiro a marca.

      • Artur Matias says:

        Tenho um Xiaomi há 3 meses e só reiniciou por atualização de software (mais ou menos semanal) ou por descarga completa da bateria.

      • Artur Matias says:

        Mas concordo que o iphone é um bom produto. Não curto é a forma como a marca é usada como arma de arremesso de um qualquer pseudo-status, por parte de quem a tem. Assim como as malas da prada, ou coisa semelhante.

    • Benchmark do iPhone 5 says:

      Não são muitos, basicamente é o(a) mesmo(a) que anda por aí com o saco das caganitas 🙂

  14. Francisco says:

    Lá vamos nós andar com autênticos pedregulhos presos ao pulso, e com autonomias e “roçar” no ridículo…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.