Quantcast
PplWare Mobile

iPhone 6S foi o smartphone mais vendido no 2º trimestre de 2016

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. Nitroglycérine says:

    Parece-me óbvio que o 6S continua atual. Mal posso esperar para ver a descida do preço como consequência da apresentação do Iphone 7.Pode ser que dê para encaixar no meu orçamento. Se não der, tudo bem na mesma, pois há alternativas no Droid e no W10M. Algumas delas ao preço de saldos, o que é muito saudável para a minha carteira. Deixar de utilizar o IOS não é uma questão de premente necessidade; por isso tô nem aí!

  2. KRF says:

    Nunca mais chega à FNAC… começam com as mrds de disponibilidae na próxima sena “in a selected number of countries…” e depois mais uma semana para o 3.º mundo… que eternidade! Se calhar, este ano vou a Paris!

  3. Daniel F says:

    Pode o 6s ter alguma queda no preço ate ao natal com a saida do 7 ???

  4. Hugo says:

    Os números não me espantam.
    Se fosse comprar um iphone certamente compraria “O” topo de gama.
    Já no Android…existem dezenas de topos de gama.

    • KURT says:

      Não digo dezenas mas é um bocado por ai, de resto foi interessante como a lista mostra o top 3 e não por exemplo o top 10

    • Celso says:

      Exactamente isto.

      Eu em princípio vou comprar um telemóvel novo este Natal e quero algo novo/recente.

      Se quiser iOS as minhas opções são iPhone 7 ou 7 plus, já se quiser Android tenho, só para listar alguns, Note 7, LG V20, Pixel, Pixel XL, One Plus 3, Mate 9, Zenfone 3 deluxe, Xperia XZ…

      E isto são apenas os flagships que saíram recentemente ou que ainda vão ser anunciados até ao Natal.

      • Portimão says:

        E não é bom haver opções de escolha?
        Se eu usasse Android seria o Galaxy s7 Edge, ou o Note 7 (obviamente depois de resolvido este escândalo das explosões), ou o Huawei P9. São os flagships Android que mais me atraem.

        • Celso says:

          Claro que é bom, é excelente ! 🙂

          Eu apenas queria dizer que como no Android existe muita escolha e variedade vai ser sempre mais difícil um único modelo específico vender tanto como o último flagship da Apple.

    • Mário S.M says:

      As pessoas não querem iOS ou Android, as pessoas querem um telemóvel BOM EM TODOS OS ASPECTOS.

      Por isso é que até o iPhone 6 (que é bom, mas acho que vale a pena dar mais 100 pelo 6s), vende mais que o Galaxy S7.

      É claro que a Apple vai vender menos que as outras, é a mesma coisa dizer que a Mercedes vende menos que o resto das marcas.

      • Celso says:

        Desculpa, mas não concordo. Vê por favor as minhas respostas acima.

        O facto de haver muita concorrência do Android influencia muito as vendas individuais de cada modelo.

  5. KURT says:

    Já agora off topic, já acabaram os rumores do iPhone 7 pelo pplware? É que anda ai muita coisa, desde as cores (Piano Black ou Dark Black) até às novas caixas… the_malignant

  6. Mike Nunes says:

    O 6s vai continuar a vender mesmo depois da saída do iPhone 7 pelo simples facto que não trás nada de novo (só refinamentos) e as pessoas estão à espera da queda do preço do mesmo, eu inclusive.

  7. Arkan says:

    O site eforchina sempre lança cases e lá da para se ter ideia de como será o iPhone 7

    http://www.eforchina.com/product/default!search.do?categoryId=5794&propOptions=16848

  8. Vitor says:

    Estranho como as vendas do iPhone baixaram nos trimestres anteriores…e aumentaram no trimestre anterior a ser “lançado” o novo modelo!! A não ser que esteja em saldo em alguns mercados…não posso acreditar nesse “estudo”!!

    • Alpha says:

      Deve ter havido escoamento de stocks nalguns mercados…

    • João Reis says:

      Não existia era suficientes para a procura, depois começaram a ter. Embora ue ache incrivel o modelo mais caro de telemovel vender TANTO ! Acho absurdo, so demonstra o quanto a concorrencia precisa de um Sistema Operativo novo, o Android não é alternativa.

      Mantenho a usar iPhone so por causa do iOS, trocava um S7 com iOS já….neste momento, mas não é possivel infelizmente. Já diogo a uns anos, Android tem de montar novo sistema de raíz, mais optimizado numa linguagem mais proxima ao processador, coisa que o iOS faz em pleno. Tudo bem sao menos componentes hardware e facilita, mas isso nao edesculpa, comecem a meter um sistema MELHOR em telefones de topo, e deixem os baixos e medios a usar Android. Era necessário maior concorrencia a nivel de software.

      Hoje o software vende mais do que o hardware, mudou o paradigma, quem usa iPhone nao esta preocupado com RAM ou Processador, clocks e GB, querem é um sistema fiavel e seguro com updates para todos ao mesmo dia a mesma hora ao mesmo segundo, é isso que leva a pagar mais. Para nao falar nas Apps que correm 10x melhore em iOS, nao me perguntem porque…..nao culpo os programadores como é obvio o problema vem na camada de programacao elevada longe do processador.

      • Hugo says:

        Só te faltou referir que IOS é desenvolvido para meia duzia de modelos conhecidos, enquanto que Android roda em largas dezenas de dispositivos de todas as marcas e feitios.
        Não tirando o mérito ao IOS, que é sem duvida um bom OS, mas se fosse aplicado à quantidade de dispositivos que é aplicado o Android acredito que seria um verdadeiro desastre.

      • Celso says:

        Relativamente aos updates dou-te toda a razão, neste momento é , sem dúvida, o ponto fraco do Android, mas para isso existe sempre a opção Nexus.

        Quanto à apps, nos últimos anos a qualidade Android subiu muito, especialmente desde que a Google introdoziu o Material Design.

        Relativamente a criar um SO novo, a esta altura do campeonato isso seria suicídio. Tanto o Android como o iOS são já sistemas muito maduros, e seria necessário começar uma
        nova App store do zero, que iria ter um atraso brutal relativamente às ouras. Nem a Microsoft conseguiu ter sucesso.

        Isto tudo sem tirar sem tirar mérito ao iOS, que é também um sistema excelente.

    • rommel says:

      Talvez não seja assim tão anormal Vitor.
      Com o advento de um novo aparelho e normal fazerem escoar os stocks do modelo anterior em contratos com as operadoras ou com planos coorporate para empresas.
      Isso acontece com todos topos de gama sendo uma forma nao so de excoar stock como de fidelizar alguns clientes.

      Quanto ao novo Iphone vamos aguardar ate amanha. Nao tenho grandes expectativas quanto a grandes surpresas que nao sejam essencialmente melhorias de processadores, camara fotografica e afins.
      Ja nao haverá muito mais para inventar num smartfone… A ver vamos.

    • Celso says:

      O artigo fala apenas que o iPhone 6S é o telemóvel mais vedido, seguido pelo 6.

      Não refere se as vendas aumentaram ou diminuíram comparativamente a anos anteriores.

      Aliás, se reparares na tabela do artigo, verificas que no 2º trimestre do ano passado o iPhone 6, sozinho, vendeu 26,3 milhões de unidades enquanto que este ano o iPhone 6 e 6S venderam “apenas” 22,7 milhões em conjunto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.