PplWare Mobile

iPad 2 – Evolução do gigante


Autor: Daniel Filipe

Destaques PPLWARE

  1. António Mendes says:

    And may the hating begin!

    • António Mendes says:

      Ops! “And let the hate begin.”

      • Tiago Dias says:

        Engraçado como agora já não é um pisa papeis… 😛

        Já não há tanto ódio, ou pelo menos não sai cá para fora, pois as coisas neste momento estão mais que evidentes.

      • Samuel Gomes says:

        Epá, sinceramente não percebi. Ou dizias algo construtivo ou não dizias nada. Fizeste 2 posts para não dizer nada.

        Eu ainda penso que há coisas que deveriam ter saido já na primeira versão. O iPad parecia estilo beta e este é o final.
        De qualquer forma esta máquina têm-me espantado imenso, assim como também a de outros fabricantes como o Samsung Galaxy Tab. Esta nova tecnologia faz as delícias 😉

        Só um reparo, onde fala da autonomia, será: 10 “horas” de duração. Só para facilitar o entendimento.

  2. Freitas says:

    São essas as mudanças ?
    não tem nada de especial até …

  3. André Correia says:

    E sobre as novidades para iPhone (4)?

  4. João Santos says:

    Muito sinceramente o não aumento na resolução do ecrã é uma grande desilusão. É mais fino e mais pesado? Sinceramente preferia-o mais grosso e mais leve. De resto tudo normal, quem tem o primeiro iPad provavelmente não fará o novo investimento, quem não tem pode sempre aproveitar.

    • pedro says:

      é mais leve

    • Pedro Ribeiro says:

      “aproveitar” o quê? :p

      • R o B says:

        Aproveitar a oferta dos outros 10% de todos os tabs equipados com Android já são superiores ao novo iPad 2. Ora se existe mais de 100 modelos 10 são superiores e muitos estão para vir porque o ano ainda vai no inicio.

        No final das contas o modelo que venderá mais será o novo Ipad mas no mercado global ĨOS x Android, não sei…

        • Ciro Espítama says:

          Acabou o sossego para os outros tablets! Com o iPad2 a Apple soterra de vez as esperanças dos concorrentes de tomarem o controle do mercado. No hardware eles são todos parecidos. mas se formos ver bem:
          1)Para ler, o iPad é melhor pela oferta de publicações (banda desenhada, iBook e Kindle, todas as grandes revistas e jornais, Wired, Project, Daily, etc).
          2) Para ver fotos e vídeos, a tela do iPad tem brilho, contraste e ângulo de visão melhor.
          3) Não há qualquer um com bateria que chegue perto em termos de autonomia.
          4) em termos de jogos, com mais de 10 mil jogos feitos exclusivamente para o iPad, não há o que escolher.
          5)Para coisas mais específicas, de enciclopédias médicas ilustradas (eu uso duas na minha área), para criação de músicas, desenho, etc. existem 65 mil apps específicos para iPad, contra 100 do Honeycomb. E as coisas que você encontra na App store foram criadas com dois dispositivos específicos, o primeiro e segundo iPad, então eles rodam de maneira optimizada, ao contrário das versões genéricas do Android, mesmo o Honeycomb, que podem vir em tamanhos de tela e capacidade de processamento diferentes – ou mais propensos ao travamento

          • Axys says:

            Nokia está vindo com um Windows Phone 7.
            Apesar de não ser um tablet, ou ser, sei lá, eu não prestei atenção direito… o iPad 2 é sim um grande avanço, mas… ainda podemos ser surpreendidos.

          • Paulo says:

            hahah… é tão engraçado como mais ninguém (dos haters) te responde porque não há argumentos da parte deles!

          • lmx says:

            Boas..
            …Adam ..notionink…bruuttalll!

            cmps

  5. Carlos says:

    “Previsão de disponibilidade: 25/03/2011”

    http://www.promais.com/index.php?cPath=928&osCsid=696117dd06eab0518431125f5ea115e85e8

    não sei se é considerado publicidade, mas é uma informação.. 🙂

  6. aver says:

    O iPad 1 baixa 100 dólares. Não sei se é até esgotar os stocks ou se continua em produção.

    O iPad 2 é mais fino, mas tem o mesmo peso. Seria melhor se tivesse conseguido baixar o peso.

    O iPad 2 tem um processador mais rápido, mas nunca ninguém disse que o anterior era lento. Pode ser que venha aí um sistema operativo que precise de um processador mais rápido.

    A resolução é a mesma. Câmaras não são assim tão importantes.

    Não vejo motivo para parar a produção do iPad 1, agora com um preço mais baixo.

    Tenho uma certa curiosidade com a Smart Cover magnética.
    http://www.apple.com/ipad/smart-cover/

    • Francisco says:

      o Ipad 2 pesa quase menos 100gr

    • miguel.gazela says:

      O iPad 2 não tem o mesmo peso, é 33% mais fino e perto de 100 gramas mais leve.

      Ninguém disse que o anterior era lento, mas um processador 2x mais rápido, gráficos 9x mais rápido, e com a mesma autonomia, muito bom mesmo, algumas aplicações já precisavam de mais uns cavalitos (não que fossem lentas, mas assim nem se pensa nisso), e abre alas a jogos com gráficos melhores e mais puxaditos.

      As câmaras, depende do que cada um pretende fazer com o iPad. Ainda me lembro quando era pequeno de ver um filme em que andavam com uns aparelhos muito parecidos a tablets, e ligavam uns para os outros com videochamada, na altura achei isso excelente, agora é exactamente o que o facetime permite fazer no iPad.

      • aver says:

        Tudo bem. Mas o iPad 1 baixou 100 dólares e o 2 ficou aos preços anteriores do 1.

        100 dólares + IVA mais uns “pós” para a alfândega, é capaz de dar uma diferença de € 100 entre os modelos equivalentes do iPad 1 (caso se mantenha em produção) e do 2.

        A questão não é se o iPad 2 é melhor que o 1, é claro que é. É se, para muitos compradores, vale a pena dar mais € 100.

        • miguel.gazela says:

          Estou na ideia que a produção do 1 já parou, a baixa de preços é para acabar o stock.

          Quem quiser mais espaço e não queira gastar muito compra o 1 de 32Gb, quem preferir o novo compra o 2 de 16Gb pelo mesmo preço.

          Para quem não tem nenhum, acho que vale a pena ir para o 2.

  7. Pisca says:

    Tirando aquela parte de não ter porta usb, não fazer telefonemas, tem uma parte de trás em aluminio, brutal

  8. Ryan says:

    Ora aqui está uma boa maneira para quem não sabe onde aplicar o seu dinheiro. Basta porem num iPad. Com mais uns dollars comprem mas é um Mac ou outro computador portátil ou não em vez de banha da cobra.

    • Tiago says:

      Lá esta aqui alguém que ainda não experimentou usar um iPad em viagem, seja ela de 10 minutos ou de 10 horas.

      • fel says:

        ou talvez não…

      • Ryan says:

        Ja experimentei o iPad sim. Nao vou opinar sem ter experiencia primeiro. Acho que nao estaria a ser serio e educado. Falar so por falar nao e bem o meu estilo pessoal. Ja usei o iPad de um amigo e tambem ja tentei experimentar numa loja. Exibir-me seja la no transporte ou onde for nao e o meu estilo. Isso e para quem gosta de se mostrar. Continuo com a ideia de que o iPad e um iPhone gigante. Andar com isso de um lado para o outro nao sei para que serve… e em casa usando nem que seja um Macbook ou outro portatil resolve o problema. Desculpa mas desculpem a serio… Qualquer Tablet e em todo o sentido da expressao deitar dinheiro ao chao.

        • Ppietra says:

          Eu tb não comprava um tablet neste momento, pois não se integra no meu trabalho.
          Mas isso não quer dizer que não veja as vantagens que trás noutras profissões e funções, e no dia a dia das pessoas.
          Por algum motivo uma pessoa com pouca experiência no mundo da informática sente-se muito mais à vontade usando um iPad do que um computador.

        • Goodfella says:

          Comprar o IPAD para exibição é só por si, uma Burrice !
          Dou-te só um pequeno exemplo daquilo que faço com o IPAD: Quando antes abria o meu macbook para ver o email ou para ver a minha colecção de PDFs, agora vejo no IPAD. O ipad é perfeito para navegar na net e para lazer , coisa que a maior parte das pessoas faz ! Só uso o Macbook para produtividade.

          • Tiago Dias says:

            Mas como há ainda gente que não percebe esta ideia tão simples?

            Entre muitas utilidades, esta é uma delas, e provavelmente a que a maioria das pessoas pode tirar do iPad.

        • Tiago Dias says:

          Essa visão é completamente redutora e de quem não quer ver o que está à frente.

          Tens todo o direito de afirmar que um tablet não faz sentido para ti e para as tuas necessidades. Agora generalizar isso para todos os tablets e todas as aplicações, é ridículo. Os tablets são o futuro (ou o início do futuro). É claro que um tablet não é útil para toda a gente, e é óbvio que não é indispensável, mas não se pode generalizar isso.

          Muitos já abriram os olhos e já não criticam apenas por criticar. É preciso olhar para as coisas com olhos de ver..

  9. Goodfella says:

    Este Ipad é um passo seguro pela parte da Apple. Penso que correspondeu às expectativas a nível dos avanços e surpreendeu ao nível do Design: Mais leve, mais fino.
    Acho que a Keynote demonstrou na minha opinião o porquê da liderança do mercado: as APPZ (comprovado até pelo tempo que lhes foi dedicado na apresentação)

  10. Sarev0k says:

    deve ter sucesso, tem as principais coisas que as pessoas sentiram falta na primeira versão.

    A estratégia da apple nunca muda.. lançar sempre algo “à frente” do mercado, mas com imperfeições.
    Se assim não fosse, não havia motivos para continuar a comprar.

  11. iPlagiator says:

    na keynote estava lá expressamente o nome de Portugal marcado para dia 25 de Março… mais oficial que isto não pode ficar Daniel

  12. Ricardo says:

    Falta-lhe o raio da porta USB!

  13. André Gomes says:

    “Ainda não existe confirmação oficial para Portugal, mas dia 25 de Março de 2011 o iPad 2 chega a mais 26 países.”

    Caso não tenham reparado no slide que o Steve Jobs mostrou com os países, consta Portugal nesses tais 26.

  14. João says:

    cada produto que a apple cria é uma peça de arte!!!

  15. mGo says:

    Acho que se deveria chamar iPad Slim e não 2. Tudo bem que tem mais capacidade de processamento, porém não se pode dizer que há uma grande evolução (a resolução deveria ter aumentado, as duas câmaras já deviam ter vindo na primeira versão…). Acho que a boa novidade, para quem quiser um iPad, é que o 1 vai ficar mais barato! Eu acho que este segmento ainda está muito agitado, todos os dias se falam em novos equipamentos, até se torna difícil escolher.

  16. André Correia says:

    Pena a opcçao de bloqueador de orientação não estar disponível também para o iPhone 4

  17. Carlos Almeida says:

    se aqui em portugal ele chegasse com o mesmo preço dos EUA é que era porreiro.

  18. Pisca says:

    Um dia destes ainda vamos ter um show da Apple com meninas e difusão mundial, quadros interactivos por toque à distância a anunciar a sua ultima descoberta e inovação, a ver

    – Um circulo, com um furo no meio, e uma superficie para poder ser colocada em qualquer superficie, pode ser empurrada facilmente que não tem arestas que impeçam que se desloque

    – Meus senhores, eis a RODA

    – Proximo lançamento mundial dentro de 1 mês

    e o pessoal todo a bater palmas e a fazer pré-ordens

    • Pedro Ribeiro says:

      Mas não foi o que fizeram com o iPod original? 😉

    • kekes says:

      XD depois no ano a seguir fazer uma sem o furo no meio… Criam a bola xD

      • Ryan says:

        Sim ja que eles inventaram o Smartphone e o Tablet (estou a ser ironico) ja estou a ver que e isso vai acontecer em breve… e vao ver o pessoal todo a comprar e a fazer figuras tristes para ver quem compra primeiro.

        • Vagueante says:

          A ironia já vem de um post atrás 🙂
          Mas o facto é que os smartphones já existiam, mas só após o lançamento do iPhone o mundo se mexeu para acompanhar e assistiu-se ao grande avanço de specs, velocidade de processsamento, por este ponto de vista antes dos iphone não existiam smartphones apenas telemoveis que faziam umas coisas engraçadas (eu comprei o qtec9090).
          Os tablet’s também existiam e mesmo no lançamento do iPad1, todos criticaram, mas pasme-se, aconteceu o mesmo que com os smartphones, a “coisa” cresceu e todos os fabricantes se apressaram a lançar concorrentes.
          Resumindo, os conceitos existiam, mas apenas após a apple ter criado dispositivos nos respectivos conceitos eles pareceram ter impacto.
          Goste-se ou não da política deles, o que eles fazem obriga todos os outros a mexerem-se, como se estivessem a dormir, ou não tivessem ninguem criativo nos respectivos departamentos.
          Se não existi-se o iphone, provavelmente não existia o android como ele é nem a microsoft teria sido obrigada a revolucionar o ce.
          Sempre que a apple faz uma apresentação, todos os fabricantes deixam de respirar… e depois toca a copiar ou preparar algo “parecido”, mas com specs “diferentes”

  19. Rui says:

    Oh meu deus, tanto disparate que e digo aqui nos comentarios que ate faz confusão. Só gente com dor de corno lol

    Tenho um iPad, nao compraria o iPad 2, acho que nao justifica o upgrade, mas para quem nao tinha um, este é um avanço considerável… Mete qualquer pseudo android tablet a um canto (ate podem ter bom hardware, mas sao feios, o honeycomb esta cheio de bugs, e o interface e horrível…)

    • eu says:

      porquê já experimentas-te o honeycomb? o android pode ser feio ou la o que tu dizes, mas pelo menos é opensource e não como o teu. fã boyzinho apple.

      • Tiago Dias says:

        Queria só comentar uma parte do comentário.

        “…mas pelo menos é opensource e não como o teu…”

        Que vantagem é esta afinal? Onde é que isto apresenta uma vantagem para o utilizador final? Porque é que tudo o que é opensource tem é melhor que tudo? (apenas porque sim).

        Outra coisa, se o android é opensource, porque é que os tablets com android andam a sair mais caros que o iPad?

        Odiar sim, mas odiar com moderação 😉

        • eu says:

          a apple é que gosta de por os preços mais baixos agora nos seus tablets. lê este site e da próxima vez modera-te http://www.lazertecnologia.com/2010/08/17/10-vantagens-do-android-sob-o-iphone/

          • Ppietra says:

            Lol
            Esta é mesmo de querer rebolar a rir
            “a apple é que gosta de por os preços mais baixos agora nos seus tablets.”
            Então quando a Apple tem os produtos mais baratos ficas todo chateado porque a Apple gosta de pôr os preços mais baratos!
            Não te moderes, uma piada é sempre boa

          • Dimitri says:

            LOLLLL apresentar como argumento um site brasileiro… é de homem. Todas as 10 vantagens referidas desse “artigo” são falsas e são tipicas de fanboys android que nunca viram nem conhecem o ios.

          • Tiago Dias says:

            @ eu

            Acho que já te responderam.. 😉

            Quero apenas acrescentar que concordo com o ponto 10.

            É a MAIOR vantagem do Android (ou pelo menos das maiores).

        • Hugo Cura says:

          É claro que o open-source tem vantagem… há uma comunidade disponível e apta para a melhorar.

          • Ppietra says:

            Para a grande maioria dos utilizadores finais o ser Opensource traz poucas vantagens comparando com as alternativas.
            Muitas das vantagens que a Google dá ao Android são proprietárias, e o seu desenvolvimento é controlado pela Google. O que significa que as contribuições exteriores resumem-se a correcções de bugs ou optimização para aparelhos!
            O iOS já está optimizado pela Apple e os bugs duma forma geral são coisas pouco significantes.
            As vantagens que o Android pode trazer são a outro nível!

          • Tiago Dias says:

            Exactamente Hugo. Era esse ponto onde queria chegar.

            Ele “invocou” o opensource apenas porque sim. Porque quer ser “cool”. Infelizmente o opensource é utilizado porque sim para justificar que é melhor, e no entanto na maior parte das vezes não sabem argumentar de mais forma nenhuma, nem explicar porque é melhor e em que situações é melhor.

            É claro que o opensource permite que os utilizadores se ajudem entre si, melhorem e adaptem as coisas às suas necessidades, etc. É melhor em determinadas situações, tal como tudo. Não foi contra o opensource que comentei, mas sim contra o uso indevido desse argumento. 😉

            Abraço

          • Hugo Cura says:

            @Ppietra, sem dúvida, serve a uma minoria.

            Infelizmente o molde de utilização do Android pelos fabricantes e operadoras não poderia ter sido pior (para o utilizador, claro).
            Os grandes e mais significativos updates de versões saem sempre em modelos novos e usam-no como inventivo para vender mais…

            A Google deveria estabelecer algumas regras, um tempo mínimo de suporte para quem os distribui ou algo do género.

            É óbvio que aí o iOS ganha 10 a 0 já que o tempo de suporte para determinado modelo está pré-estabelecido e há essa garantia aquando da compra. Já no Android, as garantias desse tipo são praticamente nulas.

            É aí que entra a vantagem do open-source, para a tal minoria.

          • Ppietra says:

            @ Hugo Cura
            pois era mais ou menos isso que queria dizer! A forma como usam o Opensource como argumento é errada, e não é benéfica! As vantagens sobressaem quando o projecto tem uma verdadeira contribuição de todos e serve de molde ou suporte para diferentes produtos.
            No entanto, o facto do Android ser opensource tem permitido expandi-lo para muitos outros usos e aparelhos, que não telemóveis ou tablets – mas isso já sai fora da esfera desta comparação!

      • Ciro Espítama says:

        Eu já! E não foi o que eu esperava. Esperava um Android com a fluidez do iOS, mas não foi isso que encontrei. O Android melhorou bastante no Honeycomb, mas ainda sofre com inconsistências na interface, e funções difíceis de achar ou usar, mesmo quem já usa Android precisa se acostumar. Além disso as Apps podem vir em tamanhos de tela e capacidade de processamento diferentes – ou mais propensos ao travamento. Eu diria que o Honeycomb é um beta (se não for alfa) do Android para tablets (o Galaxy Tab, um smartphone levemente maior e bem mais caro, dificilmente conta). O que o Jobs disse na keynote é verdade. Existem poucas Apps TOTALMENTE adaptadas ao Honeycomb. E atenção que a liberdade tem seu preço. Vide os malwares detectados no Android Market.

    • Ryan says:

      Ja experimentas-te o honeycomb? Primeiro experimenta toca naquilo em vez de andares a ler reviews. Em alguns casos ha gajos que escrevem e nao tocaram… mas como sao bons tradutores aqui vai disto

  20. Ricardo Sousa says:

    O iPad 1 pelo menos já baixou de preço…

    http://store.apple.com/pt/browse/home/shop_ipad/family/ipad

  21. djx says:

    Não, isto não é possível! Se o ipad 1 nunca foi considerado lento e se faz supostamente o necessário para que é que foram fazer um ipad 2 somente com essas mudanças de características? É absurdo

  22. fernando martini says:

    a comparar ipad 1x ipad 2, ok mais leve, mais fino, ou seja mudo a estetica, igual carro modelo 2010-2011, ta é outro processador, nao posso esquecer, mas para os que nao notaram faltou o que minha gente a PORTA USB ah e bom nao preciso mencionar o flash ne, ou seja rapido, bonito, pratico por usar internet com mobilidade, detalhe jogar 50% dpreçoe encargos dos impostos no Brasil, a mais no preço, em suma, compensa mesmo em relaçao a um notebook?

    • Kayn says:

      Com 10h de bateria a tua única outra alternativa é um netbook. Se o flash não for requisito (no iOS podes esquecer) da equação e sim, eu prefiro um ipad.

      Não vais comprar um ipad2 para jogar Crysis, pois não?

      Já esclarecemos que o update não justifica mas se vais comprar um e o preço é = ao que ias pagar de qualquer maneira, porque não ser melhor hardware?

      Quanto ao resto das vantagens, bem tu trataste de as esclarecer sozinho.

      Não costumo defender a apple, mas porque é que está toda a gente tão preocupado com a porta USB? Provavelmente pelo mesmo motivo que o Air sacrificou a porta de rede, espaço e por ser considerada desnecessária no aparelho em questão, que realmente é. Útil, talvez, mas há alternativas, logo desnecessária.

      Só se resume ao que é que estás a pensar fazer do que compras e, como é óbvio, cada pessoa é um caso diferente. Como é que as pessoas falham em perceber isto, ainda me espanta.

  23. Paulo Santos says:

    Sem especular se é melhor em hardware que os Android q vêm a caminho, venho perguntar a quem já tem 1 ipad a utilização real, visto q o meu interesse é a fotografia… e procuraria nele algo para edição rapida de algumas fotos e sua apresentação e tb algum “office” com word e powerpoint leves… só pra navegar facebook ou mail tenho o android no qual escrevo estas linhas. .. e por curiosidade a microsoft está a desenhar um windows “leve” pra tablets.

    • Diogo Lourenco says:

      Sem querer entrar em guerras (ate pk nunca fui grande fã da Apple ate comprar um iPad, e estou simplesmente maravilhado) tens apps para tudo isso.. Tens apps mt boas para fotografia, desenho, tratamento de imagem.. Enfim.. Tudo, o único problema é msm escolher quais as apps que queres, pk há para todas as funções e gostos.. Quanto a office é exatamente a msm coisa.. Tens desde as originais da Apple que são compatíveis com o office da Microsoft, como varias de outras empresas.. É só escolher.. E os preços.. Resumindo, se comprares as mais caras, que são da Apple gastas no máximo 30€.. Muito barato. Tenho smartphones com android e Windows mobile 6.5, e gostos a parte, o iOS é muito pratico e sem bugs.. É simples de funcionar e pronto!! Gostos não se discutem, mas de qlq modo espero ter conseguido responder as tuas perguntas.. Se o aparelho que procuras é para fazer o que mencionaste, na minha opinião o melhor é o iPad.. 😉

    • Ciro Espítama says:

      Para fotografia vale muito. Há aqui no Pplw um post especificamente sobre um aplicativo para fotos. Podes fazer o upload de fotos com um conector (vendido à parte)

  24. Batman says:

    Aqui no Brasil é só um sonho de consumo para a maioria, inclusive para mim! Quem sabe daqui a uns 5 anos poderemos pegar um desses com um preço camarada que caiba em nossos bolsos?

  25. johnito says:

    Bom dia, tenho a sensação que existe alguma coisa errada neste post… já sei ainda não vi nenhum comentário do “nosso” amigo (friend) 🙂

    • Gerardo says:

      lllloooooooooooooooooolllllllllllll

      Ainda está recuperar da emoção. (e tb deve estar a compilar informação que justifique que este iPad 2 é a maior invenção da história. AC e DC 😀 )

    • cris. says:

      Tambem senti a falta dum comentario pro-Apple do (A)friend. Deve ter ido ontem festejar e beber uns copos num amigo revendedor autorizado Apple :D.

  26. ArTuRiX says:

    Surpreendentemente???? Ja vem a falar nisto a meses!!!Steve Jobs da um peido e vende na hora!!! E um objecto de luxo basta ver que em crise o iphone vende ainda melhor em Portugal!! Não perdemos os hábitos de sermos mais do que realmente somos e assim vamos continuar neste Portugal pequenino onde toda a M* é doutor de iphone ou ipad e não valem um C*.
    Agora que as outras marcas já tem este hardware todo vão dizer que inovaram? ou reconhecer que era limitado e estúpido como todos os apple quando saem?

    • Tiago Dias says:

      “…reconhecer que era limitado e estúpido como todos os apple quando saem?”

      Hehe…e eu a pensar que estes já estavam em extinção.. Afinal ainda circulam por aí alguns iluminados… 😀

      • Ppietra says:

        🙂 É! É daqueles que diz que estes preços são uma roubalheira e que é mais caro do que a concorrência! Complicado de compreender a lógica quando a concorrência vende os produtos a 700 ou mais euros

  27. pfbatista says:

    Bem… é desta que vou comprar um Ipad… é que este tem uma grande melhoria face à 1ª versão…

    Já se pode pousa-lo numa mesa! 😀

  28. N. Roque says:

    A minha única dúvida é porque é que há uma versão com 3G e outra com Wi-Fi, e porque é que há diferença de preços entre as duas versões? Acho que a grande falha da Apple é não incluir tudo, de modo a que quando tivesse em casa ligava o Wi-Fi, quando estivesse no meio do monte ligava o 3G. Ou será que estou enganado?

    • Gerardo says:

      E depois como é que justificavam roub.. perdãom, ganhar mais 200€ ???

      • Tiago Dias says:

        Mais uma vez, limitaste-te a mandar cá para fora o ódio pela Apple, não tirando a dúvida a alguém que estava equivocado, ou seja, utilidade do comentário = 0.

        Palmas para ti 😉 A luta continua…

      • Ppietra says:

        Realmente sabes fazer contas! Mas enfim, como os teus argumentos nunca são imparciais dá-se o desconto.
        A diferença de preço era cerca de 100 euros. Neste momento, com o iPad antigo a custar 379 euros, a diferença é 120 euros.
        Quanto é que custa mesmo a concorrência? 700? Isso sim é que é uma pechincha…

        • Gerardo says:

          ” $499, $599 e $699 respectivamente, para os modelos Wi-Fi, e $629, $729 e $829 respectivamente para os modelos 3G. ”

          Vi a diferença de 400 para 600, não reparei que era 499 para 629, peço desculpa.

          Mas não deixa de ser um roubo. Em produção quanto é que acham que fica a diferença entre ter ou não 3G ??

          • Ppietra says:

            Todos andam a fazer o mesmo com os preços, alguns fabricantes têm até maiores diferenças de preço. Por um lado os chips (GPS e 3G) e antenas têm custos – são dos componentes mais caros (fora ecrã e bateria) – por outro permite jogar melhor com os subsídios das operadoras e recuperar margens de lucro!

            pois é uma forma de facilitar a vida às operadoras quando quiser fazer subsídios

    • Tiago Dias says:

      Acho que estás ligeiramente enganado. A versão com 3G também tem WiFi. Faz todo o sentido lançar estas duas versões.

      A versão apenas WiFi servirá para os utilizadores que pretendam usar o iPad indoor, em cas,a escritório, ou qualquer local com cobertura de redes WiFi.

      A versão 3G, que tem conectividade por 3G e WiFi, será para todos aqueles que além de usar o iPad em casa, necessitam também de estar ligados à internet em qualquer sítio, a qualquer hora.

      A versão 3G + WiFi é, obviamente, mais cara, por isso faz todo o sentido haver a versão apenas com WiFi, mais barata.

      Cumps

      • Ciro Espítama says:

        Por que os comentários não são todos assim? Pautados pela educação e com informações relevantes? Pode-se discordar ou concordar de um argumento, mas poderia ser de uma maneira civilizada?

      • Pensamento Positivo says:

        Subscrevo inteiramente. Só acrescentaria uma coisa: A modularidade poderia ser ainda maior. A maior parte dos utilizadores do iPad WiFi vão querer ter mais memória e e mais serviços ligados à cultura e ao entretenimento e não precisam de ter uma câmara de vídeo de alta definição incorporada na traseira, tal como não precisam de algum GPS ou serviços de mobilidade. Já os da versão 3G podem precisar da câmara, do GPS, de mapas e de outros serviços associados. Um filão de mercado que eles parecem estar a desperdiçar. Mas que a seu tempo será explorado!…

    • Ppietra says:

      :S
      Acho que era fácil de perceber que a versão é 3G+WiFi

    • Ivo Fernandes says:

      Existe uma versao Wi-Fi e outra com 3G+Wi-Fi que, tal como no iPhone, se liga pela rede 3G quando não existe nenhumarede Wi-Fi por perto.

      Ainda que não concordemuito com a existência destes dois modelos, eles existe, provavelmente, porque haverá pessoas que não terão necessidade (ou não querem pagar) para ter uma ligação de dados móvel e assim sendo, têm a opção de comprar a versão só com Wi-Fi e poupar 100€.

  29. Ryan says:

    Ok… ja vi um pouco nos sites internacionais do costume o que vale o iPad2. Numa frase direi que agora e uma especie de aiOS+MACOS (obvio). Ou seja aplicaram muita coisa que ate agora so se via no MAC dentro do aiOS como o Garage band e deram-lhe um uso mais intuitivo para ecra tactil.

    • Ppietra says:

      🙂 pois! é esse género de exemplos que provam como pode ser útil para um conjunto de funções. E como esse há outros na área da medicina, educação, etc!
      Não é para substituir um computador para qualquer situação, mas pode substituir um computador em muitas situações, sendo mesmo melhor.

    • Tiago Dias says:

      “Numa frase direi que agora e uma especie de aiOS+MACOS (obvio).”

      Essa frase demonstra o quanto ao lado estás da situação, o que torna os comentários a apelidar o iPad de inútil, bem… inúteis.

      É claro que eles estão a portar as aplicações do OSX para o iPad. Mas não é agora que o estão a fazer… é desde o início. Pages, Numbers, etc.. Diz-te alguma coisa? Agora estão a portar mais, e só o fazem agora porque, como é óbvio, estas coisas envolvem meses de trabalho. Em parte tens razão, mas por outro lado, ao dizeres que “…*agora* é uma espécie de iOS + Mac OS X…” não faz sentido, porque é uma coisa óbvia. O iPad não é bom por isso… é bom pelo conjunto completo, e não demonstras conhecer o que é esse conjunto, por isso não tens conhecimento de causa para fazeres as críticas que já fizeste neste post.

  30. Jonas says:

    Não percebo o tipo de alguns comentários e o tempo que alguns de vocês perdem, quer sejam “pro” quer sejam “contra”…

    Temos um produto novo: quem quer, pode e gosta, compra! Quem não quer, não compra!!!

    Complicam o que é simples… Pena aproveitarem este fantástico site com comentários inúteis. Peço desculpa aos restantes post, que trazem informação ´factual e válida.

    Não gosto propriamente da Apple: acho que os produtos são muito caros. Mas digam o que disserem, o IPAD 2 é muito apetecível.

    Posto isso: provavelmente, serei comprador a 25 Março. Mas também depende do preço a que o Samsung 10’1 e XOOM vierem. Faz sentido que seja ao mesmo preço que o IPAD 2, ou então não têm futuro!

    E malta… tenham calma e sejam sociáveis… quer na vida real, quer aqui…

    Ao Pplware… continuem com o excelente trabalho!

    tenho dito!

    • Ciro Espítama says:

      Excelente comentário! Quanto ao assunto. Creio que ambos virão com o mesmo preço do iPad2. O problema é o volume de fabricação. Creio que a Motorola já estar a “achatar” as margens para vender a esse preço, pois tem uma produção muito inferior à da Apple. O grande problema dos tablets Android é que ao contrário dos telemóveis não oferecem aparelhos topo de gama mais baratos que os da Apple, assim as pessoas preferem comprar o “original”. Ou achas que alguém compraria um Galaxy S se este custasse o mesmo que um iPhone?

      • Tiago Dias says:

        Exactamente. Essa é a razão porque ainda não “destronaram” o iPad, e não o vão fazer num futuro próximo.

        O android está em expansão nos smartphones porque está presente em todo o tipo de aparelhor. Com isto quero simplesmente dizer que está em aparelhos caro, baratos, e assim assim…

        Nos tablets não é isso que se está a verificar. Estão a lançar tablets com o mesmo preço ou mais caros que o iPad. Ora com esta oferta, a grande maioria (e mesmo grande) opta por comprar o iPad, que como o Ciro Espítama disse, acaba por ser o “original”.

        Isto vendo as coisas do ponto de vista do utilizador comum, e não de experts na matéria.. Há que saber separar as coisas e tentar perceber o que o utilizador comum quer e procura..

  31. cris. says:

    Ipad 1 esta para a palavra “revoluçao”, como Ipad 2 esta para “evoluçao”.

    é impressionante que quando a Apple não mostra algo revolucionario ou reinvençao de algo ou algum produto é logo criticada. Isto porque a expectativa em volta da marca da maçã é bastante elevada, quer tenhamos dor de cotovelo ou nao, quer sejamos fan-boy ou não.

    Na minha humilde opinião a Apple é numero um em marketing é lindo como eles fazem salivar o povo, com os seus anuncios calculadissimos, com as novelas de fuga de informação, etc. Nenhuma outra marca tem este impacto.

    Quanto ao Ipad 2, bem é a evoluçao logica do primeiro, a meu ver até esta bem conseguido, mas obvio, como utilizador geek e com bolsos curtos, não obrigado. Alias até acho que é mais gadjet que utilidade, a meu ver e isto na vertente preço/utilidade.

  32. Ppietra says:

    A Apple demonstrou tb as vantagens que tem ao nível das aplicações e produtividade com o iPad.
    Comparem o iMovie, Garageband, PhotoBooth com o que a Google fez com a sua aplicação de video… são campeonatos completamente diferentes, as imagens falam por si… Isso demonstra bem o investimento da Apple e a sua filosofia

  33. Androida-mos says:

    XOOM % Honeycomb! 😀

    Pelo simples facto… Em portugal mais facilmente encontro pessoas na rua com ipads do que com Android… E gosto de me sentir diferente nem que seja para pior… O que duvido que alguem possa vir a dizer que o honeycomb está mau… Porque ninguem o pode dizer. Ao ipad falta-lhe um SO muito melhor… E sim de facto foi dos melhores, senao o melhor gadget que testei. E para terminar sou fa de Android mas sei dar valor ao que é bom!

    Tenho dito

  34. RF says:

    Bem é desta que vou comprar o iPad! Pena não ter USB 3.0 mas também se virmos bem, até que nem é preciso hoje em dia! Claro que se tivesse era bom.. mas não é por isso que vou comprar outro!

    • Francisco says:

      Duvido que o ipad, iphone ipod algum dia tenham usb 3.0. A Apple quando achar que eles precisão de uma porta mais rápida metem-lhe o thunderbolt..

  35. Ciro Espítama says:

    Creio que o maior ganho do iPad para a Apple (para além do monetário como é ´ óbvio!) foi trazer utilizadores que nunca tiveram outro produto da empresa. Após conhecer o universo Apple, através do iPad, posso dizer que poderei um dia comprar um Mac ou um iPhone, coisas que eu rejeitava terminantemente há poucos meses.

  36. Rod says:

    A Apple é para yuppies…
    Os produtos são maus? Claro que nao,são bons e bonitos até,o problema é que são caros para aquilo que na realidade produzem/mostram.
    O resto são fait-divers.

  37. Axys says:

    Ande com um desses em certos lugares aqui e você vai vê-lo sumir como um passe de mágica.

  38. Rodrigo says:

    mas continua a ter 256mb de ram…menos do que o iPhone 4…

    • Ppietra says:

      lol
      Não há qualquer informação oficial quanto a isso! Há quem diga que tem 256, outros dizem 512… não vale a pena fazer essa afirmação, pois não tens provas!
      Uma coisa é certa quem usou ficou deslumbrado pela rapidez! E o iOS faz muito melhor gestão da memória do que o Android, por isso não precisa de ser tão exigente…

      • Rodrigo says:

        acredita se tivesse 512mb TODA a gente saberia, tal como anunciaram o aumento da velocidade do CPU…mas ta certo isso nao é o mais importante
        veremos quanto ram tem quando os do iFixit arranjarem um!

        • Ppietra says:

          Não digas o que não sabes! Quando o primeiro iPad e o iPhone 4 foram anunciados tb não mencionaram quanta RAM é que tinham. Só quando alguém desmontou é que se descobriu; a Apple nunca divulgou o valor. A Apple limita-se a dizer que o processador é tal e mais nada, e até essa informação é pouco diz!
          Ninguém espera que tenha 1GB de RAM, mas até isso não está completamente posto de parte.

  39. Gui says:

    Aparentemente este está um pouco melhor que iPad 1 tá mais rápido o que também em certo ponto ajudará quem trabalha mais para produtividade e também para lazer. Se eu tivesse dinheiro ia comprar um também mas não dá.

  40. eu says:

    Aspectos em que iOS < Android:

    * No Flash support in the web browser
    * No true multitasking for all applications
    * No quick toggles for Wi-Fi, Bluetooth or 3G
    * No info widgets on lockscreen or homescreen
    * SMS tones are still not customizable
    * No proper file browser or access to the file system
    * No USB mass storage mode
    * No vibration feedback when touching the screen
    * No Bluetooth file transfers to other mobile phones
    * Contacts lack a swipe-to-delete or mass delete feature
    * No SMS/MMS delivery notifications
    * No DivX or XviD video support and no official third-party application to play that
    * iPhone is too dependent on iTunes

    • aver says:

      Concordo inteiramente. É que as app do Cydia pra resolver essas deficiências são na maior parte pagas ! Vejamos:

      * No Flash support in the web browser – é verdade, mas nunca me incomodou. No Android o flash não presta.
      * No true multitasking for all applications – todas, todas não, mas o multitasking do iOS é bastante eficiente
      * No quick toggles for Wi-Fi, Bluetooth or 3G – acho que o SBSettings (Cydia) resolve;
      * No info widgets on lockscreen or homescreen – uso o LockInfo (Cydia)
      * SMS tones are still not customizable – para ficar a saber de quem é o SMS ? Pode ser útil. Em todo o caso é difícil que o biteSMS (Cydia) tenha equivalente no Android
      * No proper file browser or access to the file system – iFile (Cydia)
      * No USB mass storage mode – isso resolve-se facilmente, desde que se tenha um cabo USB para iPhone/iPad e iTunes, porque muitas app permitem a transferência de ficheiros entre iDevice/computador
      * No Bluetooth file transfers to other mobile phones – entre iDevices há várias app, do App Store, que o fazem
      * Contacts lack a swipe-to-delete or mass delete feature – de facto a app nativa Contactos não é grande coisa a gerir grupos, mas a app GroupsFree já resolve
      * No DivX or XviD video support and no official third-party application to play that – de facto há aplicações de terceiros que reproduzem
      * iPhone is too dependent on iTunes – é verdade, melhora alguma coisa usando o Wi-Fi Sync (Cydia), que sempre dispensa o cabo USB.

      Principais aspectos em que para mim iOS > Android

      * Fluidez, app disponíveis e, no caso do iPad, preço.

    • Ppietra says:

      Finalmente alguém põe alguma coisa com algum sentido, mesmo sendo uma mera cópia e sem reflectir na relevância!
      No meio de tudo o que apontas, as únicas coisas relevantes são:
      * No proper file browser or access to the file system — nunca haverá acesso ao sistema de ficheiros (nem é essencial), mas é preciso uma melhor forma de partilha de ficheiros entre aplicações
      * No USB mass storage mode — relevante para um Tablet, e intrinsecamente ligado ao ponto anterior
      * No info widgets on lockscreen or homescreen — mas não queria o que existe no Android para o efeito
      e ainda acrescento outra debilidade do iOS – mau sistema de notificações!

      Quanto às outras:
      * No Flash support in the web browser — só se nota a falta nalguns sites que ainda não têm video adaptado para o HTML5, mas a transição tem sido rápida e não deve faltar muito para nem se notar! O resto é quase irrelevante pois está na sua maioria adaptado para computadores e não para estes sistemas. O flash será sempre um sorvedouro de recursos num browser

      * No true multitasking for all applications — em parte correcto, mas o sistema de multitasking implementado é muito mais eficiente para os recursos disponíveis e abrange quase todas as situações. Num tablet funciona relativamente bem, contudo, convém abranger mais algumas novas formas de multitasking.

      * No Bluetooth file transfers to other mobile phones — há formas de fazer isso
      * No DivX or XviD video support and no official third-party application to play that — há dezenas de aplicações que permitem isso, muitas delas grátis
      * iPhone is too dependent on iTunes — tb posso apontar isso como uma vantagem

      * No quick toggles for Wi-Fi, Bluetooth or 3G
      * SMS tones are still not customizable
      * No vibration feedback when touching the screen
      * Contacts lack a swipe-to-delete or mass delete feature
      * No SMS/MMS delivery notifications — estes 5 pontos simplesmente não têm relevância nenhuma, ninguém nota a falta

      Vantagens do iOS sobre o Android
      – muito mais simples, intuitivo e fácil de usar (aqui dava para falar de muito)
      – melhor aplicação para música, melhor loja de música
      – melhor loja de aplicações, muito mais aplicações – e para quem programa permite melhor retorno
      – melhor qualidade geral das aplicações – basta olhar para o iMovie e Garageband, o Android vai ter que esperar anos para ter algo parecido
      – muito maior confiança na segurança das aplicações – os exemplos dos últimos meses falam por si
      – não precisa duma “virtual machine” para ter aplicações – aplicações verdadeiramente nativas, com vantagens óbvias para performance
      – melhor gestão de memória e recursos – a duração da bateria será sempre fulcral nestes dispositivos, daí a forma de multitasking tb ser importante
      – menos dependente duma ligação directa à rede
      – integração com o iTunes, permitindo fazer backups e sincronizar com o computador
      – etc

    • Tiago Dias says:

      Sim, estes aspectos fazem sentido.

      Como o Ppietra disse, há pontos que fazem mesmo bastante sentido, e partilho exactamente da mesma opinião em praticamente todos os pontos.

      Concordo também com a forma rápida de ligar/desligar conectividades. Daria bastante jeito.

      Quanto a notificações, tal como já tinha dito há uns tempos atrás, fazem falta, mas não como o android. Qualquer coisa simples no ecrã de bloqueio serviria para o efeito. (não me parece haver necessidade de widgets como no android).

      No entanto, havendo ou não estes pontos em que o iOS ainda não é perfeito, não faz com que o Android seja melhor.. A Apple, como se espera, acabará por implementar essas funções. Será provavelmente como o copy/paste. Eles não se limitam a “espetar” lá a função. Trabalham meses e estudam a melhor forma, a maneira mais eficiente de implementar cada função.

      Cumps

      • Hugo Cura says:

        Que têm as notificações a ver com os widgets no Android?

        E já agora, como funciona o copy/paste no iOS que demorou meses a implementar?

        • Ppietra says:

          Muito simples! Basta pôr um dedo sobre uma das palavras a copiar (1 segundo), é automaticamente seleccionada e aparece um “balão” um pouco acima com a opção para copiar! É tb fácil aumentar a selecção inicial usando os marcadores de selecção.

          Caso o texto seja editável não ocorre selecção automática, mas aparece (num “balão” pequeno) a opção para seleccionar a palavra toda ou o texto todo, e depois de seleccionar é copiar como antes.

          Para colar basta pôr o dedo 1 segundo e aparece a opção para colar!

          Pelo o que vejo do Android, a forma de fazer no iOS é muito mais simples e rápida. E se não me engano o que vai aparecer no Windows vai ser semelhante ao iOS!

          • Hugo Cura says:

            Não parece ser mais simples e rápida, aliás, até parece mais incompleta.

            A maior diferença é na 1ª interacção, onde no Android aparece o menu de edição de texto em que se pode escolher “Seleccionar tudo”, “Seleccionar texto”, “Cortar tudo” ou “Copiar tudo”.

            Ao escolher a opção “Seleccionar texto” basta passar o dedo sobre o texto que se pretende seleccionar. Para haver mais precisão (e para os dispositivos que não têm trackball ou algo idêntico) existem vários tipos de controle de cursor dependendo do dispositivo e do teclado (método de entrada) em uso.

          • Ppietra says:

            🙂
            Deixa-me demonstrar como é mais simples e rápido!
            Tu no Android tens que ir primeiro a um botão, seleccionar uma opção do menu enorme que aparece e depois ir com o dedo e seleccionar o que queres seleccionar.
            No iOS tens menos um passo – não precisas de ir atrás dum botão – e é muito mais fluído o processo! Com o dedo tocas logo no sítio que queres copiar e aparece logo o “balão” com as possíveis opções, sem te impedir que faças reajustes à selecção. Assim que tenhas a selecção pretendida clicas logo na opção que pretendes (o balão está lá sempre), e já está.
            Dependendo do texto e da aplicação podes ter opções diferentes (cortar, seleccionar, seleccionar tudo, copiar, colar). O próprio ajuste fino de selecção é mais prático – os marcadores são fáceis de mexer e temos uma pequena lupa a ampliar onde temos o dedo.
            E acho que é fácil de entender que se copia muito mais frequentemente uma pequena porção dum texto do que o texto todo!
            Não há nada como um video para mostrar.

            http://www.wonderhowto.com/how-to-cut-copy-and-paste-apple-iphone-3g-278562/
            https://www.youtube.com/watch?v=pktF_z-Hj5A

            Tanto quanto eu sei há alguns programas que imitam este comportamento para o Android!

          • a Friend® says:

            lol …

            O copy/past que o Android tem actualmente é uma copia descarada daquela do iPhone.. até os balões que aparecem!! lol.. e só a teve na versão 2.3… há pois..

            http://www.intomobile.com/2010/12/15/android-2-3-gingerbread-video-walkthrough-nfc-text-selection-tool-live-wallpaper-and-more/

            Porque antes até para seleccionar texto era preciso uma Trackball…! lol

          • Hugo Cura says:

            a Friend®, estás a falar do que não sabes.

            Tudo o que mencionei é antes da versão 2.3, e como te disse, há diferenças de controlo de cursores dependendo das adaptações dos fabricantes em concordância com o tipo de hardware em uso.

            E digo-te mais, qualquer smartphone com trackball é mais produtivo na introdução de texto do que um que não tem. Se dizes isso, duvido que alguma vez tenhas tirado partido das suas vantagens.

            A acrescentar a isso há o patético teclado do iOS onde é preciso carregar num botão sempre que se pretende introduzir um número ou caracter diferentes no texto, e voltar a carregar para voltar às letras… ridículo.

            btw, és disléxico com “há”, “ah” e “à”.

          • a Friend® says:

            @Hugo Cura

            Mais uma vez.. falas de borla.

            Não és obrigado a voltar a carregar na tecla para voltar às letras… basta manteres pressionado, introduzir o numero e quando soltas, as letras voltam a surgir no teclado.

            Como digo, és muito cru no iOS. Falas à toa. O vitor quando te deixou mexer no iPhone deveria ter-te emprestado durante 1 mes…!

          • Ppietra says:

            @ Hugo Cura
            “patético teclado do iOS onde é preciso carregar num botão sempre que se pretende introduzir um número ou caracter diferentes no texto, e voltar a carregar para voltar às letras…”
            Esse comentário faz-me confusão pois tenho a ideia que acontece o mesmo no Android.
            Mas tal como disse aFriend tal não é necessário, e há mais do que isso, se por acaso carregares no botão quando a seguir inserires um espaço, o teclado volta automaticamente às letras! Se carregares duas vezes seguidas no espaço inseres um ponto final. A correcção automática é muito boa, com boa previsão!

          • Hugo Cura says:

            @a Friend®,
            Boa, argumentaste no dado que introduzi e não no tema que vinha de trás.

            @Ppietra
            O teclado default do Android tem mais possibilidades de introdução, há números e caracteres mais frequentes acessíveis directamente. A barra de caracteres cor laranja é deslizável de modo a aceder a outros: link

            No entanto, grande parte dos Androids traz o TouchPal: link
            Nem precisa de argumentos, basta olhar para ele. Para aceder aos items cinzentos basta tocar e deslizar para baixo.

            Para SMS, obviamente que uso este, acessível com um simples deslize horizontal sobre o mesmo.

            No iOS é preciso jailbreak…

        • Tiago Dias says:

          O que me queria referir não eram as notificações, mas sim informações. Por exemplo agenda, novos mails, possivelmente meteorologia, tudo apresentado no lock screen, não com widgets mas sim apenas listados no lock screen (como já é possível com cydia).

          Quanto ao copyr/paste, não quer dizer que tenha levado meses, nem que seja uma coisa do outro mundo, foi a

        • Tiago Dias says:

          O que me queria referir não eram as notificações, mas sim informações. Por exemplo agenda, novos mails, possivelmente meteorologia, tudo apresentado no lock screen, não com widgets mas sim apenas listados no lock screen (como já é possível com cydia). No entanto as notificações (aqui são mesmo as notificações :P) precisam de ser melhoradas no iOS.

          Quanto ao copy/paste, não quer dizer que tenha levado meses, nem que seja uma coisa do outro mundo, foi apenas um exemplo para dizer que a apple não implementou tudo “ao molho”, mas que vai implementando ao longo do tempo da melhor forma possível. Talvez o multitask seja melhor exemplo disso (ainda que não concorde na forma de “matar” as aplicações).

          É claro que no meio disto também está o marketing, e cada nova função acaba por servir de elogio a cada nova versão. Mas isso também já se sabe como é…

          Cumps

          • Hugo Cura says:

            Existem alguns lockscreens para Android com toda essa informação, disponíveis no Android Market.

            Exemplo: https://market.android.com/details?id=com.innowebtech.g0t0

            Se há coisa possível no Android é a possibilidade de customizar tudo 😉

          • a Friend® says:

            @Hugo Cura

            E no iOS com Jailbreak não podes costumizar tudo?

          • Hugo Cura says:

            Lá estás tu a comparar as funcionalidades do jailbreak com o que no Android é feito cor recursos “standard”.

            Ou comparas no mesmo patamar, ou não vale a pena argumentares.

          • Tiago Dias says:

            Sim, nisso concordo, em termos de personalização o Android está à frente. No entanto até que ponto essas aplicações não comprometem a estabilidade e fluidez dos aparelhos mais modestos? Esse é um dos pontos que não gosto no android. Os aparelhos mais baratos, que são os que dão popularidade ao SO, acabam por perder estabilidade e, principalmente, fluidez, quando se tenta fazer mais com eles.. Quanto a dispositivos High End, é claro que a situação é mais positiva, mas aí os preços chegam perto do iPhone. Continuam no entanto a perder devido ao que as marcas fazem (ou não fazem) com as actualizações.

            As informações no lockscreen são sem dúvida algo que a Apple terá que implementar no iOS em breve, pois começa a fazer falta.

          • Hugo Cura says:

            A perca de desempenho e estabilidade que referes é sim sr. um facto, mas apenas para versões iguais ou inferiores a 2.1. A partir da versão 2.2 froyo, a gestão de recursos teve uma melhoria extraordinária. No meu low-end huawei u8230 tenho quase 200 aplicações instaladas e uma enorme tralha desnecessária (até porque experimento muita coisa) e a fluidez está como de início, impecável.
            O único atraso existente é no arranque pois são verificadas informações de todas as aplicações.

            Este tipo de aplicações, lockscreen, é tão pesado como o lockscreen default. Não há nada redutor a apontar.

            No entanto há ainda muito boa gente “presa” à versão 2.1 e inferiores, que aí sim, sofrem um pouco, que vai de encontro também à parte das actualizações de que falas.

          • a Friend® says:

            @Hugo Cura

            “Ou comparas no mesmo patamar, ou não vale a pena argumentares.”

            Então és um belo hipocrita. Pois tanto falas no acesso à root Android para que?

            Se ele faz tudo… porque é que toda a gente quer o acesso à root?!

            Reparo que cada vez que tocas no iOS falas à toa… devias conhecer mais a fundo… e aí sim, argumentar depois.

            E falando em sistemas a fundo (e podes perguntar a qualquer profissional…) alguma vez se compara o JAVA ao Objective-C e devias bibliotecas? Pensam que o iOS é bonito apenas porque é? Alguma vez viram a fundo todo o SDK…todas as API’s .. Frameworks para perceberem as diferenças sólidas entre os sistemas?…

            Java para além de ser mais lento, é mais instável e menos seguro! Por isso é que depois vemos as noticias recentes de malware por todo o lado…!! A juntar claro, à falta de capacidade de resposta da Google já que os updates não é para todos.. ou para quem quer…fora da marca.. tem que ter acesso à root… (jailbreak..) ironico…

            Portanto acho que andamos a falar ao mesmo patamar.. tu é que não queres ver isso.

          • Hugo Cura says:

            Lá vais tu a desviar o assunto, típico no teu discurso…

            Mas root? Quem falou aqui em root? Até fiz um search à página por “root” e as únicas ocorrências foram duas, no teu comentário.

            Não percebo…

            Faltou aí sumo…

          • Hugo Cura says:

            Já agora, não baixes o nível, sim?

          • a Friend® says:

            Chamar-te hipocrita é baixar o nivel? lol… boa.. essa agora é novidade pra mim.. vai lá ver a definição.. não é nenhum palavrão, caso não saibas.

            E isto para não dizer que quem veio com sete pedras ao meu comentário foste tu e não gosta de ouvir as verdades. Comportas-te sempre como menino mimado quando alguém de contradiz.

            Tu no Android precisas de acesso à root para umas coisas… nós no iOS precisamos para outras.. é simples. ou seja.. vai dar tudo ao mesmo.

            É a realidade que não gostas de assumir… por birrice.

          • a Friend® says:

            Btw.. quem gosta de desviar o assunto és tu não sou eu.. ao ponto de me chamares “deslexico” com o pretexto de mudar de asunto…

            Eu sei que troco o “há” por “ah..” e “à” .. e então e depois.. és perfeito no que escreves? Sabes perfeitamente que não.. mas lá está… eu é que gosto de desviar as atenções…essa é boa.

          • Hugo Cura says:

            “Tu no Android precisas de acesso à root para umas coisas… nós no iOS precisamos para outras.. é simples. ou seja.. vai dar tudo ao mesmo.”

            É verdade, mas há coisas e coisas. Queres compará-las?

            “Btw.. quem gosta de desviar o assunto és tu não sou eu.. ao ponto de me chamares “deslexico” com o pretexto de mudar de asunto…”

            Desviar o assunto após argumentar? lol… desviaria se não tivesse argumentos, tal como o acabaste de fazer por duas vezes!
            Essa está boa 😆

            Quanto ao resto do que disseste, àquilo que não te fica bem, vou invocar este ditado, se me permites…

          • a Friend® says:

            Só tu é que viste falta de argumentos no meu comentário… vá-se lá saber porque… e isto para não falar que inventas argumentos e ficas lixado por ser desmentido, por mim… e de seguida pelo pietra…talvez por isso é que não me curtas e vens sempre com sete pedras na mão.. mas felizmente, isto é o pplware.. não é o cupido.pt…

            E sim.. concordo com esse ditado.. é uma das varias razões que me têm feito comentar menos no pplware…

          • Tiago Dias says:

            Sim, acredito que assim seja, até porque não tenho experiência com Android, pelo que não posso falar muito.. 😛

            Atenção que eu acho o Android interessante! E tenho vontade de experimentar diariamente.. Assim que possa faço-o. Como tudo, tem vantagens e desvantagens. Este pormenor das infos no lock screen o iOS está em clara desvantagem. Espero e acredito que resolvam isso de uma boa forma.

            Abraço

          • a Friend® says:

            @Tiago Dias

            Das melhores que instalei no iOS, para info no Lockscreen.

            https://www.youtube.com/watch?v=2BGeshdfvDs

            Existem outras tantas, de várias formas e feitios… ao passo de uma instalação apenas.

            E o que mais gosto é mesmo a fluidez e simplicidade. Outra aparte desta que me espantou bastante foi o Metro do WP7 a correr com uma fluidez incrível.. parecia mesmo um WindowsPhone. Quem fez o “mod” não falhou um único detalhe.

            Entre a liberdade do Android e o iOS com Jailbreak, continuo a preferir 1000 vezes o iOS, porque a riqueza da interface gráfica, a juntar às apps, assim como as ferrametas (SDK) mais ricos, permitem à comunidade Cydia trazer-nos grandes reliquias.

            Este sistema de notificações é o que tenho andado a testar também… 5 estrelas…!!

            https://www.youtube.com/watch?v=Fpy0IeaQmz8

            Recomendo!

          • Tiago Dias says:

            Obrigado aFriend pelas sugestões.

            Sim, com jailbreak já há opções bastante viáveis. Acredito que não tarda muito para a Apple também trazer essas alterações para o iOS.

            O primeiro vídeo já tinha visto e, embora não necessite de tanta informação, é algo do género que me está a fazer falta no iPod.

            Quanto às notificações também me parecem melhores que as nativas do iOS…vamos ver o que a Apple irá fazer..

            Cumps 😉

  41. a Friend® says:

    Esta máquina tem um defeito enorme..

    Mais digno de destaque que um iFail… iPensinho.. iPisaPapeis… iIsto….e iAquilo…e iAndroid….e de pior ainda que o iQueEuFiqueiSemUpdatesApósMesesdeCompraroMeuTab…

    É de ainda não estar nas minhas mãos!

  42. Nunes says:

    Tenho a possibilidade de utilizar no trabalho o Ipad, não o meu porque não tenho e tb não faço tensões de comprar, é util na utilização do email da Agenda mas considero um equipamento exageradamente caro, e no meu caso continua a ser um equipamento que não me consegue atrair.

  43. a Friend® says:

    A Apple já tinha feito isto no passado, do iPhone Original para o iPhone 3G, mas fica aqui a info para quem desconheça:

    Compradores do iPad original vão receber reembolso de 72 euros

  44. Holly Apple says:

    Tenho 17 anos e amo a Apple desde que me lembro, quando pensava que já tinha visto tudo apareceu-me o iPhone, desde esse momento, que a minha vida é aquilo, adorava que alguém se sentasse comigo a uma mesa e me desse 3 boas razões para não comprar um produto da Apple para as quais não houvesse solução. O iPad 1 foi o único produto que não comprei quando foi lançado, de facto faltava qualquer coisa, mas em relação a este não tenho dúvidas, a Apple comanda! Podem falar do Flash à vontade, não é isso que nos vai fazer falta… Vou me rir daqui a uns anos quando o Flash passar, e entrarmos mesmo na era do HTML 5, e os haters do iPhone e iPad tiverem de assumir que “nós” estivemos sempre na vanguarda!
    Antes de falar experimentem! APPLE ROCKS

  45. texasflood says:

    Finalmente um iPad killer. Garage Band ? iMovie ? ui que isto promete.

  46. Faria says:

    Vejo muitos comentário a afirmar que os restantes copiam tudo a Apple.
    Hoje, todos copiam todos. A Apple não inventa tudo. Também eles copiam ideias. Eles apenas fazem o que de melhor têm. pegam numa grande ideia, que alguém teve, independente de quem seja, e trabalham a parte estética da mesma, tornando-a apelativa. Limitam o uso a apenas um tipo de hardware e assim tornam-na eficiente. Com isto quer quer, leva, quer quiser mudar algo, nem que seja uma porta usb, vai ter que ir para outro lugar. “It’s my way or the highway”. Cada um opta pelo que prefere.
    Dito isto, apenas acho que a Apple dormiu um pouco à sombra da bananeira em relação ao iOS. Ainda não tive o prazer de experimentar o Android 3.0, se é lento ou tem bugs, mas que realmente foi um avanço em relação ao iOS foi. Neste momento, para mim, em termos graficos e funcionais, o iOS é o windows 98 e o Android 3.0 é o MacOS X. Aqui a Google mexeu-se mais e mais rápida.
    Vamos ver o que este ano nos traz, mas algo é certo, não será o ano do domínio absoluto do iPad, e com os restantes concorrentes, mesmo a HP com o WebOS, nós é que vamos ganhar.
    ps.: Perdoem-me mas sempre que ouço “That’s an app for that”, só me apetece dar com um extintor nos tipos da apple pela incoerência, pois sempre venderam a idea do MacOS como um SO que não precisava de ter software de terceiros. Detesto incoerentes.

    • Ppietra says:

      “o Android 3.0, … mas que realmente foi um avanço em relação ao iOS foi. …, em termos graficos e funcionais, o iOS é o windows 98 e o Android 3.0 é o MacOS X.”
      Hás de me explicar onde é que em termos gráficos existe esse avanço, pois em termo das APIs gráficas o Android ainda está bem atrás do iOS – caso no saibas o iOS tem muito em comum com o Mac em termos de APIs.
      Se te estás a referir à confusão do Homescreen, que parece tirada do Tron, bem a única coisa que tem algum sentido falar são os widgets, e mesmo isso está longe da perfeição. Acho o WebOS muito mais atractivo e bem feito que o Android 3. Com o Android 3 complicaram o interface, para fazer o que outros fazem duma forma simples e intuitiva.

      Quanto a cópias, ninguém diz que os outros copiam tudo da Apple, mas tendo sido a Apple a (re)iniciar estes mercados e a mostrar como fazer os interfaces, é óbvio que há muitas ideias que os outros tiveram que ir buscar à Apple para poderem competir. O Android é um bom exemplo; antes de sair cá para fora o iPhone, as versões alfa do Android pareciam-se com o Blackberry, e depois é o que se viu com muito do interface parecido com o iOS.

      ““That’s an app for that” – é “there’s an app for that”
      “pois sempre venderam a idea do MacOS como um SO que não precisava de ter software de terceiros. Detesto incoerentes.” É a coisa mais maluca que alguma vez ouvi sobre o MacOS. O MacOS sempre teve software de terceiros, está preparado para ser em parte modificado por terceiros através de extensões e plugins, bem como alteração de alguns componentes. Se não houver aplicações um computador não serve para nada e a Apple lutou sempre para ter outras companhias a produzir software para o Mac.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.