PplWare Mobile

Recorde tudo o que de importante a Apple apresentou na sua última Keynote


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. Miguel says:

    Adoro “By Innovation only”

    Quem viu a Apple e quem a vê agora. De todos os anos, devo admitir que este ano mostrou um pouco de inovação ao contrário dos anos anteriores, mas para não variar, os preços são escandalosos por um artigo que meramente é visto por estatuto e não pela simplicidade e prática.

    A qualidade não coloco em causa pois não existe smartphone perfeito, eu que já gastei fortunas acordei para a realidade e vi que é desperdício dar-se 1000€ por algo que em meses vale metade. Claro que a Apple vale sempre mais em termos de usados mas continuo achar que o mercado vive de aparência.

    Sou do tempo em que o iOS valia a pena, hoje em dia, é mais do mesmo, as cameras do equipamento não batem as do mercado actual, desempenho no dia a dia ninguém vai notar, ecrã? Parece me tudo bonito mas vai ter um SOT inferior a maioria do mercado.

    O que me cativou da Apple foi o relógio mas again, overpriced 😉 E não, não mede Pressão Arterial como há uns meses atrás alguém aqui afirmou 🙂

    Apple tem muito para inovar ainda, tem muito para merecer a confiança de quem já foi cliente durante anos deles, eu pessoalmente tenho apenas um 7 Plus para uso de receitas médicas e mais nada. O meu Mate 20 X faz tudo senão mais do que um Apple. O mesmo se aplica a portáteis.

    O senão aqui são os Tablets, para mim são os melhores do mercado. Fora disso, o povo vai criar créditos para comprar o que não consegue ter. Simples.

    Nada contra, o dinheiro precisa de se movimentar mas apelo ao consenso de reflectirem se vale a pena pagarem “algo” mensalmente por um artigo que é um bem dispensável.

    • Tiago S. says:

      “Claro que a Apple vale sempre mais em termos de usados”.

      Ontem fui ver quanto é que a Apple me dava pelo meu MB Air 11 (early 2015, i5 a 1.6 GHz, SSD 128GB) funcional, sem danos estéticos e com carregador – que também é contabilizado – de desconto na compra de um Macbook novo. Cotação: 120€.

      Mac2Sell: 630€ (ainda que pelas features eu saiba que é uma valorização irrealista).

      O que dizes é verdade, mas depois de fazer esta consulta tive que me rir.

    • Lopes says:

      Tocou num ponto que ainda é importante, que é o “estatuto” que os compradores desta marca acreditam que está relacionado com a Apple (1). Tal, associado à lealdade à marca, ainda ajuda e muito à venda dos equipamentos da Apple. Até porque os equipamentos são bons! (2) Agora se neste momento são muito melhores do que a concorrência… nos smartphones tenho dúvidas!

      De resto, o facto de ter um design muito bom e um sistema operativo desenhado especificamente para um determinado hardware torna estes equipamentos muito interessantes. Já o preço torna-os muito pouco interessantes.

      Em termos de inovação/novidades, hoje em dia é cada vez mais difícil ter um momento disruptor como o da apresentação do primeiro iPhone. Foram tantos os desenvolvimentos nos últimos 15 anos (+/-) nesta industria que hoje em dia apresentar um smartphone muito diferenciador da concorrência é difícil.

      (1) Isto não é uma critica nem estou a julgar os consumidores, é uma constatação minha. Tal acontece com variadíssimos produtos, como por exemplo a compra de certas marcas de carros ou roupas. Ao contrário dos economistas, eu não acredito que os consumidores consumam de forma racional 🙂
      (2) Nunca fui cliente da Apple

      • Miguel says:

        Mas tens razão. Todos sabemos que muita gente vive de aparências e não pela prática ou funcionalidade que de um modo ou outro estes equipamentos conseguem dar.

        Inovar actualmente é difícil, de ano para ano seja qual a marca há pouco para melhorar e inovar. Eu era consumista a pontos de trocar a cada 6 meses de telemóvel até cair na realidade e a futilidade da necessidade de fazer isso. Hoje contento me com o meu Mate 20 X que por milagre é algo que nunca tive pontos negativos a apontar.

        O estatuto claro não é o mesmo, “ah e tal, um Médico usar um Huawei lol” tal como carros etc, tenho colegas que tem um Dacia :P. Eu acho que vai mesmo da necessidade. Basta olhar para a juventude de agora que infelizmente os pais criam créditos e compra iPhones para os mesmos terem um luxo que por sua vez nem fazem sentido. Hoje, se reparar bem a campanha de retorno às aulas não é sobre livros, canetas mas sim smartphones, tablets, portáteis, coisas que não tem nada a ver com o ensino.

        Vivemos numa era em que tudo é por vaidade, estatuto e apenas uma percentagem pequena dos fiéis utilizadores da Apple que usam os seus produtos por necessidade profissional pois os restantes gostam de alegar profundamente as inovações que por vezes são cópias ou atrasadas por parte da Apple. A ideologia por detrás dela foi boa, enquanto o autor e criador da marca era vivo, a Apple era exigente não apenas na qualidade mas no que os tornava únicos.

        Na área da saúde o iOS é prático mas claro que não significa que seja uma razão para o ter no dia a dia, aliás tenho sim mas que raramente toco e apenas uso para consultar receitas médicas ou emitir as mesmas.

        É assim, existe a necessidade de compra/venda, o poder de movimentar o dinheiro é necessário mas acho que muitas pessoas compram estas coisas por aparência, vaidade e por vezes nem tem onde cair “mortos” pois fazem créditos atrás de créditos. Ainda ontem reparei num jovem de 19 anos já a fazer a pré-reserva com crédito e questiono me, qual a razão dele fazer isso quando tem um iPhone XS Max?

        Nós portugueses sobretudo comparado com outros países da UE somos muitos consumistas, comodista e apenas pensamos em nós. Falamos que somos um povo humilde e sem igual, eu vejo o contrário, corrupção e muito desligado da realidade.

        Claro que todos nós dependemos do raio dos smartphones e não me orgulho de dizer que é o meu melhor amigo no dia a dia para tudo, de um certo modo quase substitui o meu portátil por outro lado trata-se quase de uma dependência pouco saudável para a mente e crescimento.

        O que eu apelo é que comprem as coisas por necessidade e não pelo fanatismo, vaidade, lealdade ou apenas para dizer “eii amigo, tenho um iPhone”.

        Vejo muitos argumentos como “iPhone é para quem pode” e acho isso uma afirmação quase fútil, irónica sendo que maioria recorre a créditos ou contratos para comprar um!

        Os produtos Apple não são perfeitos, não são os melhores e nada justifica os preços, a fuga ao fisco e até mesmo as mentiras que pregam ao consumidor quando alegam inovação ao copiarem coisas de outras empresas, para não falar de publicidade enganosa (como a Samsung já fez) e da manipulação psicológica sobre um produto que não corresponde à realidade!

        E depois a guerra eterna dos fanboys contra os que odeiam a marca. Eu nem odeio nem adoro, apenas valorizei a marca enquanto foi de facto uma marca elite, prestigiada mas há muito que perdeu o rumo e como ex utilizador da Apple apenas digo isto: ACORDEM!

        • joao says:

          Tanta treta para não dizer nada de jeito.
          Eu resumo por si. Chama-se marketing, umas empresas são melhores que outras, a Huawei que tens por acaso é muito boa nisso Nunca achei piada aos seus smartphones embora o que circula por aí te diga que sim sao muito bons e melhores que o resto, bla bla bla. Aprendeu com a Apple. A Apple continua a ser a n.1 nesse campo.
          O marketing serve para vender o que tu não precisas e achares que fizeste uma excelente compra (o Victor é um dos apanhadinhos).

          Depois manda acordar o povo, chama de fútil de quem compra vaidade e é igual. Esta frase diz muito de si: “…apenas valorizei a marca enquanto foi de facto uma marca elite, prestigiada…”.
          No fundo o que queria é que quanto o vissem com o seu Huawei (tabua de engomar) pensassem, ali vai uma pessoa com bom gosto e “personalidade”. Acho que quem tem que acordar é o senhor.

          • Miguel says:

            Acho que os teus argumentos são quase de desespero não João?

            É que não dizes coisa com coisa, para não falar que o teu fanatismo pela marca está mais do que evidente.

            Nem vou alongar muito a conversa pois claramente não entendeste nem metade do que disse ou onde quis chegar 😉

            Continua na ignorância que a marca agradece 😉

            BTW a tábua de engomar mete o iPhone num canto em maioria dos campos 😉 e certamente que não o uso por vaidade ou por ser “flagship” até porque de bonito nada tem excepto a funcionalidade.

  2. rui says:

    Enquanto tiver o notch, vou manter o iphone 8. Já tive o iphone x, mas o face id nao me convenceu.

  3. iDespairing says:

    Como disse anteriormente o X que tenho vai rodar 3 anos. Para o ano sim teremos novidades além de câmeras e processador.

  4. joao says:

    o triste é que comprar o iphone 11 nos estates (por exemplo) 699$ -> 634€ e pagar o iva na alfandega que da a volta dos 780 € sai mais barato +-60 euros que comprar aqui. Isto para dizer que não é so a Apple que “xula” o povo. O nosso estado com os impostos fabulosos e com os servicos de caca que temos pagos com esses impostos ninguem chora nao sei pq. Nunca se pagou tanto imposto e nunca tivemos servicos tao fracos. Pedi uma consulta de neurocirurgia no hospital de braga (que supostamente é referencia no pais pelas noticias que saem) isto em Fevereiro, estamos em Setembro ainda nao recebi carta da DATA da consulta….ensino sempre a piorar as condicoes, justica nem falo com processos que demoram 13 anos a ser resolvidos….sem esses 3 pilares a funcionar nenhum pais vai pra frente. foi um desabafo…

    • Lopes says:

      Caro “joao”, este país está bom para quem não precisa do SNS, da justiça, pagar impostos ou de uma decisão de um qualquer organismo público. Sei de fonte directa que no IPO de Lisboa ainda há pouco tempo os enfermeiros de algumas áreas já nem luvas tinham…. andavam a tirar à socapa de outros serviços onde ainda tinham algumas….
      Infelizmente, como não temos comunicação social, temos canais dedicados ao futebol, isto vai passando incólume…
      Foi um desabafo…

      • Miguel says:

        Experimenta ir para o serviço de urgências (trabalhar) e chegares lá e nem teres um monitor de sinais vitais num Hospital literalmente novo com instalações modernas mas sem equipamentos e quase sem macas 😉

        É esta a realidade do país. O problema não é o SNS até porque o privado não é melhor, mas sim infelizmente o IPO de Lisboa esta de facto a passar maus momentos mas existem zonas do norte ainda piores sobretudo na área da saúde onde o centro “tenta” prejudicar de um modo com cortes o norte. Basta olhar as ordens circulares do centro vs norte. Enquanto no norte existe enorme dificuldade em passar exames médicos, consultas externas no centro facilitam até nas receitas, exames onde nem precisas de ir a consulta, basta escrever num papel para a médica de família o que desejas e a mesma passa a credencial (P1).

        A ironia disto é que o povo como utente vê um lado mas quem trabalha com amor irá ver o lado ainda mais surreal das coisas. Custa me ver os atrasos nas consultas, receitas que nem deviam ser passadas e exames que deviam ser mandatários e anuais que os colegas não passam.

        Para teres noção: A partir do momento que vejo alunos da faculdade de medicina do Porto a entrarem com grades de cerveja para as instalações do Hospital porque os mesmos podem visto que a faculdade detêm posse e direitos sobre o terreno do Hospital, acho que por si só tira a conclusão como está desde o ensino aos futuros profissionais, às condições e ao controlo sobre as coisas!

        Tenho colegas que nem sabem o que é uma análise clínica sanguínea completa, é sempre o básico quando não custa nada pedir algo mais elaborado. Um mero exemplo, alguns nem sabem o significado de PCR (Índice de inflamações desde problemas cardíacos até ao cancro). Eu costumo geralmente publicar uma lista de exames que DEVEM pedir ao médico por direito do utente mas muitos quando chegam ao consultório e dizem “x médico” mandou me pedir isto eles nem sabem o que dizer, ficam apenas “ah não vejo necessidade”.

        O que não se trata antecipadamente, pode não ter cura. O mesmo se aplica à medicamentos onde alguns utentes tomam medicações para combater o colesterol desnecessariamente e outros tomam os mesmos de forma errada.

        Não existe justiça em Portugal, não existe condições de saúde, não existe educação ou formação digna e não existe grande futuro em Portugal.

        Por vezes envergonho me de ser profissional de saúde e de sequer ouvir falar na palavra “greve” num juramento de Hipócrates onde de facto existe muita hipocrisia em torno de tudo 🙂

        Nota: O Hospital de Braga era conhecido pelo pior Hospital do Norte, não sei onde foi buscar isso da referência mas não acredite em noticias. Se vê que esta a demorar, faça pressão, pois tem todo o direito a saúde e ao acesso das consultas externas. É vergonhoso mas tem que andar décima deles.

        O Hospital São João (pioneiro em Neurologia) esta a fazer ressonâncias até as 01h da manhã para acelerar coisas que possam estar em atraso. Também dispõe do Hospital Santo António igualmente pioneiro em Neurologia onde todos os casos graves da Via Verde AVC vão “parar”. As melhoras!

        Um pequeno offtopic e desabafo,
        Abraço! E muita saúde!

        • joao says:

          O novo hospital de Braga, tem saído na Tv com o primeiro ministro e tudo a falar como exemplo de sucesso de um hospital com parceria publico-privada..só no papel pq nunca foi lá a uma urgência como eu fui e fiquei lá 10 horas com uma hérnia na c7 à espera….isto para me darem droga de cavalo e mandar para casa que estou pronto para outra….sem recomendações, nada….é Voltarene e mais nada. passado 2/3 meses há espera e sem resposta do hospital de Braga, pedi à minha medica de família para fazer o pedido de consulta no S. João que me aconselharam la um medico e nesse passado 1/2 meses já tinha consulta marcada e outro mês para a ter (que continuo achar demasiado para ser atendido de consulta)…a medica avisou-me logo que la a lista de espera para ser operado era superior a 1 ano e meio…penso que o povo não faz ideia do que é uma hérnia e das dores incapacitantes que são. tinha uma vizinha minha que teve 4 anos à espera…a ir ao pão que ficava a 100m, demorava 20 minutos a ir. e mais 20 a vir. ressonância tive que fazer eu no privado (210 euros) consultas de neurocirurgia (80) que já me queria operar por 5mil euros. fisioterapia 4x(100), piscina (40) isto pq o nosso sistema de saúde é assim. entretanto com isto tudo e ida a 4 médicos cada um a dizer uma coisa (50% diziam que tinha que ser operado 50% esperar), osteopatas, Físio e piscina melhorei ao ponto de ter dor 1/10 e 0/10 que é bem bom..tive meses com dor 6-10/10 sem conseguir dormir (adormecia com cansaço acordava logo a seguir com as dores)…ah no hospital de Braga ainda espero pela PRIMEIRA consulta de neuro…
          obrigado pelo apoio.

          • Miguel says:

            É de lamentar a sua situação e a de muitos utentes na mesma situação.

            Os atrasos fazem se sentir e eu como anestesista posso te dizer que devido a greves só em 1 Hospital Central do Porto houve mais de 350 cirurgias a serem adiadas.

            O problema é este mesmo: Cada um vai dar a sua opinião. Sou a favor da medicina alternativa quando esta ainda consegue “ajudar” o utente. Uma coisa é certa, as listas de espera seja para que área for são enormes a pontos de as pessoas serem forçadas a irem ao privado e no privado por “norma” brincam com a situação, adiam etc etc para ganharem mais dinheiro.

            Seguros de saúde nem compensam a não ser que tenham ADSE o que é uma enorme vantagem a nível de saúde. Fora disso, Portugal esta a piorar dia após dia no sector da saúde e acho ridículo as pessoas darem tanto dinheiro por um telemóvel quando no dia de amanhã podem precisar do dinheiro para terem que o usar para fins de saúde 😉

            O senhor viu a fortuna que gastou (e teve sorte na REM ser só 210€ pois costumam ser mais de 300€ com contraste) em pouco tempo e num caso com qual não se pode brincar pode dele depende para “poder” trabalhar ou ficar numa cadeira de rodas.

            Se a pessoa não morrer à espera do tratamento morre a espera da consulta e esta se for com sucesso, porque infelizmente o profissionalismo esta a decair cada vez mais e os nossos colegas pioneiros estão se a reformar. Folgo em saber que pelo menos consegue ter conforto na vida e acima de tudo que não sofra pois como Médico da Dor e não só sei o que é sofrer de uma hernia que por vezes invalidam para a vida uma pessoa.

            As suas melhoras 😉

    • JS says:

      Obviamente que essas contas estão mal feitas. Questões alfandegarias levam taxas e taxinhas no meio, e o preço a pagar é bem superior aos tais 780€ porque não é só o IVA que pagas.

      • joao says:

        nao estao assim tao mal feitas como pensas…essas taxas e taxinhas é se mandares vir e ficar na alfandega… processo bla bla bla..se leres bem o que disse é comprares o iphone 11 LÁ não é mandar vir..falei do pior cenario porque o normal é vir com ele no bolso e nem o IVA pagas.
        quanto as taxas, ja mandei vir muita coisa dos estados unidos e nunca paguei 60 euros de taxas que é a diferença para o preço aqui.

    • Miguel Costa says:

      Atenção é que os Iphones dos EUA podem não funcionar em Portugal… Além que vais ter de aprender coisas que nunca poderás perceber para lhe mudares a linguagem e a forma de operar nas redes nacionais (se é que consegues aprender como activar o suporte de rede europeu). E muito bonito armares em espertinho sem saber do que escreves.

      • joao says:

        mas tu sabes as asneiras que estas a dizer? se comprares um iphone desbloqueado na loja oficial da apple ou em qualquer operadora nos estados unidos vai funcionar 100% aqui em tugolandia. os por contrato e so na Verizon é que podem vir so por CDMA, mas ja ouvi casos que vem com o GSM e CDMA desbloqueado. Todas as outras ja funcionam em GSM que é o sistema europeu.
        gostei do aprender coisas que nunca poderas perceber….faço apps de modo de vida, trabalho em informática há mais de 30 anos, provavelmente sei coisas que tu nunca iras perceber…

  5. Cortano says:

    No artigo esqueceram-se de mencionar o produto mais demonstrado no evento:
    Vídeos sobre tudo e sobre nada.

    Parecia que estávamos a ver um programa TV em directo com os anúncios pelo meio.

  6. Beatriz Gosta says:

    A fotografia sem luz foi também melhorada, garantindo agora que é possível captar imagens na escuridão total. Consegue captar luz onde pensávamos não ser possível, para assim termos fotografias únicas.

    “Escuridão total”? hah

    “Consegue captar luz onde pensávamos não ser possível” nós sabemos que é possivel. e já há bastante tempo, com o pixel e com a huwaei. onde andaram voces no ultimo ano e meio?

  7. Rui says:

    … e existem pessoas como eu que tenho um P7 que vai fazer 4 anos, com a bateria original, com marcas evidentes de uso intenso, com um ecrã sem um único risco , que faz fotos magníficas, etc. Custou 180 paus na altura com os pontos Vodafone que eu tinha. Entretanto os meus colegas aqui ao lado já trocaram várias vezes os iphones, ou porque sairam modelos novos, ou porque as baterias deram o “berro”… Portugal é o país do mundo onde a quebra de vendas de iphones foi mais acentuada (18% yoy). Na minha modesta opinião não vale a pena gastar mais do 400 euros em telemóvel (digam o que disserem). Um telemóvel é um mero bem de consumo e o que se está a passar é o mesmo (ou semelhante) ao que aconteceu há uns anos quando surgiram os primeiros Notebooks/Laptops. Primeiro caríssimo e depois do mercado saturado preços muito mais acessíveis. o HW é baratíssimo.

    • Kao says:

      O software é o melhor do iphone. Sempre foi, prefiro pagar a diferenca e nao ter malwares e bloatwares tipicos do android, melhores apps sem ads e updates 5 anos com seguranca a serio. Digam o que quiserem não me mudam a opinião

      • Miguel Costa says:

        És rico. Podes pagar 1800 euros por um telemóvel, 160 euros pela capa e 300 euros pelos airpods. Parabéns. Felizmente foram obrigados a dar 2 anos de garantia… senão eram 6 a 12 meses, dependendo das peças.

      • joao says:

        só é verdade o teu raciocinio se trocares de smartphone de 5 em 5 anos…que duvido que o faças. Depois um iphone passado 3 anos fica uma calculadora com os updates que leva, e de proposito para te forçar a comprar um novo. malware e bloatware so falas por falar.
        a vantagem do android é que tens escolha, logo podes comprar um smartphone sem nada (google one ou pixel) ou com uma skin e com muitas apps preinstaladas para te facilitar a vida. há que lhe chame bloatware. Seja como for es livre de as tirar (ao contrario da apple que tens apps que nao as consegues tirar). malware nunca tive, cada um sabe de si, nao falo pelos outros. sem ads? chama-se apps pagas…queres tudo gratis mas das +1000 euros por um aparelho e nao tens 1 euro para dar por uma app? lol.
        eu nao tenho nada contra a apple alias, tenho 3 ipads, ja tive iphone e pondero voltar a comprar 1 pelo tamanho e mais nada que os androids agora lembraram-se todos de fazer tabuas de engomar. aguard o pixel 4 para me decidir. nao pelos motivos que referes. ambos sao bons, so um pato mal informado que nunca experimentou um topo de gama android de 2019 é que pensa que a apple é melhor.

  8. Fulano says:

    Apenas “mais do mesmo”…
    Uma pessoa consegue ficar aborrecida com tanto nada que tinham para “oferecer”…

  9. Kao says:

    Simplesmente o melhor smartphone do mercado e o iphone 11 vai ser um sucesso. Os invejosos aqui da net sao os primeiros da fila. Sempre foi assim

    • Miguel Costa says:

      Claro que vai… até vão ter 6000 portugueses ás portas das 30 lojas portuguesas, já a partir de amanhã, para poderem fazer as pré-reservas e pagarem 50 euros mensais pelos cartões para usar a internet das operadoras portuguesas.

  10. jose says:

    A apple merece críticas muito positivas mas ao mesmo tempo muito negativas. Na realidade até caem no ridículo quando, nos eventos, de forma sistemática se gabam que estão a apresentar o melhor iPhone de sempre! Pudera… Se é mais recente, tem de ser melhor que os anteriores. Tanta gabarolice, quando dentro de 11 meses e tal, já vêem de novo com mais gabarolice fazendo cair por terra a gabarolice do ano anterior.
    O pior disto tudo é descontinuarem equipamentos que ainda nem há um ano saíram e que eles diziam que eram isto e aquilo… Estão a mudar tudo de um ano para o outro. Antes, era no mínimo 2 anos. Cada ano, faziam um “upgrade” mas nunca se viu nada assim… Quem compra um equipamento e vê que depois de pouco tempo já nem é comercializado, que valor passa esse equipamento a ter?
    Enfim, isto não é mais que um desabafo de alguém que vive num país onde seria impossível acompanhar estas mudanças todas.
    Tenho alguns equipamentos apple, longe de serem os últimos nem sei se quero os últimos. Para comprar o iPhone 11 pro, mais vale então esperar pelo próximo setembro…

    • Miguel Costa says:

      Para Setembro de 2020, já está anunciado o Iphone 12, por 2800 dólares a 5900 dólares, com suporte para 5G e umas novidades, como o carregamento sem fios dos airpods.
      Já serve para quem os quiser adquirir começar a poupar dinheiro ou fazer uns upgrades nas operadoras de cabo, para poderem comprar por 300 euros mensais, mais a conta dos serviços.

      • joao says:

        mas vai ser mágico…e inovador….vao lançar a impressao digital por baixo do ecra, unico no universo IOS. O mais rapido iPhone de sempre, abandonar o notch, abraçar o usb-c e nao vir com carregador nenhum que o mac pro ja vem…esse tambem serve.

  11. Fixo says:

    E nhã-na-nhã-nhã … e o que a Apple apresentou não presta …
    A Apple valorizou 3,2% e passou o bilião (milhão x milhão) de dólares outra vez 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.