Quantcast
PplWare Mobile

Como descarregar Torrents no iPhone e iPad sem Jailbreak

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Nelson says:

    Eu tenho um cliente torrent (Transmission) a correr 24/7 num dos meus raspberry’s…

    É só ligar-me á minha VPN de casa, e pôr o torrent a sacar, e “esquecer”…

    Depois tenho configurado um script que me manda um email quando estiver pronto. Depois organiza-me os ficheiros, por exemplo, as séries no sítio respectivo dessa série… Os filmes numa pasta própria de filmes…

    • Rui says:

      Eu tenho um NAS, com apps para iOS e Android, pesquiso o que quero, e depois de sacar posso ver ou ouvir via app ou transferir para o device 🙂

      • Nelson says:

        E eu faço o mesmo sem NAS 😛

        O meu PI costou-me menos de metade que a NAS mais barata do mercado.

        Tem aqui um guia para quem quiser saber como fazer… http://j.mp/1iXcfbv

        • João Silva says:

          Muito bom 😀

          Vou testar…

        • Rui says:

          Estas bem enganado. Fazes algo aproximado mas garantidamente não fazes o mesmo. 🙂

          • Nelson says:

            Ahah, o que é que fica a faltar? 😛

          • Rui says:

            Podia dizer que faltam imensas coisas a começar pela simplicidade em como tudo funciona mas… acho que não vale a pena. Tu tens a tua ideia e eu fico-me com o meu NAS 😉

            Enjoy your Rasp 🙂

          • Nelson says:

            Não entendas como um desafio.

            O meu sistema, fui eu que o montei e configurei e até desenvolvi uma parte.

            Gostava de o poder melhorar…

            Quanto á simplicidade, eu só tenho de escrever num txt as séries que quero, que elas vão para ao sistema assim que saem… mais? talvez mais tarde, ponha uma interface web 😀

          • Rui says:

            Eu preferi um sistema simples e que já funciona (apesar de tb ter um rasp). Paguei uns euros? Sim… Da mesma forma que paguei uns euros para ter um Mac e estou super satisfeito. Enquanto se pague por algo e esse algo funcione como se espera ou até melhor, por mim é 5*

            Eu preferi gastar o meu tempo com outras coisas em vez de tentar fazer do Rasp um canivete suiço. Até chegares a metade do que um NAS faz com o teu Rasp… upa upa

            No entanto há que dar o mérito em pores isso tudo a trabalhar 😉

          • Nelson says:

            Para mim, é fácil, porque tenho experiência nisto. Claro que se não tivesse, comprava uma NAS tipo Synology (e não digo que não compre, só pela performance, e por serem tão nice).

            O RPi é um canivete suiço, foi desenhado para isso, e aí está a prova: tanto serve para NAS, como para torrent machine, como para mostrar a imagem na TV, como para…

            Se achas que a tua NAS tem funções, então é porque não tens ideia do que faz o meu Rpi.

            É 100% automatizado, a única coisa que lhe tenho de dizer é o que quero ver!

            O que a tua NAS tem, e o meu RPi não tem, é uma ferramenta gráfica para configurar algumas coisas…

            Porém, a tua NAS não tem XBMC de certeza, e não tem o meu software de automação de distribuição de downloads.

          • Rui says:

            É verdade que não tem xbmc, e há coisas que o NAS não irá ter pois não é essa a sua função, mas, copiar os filmes, series, musicas após download é um script que se pode incluir no NAS, da mesma forma que no Rasp 🙂

            O que me pareceu é que apresentaste o Rasp (a tua solução) como uma coisa maravilhosa para downloads e para mim não o é. Há ferramentas bem mais eficientes e completas do que o Rasp. O meu Rasp serve perfeitamente para o xbmc e chega 😀

          • Nelson says:

            Eu nem preciso de copiar o ficheiro…

            Após o download, podes efectivamente copiar os filmes, séries, e etc para um sítio, sim, mas o teu NAS faz-te isso automático?

            O que eu passei umas boas horas a fazer foi um script que organiza as coisas como o XBMC quer, filmes num sítio, séries no outro, “simples” rejeita, e cada série numa pasta diferente, com o nome da série… Podes até instalar o software na tua NAS, já que é em Python e foi desenhado para Linux…

            Ou seja, podes simplesmente atulhar para lá filmes e séries, torrent ou não, que depois só vais ver no XBMC tudo pronto…

            Além disso, não sei como é na tua NAS para a pôr a sacar automaticamente as tuas séries preferidas, faz isso automático? Eu quando vou dormir ou saio de casa, quando saem séries, ou filmes, é só ligar a TV, que elas já estão lá, em HD, prontas para ver, o XBMC também permite tratar das legendas com o comando da TV…

            Tem limitações, por exemplo, uma transferência mesmo dentro da lan, não ultrapassa os 100 megabit, e em torrents, não passa dos 2MB/s, mas atendendo ao preço, consumo energético, etc…

          • Nelson says:

            *”Samples” rejeita

          • Rui says:

            No NAS dá para fazer isso, basta usar ou criar o script que pretendes… Para os NAS da Synology já existem scripts criados, basta pesquisar um pouco.

            No meu caso como não preciso disso, pesquiso o que quero atraves da app DS Download. Depois para ver, uso a app DS Video ou então na TV ligo ao NAS (aparece como servidor de video) escolho o que quero ver e já está…

            O XBMC para mim só serve para ver TV 🙂

            O Rasp é excelente e como te disse e há que dar mérito a configurar isso tudo, no entanto
            para o utilizador comum ou aqueles que não lhes apetece perder tempo com isso (tipo eu 🙂 ) um NAS é bem melhor. Além de que já tem apps para iOS e Android muito completas

          • Nelson says:

            Não digo que não 😉

        • Alvaro says:

          NAS é sempre vantagem, você economizou, mas NAS é NAS

      • Blueparty says:

        Podes explicar um pouco melhor como fazes?

    • José Rodrigues says:

      @Nelson, queres contribuir e partilhar esse script?

  2. Benchmark do iPhone 5 says:

    Funcionou, sim senhor 🙂
    Por acaso não conhecem um link para ver bola online no iPad ?

  3. Vicente says:

    E XBMC sem jailbreak? Isso é que era 😛

  4. Hugo says:

    Eu consegui efectuar o download mas não sei onde e q o ficheiro fica guardado. Podem ajudar?

    • Benchmark do iPhone 5 says:

      Suponho que estás a usar o Safari para iOS.
      Faz os downloads, mas a gestão dos downloads não é muito amigável (uso o iCabMobile)

      O Zbigz primeiro faz o download do torrent – 1ª linha da última imagem do post (deve ser isto que referes ter feito o download)
      Depois é preciso premir a seta, na mesma linha, ao lado do quadrado encarnado com a x.
      Só então começa o download do ficheiro a que respeita o torrent.
      No Safari a única indicação de que o download está a decorrer é o círculo da actividade da internet no canto superior esquerdo.
      No fim do download o Safari vai perguntar com que aplicação se quer abrir o ficheiro (normalmente um que descomprima Zip/Rar).
      Experimenta com um ficheiro pequeno para confirmar.

  5. Gerardo says:

    A Apple não deixa usar BitTorrent ???? E o resto dos protocolos? Que piada de empresa!!

  6. Pedro says:

    Ao fazer o download de músicas/álbuns elas não ficam nas músicas? Só consigo ouvir no site

  7. Rui says:

    A mim diz.me page not found e nao me faz dowload nenhum… Alguem pode ajudar ?

  8. Ismael says:

    Quando o torrent é de um arquivo de áudio, vídeo ou texto, o Safari abre no próprio site, em vez de perguntar onde quer que abra o arquivo. Como posso resolver isso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.