Quantcast
PplWare Mobile

AT&T pôs o pé na argola

                                    
                                

Autor: Ricardo Ferreira


  1. Diogo Alves says:

    Será que meteu o pé na argola ou numa mina de ouro??

    Não será tudo isto parte da grande jogada de marketing a que já fomos habituados pelos colossos norte americanos do mundo da informatica??

    Quanto é que a Apple não irá valorizar na segunda feira depois deste “descuido”… quanto é que a fortuna do Sr Steve não irá aumentar??

  2. Rui says:

    Sim mas repara, quem é que vai comprar um iphone agora, depois de saber que daqui a uns meses vi sair um bem mais rapido, quem sabe com caracteristicas bem melhores?? Mais vale esperar, não? Se todos pensarmos assim, as vendas vão abaixo…

  3. Maria says:

    Eu gostava tanto de ter um… até mesmo este actual que é bem lentinho lol 🙂 (visitem meu website)

  4. PEDRO says:

    Puseram o pé na argola?? Porquê não tou a ver qual o problema… Já se esperava que tal como com os iPods tivessemos gerações de iPhones.

  5. Bem, eu já tive a mexer num iPhone na Media Markt no Porto Gran-Plaza e se já estava apaixonado fiquei maravilhado… já têm o meu contacto para me ligarem quando souberem o dia oficial de início de venda em Portugal, para poder reservar um!

    É demasiado funcional e rápido para não o comprar 🙂 Então aquele browser é que me dava um jeitaço… agora pelo que sei o que vai sair em Portugal ainda não é o 3G, mas se demorar mais 1 ou 2 meses, acho que consigo esperar 🙂 sempre a internet é mais rápida 🙂

  6. zé do povo says:

    é melhor esperar por 2010 vem um super telemóvel a caminho .. ah e em 2045 os bebés vêm com telemóveis incorporados no corpo com 100 Megapixels e zoom de 500x, zom Tv sem cabo, Abs, feixo centralizado, Gps, Net, Etc tudo incorporado..
    É melhor esperaaaar! 😀

  7. kincas says:

    “No que toca ao iPhone 3G, a estratégia é óbvia. A empresa sempre recusou comentar qualquer coisa relativamente à nova versão do iPhone pois isso poderia afectar as vendas da versão actual.”
    Mais uma barbaridade.
    O SJ já comentou (até mais que uma vez).
    Pode ser visto até a entrevista conjunta dele e do Dir. da O2 (UK) quando anunciaram o lançamento à imprensa no iPhone no UK.
    A questão está no chip ser um “mamão” de baterias.
    Depois disso já também falou que com o novo chip seria uma questão de tempo até ser 3G.
    A “jogada” da AT&T é outra. A entrada no licitação pelos 700MHZ por parte da Google (e talvez da Apple). Ai as comunicações passam para VoIP.
    Nessa altura o 3G já ninguém quer saber dele.

  8. fedora600 says:

    Ao dar-mos as vendas o Iphone temos também que dar as devoluções, por não ter 3 G e outras observações, falam do B.Gates mas o steve é igual.

    As google vem a caminho e vão ver que no meio de uma chamada vamos ter publicidade :-).
    Concordo com o que o Kincas diz….

  9. kincas says:

    To fedora600
    O facto de não ter 3G não é razão para devolver a compra.
    Não é anunciado como tendo portanto não pode ser desculpa para devolver.

    Já agora para “complementar” o que indiquei. Tinha lido no MaCnn
    http://www.macnoticias.net/?q=node/2722

  10. Ze das Couves says:

    Fdx era so pra dizer q o Steve Jobs na deu um tiro no pé, mas sim um tiro na cabeça :P.

  11. kincas says:

    Pois….
    Nota-se.

    Deve ser por isso que já está em segundo lugar de vendas de Smartphones à frente da Symbian, Linux, Palm e M$ mobile.

    http://ilounge.com/index.php/news/comments/iphone-second-in-q3-smartphone-market-share/

    Que grande tiro na cabeça.

    Também se disse o mesmo do iPod e está mais que provado a “flop” que foi e é.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.