PplWare Mobile

Apps do iOS vão chegar ao macOS ainda durante 2018


Pedro Simões

Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

29 Respostas

  1. Belmiro says:

    Vão é fundir os dois SO .

    Mas se são tão contra Touchscreen nos PC, como vão interagir com as apps?

    • Luís says:

      Com rato e teclado…
      o giro é q critica(va)m a Microsoft por fazer isso e agora fazem igual… vá se lá perceber
      ou será q por ser a Apple a fazer já é uma “inovação”?

      • Helder says:

        Quando é que a Apple fez isso?

        Não fizeram, já disseram que não vão fazer, mas os haters como tu já estão a criticar!

        Contado, ninguém acredita!

      • Vítor M. says:

        Luis, a Apple não critica a Microsoft, até porque cada vez mais a Microsoft está arredada destes campeonatos. A Microsoft é cada vez mais uma empresa fantástica a desenvolver software e para macOS e iOS faz coisas que são realmente os melhores… mas pouco mais. Não é que não tenham algumas excelentes ideias, que têm sim senhor, mas não têm tração.

        Para haver certas plataformas, há que ter ecossistema. A Apple tem isso e, como referiu o Belmiro, poderá um dia unificar os sistemas operativos. A Microsoft até já o tentou, mas não o conseguiu, porque faltou o mais importantes: developers.

        A Apple. se um dia o fizer, não será inovadora na ideia, poderá sim ser inovadora na experiência de utilização, se esta funcionar claro. O que importa a cada utilizador Apple é a qualidade de utilização… não sei se para os outros também será esse o critério mais importantes 😉

        Mas há uma coisa que não podemos nunca deixar de aplaudir, que é a parceria que a Apple tem com a Microsoft… em breve iremos ver muito mais em termos de aplicações, software dedicado e empresarial no macOS 😉 sim sim, graças à qualidade Microsoft.

        • Luís says:

          Vitor, não estou a dizer q a Apple critica a Microsoft. Sei q as empresas tecnologicas até são “parceiras”. Estou a dizer q os “ifans” bateram tanto na Microsoft por ter tentado a unikdicação (que não se conseguiu e com muita pena minha) e agora é vê-los caladinhos…

          • Luís says:

            “tentado a unificação”, quis eu dizer…

          • Vítor M. says:

            ò estás a falar de algo que só tu sabes, de certeza. Desde quando se tem em linha de conta o que dizem os haters e trolls? Estou a falar de dados concretos não é de invenções. Se fosse assim, estávamos tramados, porque segundo dizem alguns desses paineleiros e Youtubers a Terra é plana. Por amor da santa 😉

            Eu estou a referir-me ao concreto, aquilo que as empresas têm feito.

          • Luís says:

            Estou a falar com base nos comments q li aqui, principalmente nos artigos sobre o “defunto” W10M, a maioria deles a deitar abaixo a tentativa de unificação por parte da MS (“ninguem usa o W10M” e cenas do tipo…)
            Agora como é a Apple já fazem todos uma grande festa com a “novidade nova”

          • Vítor M. says:

            Leste só os trolls então. Sugiro que leias além do bom conteúdo dos artigos algumas boas participações, que são a maior parte.

            Sobre o que referes, bom como já disse em cima, a Microsoft lançou em tempos o Windows Phone que iria fazer o caminho das pedras ao ponto de ter afastado a sua suite de qualquer outra influência. Na minha opinião e porque estive diretamente ligado à massa crítica quando o Windows Phone ainda nem versão beta era, posso-te dizer que estava um projeto fantástico apenas pecava por estar dois anos ou três atrasado face ao mercado dos smartphones, alias, referi na altura isso quando da apresentação da última versão do Windows Mobile (salvo erro foi no ano 2009, no Tagus Park).

            A Apple nessa altura já tinha o seu dispositivo a fazer o grande estrondo por esse mundo fora, mas a Microsoft não se deixou levar pela facilidade de criar ícones, interfaces e ofertas similares, tal como fez a Google com o Android. Não sei se te lembras do início do Android, ainda não era da Google? Aquilo tinha aspeto de BBOS dos anos 90. Nada a ver com as versões atuais cheias de qualidade. Mas depois enveredou por ir atrás das interfaces do iPhone OS da altura. Mas emendou a mão uns anos mais tarde. A Microsoft sempre foi fiel a si mesma. Pena ter escorregado com o hardware e com as empresas de hardware que lhe viraram as costas e apostaram no android.

          • Luís says:

            Eu próprio uso o W10M e gosto bastante, mas com este desinvestimento por parte da MS lá vou eu migrar “de volta para o Android… é uma questão de tempo

        • JNMarcos says:

          A Microsoft “não possui” um ecossistema?
          PC (maior disparado) + Xbox (Apple não tem) + HoloLens (que está num segmento dito como futuro).

          Na real, se a Apple conseguir e a Microsoft não, só digo que há todo um sistema de não apoio às ideias implementadas pela empresa. Dizem que não presta, não funciona, mas basta outra implementar que… SUCESSO.

          “em breve iremos ver muito mais em termos de aplicações, software dedicado e empresarial no macOS”
          Do jeito que fala, parece que a Microsoft veio para servir a Apple. Elas são concorrentes em diversos pontos. O que difere é que a Microsoft é bem mais aberta e põe seu software em quase todo lugar. Diferentemente da Apple e cada vez mais a Google, que vai por esse caminho. O que é algo ruim.

          • Sujeito says:

            A Microsoft veio, de facto, para servir a Apple. Basta saber a história da empresa no passado e perceber a conjuntura atual.

        • Cortano says:

          ” unificar os sistemas operativos. A Microsoft até já o tentou, mas não o conseguiu, porque faltou o mais importantes: developers.”

          Estás a brincar ou a dormir?! A MS acabou de unificar os sistemas e tu dizes que não conseguiu?!

          Windows Core OS diz-te alguma coisa?! isto é que é unificar um sistema! O mesmo sistema operativo pode rodar em todo o lado, é modular, o UI é adatável, modular, etc., e tu dizes que a MS não conseguiu?!
          LOOOOL

          A Apple é que ainda não conseguiu e, provavelmente, não irá coseguir tão cedo.
          A apple continua a ter um SO para cada equipamento.

          Estás a misturar unificação de sistema operativo com “apps universais”. Uma coisa pouco ou nada tem a ver com a outra.
          UWP apps não foi um fiasco! Espero que ao menos saibas o que é UWP (é que não são apps como apregoam)

          • Daniel says:

            “Windows Core OS diz-te alguma coisa?! isto é que é unificar um sistema! O mesmo sistema operativo pode rodar em todo o lado, é modular, o UI é adatável, modular, etc., e tu dizes que a MS não conseguiu?!”

            Ou seja, aquilo que a Apple já faz desde 2007?

          • Cortano says:

            @Daniel: Não, nada disso!! Unificar o sistema não é ter icons iguais!
            O OS dos Macs é um, do ipad é outro, do iphone é outro, do relogio é outro… e mais coisas que venham, terá outro certamente.

            O Windows 10 é igual em todo o lado (vai sendo aos poucos). Podes pegar no W10, escolher os modulos que queres e meter no tablet, na Xbox, no frigorifico com touch, no aparelho IoT, etc.
            A base é sempre a mesma, atualizas a base e atualizas tudo ao mesmo tempo.

    • Vítor M. says:

      Poderá realmente um dia passar por aí, até acho que o lógico seria mesmo isso e penso que passo a passo a Apple quer um iOS ou um SO com a mesma base para tudo. Haverá certamente vantagens, desvantagens… pelo menos há maior controlo de qualidade, há muito mais oferta e poderá haver uma descoberta de novas ideias para as apps.

    • Helder says:

      Não vão.

      Já disseram que não, continuam a insistir que Apple = Microsoft

  2. Toni da Adega says:

    Parece ser uma boa ideia, mas como é que vai ser a interacção?
    Por rato/touchpad ?
    Se for por rato está aberta a porta para a utilização de rato/touchpad no iPad Pro.

    A outra opção era introduzir touch screen nos Mac, o que é bastante improvável porque isso ia abrir a porta aos 2-1 e matava o iPad,

  3. SSilva says:

    Fixe fixe eram as features de aplicações como Lightroom e Photoshop funcionassem de forma completa num ipad e assim. E o mesmo acontece-se com apps moveis a funcionar em mac. Se conseguirem isso estão de parabéns. Aliás já deviam ter unificado a plataforma logo desde o lançamento do primeiro iPad Pro, se tivessem feito isso logo naquela altura competia de forma mais justa com o concorrente surface da microsoft que queiramos quer não é máis util por ser um autêntico 2 em 1.

  4. eu says:

    1 espécie de surface pro com o sistema operativo macOS “para mim” seria o casamento perfeito entre a portabilidade e o meu sistema operativo preferido.
    No entanto isto poderia ser visto como conflito com o iPad mas eu não creio.
    Não vou comprar um iPad para produtividade por muita portabilidade que tenha.

    • Brasão SS says:

      A ideia deles também é trazer as funcionalidades do macOS para iOS. Eventualmente o macOS será para nicho muito específico, enquanto o iOS será para as massas. As apps do macOS, serão evidentemente todas desenhadas de novo adaptadas para o touch. Apps dedicadas a certas tarefas, funcionam muito bem com Apple pencil.
      Acredito que num futuro, a Apple mate o macOS, e o iOS seja o natural substituto. Mas para isso ainda há muito que fazer para o iOS conseguir substituir o macOS.
      “Importa lembrar que a Apple não pretende fundir os seus dois sistemas operativos.”
      Não é assim tão categórico, isso não é impossível de fazer, só que requer muito tempo para a “coisa” funcionar. (opinião pessoal, claro)
      Outro pormenor que faz falta para funcionar é fazer com que o iOS e iPad consigam expandir a área de trabalho, para monitores de alta resolução. Cada vez mais a arquitectura ARM se aproxima da performance que a Intel e AMD têm nos chips menos potentes, superando alguns já.
      Mas isto evidentemente são meras especulações. Mas há muitos que vêem esta mudança como lógica.

  5. Tony says:

    Pelo que percebi de outras fontes não vão propriamente colocar as app iOS correr no macOS mas sim redesenhar a camada de apresentação das apps para que os developers consigam desenvolver apps universais. Devem fundir UIKit / AppKit com um toque “swift” (como já fizeram noutras camadas) e o developer poderá então desenvolver apps adaptativas (como já acontece com o iPhone/iPad) para correrem em ambos os devices.

    iPhone != iPad != Mac

    A ideia será partilharem a mesma camada de apresentação, tal como já acontece com as outras camadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.