Quantcast
PplWare Mobile

Apple vai incluir iPhones com ecrã partido no programa de trocas

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Simões


  1. Miguel says:

    O programa de trocas é uma treta, deixo cair o equipamento de 1000 euros e estrago o botao home se o levar a apple querem que eu deixe ficar la o meu e traga um novo iphone por mais 800€ 🙁

    E que tal venderem so o botao que anda na casa dos 5 euros?

    Eu tenho um bmw e se precisar de uma peça original eles vendem nao tenho que trocar o carro.

    Nao existe ninguem que os meta em tribunal?

  2. Mylittlelife says:

    Fazendo isso consegue recuperar por um valor residual os telemóveis antigos, vender, ganhar dinheiro com isso, e ainda assegurar que o dono fique agarrado à marca/Store e ganhar com isso ainda mais dinheiro!

    Acho que todos saem a ganhar inclusive o consumidor que pretende permanecer na Apple.

    Já agora há o rumor que a Apple irá dar nos novos iphone 7 a garantia de troca imediata do terminal se o ecrã se partir antes dum ano após a venda. Se assim fosse era óptimo.

  3. B@rão Vermelho says:

    Se me dessem com a entrega do meu IPhone 4, um 5S e eu tinha de dar mais 150€, voltava a ser cliente também no serviço móvel, mas como isso não è possível, continuarei a ser cliente com um IPad 2 e vários IPods, para mim é talvez o melhor produto da Apple.

  4. Miguel says:

    A apple precisa de vender mais iPhones… não tarda nada também aceitam Windows Phones. Mas os seus donos não são tão burros 😀

  5. Anonimato says:

    a sério? O iPhone 5s passa a valer 50 dólares? Wtf? Um ecrã vale isso, um botão vale menos que um ecrã.

    Desvalorizam tanto o seu lindo iPhone por um ecrã partido? Ou seja, se eu comprar um vidro novo no eBay e troca-lo, ele passa a valer mais…. o que prefiro eu?

    Apple pensa que alguns usuários são estúpidos. Continuem a pensar assim!!!

  6. João Pedro says:

    É um pouco à imagem da Google que no primeiro ano faz a troca do vidro se partir, só há um “SE” muito grande.. Troca SE for nos EUA.
    Se a Apple o fizer também na Europa será uma boa noticia para os futuros acidentados.

  7. BG says:

    Esta noticia não tem qualquer interesse para nós, pois essas campanhas só funcionam nos E.U.A…………. era bom que viessem para cá, mas se já que preferem um iPhone 5S todo partido a um 4 impecável, também não me parece que seja bom negocio para a Apple porque estraga assim telefones novos, tem muito para gastar, e por isso compra na mesma quer seja ou não com incentivo.

    • Vítor M. says:

      Tem interesse, ficas a conhecer algo que um dia pode chegar aqui ou se fores para lá, sabes que podem ter esse serviço. O saber não ocupa lugar.

    • JBM says:

      aparelhos electrónicos muito + velhos têm naturalmente um valor monetário inferior. O seu preço depende da procura para revenda ou para peças, e nesta altura quase ninguém quer iPhone 4.

    • Carlos Gomes says:

      O que a notícia indica já sucede parcialmente cá em Portugal. É possível substituir o equipamento avariado ou danificado, num centro autorizado Apple. A Apple retoma o equipamento do cliente e vende outro recondicionado com 2 anos de garantia por um valor inferior ao custo de mercado.
      Tem é de ser sempre o mesmo modelo, cor, capacidade, etc.
      Quem diz Iphone, diz Ipad.
      É também uma forma da Apple garantir padrões de qualidade nos equipamentos, porque por exemplo, substituir um ecrã partido numa loja à mão é completamente diferente de um equipamento que já vem instalado de fábrica.

  8. Carlos Gomes says:

    Essa informação está errada, e não é assim que se procede nos centros autorizados Apple em Portugal. O exchange apenas permite substituir por um equipamento igual (cor, modelo, capacidade, etc), nunca por um melhor ou pior. Quem quiser fazer um exchange de um iPhone 4 é lhe entregue um iPhone 4 (a Apple ainda tem stock). O equipamento pode ter o vidro partido, mas não pode ter falta de peças ou ter sofrido intervenções não autorizadas (como troca de bateria, ecrã, etc, em locais não autorizados). Basta que o SIM tray já não seja o de origem, para impossibilitar o exchange. A informação colocada nesta notícia não se aplica em Portugal, e cá já é possível há anos troca de iPhone ou Ipad com vidro partido.

    • JBM says:

      Não há programa de trocas em Portugal já que isto é exclusivo das lojas da Apple e não há lojas da Apple em Portugal!
      Parece que estás a confundir com questões de garantia e arranjo de aparelhos.
      Também duvido que em Portugal haja stock de iPhone 4 novos, o aparelho deixou de ser fabricado há 2 anos; agora só se deve arranjar aparelhos usados recondicionados pela marca.

      • Carlos Gomes says:

        Todos os centros autorizados Apple efetuam o exchange de equipamentos fora de garantia. O iPhone avariado é devolvido à Apple, e vem outro idêntico. Não há stocks alguns em Portugal, a Apple envia tudo via UPS, pedem num dia, está cá no outro. A Apple até há bem pouco tempo tinha stocks de iPhone 3GS.
        Os equipamentos de exchange são sempre recondicionados.

        • JBM says:

          Tal como disse estás a confundir o programa de trocas com o processo de arranjo de aparelhos avariados.
          O programa de trocas é uma avaliação monetária para quem quer vender os seus aparelhos velhos e comprar um novo, e isto que é aqui descrito é exclusivo das lojas da Apple.

          Segundo a legislação a substituição de aparelhos avariados em Portugal dentro de garantia não deve ser feita com aparelhos usados, a não ser que já não existam novos e o consumidor seja informado – a substituição implica reposição de conformidade do contrato de compra. Por isso não me parece que sejam sempre substituídos por aparelhos recondicionados.

        • JBM says:

          Tal como disse estás a confundir o programa de trocas com o processo de arranjo de aparelhos avariados.
          O programa de trocas é uma avaliação monetária para quem quer vender os seus aparelhos velhos e comprar um novo, e isto que é aqui descrito é exclusivo das lojas da Apple.

          Segundo a legislação a substituição de aparelhos avariados em Portugal dentro de garantia não deve ser feita com aparelhos usados, a não ser que já não haja novos e o consumidor seja informado – a substituição implica reposição de conformidade do contrato de compra. Por isso não me parece que sejam sempre substituídos por aparelhos recondicionados.

          • Carlos Gomes says:

            Não estou a confundir não. Aquilo a que me refiro, é o chamado “exchange” na Apple, e que serve até para peças. Imaginemos, uma logic board de um MacBook Pro. Existem 2 preços: o exchange, e o retail. No exchange, a Apple remota a logic board do cliente, e vende outra a um preço inferior ao de retalho.
            O mesmo se passa com o iPhone. A Apple valoriza o equipamento do cliente, porque lhe vende outro, com 2 anos de garantia, por um valor manifestamente inferior ao de venda a retalho.
            Aparelho que caiu ao chão e partiu o ecrã, não tem garantia!

          • JBM says:

            Mas santa paciência. Continuas a caracterizar processos de reparação de aparelhos pela Apple (ao mesmo tempo que negas que isso é uma das formas de reparação da Apple), e a confundir isso com o programa de trocas. A Apple não vende “Logic boards” e quase nenhum componente interno dos aparelhos a terceiros, só aos seus centros de assistência que não os podem revender – é apenas para reparações.
            Em lado nenhum em Portugal a Apple anda a comprar aparelhos usados. Se tens provas do contrário mostra onde é que a Apple tem essa informação.

  9. luis rocha says:

    Publicidade enganosa.
    Os membros Iphones deviam processar a marca ao tribunal, há muito!…..

  10. Alex Fabiano Longo says:

    no Brasil a troca custa R$ 1200,00, sendo que um 5s custa em torno de R$ 1500,00, sabendo que não irá receber um iPhone novo e sim um recondicionado, melhor pagar R$ 200,00 pra trocar a tela em uma lojinha da esquina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.