PplWare Mobile

Apple perdeu a batalha legal com a Swatch para usar o slogan “Tick Different”


Fonte: Reuters

Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. Filipe says:

    É curioso e hilariante como só a justiça mais corrupta do mundo decide em favor deles.

  2. Jota says:

    A Apple é como os chineses, copiam tudo!

  3. LG says:

    Apple a tentar recuperar os 21’000’000$ perdidos em batalhas legais na suiça em 2012 apos ter copiado o design de um dos relógios suiços mais famosos

    Apple esqueceu-se novamente que o sistema de justica americana patrocinada pela Apple não tem nenhuma autoridade em território neutro 😉 #tryharder

  4. Cortano says:

    A Apple a querer apoderar-se de frases comuns.
    Quando se não tem ideias para mais, arma-se em troll.

    O Tim Apple é um flop.

    • Toni da Adega says:

      O mesmo aconteceu com a palavra App Store. Sendo um termo generico não lhes foi possivel registar e qualquer empresa pode utilizar o termo

      • LG says:

        Olha a Sky (Sky TV, Sky News, etc) registou o nome (neste caso, a palavra) “Sky”

        Não imaginas quantas dores de cabeça isto causou.

        Exemplo o Microsoft Sky Drive teve que ser renomeado para OneDrive. Os produtores do jogo “No Man’s Sky” tiveram também em “guerras legais” com a Sky.

        Mas também graças a eles, o Skynet nunca vai assumir controlo contra a humanidade

    • Sujeito says:

      O flop é tu não estares a par das exigências legais que tornam necessárias estas situações. Por conseguinte, não percebes a situação e estás a dar bitaites baseados em ignorância.

  5. Joao says:

    A Apple está a tornar-se campeã das batalhas perdidas e do copianço.

  6. Sxac says:

    2019 começou muito bem… 🙂
    Airpowers, teclados, ecrãs, Qualcomm, e agora a Swatch.
    Continua Tim, a concorrência agradece.

  7. Vitor says:

    A Apple continua a sua saga…foi andando de “vitória em vitória” até à derrota final!! Esperemos pelos próximos capítulos…o Bill Gates já não é o “dono” da Microsoft para os ajudar a salvar novamente. E raramente a história se repete…

    • Dow Jones says:

      Valor das duas empresas há poucos minutos:
      – Apple: 914,86 mil milhões de dólares
      – Microsoft: 914.45 mil milhões de dólares

      Deves estar-te a lembrar de algum post atrasado 😉

      • Vitor says:

        Lê novamente o que escrevi e depois faz um favor a ti próprio…vai ver a cotação das duas empresas em Janeiro de 2018! Talvez consigas compreender o meu comentário…se necessário eu repito ou faço um desenho!

        • Dow Jones says:

          Desde final de janeiro de 2018 as ações da Apple subiram 15% e as da Microsoft 27%.
          E?
          “A Apple continua a sua saga…foi andando de “vitória em vitória” até à derrota final!! . Esperemos pelos próximos capítulos…”

          Deves estar-te a lembrar de algum post atrasado

    • Sujeito says:

      Mas ainda acredita nesse mito? A Microsoft não salvou ninguém. Informe-se do porquê da injecção de capital que fizeram há largos anos.

  8. Victor says:

    2030: “Apple tenta patentear abecedário de forma a todas as letras e palavras lhes pertencerem”

  9. Fulano says:

    2019, O ano em começou a queda…

  10. falcaobranco says:

    Mais um tiro no pé… siga… 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.