Saiba como recuperar o telemóvel que caiu… na sanita!

Pois é, dá para rir, mas já aconteceu a muito boa gente!

Actualmente o nosso telemóvel é uma das ferramentas mais importantes que trazemos connosco, pois lá encontram-se os nossos contactos, fotografias, mensagens, aplicações, tarefas do dia-a-dia, etc… é como o nosso assistente diário, algo que já quase não podemos passar sem, saudavelmente falando.

Imaginem que o vosso telemóvel sofria este género de acidente, já pensaram as consequências que poderiam vir a ter caso não o conseguissem reparar?

Então vamos mostrar os passos para o recuperar!

EVAP


Antes de indicarmos as dicas, vamos revelar alguns dados curiosos sobre esta questão.

Uma em cada dez pessoas tem o azar de deixar cair o seu telemóvel na sanita… e eis como é que isso acontece:

11

O que NÃO deve fazer:

  • Usar um secador
    • Isto irá acentuar e ajudar a entranhar a humidade, o que facilita a que esta atinja componente mais internos.
  • Tentar carregar o telemóvel antes que este seque totalmente
    • A energia irá para o interior do telemóvel, entrará em contacto com as áreas molhadas, fazendo estragos em componentes sensíveis do aparelho.

Vamos então agora indicar O QUE DEVE FAZER caso o seu telemóvel caia na sanita!

1. Retire o seu telemóvel, o mais rápido que conseguir! Quanto mais rápido o retirar, menos água entrará no seu aparelho

2. Desligue-o! Ligá-lo poderá causar um curto-circuito. Se ele já está desligado, NÃO o ligue!

3. Desmonte todas as peças que conseguir. Bateria, cartão SIM, etc, e coloque tudo sobre um papel absorvente/toalha turca para que sequem.

4. Limpe/Absorva o máximo de água que conseguir. Assim diminuirá o risco que esta se entranhe nas peças mais internas.

how

5. Seque-o com arroz ou silica gel. Coloque o seu telemóvel num recipiente com arroz cru, ou saquinhos de silica gel, para que seque toda a humidade.

6. Deixe-o secar sozinho. Coloque-o num local quente, pode colocá-lo perto de um radiador (mas não nele), e deixe-o lá cerca de 24h.

7. Teste-o! Depois de 24h passadas, chega a altura de verificar se houve resultados. Se por acaso o telemóvel não ligar, tente colocar uma nova bateria. Se mesmo assim não funcionar… pode sempre recorrer às garantia ou ter que comprar um novo telefone!

Algumas dicas para prevenir estes acidentes:

  • Não coloque o seu telefone no solte de trás das calças
  • Se o bolso de trás é a única opção, assegure-se que têm algo como fecho ou botões, caso contrário, evite colocar lá o seu telefone!
  • Compre um telefone à prova de água e invista numa case também à prova de água
  • Guarde o seu aparelho numa bolsa que o proteja

Alguns telefones à prova de àgua disponíveis no mercado:

prova

Cada um destes exemplares consegue aguentar 30 minutos debaixo de 1 metro de água.

No entanto, é menos problemático deixar cair o seu telefone na água da sanita, que numa piscina ou mesmo em cerveja, uma vez que estes dois líquidos são mais corrosivos.

Veja o infográfico na íntegra aqui.

Já alguma vez lhe aconteceu um acidente destes ou do género? Como procedeu?




  •   
  •   
  •  
  • Pin It  
  • Imprima este artigo
  • Post2PDF


80 Comentários

  1. Há alguns anos atrás, a minha querida esposa entornou-me Sumol de ananás em cima e tinha o telemovel no bolso das calças…apesar de o ter desligado e esperado até secar, o açúcar da bebida fez estragos que me obrigaram a manda-lo fora… :(

    • Mandá-lo fora ou mandá-la fora? :-))))

    • O telemovel não gosta de ananás :P

    • Numa situação dessas, depois de desmontar, em especial a bateria, passar por água limpa e depois secar era uma boa opção. O açucar e, pior ainda sal, não podem ficar nos componentes. Não há garantias que funcione, mas é melhor que deixar ficar com o sumo.

    • Maria Helena Abrantes

      Há uns anos em NY/NY fui com a minha filha levar o menino à escola… Ela usa malas enormes e ‘atirou’ lá para dentro ao alto uma garrafa de soda/agua mineral, que não devia estar bem apertada, quando foi para beber água estava tudo molhado…Tirámos documentos e pusemos no tablier a secar…
      Tratei logo de desmontar o telemóvel e secar o máximo possível, mesmo no carro pu-lo ao Sol e não é que resultou?
      Tempos antes, em Portugal, fui à piscina e pus o tlm no parapeito da janela, sequei e entrei em casa… daí a pouco choveu e lembrei do tlm, estava à chuva, mas como era daqueles de fechar pensei que se salvasse… ou nesse dia estava ‘no ar’ e não fiz o necessário…. Foi-se…

  2. A mim infelizmente já, quando era mais novo um Nokia 5140, o que diziam que era aprova de agua e de choques. Na verdade quando o retirei da sanita limpei-o maneiras e na alura funcionou, o problema é que passado cerca 1 hora morreu para o mundo. Apreendi a lição nao ir falar ao telemovel na sanita ;)

    • Uma vez deixei cair um Alcatel mesmo dentro da sanita…
      Solução: Pus-o a secar ao sol um dia e no outro dia estava novo. Somente uma tecla ficou sem luz..!!! :D

    • O problema da sanita, em especial se tiver “nutrientes” como urina, é que esta é ácida. Por isso, temos de passar por água limpa, depois de desligar e tirar a bateria.
      Já me aconteceu uma coisa do género. Passei por água (e lavei bem as mãos, já agora :D ) e o telemóvel voltou à vida sem problemas.

  3. No fim do processo todo rezar que dê pelo menos para fazer backup dos contactos (no caso dos telemóveis mais antigos) lol

  4. O meu neto deixou cair um na água do mar e só ao outro dia é que me veio pedir ajuda.
    Claro que nada feito, nem lhe mexi, o salitre entranha-se de tal maneira que começa logo a corroer os contactos mais delicados.
    Portanto, nada de andar aos saltinhos nas rochas da praia com a namorada e com o phone no bolso traseiro das calsas.
    (trazer/traseiro… uff este portuga)

  5. Tenho um casal de amigos, em que na parte dela, costuma acontecer muito, de 6 em 6 meses, lá vai o telemóvel para a sanita.
    Coitadita – diz o marido- tem um azar dos diabos, isso a mim nunca me aconteceu, lá tenho de ir comprar (pagar) um “menino” novo para ela.

    Resumindo, ela muda de “menino” como eu mudo de “meninas”…

  6. já me aconteceu… lol
    tentei ainda uma outra dica que encontrei na altura – colocar o telemóvel numa taça arroz (substitui mesmo a bateria por arroz), uma vez que é optimo para secar.

    o telemóvel recuperou praticamente na integra… a exceção foi o touchscreen, o que para um smartphone faz alguma falta :)

    resultado, telemóvel novo!

  7. E como resolver a questão do cheiro e dos microbios?

  8. Já passei por uma experiência semelhante. Não foi por ter caído na sanita, mas pelo meu filho que sorrateiramente o apanhou. Passou a chamar-se Babamovel, porque a baba escorria do telemóvel e balançava alegremente na zona do visor. Coloquei em arroz durante mais de 24 horas e funcionou bem. Tive que o deixar à luz indirecta do sol durante mais algum tempo porque ouvia mal as pessoas. Ainda funciona.

  9. Uma dica para ajudar a secar é limpar com álcool, o mais puro possível! Isso ajudará a remover a água e irá evaporar bastante depressa. Há quem simplesmente mergulhe os componentes em álcool
    Deve-se ter alguns cuidados com o álcool pois pode afectar alguns plásticos, mas será talvez um método precioso para a maioria das situações.

    • Alcool isopropilico, mais de 99% de pureza. Podem banhar os componentes nele que não se passa nada. Usava muito quando era técnico de elétrónica. Tem 2 problemas, terem á mão quando isto acontecer e encontrar uma farmácia que vos venda :D

      • vais às “velhas” drogarias ou a boas lojas de materiais de construção, tenho quase a certeza que se encontra lá!
        O ponto que friso é que certos plásticos ou inscrições em plásticos podem não gostar do álcool – pode estragar um pouco o acabamento!

      • Verdade. Eu usava o álcool isopropílico para limpar a cabeça do leitor de DVDs e os respectivos discos ópticos.

        Mas para tirar o sal, se o telefone cair á água do mar, ou noutros acidentes, é o ideal.

        • deves evitar usar qualquer álcool com água salgada ou água com alto teor em sais! O álcool poderá precipitar os sais depositando-se nos componentes.
          É preferível passar primeiro por água pura/destilada, ou uma mistura de água pura – álcool etílico

    • Boas.

      Cheguei a experimentar esse método e não funcionou.. quer dizer, o telemóvel durou mais uns tempos mas acabou por morrer.

      Talvez a solução do arroz seja melhor, tenho que experi… oops!

      • O método não é propriamente para substituir o arroz (convém deixar na mesma secar num ambiente que absorva humidade) e depende da situação pois são sempre operações com alguma delicadeza.
        Se submergir em álcool puro (convém mesmo ser puro) consegue-se chegar rapidamente aos locais onde a humidade acumulou! dessa forma dilui a água e baixa a temperatura de ebulição! A evaporação é muito mais rápida reduzindo o possível estrago.
        Mas nenhum dos métodos irá recuperar de estragos, e o mais certo é que tenham ocorrido estragos dado que o aparelho estava ligado ao entrar em contacto com a água. Por isso, mesmo voltando a ligar é bem possível que tenha menos tempo de vida!

  10. Já levei um xperia ao banho, o Arc S, não este modelo “à prova de água”. Fui filmar o filho a fazer skimi e quando terminei meti-o no bolso, quando dei por mim estava dentro de água muito divertido, e com o telele a vibrar e a apitar no bolso dos calções :)
    Desmontei-o todo de imediato, gastei uma garrafa de água do luso a passar por água doce para ver se o recuperava… e a única coisa que recuperei mesmo foi o cartão de memória.

  11. Até agora tive sorte, nunca me aconteceu mas já vi um pobre coitado que trazia o telemóvel no bolso da camisa e que andava a “inspecionar” uma obra.Debruçou-se a olhar para dentro de um pilar que estava a ser enchido de cimento e… plop. Presumo que o telemóvel ainda lá esteja dentro passados estes anos todos.

  12. Tenho um Monte Carlo que já “mergulhou” num balde com água! Depois de desmontado… seco… continua aqui para as curvas… a funcionar! ;)

  13. ja me aconteceu duas vezes: com um nokia e com um HTC. Das duas vezes fui bastante rápido a retirar, tirei logo baterias e afins e sequei muito bem. Deixei quase um dia desligado antes de voltar a ligar. Felizmente recuperei os dois (o que até nao é normal em mim)

  14. Já deixei cair o meu XPERIA ray numa piscina de agua salgada. Andei pelo youtube à procura de solução. Retirei todas as componentes possíveis (bateria, cartão SIM). Sequei-o com o aspirador. Como não tinha arroz para absorver a humidade, deixei a secar de um dia para o outro. No dia seguinte ligo ao carregador e passados alguns minutos, et voilá inicializou e tem funcionado muito bem.
    O método que o pplware indica aqui é muito bom e recomendo.

    Reparei que no interior, há um pequeno sinal em papel que passou a vermelho. Deve ser para indicar que o telemóvel caiu na aguia. Por isso atenção não vale a pena esconder o facto quando pedirem para reparar ao abrigo da garantia. Os operadores sabem que o telemóvel caiu na agua…

  15. O artigo está muito bom, mas peca pela escassez de informação. E para os casos em que cai num bidé? Ou no lavatório?? :-)
    Algo que ouvi há tempos é que, não tendo o saco de sílica, pode usar-se um pouco de arroz embrulhado em papel higiénico que faz o mesmo efeito para retirar a humidade.

  16. O meu samsung galaxy mini caiu na sanita e consegui recuperá-lo totalmente.
    Apenas fiz mais uma coisa que aqui não aconselham… Eu usei o secador, mas após ter desmontado o telemóvel peça por peça.
    O que custou mais a secar foi o ecrã, mas após algumas semanas já não se notava qualquer humidade dentro do ecrã.
    Quanto aos bichos, garanto-vos que o nosso lava loiças é bem pior que uma sanita depois de puxar o autoclismo…

  17. uma vez deixei um sony ericson cair num riacho de gruta e andou lá ainda uns poucos segundos. Tirei a bateria e a capa da frente (que continha o teclado e afins) e deixei a secar durante um dia. Resultado ainda hoje funciona, se bem que já não o uso.

  18. já agora há que referir que os telemóveis comercializados como à prova de água, não estão imunes de problemas com a água! O Xperia Z tem sido notícia por causa desses problemas. E ao longo do tempo de vida desses telemóveis é muito possível que as “defesas” que têm percam eficácia.
    Por isso há que ter sempre cuidado e bom senso!

  19. Benchmark do iPhone 5

    Acho que já contei isto, mas como se falou nos saquinhos de sílica gel (os que vêm com máquinas fotográficas etc.) aqui vão os pormenores :)

    Tendo afogado um iPhone e posto em arroz (que não deu nada efoi uma chatice para depois tirar alguns bagos) foi à Worten à procura dos saquinhos. Disseram-me “Não há veja no Continente”. No Continente uma moça muito expedita levou-me aos desumidificadores de armários e salas, um tipo de sal hidrófilo, se não estou em erro chamado UH(…). Nos chinês também há esse sal.

    Pondo dentro o sal e o telemóvel – sem contacto físico entre eles – dentro de um saco de plàstico fechado, ao fim de 24h o sal hidrófilo absorve toda a humidade e o telemóvel fica bom. Cntei isto a outras pessoas, os afogamentos são bastante frequentes e, nas pessoas conhecidas este método já desafogou três.

  20. è mais facil colocar dentro de um saco com arroz, esse arroz vai atrair asiaticos a sua casa que vao arranjar o seu telemovel

  21. É assim tão comum o tlm cair na sanita? Já num forum de apresentação do xperia Z ele estava dentro de uma sanita para demonstar que era a prova de agua xD

  22. Boas..

    Alem do mergulho que levou é preciso contar com o “aroma” com que fica o bichinho depois de ir á sanita!!!

  23. A questao que nao responderam foi: “E COMO TIRA-LO DA SANITA?”…. (caso ja nao esteja visivel) :)

  24. Ja recuperei o meu tele mas colocando num daqueles “taparue” o mais transparente possível coloquei-o num sitio com bastante exposição solar e ficou lá 2 dias(penso eu) a “torrar” e fui la ao fim do 1 dia mudar o tele de posição…. no fim vê-se no topo da tampa do Taparue as gotas de agua que com o calor se foram evaporando do telemóvel.

    recuperei um SE Z310i(caiu na sanita c/ agua limpa) deixei-o desligar-se e fui busca-lo.
    no recipiente deixei-o com o ecrã virado para o fundo do recipiente com medo que o sol directamente pudesse estragar o ecrã e com bateria fora do tele.

    Atualmente tenho um Lumia nao sei se vou ter a mesma sorte se algo parecido acontecer…é preciso ter um pouco de sorte tbm

    P.s – aprendi este método por acaso enquanto vagueava pelo 9gag, mal sabia eu que mais tarde me ia ser útil mesmo duvidando do método.

  25. Benchmark do iPhone 5

    Ó gente, mas qual aroma ? Enquanto dura a operação aroma, não há como o telemóvel cair na sanita. Há-de cair quando se pousa em cima do depósito da água, que é curvo e escorrega :D

    Em todo caso, as sanitas têm um sifão, enquanto não se puxar o autoclismo (e por vezes depois disso) os objectos sólidos continuam lá.

  26. Nokia 3310 é preciso dizer mais alguma coisa ????? :D:D deixei cair num recipiente com agua sem querer e foi secado ao Sol ;D ;D e funciona até hj

  27. O que já me aconteceu foi a pen ir para dentro da máquina de lavar roupa, dentro das calças. Provavelmente por ter menos componentes, salvou-se incluido toda a informação nele, mas esperei pelo menos 1 dia que secasse normalmente num local quente próximo a raios solares mas não directamente.

  28. A mim já me aconteceu dentro de uma corveta da marinha, a única solução foi o cabo da vassoura para ajudar o telemóvel a passar a curva do tubo da descarga… o óbvio, é que nunca mais o vi. hehehe.

  29. iPhone 4 na sanita há uns meses atrás! Desliguei, mas ligava-se sozinho. Não podia fazer nada! Ficou ligado perto de um aquecedor. Quando cheguei a casa desmontei e limpei melhor alguns componentes.

    Para tirar a água interior usei ar comprimido e fiz a maior asneira de sempre! Passei a água para o écran e as marcas nunca mais desapareceram até hoje. Ficou metido em arroz um dia. Não esquecer que quando metido dentro do arroz é preciso selar o saco senão não funciona tão bem.

    Até hoje funciona perfeitamente. Com marcas no écran mas funciona.

    Alcool Isopropilico está mesmo aqui ao lado numa garrafa de 1 litro. Vale a pena ter em casa. Eu uso para fazer funcionar o botão Home.

  30. tive um nokia 3510i este modelo era do mais robusto na altura, também comparavel ao 3330 aquilo caia e era peças para todo lado mas montava-se e trabalhava na boa. Este 3510i uma vez caiu-me na sanita, fiz os passos acima desmontei-o e coloquei luz solar para secar durante algumas horas, ligeui-o fim do dia e tau continuou a trabalhar até hoje ainda trabalha pois ainda tenho guardado religiosamente assim como outros modelos o 3330 e o n95 que me marcaram, grandes máquinas!

    • Amigo os Nokias são tanques de guerra não deixam ninguém ficar mal. O meu velho nokia caiu-me na sopa e ainda funciona( estou a falar num a preto e branco )
      Mesmo o N73 já deu varios tombos e tudo e continua em forma.
      São telemoveis feitos para durarem uma vida

  31. Isto é tudo válido se a operação que foste fazer ao wc, seja apenas liquida. Se for sólida, o caso torna-se mais complicado, ou não…

  32. O meu Xperia Go é à prova de água =D

  33. Já me aconteceu varias vezes com alguns telemoveis que no fim não ligaram mas. A situação foi que eu os levava no bolso dos calções de banho e ia para o mar ou para a piscina com ele quase 30 minutos a nadar. Acontece aos melhores, agora tenho mais cuidado nem o levo

  34. tenho uma sorte do caraças (bem sorte era nao ter caido mas…)
    Molhei-o no domingo e ate hoje terça countinuou a ligar mas o ecra ficava todo preto sendo graças a deus ja da sinais de vida memo com os pixeis todos estragados, baixo brightness e linhas algumas linhas bugadas.
    E melhor do q nada, nem sei como ia dizer aos meus pais se o movel fosse com os porcos.
    Haja esperança XDDDD :)))) O:/

  35. Recorrer ás garantias quando ha humidade….

Deixe o seu comentário

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O autor deste site reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.