PplWare Mobile

Quartel Electrão promove recolha de eléctricos nos quartéis dos bombeiros voluntários


Gestora de conteúdo e de redes sociais do Pplware. Mestre em Economia, foi o fascínio pelo universo da tecnologia e da comunicação que falou mais alto.

Destaques PPLWARE

  1. Gustavo Garcia says:

    A frase não é um adágio popular mas uma frase de Lavoisier que simplifica a sua formulação da lei da conservação de massas. Se ao menos os adágios populares fossem assim tão razoáveis…

  2. JCR says:

    A notícia é importante ser divulgada, mas vistas bem as coisas, ela, nesta altura, só interessa às corporações de bombeiros, e não a todos nós, dado ainda não sabermos, quais irão ser as corporações de bombeiros aderentes a esta boa iniciativa, até porque, na página do Quartel Electrão, está indicado que as inscrições estão abertas, mas faltam ainda 15 dias e algumas horas, para as inscrições terminarem, pelo que, convinha que o PPLWare dissesse, após o término dessas inscrições, quais são as corporações de bombeiros aderentes, para que só a partir daí, é que nós todos, como consumidores, possamos fazer o acto responsável, de depositar os equipamentos electrónicos nessas corporações aderentes, ajudando assim, tanto os bombeiros nacionais, como em especial, o nosso meio-ambiente, ajudando o tão nosso já martirizado planeta Terra.

    De qualquer forma, foi bom terem informado esta campanha, para que as pessoas possam ficar alertadas, e assim, não terem desculpas para não cumprirem com umas das tarefas mais essenciais do ser humano, cuidar do meio-ambiente aonde vive.

    • Lopes says:

      JCR no site está a lista. Veja “Consulte aqui os quartéis aderentes”. Tem um pdf com a lista.

      • JCR says:

        Caro Lopes, obrigado pela informação, só há pouco é que vi a lista, e infelizmente, na localidade aonde vivo, a corporação de bombeiros não aderiu, embora existindo uma que aderiu a talvez uns 2 km de distância, nem talvez isso, donde moro.

        Mas esta lista só terá sido disponibilizada há pouco tempo, dado que, mesmo após ter terminado as inscrições para as candidaturas das várias corporações de bombeiros, eu fui ver no final do ano passado ou no início deste, este assunto, e ainda não havia nada, mas assim, com a lista disponível, a pessoa pode tomar as devidas decisões, aonde pode deixar o material a ser reciclado, e se isso for feito, junto dos bombeiros, através deste iniciativa, tanto melhor!

  3. falcaobranco says:

    Ainda o mês passado fui levar material informatico antigo a uma sucata… já não tinha mesmo valor nenhum de mercado…siga para bingo…

  4. fra says:

    O microondas não, que o meu dura, agora os novos é para descartar ao fim de algum tempo.

  5. Rui Salga says:

    Livrar-me dos antigis não farei. Esses ainda têm alguma qualidade, já os novos pouco duram. Sejam micro-ondas, carros, frigoríficos, etc

  6. Rui Salga says:

    Livrar-me dos antigis não farei. Esses ainda têm alguma qualidade, já os novos pouco duram. Sejam micro-ondas, carros, frigoríficos, etc

  7. Antonio says:

    Eletrodomésticos, sim.
    Telemóveis antigos, conforme reza o título da peça, não. É preferível vendê-los em portais como o OLX ou outros. Alguns alcançam valores elevados por exemplo no E-Bay. Informem-se primeiro de quanto valerá o modelo em questão.

  8. JB says:

    A resposta a este GRANDE problema não pode ficar apenas na reciclagem.
    Há um outro problema de base na gestão de produto que precisa de ser mudada – obsolescência do produto!
    Dou três pequenos exemplos:
    1 – a minha varinha mágica da Braun tem uns 8 anos e partiu uma pequena peça plástica. Estaria perfeitamente funcional se conseguisse substituir a peça. Não há! Terei de comprar uma nova.
    2 – O meu aspirador da Phillips tem 12 anos, está perfeitamente funcional, mas um dos filtros precisa de ser substituído – não há! E a mangueira tem uma parte plástica partida que arranjei por improvisção porque não há!
    3 – O meu frigorífico da AEG tem 16 anos, as gavetas do congelador estão partidas e umas calhas também. A AEG cobra 37€ por gaveta. Substituir as 3 gavetas mais as calhas seriam mais de 130€! WHAT!?!?!?
    As marcas de referi são marcas de referência no mercado.
    Dá para ver a política de obsolescência que adotam!
    Na minha opinião as políticas ambientais não podem estar desligadas da obsolescência.
    JB

    • NOVO MUNDO says:

      sao uns filhos da puta todos.

    • Pedro Mota says:

      Exactamente o mesmo que aconteceu cá em casa. Já é a terceira. É sempre a peça que recebe toda a força do motor, para fazer girar o resto, que parte. Curiosamente, o resto é de metal e essa é de plástico e a solução: varinha nova. ISSO sim, é desperdicio forçado, inadmissível.

  9. Filipe says:

    Ajudar os Bombeiros ? Aqueles que se intitulam voluntários , no entanto não passam de meros empregados do Estado e até se dão ao luxo de fazerem greves , será que os voluntários do Banco Alimentar também fazem greve às comunicações e pedem por cada hora junto dos supermercados x euros ? Vão mas é trabalhar e vergar a mola , pois essas e estas dádivas acabam por vezes em países de 3º Mundo não que Portugal esteja longe disso , mas para trocarem bens por armas ou petróleo . Tenham vergonha !

    • Tiago says:

      Vai pra lá tu apagar fogos ó-tá-rio. Se há alguem que merece ajuda e não criticas são os bombeiros, fazem o que pode e o que não podem sem verbas. Esclarecido pas-palho

      • Bertino Freitas says:

        Gosto muito de ver os bombeiros nos quartéis a jogarem às cartas, a ver televisão ou a fazerem algo para passar o tempo.
        E espero que fiquem lá assim durante muito tempo e não saiam dos quartéis.
        Se saírem é sinal que :
        – eu ou alguém meu conhecido teve um acidente;
        – a minha casa ou casa de meu conhecido corre perigo de incêndio ou inundação;
        – eu ou alguém meu conhecido sentiu-se mal e teve de ser socorrido.

        Acho que não é preciso dizer mais nada…
        Merecem todo o nosso respeito.

      • Joao Dias says:

        Já estive num quartel de bombeiros a trabalhar despedi-me por nao concordar com as atitudes dos superiores (interesses) que lá trabalhavam, os pequenos Grandiosos bombeiros que lá trabalham esses são esquecidos quem não faz uma puta de um corno e quem joga pelos seus interesses esses são condecorados,

        • Bertino Freitas says:

          Infelizmente isso é do que abunda no nosso “grandioso” país.
          Basta ver o exemplo da Caixa Geral de Depósitos… prémios a gestores que só dão prejuízo…

    • Lopes says:

      Caro Filipe, o seu comentário é o de alguém que não está na disposição de ajudar quem quer que seja e que usa a ignorância ou o ressabiamento para continuar a não mexer um dedo e assim justificar esse comportamento/pensamento. Está no seu direito, por muito execrável que seja! Normalmente quem pensa como o senhor não se coíbe de abrir a boca para dizer alarvidades. Sobre o que disse, um pequeno exercício de lógica facilmente encaminha o seu comentário para o esgoto das palermices. if (voluntários & empregados do Estado)==FALSE then esgoto.
      Sobre os bombeiros, se um dia (espero que tal nunca aconteça!!!) vir-se rodeado de chamas, ou a precisar de socorro não se esqueça do seu comentário. Quando o bombeiro(a) voluntário se aproximar de si diga-lhe “Vão mas é trabalhar e vergar a mola”, que é para elas ou eles o deixarem lá e voltarem para o emprego deles que é o que lhes paga as contas!
      Comparar os voluntários do Banco alimentar com os bombeiros voluntários é de uma indecência atroz! E olhe que já fui voluntário do Banco alimentar (BA) várias vezes! Ser-se voluntário do BA é algo de umas horas durante um dia ou dois, ou então para os estão mais dedicados ao projeto durante algumas horas por semana. O risco de vida é “nulo”, o stress é “nulo”, o stress pós-traumático não existe. Não se passa dias fora de casa sem a família saber se se está morto ou vivo e certamente o perigo de morrer queimado vivo será praticamente nulo.
      Não quer ajudar? Está no seu direito! Agora difamar e espalhar mentiras é simplesmente nojento!
      Tenha vergonha!
      P.S: Não tenho nenhuma ligação aos bombeiros! Apenas admiração e gratidão pelo trabalho e dedicação deles e prol do país!

    • JCR says:

      Este Filipe, deve ter no último nome, Bolsonnaro ou Trump, só pode!

      Comentários para quê, esta gentinha ainda pensa que tem o rei na barriga, mas esquece-se que, dum momento para o outro, tudo pode acabar, ninguém tem a vida nas mãos, não somos nada, mas ainda há gente deste tipo, que pensa que são imortais, e por isso é que depois dão comentários horrorosos deste quilate, mas felizmente que eles também irão, conforme iremos todos, ricos e pobres, novos e velhos, ditadores e democratas, todos acabaremos 1 dia, e se assim pensássemos, não diríamos depois disparates destes, tendo ainda por cima, difamado as pessoas, triste é dizer pouco!

  10. M. Cruz says:

    Onde estão os quarteis do Distrito de Braga?

  11. Ricardo Jorge Reynaud da Silva says:

    Aqui em Setúbal os Bombeiros NÃO recolhem!! Tenho um frigorifico obsoleto mas como tenho mais de setenta anos de idade….NÃO vou poder levá-lo ao quartel!!

  12. J . ribeiro says:

    Passem em caldas da rainha pelas 12.30 e vejam a barulheira que os ditos soldados da paz , fazem para ir almoçar. Depois de passarem a retunda da fonte luminosa, vao-se a rir . ja nao acredito em donativos. Electrodomésticos usados nao significam estarem estragados. Façam uma quermeçe na casa da madame kikas em santarem e, ai acabam-se os desanimos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.