Quantcast
PplWare Mobile

Criar um ponto de restauro no Windows!

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Vítor M.


  1. Niko says:

    Eu gostava de deixar aqui uma sugestão. Muitos já devem ter ouvido falar, refiro-me ao ERUNT, este programa cria diariamente de forma automatica um backup do regestry, caso se queira pode criar-se sempre que necessario. É extremamente util, pois se instalarmos alguma coisa que corra mal o programa permite repor o regestry no seu estado anterior. Já me tem safado de muitas.
    Na pratica funciona como um ponto de restauro, pelo que me pareceu oportuno.
    Podem informar-se e fazer o dwnload aqui:

  2. Niko says:

    Nunca me entendi com os links aqui. Informação e download: http://www.larshederer.homepage.t-online.de/erunt/

  3. Niko says:

    Desculpem lá 3 posts seguidos… esqueci de dizer que o programa é freeware e totalmente livre de adwares ou spywares.

  4. JOISÉ GASPAR says:

    NA VERDADE JÁ HÁ MUITO TEMPO QUE SEI FAZER O RESTAURO DO SISTEMA. ATÉ JÁ ME SAFEI DE BOAS COM ISSO. É SIMPLES MAS NEM TODA A GENTE SABE.
    BRAVO, VITOR!!! ESTÁS NO BOM CAMINHO AO DARES ESTAS DICAS Á MALTA QUE SABE MENOS DA MATERIA. VAI DANDO DICAS ASSIM QUE A MALTA AGRADECE. PARECE O CONSULTORIO DO BITS & BITES. LOL. UM ABRAÇO!

  5. Fluvial says:

    Não utilizo… e das vezes que precisei dele…só deu m****
    Aliás quem apanha “virus” tem que apagar os “pontos criados” pq eles são autentico pasto para qualquer ataque!
    Prefiro utlizar o Acronis Image. Isto sim, repõe TUDO incluindo partições!
    Quanto ao Erunt, sou cliente desde o velho ERU. Sempre que quero “brincar” com o registry, não deixo de o utilizar!
    ** *Minha opinião e não imposta, claro***

    😉

  6. Niko says:

    Evidentemente… mas isso é outro assunto. Eu também tenho sempre backups da instalação inteira e isso sim, isso é segurança. No meu caso uso o Norton Ghost e nunca fiquei pendurado. Referi o ERUNT porque acho bastante util, e neste caso o ERUNT em vez do ERU porque julgo que a maioria do pessoal já usa SOs de arquitectura NT.

  7. pplware says:

    @Fluvial
    Não percebi a última frase!!! Então a opinião de um utilizador não importa???

  8. Fluvial says:

    Claro que importa, mas eu disse “não imposta”! 🙂
    Pode parecer fora do contexto, mas eu sei pq digo isto!

  9. pplware says:

    @Fluvial
    Ok, agora entendi, pensei que tinhas metido “água fluvial” na frase 😉

  10. Fluvial says:

    Ok.
    Em complemento, para quem quiser saber mais do System Restore, suas vantagens (poucas) e “seus inconvenientes… importantes”

    Em Inglês

  11. Brave says:

    Entao e se o Windows tiver danificado em que nem em safe mode entra para se poder usar os pontos de restauro?? que se pode fazer ??….

    Existe a solução que é simplesmente usar os pontos de restauro manualmente, atraves da consola de recuperação do windows com o cd do winxp.

    Isto é um processo em que se tem que ter alguns conhecimentos em DOS, e que requere que seja feito por alguem que saiba o que está a fazer, para nao haver problemas.

    Não vou dizer o processo…quem quiser saber que investigue. Posso dizer que esta informação é simplesmente “ouro” para um técnico de computadores.

  12. peopleware says:

    @Brave
    Por acaso conheço o processo caro amigo. Mas, se sabes, convido-te a fazer um post, tu, aqui no Pplware. Que dizes?

  13. Brave says:

    Posso tentar explicar resumidamente…..

    1º – Por o cd do windows xp, e quando aparecer o primeiro menu de escolhas, carregar no R para reparação do windows.

    2º – na consola de recuperação, basicamente o que é necessário fazer é o seguinte:

    Ir ao directorio C:\windows\system32\config e renomear os ficheiros SAM, SECURITY, SYSTEM, SOFTWARE e DEFAULT, cada um para .OLD.

    De seguida ir ao c:\system volume information\_restorexxxxxx\ em que existe vários directorios com o nome de RP0, RP1, RP2…RPx, em que sao todos os pontos de restauro do windows, sendo o numero mais alto…o ponto de restauro mais recente.

    Escolher para aí o penultimo ou antepenultimo, para garantir uma certa segurança visto que normalmente o ultimo ponto de restauro tmb está danificado, por isso convem fazer uns 2 ou 3 pontos de restauro anteriores ao ultimo que existe.

    Dentro desse directorio “RPx”, ir dentro do directorio snapshot e copiar os ficheiros _REGISTRY_MACHINE_SAM, _REGISTERY_MACHINE_SOFTWARE, _REGISTERY_MACHINE_SYSTEM, _REGISTRY_MACHINE_SECURITY, _REGISTRY_USER_.DEFAULT para o “C:\windows\system32\config” e renomea-los para o nome original “SAM, SOFTWARE, SYSTEM, SECURITY, e DEFAULT”

    fazer Reboot !!! 🙂

    Caso nao funcione…ou continue a dar erros a entrar no windows…experimentar um ponto de restauro mais antigo.

    Este processo tambem pode ser feito mais facilmente atravez de softwares tais como o Knoppix, ERD Commander, MiniPE, que sao sistemas operativos em cd’s de boot que permitem navegacao isolada ao disco sem qualquer tipo de restricao, incluindo particoes ntfs.

    Penso que não falhei em nada….acho 🙂

  14. Fluvial says:

    Bem 🙂 para aqueles que não sabem DOS (nem precisam) e que querem passar por cima desta complicação (para eles) do Brave**, aí vai uma dica:

    façam restart e quando estiver a entar carregar o Windows XP, pressionem a tecla F8. Irá aparecer uma janela com varias opções. Escolham “last known good configuration…”

    Se o problema que impede o boot for o mais comum (devices ou drives ou registry) entra de certeza.

    ** mas válida, para quem sabe 😉

    Abraço

  15. Fluvial says:

    O Brave que me permita complementar a sua dica! É que para entrar na consola de recuperação (R) é preciso saber a senha do administrador! Se não souber, nada feito!

  16. José Moreira says:

    Pois bem:
    o meu PC “resolveu” não fazer restauros de sistema. O restauro está activado, e a capacidade do disco está longe de estar esgotada (dos 120GB ainda me falta encher 86,9. Só que p “rapaz” devolve-me a mensagem “não foi possível restaurar o sistema”. Alguém sabe dizer-me o que se passa?

  17. Fluvial says:

    O System Restore por default só utiliza 12% da capacidade do disco!

  18. Fluvial says:

    @José Moreira

    Por princípio, não dou dicas para mexer no Resgistry.
    O que posso informar é onde se encontram as definições (por defeito) para espaço en disco, intervalos e duração em tempo e outras configurações para os “pontos de restauração”.

    Aqui: HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Microsoft\WindowsNT\ CurrentVersion\SystemRestore

    Mexa se souber ou peça a alguém expert.

    Abraço

  19. Fluvial says:

    Se querem listar todos os pontos de restauração façam este vbs:

    Option Explicit
    Dim fso, b, objWMI, clsPoint, strComputer, shell
    Dim fLine, dtmInstallDate, objOS, fName
    fLine = “List of System Restore points found in this computer”
    Set shell = CreateObject(“Wscript.Shell”)
    Set fso = Wscript.CreateObject(“Scripting.FilesystemObject”)
    fName = Shell.SpecialFolders(“Desktop”)
    fName = fName & “\ListSR.txt”
    set b = fso.CreateTextFile (fName,true)
    b.Writeline fLine
    b.writeline string(52,”-“)
    b.writeblanklines 1

    strComputer=”.”

    Set dtmInstallDate = CreateObject( _
    “WbemScripting.SWbemDateTime”)

    Set objWMI = GetObject( _
    “winmgmts:\\” & strComputer & “\root\cimv2”)

    Set objOS = objWMI.ExecQuery( _
    “Select * from Win32_OperatingSystem”)

    Copiem para o Notepad e salvem como “O_que_quiserem.vbs” ***

    *** Assim mesmo com os ” mas podem alterar o texto 🙂

    Será criado um arquivo texto com todos os pontos criados no HD.

    Abraço

  20. Vítor M. says:

    @Fluviar
    Esse código está errado. Saca este que fiz, está a funcionar. Download.

  21. José Moreira says:

    Fluvial
    Obrigado. Posso dizer-te que sou MUITO CUIDADOSO quando mexo no registry. Tanto assim que, percorrendo os caminhos que me ensinaste acima, cheguei à conclusão de que era melhor estar quietinho. Por outras palavras, dos valores inscritos entre parênteses, não soube quais os que alterar para que a máquina voltasse a funcionar. Se me puderes ajudar nesse sentido, fico-te grato; se achas que repugna a tua “consciência informática”, podes crer que não fico zangado.
    Obrigado, mais uma vez.

  22. Fluvial says:

    @José Moreira

    Resumindo o teu problema, o teu PC não cria pontos de restauro! Verdade? Ok se assim é…. pode ter preenchido os 12% de capacidade máxima do espaço no disco, para esse efeito. Se queres aumentar esse valor… vai à chave acima e altera “DiskPercent” para um valor “f” e ficarás com 15% da capacidade do disco!
    Nota que o teu disco são 120 GB, donde 15% são 18 GB só para pontos de restauro! Deves fazer colecção! 🙂

  23. Fluvial says:

    @Vitor
    Desculpa o erro, mas a culpa foi minha. Contráriamente ao que é meu hábito, não conferi o código.
    Obrigado pela correcção 😉

  24. janielton says:

    mas posso desativar o ponto de restauracao e no lugar usar o ERUNT sem problemas?

  25. Fluvial says:

    NÃO!… nada tem a ver! O ERUNT só faz copia do registro! Nada mais!

  26. Rikardo says:

    Eu sempre que instalo m programa novo faço pontos de restauro, o problema e que quando quero restaurar escolho o ponto e o pc faz restart mas quando liga surge a mensagem que o restauro não foi efectuado. Alguem sabe dizer-me o que se passa?

  27. Daniela says:

    ok. fiquei muito mais exclarecida!

  28. Rogeer says:

    alguem me pode ajudar preciso de saber como criar e iliminar pastas, no ambiente de trabalho em (novo) se sim tudo bem se não tudo bem na mesma..fiquem bem

  29. Roqquinha says:

    Agradeço as dicas. Que bom encontrá-las! Obrigadão
    Não percebi a parte de “aliviar o disco dos pontos de restauro que certamente já não iremos usar”, isto é, como fazer isso. Depois ajuda-me?

    Grata
    Roqquinha

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.