Curiosidades: Sabe o que é o Índice de Reprodução Cromática?


Destaques PPLWARE

19 Respostas

  1. Rui says:

    Mas eles usam mais truques! Na peixaria e verduras, se repararem, de vez em quando há água vaporizada, para mostrar tudo mais fresco e brilhante!

    Na fruta e muito em particular nas maçãs, os químicos usados nos tratamentos são tantos…. e numa das fotos é possível ver as maçãs muito brilhantes…. se colocarem a mão, ficam com uma espécie de resina agarrada à mão!

    • Poyta says:

      Ultimamente anda rolando este mito da resida da maça, ela não é industrializada, é uma resina natural! A própria maça possui e você pode inclusive lustrar a maça para parecer muito brilhante. Mas realmente, em algumas situações tem truques.

  2. helio says:

    Ja reparei que o Pingo doce abusa desse efeito, com ou sem intenção.
    Ha diferenças na luz entre secções e em algumas não aguento muito tempo pois fico com dores de cabeça.

    • okapi says:

      Pelos vistos o Pingo Doce está na moda quanto toca a deitar abaixo ou para dar um exemplo negativo, mas são todos os Supermercados que fazem isso não é exclusividade deste ou de outro qualquer.

    • ze says:

      Nao so o pingo doce, hoje em dia em luminotecnia utilizam-se vários tipos de iluminação, de decoração (cores), específica no caso de lojas de roupa utilizam-se lâmpadas com IRC altos para melhor reprodução das cores, iluminação de circulação para se ver bem o caminho mas o de não é necessária restituiçao cromática, etc.
      Conheço casos, por intermédio de colegas que fizeram projetos para empresas que os patrões (bem informados), pediram para nas casas de banho e em salas tipo convívio serem colocadas lampadas com baixos IRC, poucos fluxos luminosos para os funcionários nao conseguirem estar muito tempo nesses locais.

  3. ze says:

    É maior ou menor capacidade que a luz emitida por uma lâmpada tem, para que a cor dos objetos que os nossos olhos vejam sejam o mais aproximado possível da cor real.
    A luz com melhor IRC é a emitida pelo sol.

  4. me and me says:

    nos talhos usam estes truques há anos nas vitrinas.
    se olharem para a luz que esta na vitrina ela tem uma cor “estranha” para potenciar a “frescura” da carne. fica mais bonita por assim dizer

  5. João says:

    Essas são as regras elementares de um bom projecto de iluminação, ter o IRC/CRI mais aproximado dos 100% (estes só obtidos pelas lâmpadas de incasdescência).

  6. LR says:

    Há uma série de “truques” que são usados, não só em superfícies comerciais, como em muitos outros ramos de vendas, com o único fim de induzir o desejo pelo produto, e potenciar a vontade de comprar o mesmo. Recomendo um livro de Martin Lindstrom, com o titulo “Buy-ology”, onde a ciência do neuromarketing é abordada e muito bem explicada.

  7. Rui Gaspar says:

    Por acaso já tinha reparado nisso ao comprar fruta.
    O que costumo fazer é afastar a fruta debaixo das luzes para ver a cor “real”.

  8. sakura says:

    Há, há isso não é tão simples como parece, e tem que respeitar a lei de Portugal, (ASAE c/luxímetros https://pt.wikipedia.org/wiki/Lux%C3%ADmetro) e se o cliente não “ve” ……………. tem que se por +++++ candelas( https://en.wikipedia.org/wiki/Candela ).

  9. Zeze says:

    A mim já não me enganam. Eu agora faço as compras com óculos escuros.

  10. Ruca77 says:

    haha bom artigo ;D

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.