Quantcast
PplWare Mobile

Tags: transístores

Placa gráfica Nvidia GH100 poderá trazer mais de 140.000 milhões de transístores

A Nvidia é a verdadeira rainha do mercado dos chips gráficos, oferecendo poderosos modelos para as mais variadas necessidades que vão desde o consumidor doméstico aos data centers.

No que respeita àqueles últimos, a fabricante norte-americana tem preparada para breve a sua placa gráfica Nvidia GH100 que fará parte da linha “Hopper”. E de acordo com as mais recentes informações, este equipamento poderá trazer nada menos do que 140.000 milhões de transístores.


Nova tecnologia vai permitir que CPUs e GPUs usem 85% menos transístores

A grande magia da indústria tecnológica está no facto de constantemente se procurarem, pesquisarem e tentarem desenvolver inovações que permitam levar ao consumidor e às empresas as melhores soluções possíveis.

Desta forma, é agora notícia que há uma nova tecnologia que pode permitir que os CPUs e GPUs usem 85% menos transístores.


Transístores? Switches óticos podem oferecer desempenho 1.000 vezes superior

Uma das grandes maravilhas do mundo da tecnologia é a capacidade de ser um setor que está constantemente em mudança e em evolução. No que respeita ao hardware, por exemplo, desde o processo de produção até os equipamentos finais para venda, ano após ano podemos testemunhar grandes melhorias.

Neste sentido, parece que os transístores podem muito bem tornar-se algo do passado. Segundo pesquisas recentes, os switches óticos pode ser o futuro ao oferecer um desempenho até 1.000 vezes superior.


ASML prevê que os processadores podem ter 300 mil milhões de transístores em 2030

O objetivo das fabricantes de hardware é, obviamente, evoluir na forma e nas tecnologias que usam na produção dos seus equipamentos. Tal vai diretamente oferecer ao mercado equipamentos mais potentes e também mais modernos.

Nesse sentido, a fabricante holandesa ASML acredita que é possível termos processadores com 300 mil milhões de transístores até ao ano de 2030.