Quantcast
PplWare Mobile

Tags: Tokamaks

NASA descobriu como o Sol poderá alimentar a Terra com energia ilimitada

Os cientistas da NASA resolveram um mistério de 60 anos sobre explosões no Sol. Como tal, a agência espacial deu a saber que existe um tipo de erupção solar que dura minutos e produz energia suficiente para alimentar a Terra durante 20.000 anos a um ritmo previsível e rápido.

Os cientistas têm tentado compreender o processo, chamado de rápida reconexão magnética, há mais de meio século, e os investigadores da NASA podem ter acabado de o descobrir.

Ilustração da reconexção rápida magnética do Sol


‘Sol artificial’ chinês bate recorde mundial de temperatura

A China tem vindo a destacar-se em várias áreas e é reconhecível a ambição que este enorme país tem em conseguir mais e mais. E se achava que era impossível, saiba que ‘sol artificial’ chinês atingiu os 160 milhões graus Celsius.

Este projeto de fusão nuclear alcançou um novo recorde mundial de temperatura.

Imagem Sol chinês artificial


Fusão Termonuclear: Reator nuclear da China atinge temperatura sete vezes superior ao Sol

O ‘Sol artificial’ da China alcançou pela primeira vez uma temperatura do plasma superior a 100 milhões de graus Celsius, marcando um passo importante na futura experiência do reator de fusão, de acordo com o Instituto de Física de Hefei, da Academia de Ciências da China.

Esta temperatura atingida pelo reator nuclear experimental é quase sete vezes superior à temperatura do núcleo do Sol. Estes valores foram conseguidos durante quase dez segundos.

Imagem ilustrativa fusão termonuclear do Sol artificial da China


Fusão Nuclear – Energia limpa em 2030?

Nunca se correu tanto atrás da energia limpa como atualmente, nem nunca se vislumbrou tanto um mundo sem petróleo como vemos atualmente e a verdade é que neste campo parece não existir nenhuma fonte energética que se compare à fusão nuclear. Mas há muitos entraves a ultrapassar e a tecnologia tem de evoluir.

Pese o facto de ser possível armazenar a energia que a fusão nuclear gera, a sua utilização não tem sido algo fácil.

Imagem de um reator de Fusão Nuclear que poderá produzir Energia limpa


Reino Unido ligou o seu ambicioso reator de fusão nuclear

O mais recente reator de fusão do Reino Unido, o ST40, foi ligado na semana passada e já conseguiu atingir o “primeiro plasma”, gerando com êxito uma gota escaldante de gás (ou plasma) carregada de eletricidade dentro do seu núcleo.

Poderemos estar a falar de energia ilimitada sem poluição?