Quantcast
PplWare Mobile

Tags: sensor biométrico

Intel apresenta ‘RealSense ID’ como alternativa ao Face ID para dispositivos inteligentes

O Face ID é ainda o mais seguro método de identificação utilizado nos dispositivos móveis. A Apple desenvolveu esta tecnologia depois de ter adquirido duas empresas israelitas especialistas em cibersegurança, machine learning (aprendizagem automática) e reconhecimento facial: a RealFace, no início de 2017 e a PrimeSense em 2013. O primeiro equipamento a usufruir desta inovação foi o iPhone X, equipamento que veio inaugurar uma nova linha de smartphones da empresa. Agora, a Intel apresenta o ‘RealSense ID’ como uma alternativa ao Face ID para dispositivos inteligentes.

Poderá a tecnologia da Intel superar o Face ID?

Imagem tecnologia RealSense ID da Intel para entrar no mercado do Face ID da Apple


Xiaomi mostra o primeiro ecrã LCD com sensor de impressões digitais integrado

A Xiaomi, através da sua marca subsidiária da marca Redmi, anunciou que implementou com sucesso um leitor de impressões digitais em ecrãs LCD. Desta forma, sendo este um painel mais barato, a tecnologia poderá agora ser produzida em massa.

Portanto, o cenário dos smartphones baratos, ainda com ecrã LCD, dependerem do sensor biométrico colocado na traseira ou lateral, vai mudar. Em 2020, os fabricantes de LCD irão poder dar um passo em frente.

Imagem de um smartphone Xiaomi Redmi com ecrã com leitor de impressões digitais


Falhas de segurança podem levar a Samsung a deixar os sensores biométricos da Qualcomm

As tecnologias de autenticação biométrica evoluíram muito nos últimos anos. O sensor de impressões digitais ultrassónico da Qualcomm – que pode ser colocado sob vidro ou metal – revelou ser inovador, mas as falhas de segurança condenaram a sua reputação.

Esta realidade pode ser crucial para uma mudança nos smartphones da Samsung, inclusivamente já no próximo Galaxy S11. A fabricante sul-coreana está a pensar deixar os sensores da Qualcomm e optar por algo mais convencional.

Falhas de segurança podem levar a Samsung a deixar os sensores biométricos da Qualcomm


Como activar e usar o Touch ID no seu iPad ou iPhone

A Apple introduziu o ano passado no iPhone 5S uma tecnologia que é, seguramente, a forma mais eficaz de proteger os conteúdos de um smartphone. A tecnologia Touch ID permite que o utilizador do iPhone 5S, iPhone 6, iPhone 6 Plus, iPad mini 3 e iPad Air 2, possa desbloquear o dispositivo somente pousando o dedo no botão Home.

Além desta medida de segurança, o Touch ID permite efectuar compras na App Store e, no novo serviço Apple Pay, efectuar compras em lojas adaptadas a esta tecnologia. A nossa experiência diz-nos que muita gente já não passa sem este recurso e que pedem mesmo que os MacBooks venham também equipados com ele.

Se recebeu neste Natal um iPhone 6, iPhone 6 Plus, ou um dos iPads que têm o identificador biométrico, vamos ajudar a activar e configurar a sua impressão digital.

imagem_touchid_00


Vídeolog Pplware – As novas funcionalidades do Galaxy S5 #1

O novo smartphone de topo da Samsung, o Galaxy S5, traz algumas funcionalidades que até agora não existiam. Sendo essas novidades um motivo forte para que possas ser escolhido como uma possível compra, nada como verificar como realmente funcionam.

Nas lojas desde o passado dia 11 de Abril, o Galaxy S5 superou em 30% as vendas do seu antecessor no primeiro dia em que foi disponibilizado. Será mesmo uma compra a considerar?

IF